Fluminense 2 x 0 Grêmio

por Mauro Beting em 29.out.2010 às 13:43h

 

Certos (grande jogos) com certas (imensas) vitórias mostram que um time está iluminado como esteve o Fluminense, no Engenhão.

Certas (grandes) partidas com certas (ótimas) atuações mostram que um time está muito bem mesmo quando é derrotado, como perdeu o Grêmio, no Rio.

Não à toa o Tricolor gaúcho é líder do returno.

Mas não à toa o Flu é o líder geral.

Pena que Heber Roberto Lopes contribuiu para definir o placar, não marcando o pênalti tolo de Leandro Euzébio em Jonas.

Estava 1 x 0 Flu, exatamente no mesmo minuto (19), mas do primeiro tempo. Outro gol magnífico do não menos Conca. O mesmo que ampliaria na segunda etapa, em lance de Washington. Que deve gols há 10 jogos. Mas não suor, nem solidariedade. Tanto que o elenco correu para abraçá-lo e erguê-lo. O tanto que mostra que o Flu está bem e um pouco mais vivo que Cruzeiro e Corinthians também por isso.

Mas o Grêmio jogou demais, e muitas vezes jogou melhor que o rival, que ainda pode e deve sonhar com algo além – Libertadores.

Até porque Douglas está o fino, Jonas segue em forma, e até André Lima está se saindo muito bem.

Como o Fluminense também mostrou, no 4-3-2-1 proposta por Muricy, que há como se virar mesmo sem Deco, Fred e Emerson.

  • Rodrigo

    Quando a sorte anda lado a lado, não tem esquema que não dê certo.

    O Grêmio engoliu o Fluminense nos 15 minutos finais do primeiro tempo e em todo o segundo, mas o Flu achou dois gols, nas raras chances que teve, e conseguiu a vitória. Enquanto o Grêmio, com André Lima (que é do nível do Washington – fraquíssimo), perdia chances claras.

    Nem sempre quem é melhor leva a melhor, principalmente no futebol. O Flu está com a tal “sorte de campeão”. E, se levar o caneco, terá que dar um bom reconhecimento ao Conca, que é o melhor do time, mas seu salário não chega nem perto dos valores pagos ao Fred e ao portuguesinho Deco.

  • Tricolor Carioca

    Alguém duvida que o Fluminense se sagra campeão com 1 rodada de antecedência?

  • TricolorCarioca

    Mauro, percebo que a maioria dos cronistas esportivos se revoltam contra o futebol de eficiência e sentem falta do futebol arte de toque e firulas a lá Nylmar & Cia. Confesso a você, não como corneteiro mas como analista de futebol competivo e evidente torcedor do Fluminense. A mim as firulas e os chapeuzinhos não me fazem falta. Posso ser contra a esmagadora maioria, aliás a unanimidade e a burrice são parceiras. Prefiro que meu time seja campeão honestamente com placares mínimos e futebol bizonho do que ser desclassificado com futebol espetaculoso, vide Telê Santana e sua seleção. Lembro-me bem quando a Inter foi campeã da UEFA e como todos os cronistas vocifervam com relação à injustiça feita com o o Real Madri, eu novamente remava contra a maré. Adorei o time da Inter. Time eficiebte e que se superava o verdadeiro futebol competitivo.
    Farei uma brincadeira criativa. Se o time do Fluminense for campeão brasileiro nesta temporada e ao final do campeonato pudessemos prever isso entrando em uma Máquina do Tempo. Você concordaria com o suposto pensamento dos atletas, comissão técnica e cartolagem relatados abaixo?
    “Não vamos participar deste campeonato foi injusto termos sido campeões pois não apresentaremos arte, firulas, toques magistrais, não fomos todos ataque jogamos na maior parte do tempo com 5 volantes, só jogamos no contrataque, onde o placar de 1 x 0 para nós foi goleada. Não fomos a alegria que representa o verdadeiro e romântico futebol de outrora, de Pelé, Pepe e da alegria de Garrincha. Pessoal não foi justo não deveríamos ter sido os campeões. Vamos fazer justiça, vamos mudar tudo ficaremos com a vaga da Sulamericana que é mais que merecido por nós, e vamos abrir espaço para que Neymar e seus colegas sejam campeões, pois eles são o futebol alegria, ainda há esperança no futebol de Gansolino & Cia pois eles tem as verdadeiras qualidades, méritos e perfil do legítimo futebol brasileiro de outrora”
    Graças a Deus foi inventada a Maquina do Tempo, com ela placares não valerão mais, garra e determinação não terão mais validade. O que conta é merecimento, romatismo, globetrotters neles. De hoje em diante time fizer placar de 4 x 0, sem o devido merecimento, que só tenha se defendido e construido o placar apenas com contrataques será defintivamente defenestrado. Iremos imediatamente à Maquina do Tempo e determinaremos a justa correção. Justiça é a palavra, aqui e agora, quanto mais dribles, chapeus sem serventia, carregar bolas na cabeça feito foca, mais elástico adulteraremos o placar… Pronto, como deuses do olimpo restabeleceremos a verdade. Mourinhos, deverão ser exemplarmente aniquilados e suas moléculas espalhadas pelo cosmos.
    Quer tal Mauro? Está maquina do tempo e este comportamento deixariam vocês cronistas satisfeitos e com o sorriso na face da missão cumprida?
    Bem, evidentemente para cada bonus tem um onus…
    Vocês cronistas estariam desempregados, comentários em blogs nesta condições seriam reduntantes. Bem mais isso seria um pequeno detalhe, não é verdade?
    Tudo seria válido em nome do futebol arte.
    Grande abraço…

  • TricolorCarioca

    Uma pequena observação Mauro, não sou baerrista, deve estar pensando que sou carioca, embora seja de descendência carioca. Futebol como a música, não tem fronteiras, e não tem necessidade de regionalismos, simplesmente é paixão. Sou paranaense, curitibano há 57 anos. Não tenho time no Paraná. Sou tricolor, torcedor do Fluminense. Meu meu único time.

  • Pablo Santos

    Mauro, Excelente análise do jogo, porém vc não falou do pênalti cometido pelo Gabriel em cima do Fernando Bob pouco tempo depois desse possível pênalti em cima do Jonas.

    Infelizmente, a grande mídia, não digo vc, que para mim é o melhor comentarista/jornalista esportivo do Brasil, esta desvalorizando a vitória do Fluzão devido a esse suposto erro do árbitro, e pior, ainda omitem um pênalti sofrido pelo jogador do Flumimense pouco tempo depois desse lance que tanto reclamam, fazendo com que passe um ar de favorecimento ao Fluminense, que muito pelo contrário, foi um dos clubes mais prejudicados no início do Brasileirão, sem contar os vários favorecimentos ao Corinthians também ao longo do campeonato.

    Portanto fica aqui o meu protesto, quanto à não divulgação desse pênalti que existiu a favor do Fluminense que o árbitro tb não marcou, assim como para o time gaúcho.

  • jose carlos a. contreiras

    Mauro! gostava muito daqueles levantamentos que divulgavas, no brasileiro do ano passado, sobre os prejuízos que alguns times tinham com arbitragens. Esse ano, só com o Heber Roberto Lopes, o meu Grêmio teve dois prejuízos: Além do de quarta- feira, teve no primeiro turno contra o Vasco no Olimpico. Primeiro deu condições de jogo num campo impraticável pelas chuvas, segundo não assinalou um penalti claríssimo, no final do jogo, em que um zagueiro vascaino botou o braço na bola na frente dele. Fora o desrrespeito com os jogadores desde Vitória x Grêmio lá, ano passado. Há uns anos atrás, no Maracanã, contra o mesmo Fluminense, o zagueiro Baloy do Grêmio, lembra dele, deu um carrinho na bola dentro da área, um atacante do Flu caiu do lado, afastado quase meio metro do zagueiro, quando o juíz referido apontou a marca do penalti! Ele tem alguma coisa contra os gauchos, não sei porque?