Corinthians 3 x 4 Atlético-GO (Visão de Jogo + Adilson demitido)

por Mauro Beting em 10.out.2010 às 19:27h

 

++ ESCALADO PELA RÁDIO BANDEIRANTES E PELO LANCE!, o texto que será editado nesta segunda-feira ++

Caiu a casa

  

Atlético-GO faz do Pacaembu a sua casa no BR-10 e novamente venceu um paulista. Agora ganhou por 4 a 3 de um Corinthians perdido, desfalcado, mal escalado, mal arrumado, e, agora, sem treinador

 

Zaga mal montada levou o Corinthians ao quinto jogo sem vitória e, agora, sem técnico; Dragão ganhou bonito jogando à frente, e só não fez mais porque perdeu chances por falta de apuro

No Pacaembu, em dois jogos, o Dragão fez sete gols nos rivais paulistas. Ontem, poderia ter feito mais que os 4 a 3. Até porque a zaga corintiana foi indefensável. O lado direito foi um latifúndio improdutivo. E a escalação e as escolhas de Adilson foram tão infelizes que o homem sério que ele é não aguentou e deixou o clube.

Em um minuto, Castán fez um gol. Sem seis titulares, Adilson prendeu Jucilei na cabeça da área, abriu Alessandro e Paulinho como volantes, Bruno César e Iarley pelas pontas, e Souza por dentro. Jogo dominado até Robston explorar o buraco entre Moacir (como lateral) e Thiago Heleno e criar o empate para Juninho, aos 19. René acertou ao destacar Agenor para marcar Bruno e bater Thiago Feltri com Alessandro, no meio. Mais quatro chances teve o Corinthians até Gilson virar. Adilson inventou de colocar Moacir para marcar pela esquerda, William para correr e não achar Marcão, que ampliou aos 45.

Chicão voltou no lugar de William. Mas Thiago Heleno e Moacir seguiram… Marcão e Juninho, bem armados por Anaílson, também. O quarto gol só não saiu porque o assistente Márcio Eustáquio viu impedimento inexistente de Marcão, aos 6. E o sistema defensivo alvinegro conseguiu não ver mais nada, com Jucilei como ala pela esquerda(?), e um rombo no meio para proteger a zaga exposta.

Com a expulsão de Castán, aos 12, o que era péssimo ficou algo sem nome. O quarto gol, aos 21, demorou a sair, ainda mais com Chicão e Thiago Heleno no mano a mano. Só o Corinthians centenário poderia empatar. E ainda diminiu, com William Morais (aos 26), Thiago Heleno de costas (aos 41), e quase empatou do mesmo jeito que quase levou mais gols. No final de um jogo que parecia uma pelada. De um time sem pé e sem cabeça. E, agora, sem treinador.

Adilson Batista, agora, pode ser campeão brasileiro à distância: pelo Cruzeiro. Ou ainda pelo Corinthians, se o Timão conseguir se recuperar.

PS: Se fosse o Adilson, estaria irritado com a fase, as atuações da equipe, as próprias escolhas, com a reunião de atletas com torcedores e profissionais de torcida na véspera da partida, e com a maneira como foi demitodo (sem ter sido demitido…) pela direção alvinegra.

Se fosse cartola corintiano, estaria irritadíssimo com o time, com a sequência sem vitórias, com o crescimento do Cruzeiro, Internacional e Santos, com a força do Fluminense, e com a fase da equipe. Mas não o demitiria. Muito menos diria que foi consenso quando, pelas palavras de Adilson, não teve conversa.

Agora?

Honestamente, como parte da direção do clube, não tenho a menor ideia.

Não sei quem assume como treinador do Corinthians.

Mas sei que ninguém do Corinthians assume que demitiu Adilson.

  • Eduardo

    Tendo Adílson sido demitido ou saído por vontade própria, a minha vontade é de que ele volte um dia. Principalmente numa época em que jogadores não sejam sujeitos às sequências de jogos exaustivas à qual estão sendo sujeitos. Nesse brasileiro sai ganhando quem tem menos desfalques.

  • Domingos

    Depois de ouvir a entrevista radiofônica concedida pelo Mário Gobbi anunciando a saída do Adilson Batista, fiquei sem saber o que de fato aconteceu: Se o técnico pediu demissão ou se foi demitido pela diretoria.

    O dirigente corinthiano falou durante meia hora, enrolou, enrolou e não esclareceu absolutamente nada.

    Como um time que tem um dirigente com tamanha falta de objetividade pode almejar ter sucesso em qualquer competição que participe?

  • valeria

    Mauro, demitiram o Walmir Cruz dizendo que nao era competente para o Corinthians, colocaram um cara que esta detonando os jogadores, esta na hora da diretoria ver isso, preparacao fisica deve ser planejada para que os jogadores aguentem ate o final do campeonato e este preparador fisico esta fazendo com que os jogadores nao cheguem ate o final do campeonato!!!!E querem colocar a culpa no DM, sera que ng esta vendo isso?????

  • http://bloguedotimao.wordpress.com/ Àlvaro

    A cobertura da demissão foi uma vergonha para a radiodifusão esportiva.

    Não houve uma pergunta. Uma mísera pergunta sobre as escolhas táticas dele. Escolhas essas que foram determinantes para a sua demissão.

    Hoje foi um dia para vocês que fazem rádio se envergonhar.

  • Bruno

    Isso é brincadeira neh?? Se eu fosse dirigente ficaria super feliz, tirou a peça que tava atrapalhano o time(sem precisa pagar multa nem nd), como vc msm diz e que realmente eh verdade que o time tava mal escalado, eh soh arrumar a zaga tirando thiago heleno e tirando moacir(o elenco tem jogadores muito melhores que eles) e larga o time la q ta td resolvido, msm com 800 desfalque o ataque continua funcionando(fez 9 gols nesse periodo), o problema claramente é as falhas individuais da defesa q vem acontecendo. e chega de tenta inventa como o Adilson fazia(improvisaçoes loucas na defesa), fazer o simples as vezes eh muito melhor. Qualqueh um que chega lá e tive o minimo de bom senso ja da melhora muito

  • Gesse

    mudanças a serem tomadas de imediato primeiro julio cesar emprestar para algum time da serie b segunda mudança paulinho abaixe a bola terceira paulo andre se nao tiver william e chicao paulo andre titular absoluto bruno cesar assista algumns jogos do douglas no corinthians e tente fazer parecido ja vai dar resultado quarta contratos para 2011 primeiro o zagueiro leo segundo tentar o leo moura terceiro algum goleiro q naum tenha mao de maionese t++++

  • http://twitter.com/lucaspierref Lucas Pierre

    O Adilson estava comnetendo umas gafes terríveis no Corinthians, como colocar aquele Tiago Heleno pra jogar no Lugar do Paulo André, tirar o R. Carlos todo jogo e arrebentar com o esquema tático do time.

    Mas Adilson não é o principal culpado pela crise corinthiana. Não.

    A culpa disso é da bruxa que anda solta no clube alvinegro. Ronaldo não joga, Dentinho se recupera e machuca de novo, Jorge Henrique só ano que vem, R. Carlos vem sentindo algumas dores e por aí vai.

    Resultado: Para o ataque, restam poucas opções, ou nenhuma opção, praticamente, além de Iarley e do caneleiro Souza. Desse jeito nem o saudoso Telê Santana conseguiria ser campeão com este time.

    Aos corinthianos, resta a prece para tentarem, ao mínimo, a vaga pro G-3 e a volta de Ronaldo, que tem voltar a jogar pra ajudar este time carente de opções ofensivas.

  • Kelsen

    Mauro, concordo com tudo o que disse, mas acho engraçado mais uma vez não comentar que o primeiro gol go Dragão foi em jogada irregular, mas comentou que teve um gol mal anulado…por estas e outras que a parcialidade toma conta da imprensa esportiva.

    KELSEN, por que o gol foi irregular? Honestamente, não sei.

  • joel melo

    Não gosto de falar mal de jogadores, mas não entendo o “legado” que Mano deixou para o próximo treinador, no caso o Adilson, como Moacyr, Boquita e Souza, jogadores que vêm jogando mal há muito tempo. E a diretoria ainda não percebeu o que qualquer torcedor já sabe desde aquele jogo contra o Flamengo, na libertadores, que o Moacyr não tem qualidade para jogar num time que pretende ser campeão. Haja vista a furada monumental que deu, dentro da área pequena, no último jogo do Corinthians, que resultou num escanteio e, em seguida, na cabeçada que resultou em gol contra o timão. Espero que agora mandem o “sem-noção” embora, para que o novo técnico, seja ele quem for, não caia na tentação de escalar o menino de novo.

  • Kelsen

    Mauro, reveja o lance, quando Alessandro pára e pede impedimento, no início da jogada, realmente existia o impedimento….pena que só a ESPN tenha notado, pois sempre q é a favor do Corinthians todo mundo nota muito facilmente….

    Legal vc responder aos comentários…

    Grande abraço

    KELSEN, interessante é que, no estádio, fiquei em dúvida. Mas, pela TV, num primeiro momento,achei boa a posição. de fato, gol irregular do Dragão. Como.também, no primeiro, era possível marcar falta antes do lance do gol alvinegro.

  • Flavio Rossi

    O Corinthians perdeu de propósito a mando de Adilson Batista. Representantes de Juvenal Juvêncio entraram em contato com o técnico pedindo para que ele perdesse contra o Atletico-GO e ao fim do jogo pedisse demissão. Como a humilhação seria tanta, a diretoria do Corinthians aceitaria a demissão, Juvenal Juvêncio disse que se ele fizesse isso, as portas estariam abertas no São Paulo. Pelo menos é isso que deve pensar o grandioso Andres Sanches, são paulino de inveja.

  • paranaense

    Mauro,

    Proximo tecnico do corinthians sera Mario Sergio

  • kafepaulo

    Mauro,

    Porque a midia não fala do futebolzinho do Alessandro na defesa do timão, heim?
    O cara está jogando uma bolinha faz muito tempo, eh também o fato de não entrar firme nas jogadas para resolver, será que tem medo de levar cartão amarelo ou vermelho e ter de deixar a equipe, e depois não ter forças para recuperar a posição, como já aconteceu no tempo do Mano, com o Jucileio ocupando a posição dele?