Atlético-MG 1 x 2 Palmeiras

por Mauro Beting em 29.ago.2010 às 18:38h

Esqueçamos o primeiro tempo. O Galo tentando algo num 4-3-1-2 com pouca velocidade e quase nada de Diego Souza, Diego Tardelli, Méndez e Ricardinho, apenas correndo e sofrendo faltas com Neto Berola. O Palmeiras mais uma vez ajustando a sua zaga com Fabrício como lateral-esquerdo (e não terceiro zagueiro), com quatro volantes, mas um Valdivia jogando e apanhado como sempre (e Kléber, do mesmo jeito).

Na segunda etapa, o Galo melhorou, chegou mais, fez um belo gol com Neto Berola escapando de um Rivaldo que parou, e perdendo mais uns golzinhos até Felipão colocar Tinga e Luan. Este acertou um chute que Fábio Costa largou para Marcos Assunção empatar no calor de Ipatinga. Volante que foi ainda meia quando descobriu o incansável Kléber para virar o placar e garantir a confortadora vitória paulista, e a mais que preocupante derrota mineira.

O Galo, honestamente, não sei onde vai parar e quando vai começar a jogar.

O Palmeiras, com Kléber, Valdivia e o retorno de Lincoln, tem estofo e pontos para sonhar com algo mais. Por mais que ainda tenha gente de qualidade para lá de duvidosa, ainda está numa situação indiscutivelmente superior à atleticana.

Tema para simpósito.

Psicológico. Técnico. Físico. Técnico.

Tags: , ,