Atlético-GO 0 x 2 Botafogo

por Mauro Beting em 15.ago.2010 às 15:37h

Jobson dá velocidade e qualidade ao ataque alvinegro. Tanta que pareceu impedido no segundo gol do Fogão. Mas nada que não fizesse justiça futebolística ao melhor time em Goiás. Um Fogão que cresce contra um Dragão que tem cospido apenas fumaça, e nem de longe é o time competitivo da Copa do Brasil. Para o Atlético ainda não há como se recuperar pelo comando qualificado de René Simões. Mas ainda parece pouco.

O Fogão parece como Joel. Cada vez melhor. Não é mais um time de um só lance do RJ-10 – e, ainda assim, não teve páreo, no Rio. No BR-10, além de elenco melhor e maior, o time tem mais opções táticas e técnicas. Voa com Maicosuel e com Jobson. E até gol faz com o múltiplo Somália.