logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

ESPANHA 1 X 0 HOLANDA – AO VIVO – A Espanha jogou como nunca e venceu como nunca | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


ESPANHA 1 X 0 HOLANDA – AO VIVO – A Espanha jogou como nunca e venceu como nunca

por Mauro Beting em 11.jul.2010 às 14:44h

COMEÇANDO O JOGO

O básico no começo. Pedro aberto pela direita, no 4-1-4-1 espanhol; Holanda no 4-2-3-1, esperando a Espanha que tomou a iniciativa

PRIMEIRO TEMPO

Ruim. Chato. Holanda muito atrás, especulando apenas. Teve um lance com Robben, aos 45. Uma furada de Mathijsen feia, e quase um gol numa bola mal devolvida no fair-play. A Espanha teve 3 oportunidades em 11 minutos, mas, depois, parada num jogo muito bruto de lado a lado, não acertou os passes de Xavi a Villa. E só apurar que a zaga holandesa entrega. Jogo ainda mais para a Espanha que quer jogá-lo, e não especulá-lo.

SEGUNDO TEMPO

Holanda resolveu jogar. Mas, ainda assim, a Espanha foi mais perigosa. Aos 2minutos, Capdevilla retribuiu a furada de Mathijsen e perdeu boa chance. Robben respondeu aos 6, em lance típico, bem defendido pelo gigante Casillas. Eternizado aos , quando Robben avançou sozinho depois do único belo passe de Sneijder, e só não fez gol por brilhante saída de Casillas, que defendeu com os pés.

Antes, Del Bosque abriu Navas na de Pedro, e foi bem. Marwijk não foi tão feliz com Elia por Kuyt, aos 25. Pior ficou para o torcedor, que viu das piores e mais violentas finais. Até quando Robbern teve a sexta chance holandesa contra a sexta espanhola, e parou mais uma vez nas mãos de Casillas. Porque, na corrida, Puyol pisou na língua. E ainda teve uma senhora chance perdida por Villa, que Heitinga salvou, mesmo caído.

E o torcedor, na poltrona, cochilou.

Prorrogação?

Nela, cresce a chance holandesa, fisicamente e teoricamente mais descansada. Mas a Espanha vem mais qualificada, com Fábregas substituindo Xabi Alonso. Um batedor de pênaltis a menos para os espanhois. Del Bosque quer decideir se os pênaltis. Boa ousadia.

PRORROGAÇÃO

No primeiro tempo, não teve cansaço espanhol. E, sim, 5 chances, contra apenas uma holandesa. Time que ficou entregue de vez com 1 minuto do segundo tempo, com a expulsão correta de Heitinga. Van Bommel teve de ir para a zaga, Torres entrou no lugar do cansado Villa, em alteração discutível. Como o belo gol de Iniesta. Depois de 2 erros de arbitragem, que prejudicaram a Holanda no lance que depois daria na jogada do título. Fábregas serviu Iniesta para fazer a bela homenagem a Jarque e ao melhor futebol.

Tags: , ,