Atlético Mineiro 3 x 2 Santos

por Mauro Beting em 29.abr.2010 às 12:35h

 

Era para ser uma quarta-feira balofa de futebol (sem alusão a quem quer que seja). Mas só uma partida honrou a expectativa. A grande vitória atleticana sobre o Santos. Um placar reversível na Vila pela bola que a turma de Robinho pode jogar. Mas complicado pelo jogo cada vez melhor e consistente do Galo.

 

Um chute errado virou assistência de Carlos Alberto para Diego Tardelli ser o Olic do dia. Bastou para o Santos acordar e mandar bola no travessão. Mas era dia de ataque. Daquilo que Luxemburgo prometera: “Meus times só querem saber de jogar futebol”. E jogou como um time do treinador, com o espírito do Galo ótimo de briga.

 

Ricardinho mais solto, protegido e ajudado por Correa e Fabiano, deram consistência ao meio-campo. Uma bobeada na linha de impedimento diminiu o placar no primeiro tempo, tanto quanto as chances atleticanas com o gol de Shao-Lin de Edu Dracena.

 

Mas a partidaça das duas equipes, ainda mais do time vencedor, não permitem prognósticos fáceis para  a Vila. O Atlético melhora a olhos e jogos vistos. E se o Santos ainda oscila como tantos, como nenhum sabe fazer gols. E basta um, em casa, para seguir adiante.

Tags: