Alemanha 0 x 1 Argentina

por Mauro Beting em 03.mar.2010 às 6:42h

* A Argentina fez tudo errado nas Eliminatórias. Classificou com os calções nas mãos. Mas uma seleção que pode escalar Messi, Verón, Tévez, Agüero, Di María não pode ser um time qualquer. Mesmo que tenha uma zaga qualquer nota, e um goleiro como Romero, que 98% dos brasileiros gostariam de ver atuando pelos co-hermanos no Mundial.

* Esse time, e sem todas as estrelas e todo o futebol possível, venceu em Munique uma Alemanha que só tinha uma belíssima camisa negra para aplaudir. Um belo uniforme de goleiro. E um esquema que variou do 4-2-3-1 ao 4-4-2 sem brilho algum. Com uma zaga aberta por ser pouco protegida por Ballack e Schweinstiger, e um miolo defensivo frágil como o goleiro Adler.

* A Argentina apostou no utilitário Gutiérrez como meia pela direita, com o cada vez melhor Di María aberto pela esquerda. Mascherano protegeu mais atrás a linha de quatro zagueiros-zagueiros (Ottamendi, Demichelis, Samuel e Heinze, meu Deus…), soltou um pouco Verón, e eles armaram o ataque com o cada vez mais eficiente Higuaín (autor do gol no contragolpe), e o ainda incerto Messi. Mesmo livre, não fez muito.

* Teve um pênalti tolo de Otamendi em Klose, aos 41min. Juizão não viu.

* A Alemanha jogou uma bolinha preocupante. Mas é Alemanha. É quase sempre assim. A Argentina jogou bem, ganhou à la Dunga – no contragolpe. E, animada, com os pés no chão, é ainda mais Argentina para a Copa.

Tags: