Menu do dia – Grêmio, Flamengo, Corinthians, Fluminense…

por Mauro Beting em 03.fev.2010 às 11:20h

Estou de volta ao boteco do Mendes.

Seu Mário Betti, que bom tê-lo de volta! Por onde andava?

– Mendes, meu caro, também estou em pré-temporada. Preciso voltar ao meu (sobre)peso anterior. Só posso ser devidamente cobrado a partir da sexta rodada. Me veja um leite molico.

– Mas, seu Mário, hoje já tem time fazendo o sexto jogo no Paraná, Rio Grande do Sul, Rio, São Paulo… Desculpa esparadrapada essa!

– Esfarrapada, Mendes. Mas, de fato, é só um curativo. Um remendo. Tem muita coisa que precisa ser arrumada nas equipes. Entendo os treinadores que ainda não acharam suas equipes. Tiveram pouco tempo para treinar fisicamente. Quando deveriam voltar aos poucos, já estavam jogando quarta e domingo, e sendo cobrados por tudo. Só agora deveriam começar os estaduais. E já tem treinador sendo demitido…

– Seu Mário, mas o Grêmio não tá jogando nada! É o que eu ouvi de um freguês gremista que vem sempre aqui: o Silas é treinador de time pequeno!

– Na boa, Mendes, é muito cedo para chegar a essa conclusão. É claro que Grêmio e Avaí são diferentes, que o Silas ainda está iniciando, e muito bem, a carreira de treinador. Mas ele vive o mundo da bola desde 1984. Jogou em grandes clubes, tem história em Portugal, Itália e Argentina. Se tem armado o time muito fechado – natural para arrumar um sistema defensivo que perdeu seus dois ótimos zagueiros -, ainda não pôde contar com o todo o elenco. Merece crédito.

– Como o Pet, né? Eu acho que o Flamengo não pode resumir, ressuscitar, redimir, re sursis, Rissut, dar um reset no contrato dele.

– Punir o Pet é punir o Flamengo. Mas algo precisa ser feito. É preciso enquadrá-lo. Só não me pergunte como. Até porque, como credor do clube, ele meio que se acha dono. E, antes mesmo dessa condição, ele já pensava e atuava assim. Não é fácil administrá-lo. Mas ficaria ainda pior se ele deixasse o time.

– A Ponte Preta deixou o Corinthians terminar com a fila, em 1977, né, seu Mário? Eu acho que ela não vai acabar com a invenbicilidade, a imbecilidade, a…

– A invencibilidade de 23 jogos no Paulistão, Mário. E foram quase 23 anos sem títulos, então, em 1977… Mas não acho que seja hoje, mesmo com o time misto. O Corinthians está naquela fase de que tudo dá certo. Até quando não joga bem. A invencibilidade é algo muito interessante. Ponto. A Taça dos Invictos já está no Parque São Jorge. Aumentar o número de jogos não é prioridade no clube. Aliás, como o próprio SP-10.

– E quem tem jogado bem no Brasil, seu Mário?

– O Fluminense até o Fla-Flu. O Vasco. O ataque do Santos. Tem coisa boa, Mendes. Mas é preciso ter paciência.

Tags:

  • Rosane de Souza

    Como torcedora fanática do “Mais Querido” (3ª geração de rubro-negros) e mãe disciplinadora, porém amorosa e justa, acho o Sr Marcus Braz um grande cara de pau!! O Pet se acha meio dono do Flamengo? Provavelmente sim. No meio de tantos jogadores jovens e imaturos, muitos sem nenhuma cultura formal, acadêmica, o sérvio é experiente, inteligente e articulado? Sim. O ato foi de indisciplina e ele precisa “baixar a bola”? Sim. Mas quem é o Sr. Braz, que permite todas as gracinhas ao Adriano e ao Love para querer impor alguma moral? Enquanto houver discrepâncias como essas a coisa sempre vai correr o risco de feder na Gávea! E você sabem como é o jogador brasileiro neste quesito frieza e separar-o-extra-campo-do-que-acontece-em-campo: Uma negação! Aí nem o Dalai Andrade consegue dar jeito no grupo…Abraços.

  • Paulo

    Saravá São Jorge! Ano do Centenário e da busca pela tão sonhada e inédita Libertadores! Corintiano legítimo fala da Libertadores e fica com asma! Tá entalado na garganta, já que até Mundial pela Porta dos Fundos eles já possuem! Mais, uma vez, foi formado um time de Galácticos, uma equipe que já tem a pecha de invencível, mesmo antes de conquistar alguma coisa! E ainda é ano eleitoral! Ano do Lula! E olha que o Andres é petista de carteirinha e o Todo PoderosoTimão do Bando de Loucos atualmente é uma casta abençoada até em reunião ministerial. Coitados hoje são todos os outros, que pensam disputar apenas competições esportivas e não gozam de patrocínios imbatíveis que podem comprar a tudo e a todos, onde for necessario e aonde estiverem! Até eu tôu com vontade de gritar “Sou maloqueiro, maloqueiro e sofredor”. Vai ser uma manifestação político-esportiva que pode garantir a manutenção do Partido dos Trabalhadores no Poder para sempre! Viva o Brasil! Viva o Corinthians! Viva o Lula lá! Viva o Andres, a Dilma e a Libertadores! 2010 é que o bicho pega! O Timão voltou!

  • FJC

    O Silas precisa abandonar de vez essa idéia absurda de jogar com três zagueiros e dois volantes, sobretudo, contra time pequeno. Essa forma de jogo é uma aberração do futebol, e ele, como representante de uma nova safra de técnicos do futebol brasileiros, precisava mostrar algo novo, alguma idéia nova. Por mais que os paulistas o elogiem, ao dizer que foi um grande jogador de futebol, na Europa, na Seleção Brasileira, que fez um grande trabalho pelo Avaí, se ele continuar com essas mesmas besteiras, vai se queimar num grande clube e terá que voltar para algum time do interior.
    Ele está perdido e não consegue escalar o time direito essa é a verdade. E que não me venham com essa história de tempo, tempo para jogar futebol feio não precisa!

  • Gustavo Figueiredo

    Opa Mauro, vamos sintetizar o que for possível e alongar o que for necessário. Faça uma errata quando diz que o Fluminense jogou bem até o Fla-Flu, até pq o primeiro tempo do Fluminense foi um dos melhores dessa sua era arrebatadora. Agora se o clássico foi dos mais complexos da história não podemos negar. Seria melhor você dizer que o Flu tem jogado bem até os término do primeiro tempo do clássico, não desmereça os rubro-negros Mauro.

    Abraços!

  • http://corinthiansespetacular.blogspot.com victor

    nossa esse site é muito bom queria que entrasse no meu corinthiansespetacular.blogspot.com