logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

Palmeiras 2 x 1 Atlético Paranaense | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


Palmeiras 2 x 1 Atlético Paranaense

por Mauro Beting em 27.set.2009 às 13:35h

* Sorte e capacidade de conclusão de campeão; futebol e sofrimento, não. O Atlético Paranaense jogou bola que não condiz com a má colocação no BR-09; o Palmeiras não mostrou jogo de líder absoluto de campeonato tão equilibrado. Mas, quando a fase é boa, tudo dá mais que certo.

* Não teve preço Danilo: deu o passe para o gol de Figueroa (que partidas iniciais!), sofreu a bolada no gol de empate rubro-negro, fez o gol da mais que suada vitória paulista, e salvou sobre a linha um gol mais que certo de Paulo Baier. Os deuses dos estádios costumam premiar os infelizes que marcam ou participam de gols contra. Foi o que fizeram com Danilo.

* A diferença da atual direção palmeirense para as passadas (e ultrapassadas) é o entendimento do que é investir e do que é gastar: o Palmeiras investiu 100 mil reais na escalação de Danilo. Valeu cada centavo; em tempos remotos, não seria gasto nada. E o time não daria nem para ele.

* Ainda assim, falta elenco. Maurício deixou a zaga mais baixa com a saída do xará que não tem reserva à altura; Cleiton Xavier não tem substituto – e o Palmeiras fez questão de só ligar diretamente a equipe; a atuação não foi boa, e Muricy trancou demais o time. Mas quando tudo é favorável, mais uma vitória supera os erros da equipe.

* O Furacão pode e deve lamentar a derrota. Mas precisa guardar nos olhos a bela partida no Palestra. Travou os alas palmeirenses, jogou bem à frente com a movimentação de Marcinho e Baier, e mostrou que vai sair da situação delicada.

Tags:

  • http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=16398351183736140254&rl=t MICHEL DINATO

    boaaa

    Mauro….

    também acho que o Muricy
    trancou muito meio campo
    e tem dado muita sorte do Jumar
    não ter feito nenhuma bobeira nos últimos jogos(contra o cruzeiro fez, mas, o arbitro não viu)
    Sacconi seria melhor desde o começo
    com Willians e Ortigoza no segunto tempo, nas pontas explorando os contra-ataques assim como o esperto delegado Lopes fez com Marcinho e Wesley…

    valeu os 3 pontos…

    líder
    e hoje secando claro….

    abraço……..

    Michel Dinato Pelizer
    Araporã – Mg

  • http://www.descurvo.blogspot.com Hugo Albuquerque

    Tendo a concordar com praticamente tudo – cheguei, inclusive, a conclusões muito parecidas no meu blog.

    Ontem o time foi mal, Muricy foi mal, mas sobrou sorte e ainda tivemos uma atuação individual muito boa de alguns jogadores: Marcos, Figueroa e Danilo. O primeiro fez o habitual, o terceiro pagou cada centavo dos R$ 100 mil que custou para entrar em campo e o segundo me fez ficar perplexo por não ter estreiado antes.

    Muricy errou em escalar Marcão pela lateral-esquerda; trata-se de um jogador que quando vai bem, é razoável, quando o joga o seu normal, é ruim; mal zagueiro e péssimo lateral, nem deveria ficar no banco. Se era para escalar até Jumar, ora, que se escalasse Willians como um ala-esquerdo ofensivo.

    Edmílson, por sua vez, não pode ser o substituto de Pierre, nunca teve velocidade para tanto e não tem mais idade – o único jogador capaz de exercer a função dele de forma similar é Wendel jogando na sua posição de origem.

    Ademais, mesmo que Cleiton não tenha substituto à altura, por quê não Deyvid? Ora essa, é uma meia talentoso sim, sabe conduzir a bola, só precisa ser mais bem trabalhado para não ficar encerando muito.

    Hoje, o Palmeiras ideal seria: Marcos; Figueroa, M. Ramos, Danilo, Armero; Wendel, Souza, C. Xavier, Diego; Robert/Obina e V. Love.

    abraços

  • Márcio

    Tá chegando a hora.

  • Marcus

    Depois de 10 anos fora de qualquer disputa sob o comando de Mustafá, o Palmeiras quer ser campeão seja jogando feio, seja jogando bonito. Isso não importa.

    A direção trouxe o treinador, tri-campeão, segurou os principais jogadores, trouxe V. Love e ontem investiu R$ 100 mil para ter Danilo em campo.

    Montou um bom time mas, não reservas a altura no banco.

    O time foi heroico na quarta, venceu fora de casa com um a menos o bom time do Cruzeiro, ja tinha jogo difícil logo no Sábado sem C. Xavier. Pierre faz muita falta e mesmo assim, ganhou 3 pontos ontem e mais 2 hoje abrindo uma importante vantagem de 5 pontos pois, o próximo jogo é novamente difícil com o Santos na vila.

    Cornetar o Muricy porque está jogando mal é coisa para corintianos e sao paulinos, não para palmeirenses.

    O Palmeirense que quer ver jogo bonito, volte quem sabe em 2011. O Palmeirense que quer ser campeão pare de cornetar, vá ao estádio e apoie o time.

  • http://ww.visaodepalmeirense.com Ariosto Recco

    Mauro,

    Pede para o Muricy adiantar um pouco a marcação, senão será pressão em todos os jogos!

    ente http://www.visaodepalmeirense.com

    Por Ariosto Recco

  • Rolembergue, de Portugal

    Estou em Portugal, sou baiano e palmeirense de coração desde menino quando morei em São Paulo (se bem que ninguem perguntou, né?), mas não gosto do futebol que o Palmeiras joga, porque a qualquer hora vai me matar do coração. Tá tudo bem, estamos na liderança com folga, mas alguem poderia me explicar porque o Figueiroa só entrou agora, porque o Jumar só vai ficar fora porque está suspenso (igual que Wendel, machucado), porque 3 zagueiros em casa? Porque Obina (que não adianta mesmo) e não Ortigoza? Porque Marcão e não Jefferson (aliás, porque Marcão?), Porque não o Sacconni no lugar do CX? Do jeito que vai daqui a pouco vou perguntar “porquê o Murici?”. Arre égua com tanta tensão…

  • Paulo

    Palmeiras do Beluzzo… Palmeiras de meus ancestrais… Palmeiras da minha família… Palmeiras dos meus amigos… Palmeiras do meu coração… Palmeiras de tanta gente… É tão lindo ver o Palmeiras na frente… O Palmeiras marcando forte e jogando com raça… O Palmeiras da individualidade de seus craques… Contra o Palmeiras do pessimismo e da subserviência ao São Paulo de Todos os Lobbys… O Palmeiras que trouxe de volta Vagner Love… E o Palmeiras que o mandou embora… O Palmeiras das criticadas parcerias contra os times que não revelam direito quais são as suas… O Palmeiras do passado versus o Palmeiras do Futuro… O Palmeiras de José Serra contra o time do Lula… O bando de Loucos contra o clube dos amantes da ópera… O Palmeiras da fumaça verde contra o Palmeiras da apatia verde! A torcida de canta e vibra contra o amado clube brasileiro… Jabá versus pizza… Tarantela versus pagode… O Palmeiras do Mustaphá esquecido diante do talento de Diego Souza… São Marcos de Parque Antártica contra o jogo de cena dos adversários… Como é lindo ser Palmeiras… Ganha o Vitória na Boa Terra! Ganha o Verdão lá na Vila Famosa que revelou o único verdadeiro fora-de-série de todo o Brasil… Palmeiras… Desde 1914 encantando e irritando muita gente nos gramados do futebol de competição!

  • Decio Limongi Filho

    Acho que certos jogadores se esforçam propositalmente mais quando enfrentam ex-clubes. Marcinho e Paulo Baier depois que saíram do Palmeiras sempre fazem o máximo para azucrinar o Verdão quando o enfrentam. Às vezes dão com os “burros n´água”, ás vezes dão muita dor de cabeça…
    Detesto quando o Palmeiras enfrenta times com jogadores que saíram do Parque Antártica “magoados”…

  • Pingback: Festa palmeirense na mídia « Opiniões em Campo()