MENU DO DIA – BR-09, Campeões do mundo, noite de autógrafos

por Mauro Beting em 23.set.2009 às 12:10h

Aipim está confiante no Cruzeiro. E em Kléber, no clássico contra o Palmeiras:

Seu Mário Betti, eu sei que amanhã você vai lançar seus dois livros sobre o Palmeiras no próprio clube, a partir das 7 da noite. Não vou perguntar o que você acha que vai dar no Mineirão hoje, que você é suspeito. Mas eu, como torcedor isento, acho que o São Paulo será líder porque a Raposa vai ganhar de 5 a 0. Com seis gols do Kléber. É o único jeito de perdoá-lo por tudo que ele tem feito pelo seu time.

– Aipim, de fato, nesta quinta, a partir das 19h, lanço mais uma vez os meus dois livros sobre o Palmeiras, num evento no próprio clube. Será uma honra. E um prazer dizer que o meu último, pela Maquinária editora, está chegando à segunda edição. Mas, quanto ao jogo, só sei que a liderança será mantida pelo clube paulista. Só não sei se com vitória, empate ou derrota. A única “certeza” que tenho é que, se for para o jogo, o Kléber vai jogar muito. Mas, infelizmente para ele, será ainda pouco para o cruzeirense, que tem todo os motivos para ficar irritado com ele. Do jeito que os palmeirenses de fora e de dentro de campo ainda se irritam com o Keirrison. Com ou sem razão. Até porque paixão não se pode racionalizar.

Seu Mário Betti, pena que o jogo só será hoje. Se fosse mais próximo da baita vitória em Porto Alegre, e da feia derrota do Palmeiras no Barradão, estaríamos ainda melhores. O problema é que o Kléber não joga há um mês… Ou menos que isso, já que ele jogou lá na Mancha…

É problema sim a falta de ritmo. Mas o que o Gilberto tem jogado anima, apesar dos problemas defensivos. Algo que o Palmeiras terá. Se volta o Maurício Ramos, não atua o Danilo. Com o Marcão, o Muricy tem de escalar o Edmílson na zaga. E ele não está 100% fisicamente. E está longe disso tecnicamente.

Tenho medo, seu Mário, do Love e do Robert, que sabe jogar. E a nossa zaga, como todo o time, ainda não tem atuado bem. Também porque até o Marquinhos Paraná tem falhado lances que ele normalmente não erra.

Fato. Gil e Leonardo Silva podem fazer a melhor dupla cruzeirense dos últimos tempos. Mas todo o time precisa estar engrenado. Algo que aconteceu no Beira-Rio. Mas não sei se pode se repetir no Mineirão. Até porque a única regularidade no BR-09 é a inconstância das equipes. O que é ótimo para o campeonato. Mas péssimo para nossas coronárias.

Quero ouvir você comentando a vitória cruzeirense na Rádio Bandeirantes, amigo.

Hoje não vai dar, Aipim. Estarei apresentando a festa de lançamento das réplicas das camisas dos campeões do mundo de 1958, 1962 e 1970, no Museu do Futebol. Uma honra que não tem preço. Como os nossos 94 campeões.

Puxa, seu Mário. Vai ser muito legal. Pena que o Marcos e o Edmílson não estarão presentes lá no Pacaembu. Ficaria mais fácil para o meu Cruzeiro…

Tags:

  • http://futbolleiros.blogspot.com cleverson

    Mauro, Parabéns por mais estes dois livros,reparo que esse ano está sendo fantástico para você. Assim como é fantástico acompanhar a carreira e ter o prazer de te conhecer.
    Palestrinos em festa com os livros e nos do Blog Futbolleiros sempre compartilhando de suas alegrias. Sucesso Mauro!!!

  • http://blogdojaovitor.blogspot.com/ João Vitor Dias de Sousa – 17 anos – Santo André/SP

    Me responde depois,mas,sexta-feira vc vai na EXPO MUSIC,no programa da Rede Blitz?
    Puxa,Palestra e Pacaembú,sem chances,longe pra eu ir,senão…
    Se vc for sexta,nos vemos lá,mas acho que vc não vai,né,um dos 1001 empregos não vai deixar.
    Grande abraço,que dê tudo certo nos lançamentos,e boa festa hj,leva um grande abraço meu a todos os campeões mundiais,sou grato a eles por tudo,mesmo,acho uma pena alguns estarem mal.
    João Vitor

  • Custodio Neto

    Mario, ou melhor, Mauro,

    rs rs rs

    aproveitando sua deixa quando fala da distancia do jogo de hoje em relação aos jogos da derrota do barradão (palmeiras) e da vitória do beira-rio (cruzeiro),

    indago o seguinte:

    Celso Roth disse hoje que o brasileiro acaba sendo desequilibrado também por alguns detalhes mas que, ao final, fazem uma diferença, inclusive que pode ser decisiva para o título,

    que é o adiamento de jogos, por conta da televisão, por conta de outras ocmpetições internacionais, times que jogam quinta e domingo, diferentemente de outros que jogam quarta e domingo, ou mesmo que folgam até 10 dias,

    Você concorda com isso?

    Abçs

  • Ricardo

    Parabéns pelo sucesso dos seus livros!
    Mas quando terá um lançamento em Campinas???

    Já fiz essa pergunta em seu blog umas 3 vezes, sem resposta!!!

  • http://blogdojaovitor.blogspot.com/ João Vitor Dias de Sousa – 17 anos – Santo André/SP

    Qual o outro livro seu do Palmeiras,”O dia em que me tornei Palmeirense”?
    Não tenho,mas quando fui numa livraria li quase inteiro,bem legal!
    Sucesso no lançamento dos livros,e boa apresentação hoje,sentirei sua falta na transmissão,grande comentarista que é!
    Grande abraço,amigo,vc merece muitos sucessos mais!

    João Vitor

  • http://www.futebolpitacos.blogspot.com Gustavo Roman

    Grande Mauro, mais uma vez meus parabens por todo o sucesso que os livros estão fazendo e que com certeza vc merece.
    Por favor de um abraço por mim em todos os campeões do mundo, pois todas as homenagens que pudermos prestar a eles ainda com vida, são poucas, pelas alegrias que ele nos deram, e que humildemente, eu posso contribuir para que outras pessoas vejam, revejam e se emocionem, através do meu acervo de jogos
    Um grande abraço do seu amigo carioca
    Gustavo Roman

  • Carlos

    Uma piada!!! TRÊS PENALTIS SENHORES, TRÊS PENALTIS. Uma inversão de faltas que me comoveu…
    E que não me venham com aquele papo de que a arbitragem é ruim e erra pra todos. Papo furado. A arbitragem SEMPRE erra MAIS pró PAULISTAS. Disso ninguem mais tem dúvidas!!!

  • Fábio Chamusca

    Que assalto hoje, hein? Pelo amor de Deus!
    QUATRO penalties… QUATRO!!!

  • Gayson

    Chupa Neto
    Chupa Dodóy
    Chupa Vanderlei Nojeira
    Chupa abominável Milton das Neves ou Milton Fezes
    Chupa Flávio Prado
    Chupa Rogério Assis
    Chupa dr. Osmar
    Chupa Rata Fan
    Chupa Noriega
    Chupa Milton Leite
    Chupa XXporrrrrTV
    Chupa Cleber Rachado
    Chupa Vitor bamBirner
    Chupa Juca Kfuro
    Chupa Lanche!
    Chupa Folha do SP
    Chupa Rogêrio Semen(bambicênico)
    Chupa Jumental Bostêncio
    Chupa MAC!! anão indecente

  • Andre Soares

    E ai seu Mauro Betting…. PALMEIRENSE!!!!

    Quero ver o que tem a comentar da vitoria vergonhosa do seu time com a ajuda do Sr. Evandro Rogerio Roman “Piquet”…

    Três penaltis?!?!?!?! Talvez quatro…

    Sinceramente, isso me desanima no futebol brasileiro… A paulistada faz a festa mesmo…

    ANDRÉ, não me diga que eu sou palmeirense? Parabéns pela perspicácia

  • Rogério

    Parabens pelos livros, não esqueça de fazer uma noite de autografos em Campinas, que é perto de Indaiatuba onde eu moro

  • TORCEDOR

    É Mauro, como eu afirmei nos comentários anteriores. A ajuda aos times paulistanos chega a ser realmente nojenta. Esse talzinho de Evandro Rogério Roman entrou em campo com o propósito real de fazer com que o Palmeiras vencesse. E mais uma vez com o apoio da bairrista imprensa paulistana que acha tudo normal os árbitros errarem somente a favor dos seus clubes. O jogos apitados por Roman, Cintra, Abade e Espínula é de levar qualquer um a ter um ataque de nervos. Não tiro o demérito do Cruzeiro que não chutou a gol, porém, foram 4 penaltis claros, contando que o último lance do jogo foi penalti também. A comissão de arbitragem é apenas uma marionete nas mãos da federação paulista de futebol e a CBF, não sei qual motivo se sujeita a isso. No penalti do Miranda sobre o Fernando no domingo, o PVC veio dizer que não havia intenção, sei que ele não é burro, então o que ele falou é tendencioso. Tesoura com ou sem intenção é tesoura, portanto, é penalti. Agora, ontem o carrinho no fabrício, os empurrões no Kleber também foram “sem intenção”? Desde a passagem do Kia pelo Corinthians, os paulistanos aprenderam a fazer um esquema para fazerem seus times campeões, com a colaboração da imprensa, que desde o caso “Bandgate” lembra? Da promoção de jogadores por repórteres da Band? não pode ser considerada séria. Observação, o Godoi da Band é o único que põe o dedo na ferida, quanto ao Neto, ´foi por pura rivalidade de torcedor.

  • Paulo

    Nada está ganho ou perdido! Tem muito “chão” de campeonato pela frente… 13 rodadas de muita emoção. A reclamar apenas a não marcação do penalti claro no Fabrício e a constatação de que no Brasil, não há time líder ou campeão sem a conivência das más arbitragens. E como ninguém faz nada mesmo, que o beneficiado acabe sendo o meu time… São paulinos e corintianos vem pulando muito e festejando nestes últimos anos graças ao “show de arbitragem dos juízes do Brasil”…

  • dhiancarlo

    ainda está contando aquele campeonato de erros de arbitragem??ontem no Mineirão foi assalto, mais uma das vergonhosas armações para que os paulistas vençam o campeonato. Como o Palmeiras é o único que não venceu nos pontos corridos e o Sr. Belluzzo mantem um relacionamento estreito com os mandatários da CBF, o titulo parece estar dirigido.
    Foram 4 penaltis nao marcados e mais uma falta inexistente no lance do gol do craque do campeonato, Diego Souza. Um abraço

  • http://roxosedoentes.com.br Claudio Campos

    Mauro.

    Pedi autógrafo para você ontem na minha revista PLACAR que homenageia os campeões mundiais, lançda em 2006.

    O texto, volto a repetir, foi sensacional. E para quem reconhece o valor que tem aqueles senhores que, como você disse, fizeram muito não só pela história do futebol, como para a história deste país foi um momento único.

    Ver o carinho com que eles se tratam e o respeito que os mais novos, como Mauro Silva e Zetti por exemplo, respeitam os campeões mais velhos é coisa para se guardar na memória para sempre.

    Vi dois homens que levantaram a Jules Rimet, vi o furacão da Copa, vi o Possesso, trombei e levei a pior com Brito – homem com o maior preparo físico da Copa de 70, vi o Gylmar dos Santos e “do Santos” Neves, abracei Clodoaldo o homem que costurou a seleção italiana antes do quarto gol da seleção na final em 70, vi “Paul Cesár” como diziam os franceses, chamando o gênio PC Caju, dei muita risada com Dadá e Felix, tomei uma cervejinha com Edu e Coutinho e admirei, por muito tempo, outros grandes campeões que lá estavam presentes.

    Posso dizer que no dia do meu aniversário (ontem 23 de setembro) tive um dos melhores momentos da minha vida.

    ESTIVE EM UM ESPAÇO ONDE SE CONCENTRAVA A MAIOR CONCENTRAÇÃO DE CRAQUES POR METRO QUADRADO.

    E isto é para sempre.