logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

“Mesma linha” | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


“Mesma linha”

por Mauro Beting em 14.set.2009 às 12:18h

A pedidos, texto literal da regra do jogo:

“INTERPRETAÇÃO DAS REGRAS DO JOGO E DIRETRIZES PARA ÁRBITROS

No contexto da Regra 11 – O Impedimento – serão aplicadas as seguintes definições:

“mais próximo da linha de meta adversária”

significa que qualquer parte de sua cabeça, corpo ou pés encontra-se mais próxima da linha de meta adversária do que a bola e o penúltimo adversário. Os braços não estão incluídos nessa definição.”

Isto é: se a cabeça do atacante estiver à frente, mesmo que os pés e o corpo estejam “na mesma linha” do zagueiro, impedimento.

Vale o mesmo para as pernas e para o tronco. Se o peito estiver adiantado em relação ao zagueiro rival, impedimento.

Se a perna estiver à frente, e só ela, também estará impedido.

É o que define o lance de São Paulo x Avaí.

E o que poderia definir a posição de Gilberto, no segundo gol cruzeirense.

Dois lances dificílimos. Mesmo com a ajuda da TV.

Tags:

  • Ivan Coelho Dias

    Mauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuro!!!
    Lance para o BOTA-TEIMA.

    Cadê o Lance? O lance que Diego Renan entrou na área e foi derrubado por um são paulino, no jogo Cruzeiro e São Paulo, no Mineirão???

    Cadê???????????
    Lance decisivo da partida e ninguém, NINGUÉM, da mídia comentou.

  • Joe

    Boa tarde Mauro.

    Hoje estava ouvindo a rádio Bandeirantes e ouvi vc dizer: meu óculos. Acho que vc, na verdade, queria dizer meus óculos. Algumas palavras só existem no plural, por exemplo: óculos, férias, etc…
    Tenho ouvido de colegas seus a palavra somatória, quando deveria ser somatório.
    Claro que isto não altera em nada seus comentários, sempre bem feitos e pertinentes. Pode ser que eu esteja errado, neste caso lhe peço desculpas.

    Um abraço,

    Joe

  • Grafir Jr

    Análise perfeita, como sempre, meu caro. Mas o lance que denota discussão neste jogo é outro. O lance é o que Dagoberto dá uma entrada criminosa que, graças ao Bom Senhor, não resultou em fratura no zagueiro… Em que regra se enquadra tal entrada, visto a repercussão que deu a entrada de Ronaldo Fenômeno em outro jogo recente do São Paulo (onde o Tricolor terminou humilhado…), muito menos violenta que esta? A regra do protecionismo da prensa paulistana ao Tricolor? Ou na regra do jogador que tem certeza da complacência da arbitragem? Ou estas são regras que só valem quando aplicadas contra o Corinthians? Pois foram estes os comentários depois da entrada do Fenômeno…

  • Mateus

    Parabéns por ressaltar os erros de arbitragem nos teus comentários Mauro!! Nós, que não podemos assistir todos os jogos agradecemos, já que os erros são extremamente importantes para uma avaliação correta dos resultados.
    Parabéns pelo belo trabalho! Abraço!

  • Rodrigo

    Graaaande Mauro!!

    Desejo nesse momento q seu blog tenha maior audiencia q o enterro do Michael Jackson! O mundo precisa saber disso! É impressionante qnta confusao essa regra causa!!! Ela por si só ja é revoltante de se ver na arquibancada…aliada a falta d conhecimento se torna insuportavel hahaha

    Abraço!!

  • Paulo

    Há quem interessa o São Paulo campeão novamente? Ao Internacional de Porto Alegre (grande prejudicado pelas arbitragens no ano), com certeza, não e ao Palmeiras (terceira ou quarta força de São Paulo no quesito de lobby político), também não. Alardeiam que o São Paulo é o elenco mais forte do país, só que curiosamente, se analisarem, também é o time menos prejudicado pelos chamados erros de arbitragem. Não dá para ajudar um time do nível do Botafogo RJ concordam? A máfia dos juízes que beneficiou o Timão do Lula em 2005, não foi julgada e em 2009 voltou a agir a favor do time do Bando de Loucos. O São Paulo, não fala nada sobre isso, porque no ano passado e também no anterior, se beneficou com os lamentáveis “erros” de arbitragem… Lamentáveis porque “hoje o jogo é mais rápido” e “a TV prejudica a imagem dos juízes”. Tadinho dos árbitros que ganham tão mal. E assim a vida passa e todo mundo acha graça… (Será que não existe um acordo de “cavalheiros” entre eles?) Por “Todo mundo”, entenda-se a torcida do time bambi mais afrescalhado do mundo e a do time mais utilizado politicamente do Brasil… A massa de desfavorecidos (bando de loucos) que elegeu o Lula e que sempre apoia que meios justifiquem os fins no tal do Todo Poderoso Timão! É apenas outra expressão do famoso jeitinho… Abre o olho, Brasil do estelionato da bola! Só para lembrar… No ano passado, o Tricolor de Todos os Lobbys tirou uma diferença espantosa de seus rivais diretos, só que até a última rodada, o torneio estava em aberto. O Grêmio ganhou o seu jogo e o São Paulo também, só que com um gol impedido de Borges… E ficou por isso mesmo… Abraços.