MENU DO DIA – Eliminatórias

por Mauro Beting em 09.set.2009 às 12:40h

Tina é argentina de Ijuí-RS. Morena de avó índia casada com espanhol, mãe italiana de olhos azuis e pai croata, é a versão 2.0 de Angelina Jolie. A übermodel Alessandra Ambrósio é o Hugo do “Lost” perto de Tina, que aprendeu a falar espanhol no Instituto Wanderley Luxemburgo. É conhecida como a Megan Fox do Boteco do Mendes:

– Sin embargo, Mário Betti, yo creo que los chicos de Diego ganán hoy e se classificán para 2010. Usted no empresta Thiago Silva e qualquiera zaguero para la Albiceleste?

– Tina, se a Argentina não tem goleiro desde Pato Fillol, não tem zagueiro desde 2002. Nenhuma zaga é confiável. Não é só culpa da inexperiência ou falta de capacidade do Maradona. É o pior sistema defensivo da história platina. O gol de Luisão em Rosário é apenas mais uma marca de um time que não marca.

– Mientras, amigo, yo tengo la ilusión que Argentina gana. Todavía, nosotros tenemos menos equipo que Paraguay e Chile. Pero és como dice un periodista de “Olé”: La habitual tendencia a la exageración que tenemos los argentinos, mucho más cuando hablamos de fútbol, agiganta la sensación de desesperación que se instaló tras la derrota ante Brasil”. Es verdad.

Concordo. Somos muito parecidos também nisso. Somos os maiores da galáxia quando vencemos, e os piores do inferno quando perdemos. Penso como o Freddy Rincón, que disse no “Propaganda Futebol Clube”, do Bandsports, que torce muito pela Argentina: ele não quer ver uma Copa sem os co-hermanos. Acrescento: sem os grandes, não dá. E dá ainda menos com Bahrein ou Arábia Saudita ou Nova Zelândia na Copa-10.

– Por supuesto yo queria que todos los campiones del mundo estivessem en los Mundiales.

– Lugar cativo não é legal. Mas quem prefere ver o quarto colocado da Concacaf a não ver Portugal em campo?

Yo quiero ver Argentina en 2010. E quiero ver su cara quando Mafalda Maradona gritar tricampeón.

Por que não? Argentina estará na Copa. O Diego, não sei.

Creo que Brasil es El favorito. Como España. Inglaterra. Mas ainda és temprano.

– Claro que é. Até por isso é bom estar esperto e com os pés no chão. Como o Dunga.

  • juan p lopez

    mauro
    o bate papo ou entrevista esta super maneira , mas que tal colocar uma fotinha dessa beldade, só para matar a curiosidade!!!

  • homemdascavernas

    Amados! nada como um dia atrás do outro, aqui se faz….aqui se colhe.Vós os filhos, desses alienados, mauricinhos,preocupados apenas com as letras(sem conteúdo, pois não o possuem, isso vem com anos de estrada, e eu tenho esse previlégio)os jornalistas dos dias atuais, DOBRAM OS JOELHOS E AGORA QUEREM FAZER PARTE DAQUILO QUE ANTES DESPREZAVAM A SABER a elogiar a GLORIOSA SELEÇÃO DO MELHOR TREINADOR DA AMÉRICA DO SUL(QUIÇA DO MUNDO). Humildade é louvável, por parte dos seres que seguem DEUS, mas esses calhordas de jornalistas, profissão essa que está sendo questionada lá em BRASÌLIA, esses não! não merecem compaixão. São hienas travestidos de cordeiros, o que lhes interessa são as manchetes boas ou ruins, algo que dê IBOPE, esculacharam, pisaram no DUNGA, no FELIPÃO, mais um pouco lá atrás no SALDANHA, pois essa corja acha que o que deve prevalescer é o grande CENTRO apenas RIO/SAMPA, mas escafuderam-se, a CO IRMÂ desses vagabundos(A GLOBO) está para cair, é questão de minutos(MACEDÂO E RECORD)o ROBIN WOOD está aí para nos livrar, livrar ….da ALIENAÇÃO, DA PUTARIA,DA ESCRAVIDÃO CONCERNENTE A INCLINAÇÕES TIPO ; VOCES SÃO AQUILO QUE NÓS FALAMOS. Esses jornalistas que aí estão , não entendem nada de futebol,nunca jogaram bola, nunca assistiram uma palestra relacionada a tal,fumaram maconha na universidade e agora vem me dizer que o futebol deveria ser como do tempo em que se amarrava cachorro com linguiça, vão se fuder, o futebol carioca já ERA, já foi, …….vão se fuder…….DUNGA!DUNGA!DUNGA!DUNGA!

  • Flávio

    Mauro,
    Concordo com a opinião da Tina sobre os exageros dos argentinos… quando “craques” não apareceram nestes últimos anos?
    Quantos de fato viraram grandes jogadores no cenário mundial? Tirando o Messi, nenhum.
    Há outro problema que vejo na formação dos futebolistas portenhos: o estímulo para a utilização do anti-jogo. Recursos como a catimba e as provocações dentro do campo estão perdendo o espaço, inclusive sendo punidas pela Fifa… sem esta “ferramenta de trabalho”, os atletas argentinas perdem um importante aliado nos jogos decisivos.

    Visitem o meu blog:

    http://semfirulaesporteclube.blogspot.com

  • Rafael

    Muito boa esta coluna. Será que o Maradona se formou técnico no Instituto Wanderley Luxemburgo??? El Pibe de ouro está passando um rabo de fogo com a Argentina, não pelo fato de não se ter bons jogadores, mas por não conseguir fazê-la jogar como um time e dar solidez ao sistema defensivo. Do meio pra frente, a Argentina possui Verón, Agüero, Messi, Julio Cruz, mas do meio pra trás, é um Deus nos acuda e, não devemos nos esquecer da nossa defesa também, pois é fato que o Júlio César é o melhor ou um dos melhores goleiros do mundo na atualidade e, em todos, ou grande parte deles, dos jogos da seleção ele é um dos melhores ou o melhor em campo, sinal de que a bola chega com certa facilidade ali.

    Maradona escolheu o estádio, a altura da grama, motivou os jogadores, convocou a torcida, dava a vitória praticamente como certa mas, ela não veio (in)felizmente, dependendo do angulo que se analiza, para ele.

  • Rafael

    analisa*

  • http://www.91rock.com.br/blog/futebolecoisaseria/ Cleverson Bravo

    nem D10s dá jeito, hein…
    “não” nos vemos na África!!
    pena que essa história de Brasil favorito eu já vi muito