Imortal Fluminense

por Mauro Beting em 28.ago.2009 às 15:34h

Nelson Rodrigues chama os tricolores no céu e abre a mesa-redonda:

– Amigos, precisamos fazer alguma coisa aqui de cima pelos nossos irmãos lá de baixo. O Renato não está conseguindo arrumar o time. Estamos sem sorte. E, sem ela…

– Já sabemos, Nelson, “não se consegue nem chupar um chicabom sem tropeçar…”.

– Quase isso, Castilho… Não é só falta de sorte. Está faltando alma. Telê, vá lá e arrume aquela zaga. Até um time de cambaxirras faz gol no Fluminense!

– Nelson, a defesa está desorganizada. Fora de casa, ficamos muito atrás. No Maracanã, atacamos como índios. Mas tem faltado mais coisas à nossa desgovernada direção. Tem muito cacique. Poucos com cacife.

– Castilho, você deu um dedo pelo nosso Tricolor. Não queria ficar fora nem de treino. Tem gente lá embaixo que tem jogado que só poderia treinar nos aspirantes. Tem quem poderia jogar e nem treina com os titulares! Assim não dá. Precisamos fazer algo!

– Nelson, a gente está fazendo. Sempre fizemos. Em 1996, demos um jeito aqui de cima. Quer dizer, foi a turma lá ainda mais embaixo, no andar mais quente… Em 1997, achei que a gente havia aprendido. Em 1998, quase fiz como o Mário Lago, que desistiu de nosso clube.

– Aliás, cadê o Mário? A gente precisa fazer umas artista para animar o time e a torcida. A gente parece mais mobilizado que eles. Está todo mundo fora de campo entregue como o time…

– Telê, chama o Marcos Carneiro de Mendonça. Nosso primeiro ídolo, que deixou de jogar quando o futebol começou a ser “profissional”. Bem que ele poderia chamar a atenção dos caras para que sejam um pouco mais “amadores”, no sentido de amarem o que fazem…

– É o que precisamos, Nelson. Mais gente que jogue com paixão. Mas não é só isso. Tem atleta esforçado, que está sofrendo demais com tudo isso. Eles tentam jogar. Mas não conseguem porque alguns não sabem. Ninguém quer cair. Acho…

– Então, tricolores. Vamos sair de casa! Mortos e vivos devem entopir o Maracanã em todos os jogos daqui pra frente. Chega de mágoa! É hora de fazermos na arquibancada o que o time não faz no campo. É tempo de ganhar na alma. Fazer o que fez o Vasco contra o Ipatinga. Não precisamos nos solidarizar na dor. É hora de curtir a vitória. Não quero mais festa bonita na Série C ou na B. Quero estádio cheio e torcedor mobilizado enquanto há tempo e jogos para ganhar. Não é hora de encontrar os irresponsáveis. É hora de achar as vitórias, gritar e jogar junto.

– Apoiado!

– Vamos, meninos. Nós estamos mais vivos que eles!

Tags:

  • Mariza Almeida

    Esperei muito por um texto sobre o aniversário do Palmeiras. Este ano não tem? snifffffff

  • http://blogdojaovitor.blogspot.com/ João Vitor Dias de Sousa – 17 anos – Santo André/SP

    Maurão,que texto é esse,foi a um centro espírita,é,devia ter invocado mais gente boa além deles…
    É difícil acreditar que poderá haver reação deste time,mas não é impossível,só depende deles!
    Belo texto,belos personagens que fizeram o possível e o impossível com a camisa tricolor!
    Grande abraço,amigo!

  • Guilherme

    Nelson Rodrigues está lá em cima – ou onde quer que esteja, vai saber – se desgostando a cada quarta e fim-de-semana… Na verdade, se ele não estiver em lugar algum, como propõem os céticos, sorte a dele não estar vivo.

  • Alexandre Magno Barreto Berwanger

    Parabéns, Mauro, pelo excelente texto.

    Abraços, Alexandre Berwanger.

  • Flávio

    Mauro,
    Parabéns pelo texto… gosto demais deste estilo mais literário no jornalismo futebolístico…

    Na minha singela visão, nem com a torcida lotando o Maracanã em todos os jogos o Fluminense escapará… está emitindo com todos os sintomas do rebaixamento… e ainda por cima sem a menor qualidade no elenco!

    Acessem o meu blog:

    http://www.semfirulaesporteclube.blogspot.com

  • http://Convocaoseleo José Andries de Castro

    O único e soberano tricolor é o Paulista , ou seja o meu grande São Paulo , modelo para estes times falidos , e o Tricolor carioca ( O Fluzinho, isto mesmo Fluzinho ) é um deles!!! Primeiramente , o Fluzinho tem dívidas com a série B , por isto tem cair mesmo!!! Existe um ditado : A justiça falha, mas não tarda!! Vejamos : O Fluzinho caiu para série B no ano de 1996 , sendo que no ano de 1997 , continuou na série A , devido a famosa Virada de Mesa ( Tapetão ) com direito a champagne !! No ano de 1997 disputou a série A , e consegiu cair novamente para série B !! No ano de 1998 disputou a série B , e consegiu o vexame de cair para a série C !! No ano de 1999 disputou a série C , e consegiu o seu título de maior expressão , e de orgulho para os tricolores cariocas burgueses , ou seja CAMPEÃO BRASILEIRO DA SÉRIE C !!!!! No ano de 2000 , teria que disputar a série B , sendo que mais uma vez a famosa VIRADA DE MESA ( TAPETÃO) aconteceu , e disputou a série A !!!! Portanto , o Fluzinho tem que cair este ano , e no ano de 2010 disputar a série B , conseguir o acesso no CAMPO , e pedir para ficar mais dois anos seguidos na série B , para compensar os anos de 1997 e 2000 , quando SUBIU NO TAPETÃO!!! Portanto caia mesmo Fluzinho burguês!!! São Paulo o maior, o melhor , o soberano , o temível , o modelo , e acima de tudo o único TRICOLOR DE PAÍS!!!! VIVA O SÃO PAULO!!!!!

  • http://www.estrategiaeconsultoria.com.br jackson vasconcelos

    simplesmente, magnífico. quem sabem um caboclo não baixa no fluminense, retira o Horcades e o Tote e faz tudo novo?

  • Ricardo

    Belo texto!
    Esqueceu-se apenas do Gravatinha e do Sobrenatural de Almeida. O Gravatinha não tem ido aos jogos do Fluminense, e todos nós sabemos que quando ele assiste os jogos do Flu, o Flu sempre vence. E o Sobrenatural de Almeida parece estar tramando contra o Flu, pois tudo vem dando errado.
    ST