logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

Corinthians 2 x 0 Internacional | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


Corinthians 2 x 0 Internacional

por Mauro Beting em 18.jun.2009 às 0:09h

* O primeiro gol da grande vitória corintiana foi armado por um garoto bom de bola que ficou 22 meses parado e quase não voltou ao futebol – Marcelo Oliveira; o segundo gol, um golaço, foi marcado por -um gênio que ficou 14 meses parado. E que, a rigor, ficou 89 minutos parado, e foi fenomenal num lance. O letal.

* O roteiro mais corintiano, impossível. A superação de Marcelo Oliveira e Ronaldo, a vitória sobre um senhor adversário como o Internacional. Um jogaço digno do esperado de duas grandes equipes, que honraram a história, numa das melhores decisões da história da Copa do Brasil. Como era de esperar.

* Parada definida? Não. Mas é claro que, agora, o Corinthians tem mais chances de ser campeão. Chances matemáticas, regulamentares, futebolísticas, históricas, reais. Mas o Inter é forte o suficiente, pelo time, pela camisa, pelo clube, pelo elenco, pelo Beira-Rio, e pelo resultado que ainda é reversível. Pela grandeza colorada, que é do mesmo tamanho da corintiana. Ainda mais num futebol tão nivelado.

* Mas, sim: numa ponta, Felipe; na outra, Ronaldo. O 1 + 9 que foi 10 para o Timão no Pacaembu.

* Ah, sim. O segundo gol corintiano: lance raro e complicado. Quando Elias bate a falta, ela estava “acabando de parar”, digamos. Sim, ela estava em movimento. Foi um gol irregular. E raríssimo. Que só vi quando alertado aqui na cabine da Rádio Bandeirantes pela caríssima Marília Ruiz. Lance complicado e muito difícil de ser observado. Não pelo árbitro, porém. E para os muitos que se manifestaram que não teria sido marcada a falta, basta acessar a imagem no globoesporte.com para ouvir o apito de Heber Roberto Lopes apitando a infração, aos 7min53s. Um silvo curto. Mas, certamente, um apito. Ele não poderia dar vantagem se já havia apitado.

* Com 15 segundos, uma falta colorada depois da primeira blitz alvinegra. Com menos de um minuto, a segunda. O Corinthians começou no ritmo do Pacaembu. E só não abriu o placar a 1 minuto porque Danilo Silva salvou uma cabeçada certa de Chicão, depois da cobrança dessa infração.

* O Inter foi o esperado, com os quatro da zaga tentando marcar um pouco mais à frente, e o 4-3-1-2 básico. Mano inverteu Dentinho e Jorge Henrique: este foi dar um pé a Marcelo Oliveira, que sentiu a natural falta de ritmo no início da partida. Tanto que Douglas tentou seguir as poucas incursões de Magrão.

* Heber Roberto Lopes optou por não marcar todas as faltas. Vuadenzou. O Inter equilirbou o jogo a partir dos 10, avançando a marcação, e fazendo Marcelo Cordeiro boa parceria com Taison, que deu o trabalho usual a um Alessandro disperso.

* Aos 21, belíssima trama pela direita paulista só não abriu o placar porque Lauro salvou gol feito de Ronaldo. Lance de Dentinho às costas de Marcelo Cordeiro. O troco colorado veio aos 23, e William salvou pontada pela esquerda para de Alessandro. Elias teve de se virar para conter as arrancadas pela esquerda.

* Coisas de um grande jogo, talvez de um time predestinado. Douglas desarmou Sandro – um dos dois desarmes dele no jogo. Meio sem querer, a bola sobrou aos pés e ele armou bom lance com Jorge Henrique, que entrou em diagonal e pegou uma zaga que saía. Marcelo Oliveira apareceu livre pela esquerda. Marcelo que vinha mal, errando passes e lances. Pudera: ele se machucou feio de 4 de agosto de 2007. Quase não voltou a jogar. Quase perdeu a perna. Quase não se acertava em campo. Até acertar a jogada, passou por Danilo Silva muito bem e, com categoria, rolou para Jorge Henrique fazer um gol de Romário. Eram 26min33s no Pacaembu.

* O Timão de Mano mais uma vez recuou demais. O Inter cresceu. Aos 35, fez falta D’Alessandro: a bola veio para a canhota de Andrezinho, que não é a boa. Foi parar nas mãos de Felipe.

* O Inter seguiu em cima. Índio quase empatou de cabeça, depois de falta sofrida pelo inquieto Taison (jogador que mais sofreu faltas, que mais driblou, e o segundo que mais ficou a bola, pelos dados do Footstats). Tanto cresceu o Colorado que Mano, corretamente, inverteu os lados de Dentinho e Jorge Henrique, deixando este para tentar conter Marcelo Cordeiro.

* O Internacional voltou atacando, como o esperado. Mas bastou um Ronaldo em instante de Ronaldo para marcar um golaço e definir o placar. Não, porém, a parada. Eram 8mi03s. Era Ronaldo. É Ronaldo em decisão. Duvidar para quê?

* Aos 12, Alecsando, que vinha mal, foi substituído por Leandrão. Que conseguiu ser pior. Em um minuto já deveria ter sido expulso, por entrada desleal em Cristian. Só seria expulso aos 33. Quando recebeu o segundo amarelo. Em outra falta em que deveria ter recebido o segundo vermelho. Que partida! Só não foi superado por Souza, que entrou aos 44, não tocou na bola, e foi suspenso do jogo de volta. Que beleza!

* Aos 18, já que Heber Roberto Lopes liberou, Douglas entrou por sobre a bola (também porque a chuteira escorregou) e atingiu a canela de Sandro. Outra falta para vermelho. Apenas para amarelo para o árbitro. Heber…

* Taison perdeu boa chance aos 11, em boa jogada individual – talvez individual até demais. Aos 28, sozinho, só não fez um belo gol porque Felipe fez mais uma belíssima defesa. Como fizera em falta de Andrezinho, aos 16. Como fizera em cabeçada à queima-roupa aos 23. Como espalmaria outra bela bola de Guiñazú. Como Felipe mais uma vez foi determinante, o craque do jogo.

* No segundo tempo, foram sete chances coloradas, contra três corintianas. Ao todo, 7 x 10. Um jogaço. Que promete uma volta sensacional. Claro, com um favorito – Corinthians. Não tão favorito assim. Não por demérito dele. Mas por mérito rival.

Tags:

  • Felipe

    Grande jogo Mauro! Sou colorado, e acho que ambas as equipes estão de parabéns pelo espetáculo que apresentaram em campo. Talvez uma vitória de 1 a 0 ou 2 a 1 teria sido o resultado mais justo na opinião, já que o Inter equilibrou bastante a partida no segundo tempo.

    Uma dúvida: Me deu a impressão que o jogador do Corinthians bateu a falta que originou o segundo gol com bola rolando, não seria o caso de mandar voltar o lance?

  • Jovaneli

    Mauro, eu entrevistei o Felipe no ano passado e sei o que ele está sentindo. Ele está engasgado com aquela final perdida para o Sport.
    Ele está mordido, mais do que qualquer outro jogador ou técnico, porque ouviu muita gente falar (acho até que com razão) da falha dele no segundo gol. Eu acho que ele falhou, sim.
    Naquela oportunidade, durante a entrevistei, toquei no assunto. Perguntei sobre o lance. E ele disse que não admitiu a falha, pois, segundo ele, havia muita gente à frente dele, o que dificultou a defesa (o lance foi uma falta cobrada em cima dele, que se atrapalhou e o jogador do Sport pegou o rebote dele, Felipe, e fez o gol).
    Após fazer aquela pergunta, dava para ver nos olhos dele uma certa revolta, mágoa até, poque muita gente colocou na conta dele a perda do título. Eu não fiz isso. Mas teve gente que o culpou. Que o crucificou.
    Tenha certeza, Mauro e colegas blogonautas: o Felipe é aquele que mais quer esse título. Vai se matar em campo para não levar os gols e assim conquistar a Copa do Brasil.
    Guardadas às devidas proporções (muitas!), ele se sente mais ou mesmo como o Dunga na véspera da final da Copa de 1994 com todo o peso da eliminação na Copa de 1990.
    Ninguém usou esse termo, mas posso assegurar que Felipe sente como se tivessem rotulado como “Era Felipe” a perda daquela Copa do Brasil. Quer mudar isso custe o que custar.

  • Max

    Pra variar APITO AMIGO PRO CURINTIA!!!!Pode depositar andre sanchez

    PENALTI ESCANDALOSO EM ALECSSANDRO!!

    ELIAS NÃO LEVA CARTÃO AMARELO!!

    GOL DO RONALDO,,,FALTA COBRADA COM BOLA EM MOVIMENTO!!!

    MESMO ASSIM VÃO TOMAR 3 EM PORTO ALEGRE!!

  • Jovaneli

    Falandro em arbitragem, sei que sou minoria, mas eu gosto de arbitragem que deixa o jogo correr, até de marcar algumas faltinhas em divididas pesadas e tal, mas o Heber Roberto Lopes escolheu a dedo para quem dar e para quem não dar cartão.
    Heber Roberto Lopes é super disciplinado. Recebeu orientação (essa é a minha sensação) para não tirar jogadores importantes da final em Porto Alegre. Obviamente não entram nessa Souza e Leandrão.
    Cumpriu direitinho. Foi cirúrgico. Fosse um árbitro mais rebelde, Chicão, Cristian e Elias não entrariam em campo no Beira-Rio.
    Heber Roberto Lopes não interferiu diretamente no resultado…do jogo do Pacaembu. Mas garantiu, com alguma sutileza, que não haja mudanças na escalação corintiana no jogo decisivo.

  • mauricio bastos

    Mauro,o Inter é um excelente time.Mas do outro lado tem ele Ronaldo,fiquei bobo de ver como ele deixa o zagueiro na corrida e o marca um gol com a marca registrada de Ronaldo.Não sou corintiano mas vejo os jogos porque gosto de ver Ronaldo em campo.É um jogador muito diferenciado e gosta de decisões.Salve Ronaldo você é o cara!!

  • Nick

    1) Felipe? Irregular? Nada mais injusto. Dos 39 jogos do Corinthians no Pacaembu (com apenas uma derrota, 1 x 0 para o Inter, com time reserva), Felipe jogou 38. E a conquista invicta do Paulistão-2009? Um time não consegue um feito como este com um goleiro irregular. E a exibição de hoje? Se o planejamento do Mano era não tomar gol em casa, e se tal planejamento foi atingido, agradeçam a Felipe. Que goleiro! Que fase! Vejam a saída cara a cara com Taison. Vejam a defesa no chute cruzado de Guiñazu. E a defesa de mão trocada na cobrança de falta de Andrezinho? Que exibição!
    2) Como o Mauro disse, Alessandro é o melhor lateral direito NO Brasil atualmente.
    3) Apenas um adendo surpreendente à história de superação de Marcelo Oliveira. Durante a recuperação, o jogador contraiu uma infecção raríssima. Em decorrência, os médicos chegaram a cogitar ter que amputar a perna do jogador. Até então, o fato jamais fora revelado a ninguém. Nem ao próprio jogador. Como se não bastasse tal exemplo de superação (com a cara do Corinthians), a exibição do jogador foi de gala. Bela sombra para André Santos, caso a convocação para a Copa das Confederações traga algum salto alto ao lateral corintiano.
    4) Como sempre, Cristian e Elias mostraram porque são a melhor dupla de volantes NO Brasil. Aliás, que metida de bola do Elias no segundo gol.
    5) Apesar das críticas (infundadas, na minha opinião), Douglas continua fundamental, cadenciando e clareando o jogo.
    6) Um mea culpa. Fui sempre muito crítico ao desempenho de Jorge Henrique. O fato é que o jogador passou a ser fundamental para o time. Sem ele, o time perde muito. Golaço hoje, em linda jogada iniciada e concluída por ele, com a linda participação de Marcelo Oliveira.
    7) R9. O que dizer? Nada. Vejam o gol, repetidas vezes. Vejam o pique de 40 m, vejam o corte no zagueiro, vejam o chute preciso no único lugar no qual a bola entraria, como de fato entrou. Gênio! E ainda tem gente que, cega pelo bairrismo, lendo as resenhas e posts com o fígado (como diz o Mauro), chama o craque fenomenal de “ex-jogador”.
    8) Nada decidido. Pelo currículo, pela tradição, pela camisa, pela torcida, pelo Beira Rio, e pelo próprio elenco, o Inter tem condições não apenas de devover a derrota, como também de ampliar. Mas o fato é que o Timão foi superior, mais preciso, mais técnico, mais objetivo, mais letal, e deu passo importante para a conquista. Será outro jogo de arrepiar, e que vença o melhor.
    Abs.

  • GUSTAVO SCACHE BELARDINUCI

    Mauro!! os colorados vão ficar chorando de novo né. Porque os dirigente gauchos, que se acham os melhores, não reclamam do bom atacante tailson que perdeu um gol claro. Isso eles não reclamam. Agora ficar chorando, para desculpar a derrota aí é fácil demais né. Por favor, Mauro fale isso aí na rádio. Abraço.

  • DF é da FIEL

    O ótimo time do TODO PODEROSO TIMÃO foi bem demais hoje. Achei pouco o resultado conseguido hoje. de qualquer forma já somos campeões desta copa do Brasil. Quanto o time do inter-poa é apenas esforçado. Se bem que eles, os vermelhos, são violentos demais. Dá-lhe TIMÃO.

  • Ismael

    Pra variar o time que mais chora no mundo, chorando de novo.

    Os chorolados são uma piada mesmo, parecem o timinho do Botafogo.

  • Fabricio Tricolor!!

    Fala MAURO!!!

    Sobre a falta com bola rolando, vou refrescar a memória dos colorados, GREnal do ano passado (1 x 4) segundo deles, a falta é cobrada com a bola rolando… bom e ai era choradeira nossa…. e agora??

    hehe e dá-lhe GREMIO!!!

  • Rafael

    Mauro,

    mais uma vez o corinthians provou o bom elenco que tem. recuou demais quando tinha deixado time do inter apavorado. esse é meu único receio em relação a essa boa equipe de mano menezes. eu não teria tirado o marcelo oliveira quando o time tinha tudo para fazer o 3×0 com um jogador a mais. o diego é um jovem talentoso, mas não apóia com a mesma ofensividade. é zagueiro e ponto final.
    o douglas precisa merecer a 10 novamente, e se ele estiver em POA com vontade de jogar não vai dar para o inter.
    ronaldo – mais uma vez – foi ronaldo. já se pagou!
    jorge henrique, na minha opinião, fez outra boa partida. é outro time com ele em campo.
    e o alessandro, só sacramentou de vez o ótimo futebol numa terra carente de laterais direitos dos bons.

    enfim, grande jogo, mas o espírito para o jogo em POA tem que ser de 0x0.

    resposta ao colorado Max:
    pelo amor de deus amigo, onde você viu pênalti no alecsandro? você deveria falar das duas expulsões que o heber não deu em entradas violentas dos jogadores do inter. concordo que o douglas poderia ter ido para o chuveiro, mas o lance dele foi muito mais acidental por ter escorregado o pé sobre a bola…

  • Jair

    bola rolando naquele grenal? o jogador que cobrou, colocou a mão na bola parou ela e bateu…vc tá vendo coisas ehehhe mas, não fez a menor diferença, foi 4×1…seria 3×1 mesmo assim…e o juíz errou sim a favor do “curintiá”, ao meu ver mais no pênalty em Alexsabdro…mas tudo bem é choro de perdedor…ou será que perdemos? tem 90 minutos ainda…vamos ver que que vai dar…

  • http://bloguedotimao.wordpress.com/ Álvaro

    O Tison voltava para compor o meio, então era um 4-3-2-1…

    Esse é o 3o jogo fora (pela Copa) que o Inter não faz gol. Pode dizer que faltou Nilmar, D’Ale etc. Mas a verdade é que é um time que não se arrisca, sempre chega no ataque com um jogador sozinho, tem muita condução de bola e pouco toque de bola. A qualidade na armação depende, e muito, do Magrão avançar para a meia ou aparecer na área, caso contrário, o atacante tem de fazer tudo sozinho.

    E as substituições horríveis do Tite, hein?

  • http://lancenet Elvis Ramos

    Eu como gaúcho colorado que sou, achei um grande jogo entre “inter e corinthians. Mas vale lembrar que o inter estava com quase a metade do seu time… reserva. Não desfazendo seu banco, tanto que só faltou o craque do gol.O que me leva a crer, se estivessemos com o time completo com ecessão de Nilmar e Cléber.O resultado poderia ser outro!Más hoje o corinthians está de parabéns conseguiram derrotar o Rei COLORADO.Um abraço de um gaúchocoloradofiél!

  • raphael

    Mauro, eu analisei atentamente o jogo, gostaria de relatar alguns detalhes.

    Coisas do futebol:

    Marcelo Oliveira que substitui Andre Santos fez uma belissima jogada pela ponta esquerda, bola que passou em falha grotesca por todos os defensores do colorado, e foi para o fundo das redes. Me permita ser leigo neste momento, mas o gol de Jorge Henrique foi sem querer, ele pegou mal na bola mas entrou.

    Lauro: Em grande fase, fez excelentes defesas no primeiro e segundo tempo, mas no gol que Ronaldo perdeu ao chutar de bate pronto em cruzamento rasteiro da direita, teve uma saida de bola excepcional, ca entre nós, se fosse Fabio Costa, Ronaldo estaria sem duvida no departamento medico neste instante.

    Felipe: Deciso, em muitos lances do jogo, figura principal no segundo tempo com a pressao do colorado apos a saida de dentinho que matou o contra ataque do corinthians, visto que Ronaldo nao tinha mais folego e Jorge Henrique nao tem tanta qualidade na subida ao ataque. O que me preocupa, e um excelente goleiro mas incostante, lembra-se talvez outro incostante do corinthians pouco lembrado, Carlos, alguem lembra dele?

    Tyson: Ele joga muito, mas jogou mais do que o normal hoje e Mano deve se preocupar, sozinho ele levou 4 jogadores em diversos lances, visto que Alessandro nada fez, e com Nilmar e D´Alessandro Mano deve se preocupar mais com o que vai fazer no Beira Rio, visto que William e Chicão desde o jogo em São Januario vem batendo cabeça em alguns lances cruciais especialmente William, o menino Diego ja provou que pode vestir o colete de titular veremos.

    Ronaldo, e sempre Ronaldo em um lance, eu vi atentamente o zagueiro do Inter parecia nao acreditar no que seus olhos viam a veloicidade e explosao de Ronaldo, quando se deu conta ja estava fora da jogada duas vezes no lancamento e no corte, falha do zagueiro com Lauro fechando o angulo pela esquerda, nao precisa cair no truque do atacante mas sao segundos que definem o artilheiro Ronaldo mais uma vez definiu.

    O jogo no Beira Rio sera definido no meio de campo, que o Inter tem mais forca pela qualidade e conjunto, Douglas dorme muitas vezes D´Alessandro não, Magrão e Guinazu atacam e defendem com a mesma qualidade, Elias e Cristiam não, em compensação as passadas no ataque desses dois ultimos no ataque sao muito fortes, mas vao precisar o do apoio de Jorge Henrique para acompanhar as subidas do lateral e compor o meio para a chamada segunda bola, muito importante no segundo jogo que vai ser truncado no começo.

    Palpite: Inter 2 x 1 Corinthians.

    Vencedor: O inter nao mereceu passar pelo Coritiba, O Corinthians tambem nao pelo Vasco, ambos com o regulamento embaixo do braço avancaram as finais, o Corinthias deve ter aprendido algo do ano passado, se for para o Sul, para se defender vai perder.

    Pela historia, contra ataque e Ronaldo, acredito que o Corinthians sera o campeao.

    ate mais

  • Jeferson Colorado

    Não devemos por a culpa do segundo gol no juiz, acho que ele até fez certo em não voltar o lance, nem falta deveria ter dado… deveria ter dado a vantagem, como que agente pode tirar o mérito do gol do ronaldo, que é craque, que já sabia o que ia fazer 10 passos antes de cortar o nosso zagueiro… se for pra reclamar, prefiro reclamar da falta de malandragem dos meus defensores que deixaram o cara lançar a bola, não atrapalharam a cobrança, ou reclamar do dunga, que levou o nosso melhor jogador pra assistir os jogos da seleção das arquibancadas na africa.
    Por que nada é fácil na vida do inter? pq eu preciso sofrer tanto… acho que se eu sobreviver ao jogo do dia primeiro, irei comemorar o titulo do colorado depois da decisão por penaltis… vamos aguardar…

    CORINTIANOS, DEIXEM PRA COMEMORAR NO FINAL DA PARTIDA DO DIA 01… NÃO VÃO LEVAR ESSA SEM LUTA… O COLORADO VAI COM NILMAR E TISON PRA CIMA DE VCS…

  • Geovani

    ola Mauro quantas faltas o Elias tem que fazer pra tomar um cartão????
    sera que o juiz sabia da lista de jogadores que estavam pendurados????

  • Jorge

    E então, Mauro, você continua deturpando as verdades pró-timão (??). Quer dizer que no segundo gol a bola estava acabando de parar… e até o próprio jogador do timão (??) admite que a bola poderia (?), eventualmente, ainda estar rolando… Mauro, desde que comecei a ler mais o que você escreve, a tua credibilidade comigo caiu muitos pontos. Não sei porque essa proteção com o ex-jogador GORDO. Espero que toda esta proteção seja genuína e sem interesse, pois sabemos que assim funciona (??) o jornalismo, sem interesse (??). Vindo de um palmeirense então, ´soa terrível. Enfim, mais um lance irregular pró-Timão (??) e você, silêncio. Como os três pênaltis de Goiânia.

    JORGE, vamos lá:
    1. está escrito o lance no post. está descrito o lance. Você quer mais o quê? Não exagere, Jorge.
    2. Aliás, por favor, você poderia me dizer quais são os pênaltis de Goiânia?

  • http://www.fjc.eng.br Fernando José Capeletto

    Corinthianos Apostólicos Romanos: Estamos a um jogo da renovação do Ronaldo com o Corinthians até o fim de 2010, quando ele ganhará a primeira libertadores no ano do centenário, o hexa do brasil na africa da unicef e encerra a carreira no bi-mundial do fim do ano (que deveria ser tri contando a pequena copa do mundo de 1951)

  • Alexandre da Costa

    Mauro, sempre gostei de seus comentários, infelizmente vc esqueceu de citar a falta de critérios que o árbitro teve, me desculpe mas; Chicão, Cristhian e Elias mereciam ser advertidos com o cartão amarelo, bateram no Taison o jogo inteiro, no mais vc está certo e o Inter vai reverter o resultado, não iremos desfalcados para a grande final e Nilmar é Nilmar, Alecsandro é apenas um bom jogador e infelizmente na minha opinião, o Heber foi omisso em vários lances, principalmente quando favorecia ao Corinthinas, sua conta deve estar um pouco mais rochonchuda do que ele, foi caseiro e deixava o jogo correr a favor do Corinthians, a arbitragem brasileira é caseira e sempre “ajuda”.

  • Vanderlei dos Santos Pinto

    Mauro, estou indignado como a imprensa de São Paulo está tratando este lance que pode simplesmente decidir o campeonato. O lance pode ser difícil pra amadores, mas o árbitro em campo, ao lado do lance, é uma vergonha, como diz o Milton Neves, o apito amigo novamente. O Elias merecia amarelo, das 8 faltas que cometeu, duas foram bem duras, sem contar que a repetição também pune, teve o Chicão que merecia amarelo e também o Jorge Henrique, mas ele estava com a relação dos pendurados na mão. Uma pena, porque o Corintians não precisa disso. Será o efeito Ronaldo? Querem fazer o Timão ganhar tudo e dar mais ibope pro “Fenômeno”!!! Aí pra não dizer que estava comprado, deu um amarelo pro Souza, este sim pendurado. Lamentável! Pena que a imprensa paulistana está sendo covarde e quase fazendo vista grossa pra tudo isso… mesmo assim sou seu fã. Um abraço!!!

  • marcus

    bom dia, acho que para o rio grande do sul, passou outro jogo. Aqui passou jogo que corinthians aproveitou 2 das 4 chances de fazer o gol e o inter perdeu as 4 chances de fazer gol. Bem espero que passe logo aqui este jogo que vc viu mauro. Abraços

  • Fernando

    O apito amigo funcionou novamente, infelizmente a cbf quer que os paulistas sejam campeões. Árbitro escolheu ao dar os cartões amarelos, falta cobrada com bola rolando. Mas em Porto Alegre eles (cbf) não vai poder tomar conta da partida, o Inter está vivo.

  • Fabio

    Marcelo oliveira acertou 94% dos passes ontem, segundo estatistica de um outro site.

    “Marcelo acertou 94,7% de 19 passes. O índice, se transportado para as estatísticas do Campeonato Brasileiro, o faria encabeçar a lista de aproveitamento de toques. O líder da tabela, passadas as seis primeiras rodadas da competição, é Cristian, também do Corinthians, com 93,1%.”

  • Mário

    Foi um jogo emocionante, com as duas equipes jogando muito, as chances claras de ambos os lados e prevaleceu a melhor técnica na hora de decidir o lance nos 2 gols… E também não está nada decidido, mas o Corinthians leva uma pequena, mas importante vantagem numa final muito equilibrada no Beira Rio. Acho que a experiência da final de 2008 foi assimilada pelos jogadores, que sabem jogar com o regulamento, abdicaram de fazer um 3º gol e sofrer um gol em casa, para jogar por empate e diferença de 3 gols para não levar o título. Está de parabéns o Corinthians, que bateu um dos grandes equipes do BR.

  • FJC

    Heber Roberto Lopes é péssimo e tendencios, mas os colorados não podem reclamar da arbitragem, porque foram os mais favorecidos nas últimas partidas. Não adianta chorar, tem que jogar futebol também quando o juiz está contra. Acho que o fim do sonho. O time colorado só teve vida fácil até o momento, agora é hora da prova real. Claro que não é nada impossível uma reversão em Porto Alegre, mas não esqueçam que Mano Menezes foi cria do Beira Rio, importado para o tricolor, via Caxias do Sul.
    Parabéns a Mano Menezes que colocou o Timão nos eixos.
    Inteligência e competência.

  • Thiago – Campeão do Mundo FIFA 2006

    Foi um grande jogo, principalmente porque o Inter foi pra cima, foi valente mesmo com os pesados desfalques.

    a única coisa que me incomoda muito no time do Inter é que é um time “anjinho”, que não reclama de uma arbitragem tendenciosa e caseira como a de ontem.

    Aos 2 min teve um pênalti claro de Marcelo Oliveira sobre Alecsandro, pois o zagueiro encostou na bola, mas impediu a jogada com um carrinho desproporcional, pois não se pode admitir que por tocar na bola, o zagueiro pode arrancar a perna do atacante. Heber medrou.

    Depois o Héber apitou para não dar cartões amarelos aos jogadores pendurados, seja o Álvaro do Inter, mas especialmente, o Elias (fez 4 faltas para amamrelo) e o Chicão que foram poupados indevidamente pelo apitador. O Douglas merecia ser expulso pela entrada criminosa sobre o Sandro.

    No segundo gol do Corinthians a falta que originou o lance não foi cobrada com a bola rolando? Um absurdo!

    Só digo uma coisa: se engana quem acha que a Copa do Brasil acabou ontem.

  • Gilberto COLORADO

    Concordo plenamente com o Jovaneli, o Heber Roberto Lopes foi disciplinado em acatar as ordens de preservar jogadors do Corinthians para o segundo jogo da final. Dessa vez não foi um penalti escandaloso, mas uma forma estelionatária de favorecer o maior comprador de títulos do mundo. Mas mesmo assim, se vier um árbitro descente em Porto Alegre dá Inter. Quero ver como os defensores do Corinthians vão parar Nilmar e Taison sem poder fazer muitas faltas sob pena de tomarem amarelo e depois o segundo…
    Àqueles que acham que o campeonato tá decido um aviso: vocês tomaram sufoco em casa contra um time misto do Inter, em casa o Inter terá TODOS os titulares a disposição e a torcida colorada já começou a secar a seleção para que ela volte no domingo mesmo para casa para o Nilmar e o Kleber pegarem ritmo de jogo…
    ESPERO QUE A SELEÇÃO SEJA ELIMINADA NO DOMINGO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES!!!!
    Nunca convocavam jogadores do Brasil, e convocam agora para tirar jogadores importantes de clubes que estvam em finais de campeonatos importantes….
    A CBF É UM LIXO MESMO E TRABALHA CONTRA O FUTEBOL BRASILEIRO!!!!

  • carlos amendola

    Entrei aqui pensando que você não tinha visto, a falta batida por Elias, que a bola não estava parada. E acertei, você foi alertado pela colega. O gol foi irregular. Aposto que você não viu o penalti cometido pelo corintiano logo no começo do jogo. Como sempre, a imprensa é mais cega que o árbitro.

    CARLOS, home de visão privilegiada:
    1. Nenhum jogador do Inter percebeu a bola rolando no lance da falta. Nenhum. No estádio, que eu saiba, raros viram. Não soube de ninguém. Mas sempre tem alguém que vê.
    2. Vi a entrada dura do M.Oliveira no Alecsandro. para mim, lance de jogo. Sobretudo pelo critério adotado pelo Héber.
    3. Carlos, você é inteligente e equilibrado. Não generalize, prática odiosa que todos fazemos. E não seja tendencioso – se é que eu, agora, não estou generalizando.
    4. É fácil enxergar pela TV.

  • ednailson pereira

    ronaldo foi muito bem no jogo contra o internacional e no outro jogo de vinda ele vai fase 3 gols para cala a torcida do internacional

  • Marcus

    vai sonhando q o Todo poderoso vai perder de 3 Max acorda bambi, na era Mano isso nunca vai acontecer!!! VAI CORINTHIANS!

  • Luiz Antonio

    Chora gauchada, acharam que todo arbitro é como o Antonio Hora Errada que deixa esse time de Karatê dar porrada a toda Hora.

  • Felipe

    Mauro, muito bom jogo no Pacaembu ontem.
    Acho que foi um jogo equilibrado onde o Corinthians foi mais objetivo e competente nas grandes chances que teve.
    Ah, e os dois goleiros foram responsaveis pelo placar nao ter sido mais elastico.
    Só que dois aspectos merecem ser lembrados. No gol do Ronaldo (grande jogada) no início a falta é cobrada com a bola rolando após o apito do juiz e bem adiante do local onde ocorreu a falta. Só por isso o Ronaldo conseguiu ficar no mano-a-mano com o zagueiro, e ai ele é fenomenal. A defesa do Inter costuma se recompor rapidamente normalmente. Na transmissão da espn se ouve claramente isso. O pior é o chefe da arbitragem considerar isso normal…
    E faltou critério para seu Heber…deu cartão para o colorado e num lance do Elias no final do primeiro tempo exatamente igual não…mas dai o Corinthians iria perder um dos principais jogadores né…

  • Nick

    Prezado Rafael, a saída do Marcelo Oliveira foi mais por cansaço do que por opção tática, afinal, ficou quase dois anos sem jogar e é escalado logo como titular de uma final de Copa do Brasil, contra o Inter, que corajosamente saiu para o jogo. Você viu como a partida se desenvolveu em altíssima velocidade e tanto que o Marcelo correu.
    De todo modo, o Mano uniu o útil ao agradável, sacou o Marcelo pelo cansaço e, cauteloso, já botou um ferrolho com o Diego.
    Mas concordo contigo, se o time aperta pra valer, tinha grandes chances de chegar ao terceiro; por outro lado, aumentaria o risco de, no contra ataque, tomar um gol do Colorado (o que seria uma tragédia para o planejamento alvinegro).
    A propósito, além de genial com a bola, Ronaldo passa a ser genial também com as palavras. Antes da partida declarou: “O Inter não é nenhum bicho de sete cabeças.” O resultado de ontem confirmou o vaticínio do Fenômeno. Mas cuidado: nada garantido. O Corinthians vai ter que jogar muito no Beira Rio e o Colorado, completo, tem todas as chances de reverter o placar a seu favor.
    Da água para o vinho: e a “nova sétima maravilha do futebol”, hein? 1 x 0 magro contra o Iraque, no sufoco. Vou repetir: IRAQUE. Se fosse o Brasil, chuva de críticas, como no post após o jogo contra o Egito. Como é a Espanha, a nova queridinha do pedaço, ninguém fala nada. Continuo com a minha opinião, a Espanha tem tradição em montar ótimos times e não conquistar nada. Pode até conquistar a Copa das Confederações, mas não é esse “bicho de sete cabeças”.
    Abs.

  • Orlando

    QUEM GANHA FESTEJA!!!
    QUEM PERDE CHORA!!!

    SAUDAÇÕES CORINTHIANAS!!!

  • http://FielCampinas Moisés Passos

    Chega a ser nojento ver as cholordas arrogantes não admitirem a superioridade Alvi-Negra…

    Vão se catar suas menstruadas

  • Beto

    Essa arbitragem que (aparentemente) queres, onde o arbitro marca todo esbarrao, nao existe mais em lugar nenhum do mundo e exta em extincao no Brasil tambem. Jogadores sao otimamente pagos, podem aguentar o combate fisico o que torna o jogo mais fluido e um produto melhor de exportacao.

  • Daniel

    Concordo com toda sua avaliação, Mauro.

    Com relação à arbitragem, vc só esqueceu de mencionar que no 1º tempo, depois de já ter recebido o amarelo, o magrão deu uma entrada por trás no tornozelo do jogador do Corinthians. O juiz deu a falta mas não deu o 2º amarelo.

  • Daniel

    E Mauro, pintou uma dúvida: será que o árbitro não deu a vantagem no lance da falta do segundo gol?

    DANIEL, não deu vantagem porque ele apitou.

    Dá para ouvir o apito aos 7min53s no vt do globoesporte.com.

  • Joseph

    CHORAAAAAAA, GAUCHADA CHORAAAAAA,….VAMOS SAPECAR VOCES NO SUL,…3X1, SÓ DE GOL DE CONTRA ATAQUE,…E DE QUEBRA AINDA VOU PEGAR UMA LOIRA ABUSADA AI,…
    ABRAÇO!!!

  • jose

    Corinthianos, eu acho que não acbou ainda, ou estou enganado?
    Sds Coloradas

  • Tiago de Farias

    Pessoal, não vamos entrar nesses comentários sem noção ridicularizando o time adversário. Nenhum dos dois times é ruim, os dois são ótimos, senão não teriam chegado na final. Vamos exaltar o grande jogo que aconteceu, uma baita partida com muita emoção. É claro que o árbitro errou no gol do Ronaldo, mas acontece, é do jogo, o pior para mim foi não ter dado amarelo para o Elias, mas o resto dos erros faz parte do jogo. Só acho que os corinthianos não podem comemorar ainda, porque aqui no Beira-Rio vai ser um inferno, vamos pressionar o jogo inteiro. A torcida colorada, assim como a corinthiana, acredita sempre, os dois são clubes do povo, de gente humilde que não desiste nunca, então acredito que, se não ganharmos o título, chegaremos muito perto disso. E sobre 2005, gostaria de explicar uma coisa que a maioria dos colorados pensam: não temos raiva do Corinthians por causa daquele título, só temos raiva da injustiça cometida, poderia ser qualquer time que fosse favorecido, reclamaríamos da injustiça, e não do Corinthians. E em 2007 eu não fiquei nada satisfeito com o rebaixamento, acho que time grande não pode cair, e aquilo não me deu nenhum sentimento de revanche ou prazer, como eu disse, nós não queríamos o mal do Corinthians, e sim a justiça do título para o Internacional, que foi o clube que fez mais pontos na letra fria da lei. É isso aí, até 1° de julho, vai ser mais um grande jogo.

  • Daniel

    Valeu, Mauro!

  • Ronaldo

    “Marcelo que vinha mal, errando passes e lances.”????? Mauro, desculpe mas acho que vc não viu o mesmo jogo… a estatistica mostrou que ele acertou quase 95% dos passes… dá uma lida no Lance!…
    abraço

    PASSES laterais, amigos.
    se você vir a mesma estatística, que eu também tenho acesso, ele melhorou no jogo. mas a própria torcida não estava feliz com ele. depois do gol, melhorou. como bom jogador que é.

  • Nick

    “clube que fez mais pontos na letra fria da lei”? Peraí, Tiago. A polícia intercepta várias ligações nas quais um bandido descarado que se acha árbitro combina resultados de partidas com outro larápio, tudo para obter vantagens em casas de apostas. O bandidão é algemado, sai de camburão perante toda a imprensa, confessa o crime chorando, e você queria que a CBF fizesse o quê? Mantivesse os resultados só porque o SEU time ia ficar na frente? É pensar pequeno, prezado Tiago. Qualquer que fosse o resultado do Brasileirão 2005, independente de quem fosse o campeão, a decisão não poderia ser outra: anular TODAS as partidas que foram objeto de manipulação pelo árbitro bandido. Decisão justa, salomônica, justíssima, assim como o tetra campeonato LEGÍTIMO do Corinthians naquele ano. Quanto a 2007, a culpa não é do Inter, nem do Goiás, nem do árbitro que mandou voltar a cobrança do pênalti do Goiás três vezes (e mandaria quantas fossem necessárias, até a bola entrar). A culpa é do próprio Corinthians, que não caiu diante do Grêmio, caiu ao longo de todo o campeonato.
    No dia 1º, que vença o melhor.
    P.S. Quanto ao episódio citado, das três cobranças do pênalti, no jogo Goiás x Inter, pela última rodada do Brasileirão-2007, assistam a “Boleiros” (o primeiro), de Ugo Giorgetti. Excelente pedida para quem gosta de futebol e cinema. Atenção ao episódio em que Otávio Augusto interpetra um árbitro que, em partida na Rua Javari, por motivos escusos, manda voltar o pênalti até o cobrador acertar. Como este era muito ruim, o árbitro manda trocar o cobrador. Qualquer semelhança, não é mera coincidência, pois, às vezes, a vida imita a arte.
    Abs.

  • Carlos Eduardo

    vamo vamo Corinthians….

    NOS GREMISTAS DOS PAMPAS estamos com vcs!!! torcemos por Voces!!!!!

  • Tiago de Farias

    Nick, cara, nem vou entrar no mérito da questão porque não se chegará a conclusão alguma. Deixa assim, é melhor não entrar em detalhes nesse assunto, mas tu não pode negar que houve um penalti claro não assinalado no jogo contra vocês, nesse caso não tem nada a ver com o tribunal, é dentro de campo que falo nesse caso. Mas deixa pra lá, já são águas passadas, não vai se voltar atrás nessa decisão mesmo. Só o que quero deixar claro é que respeito o Corinthians por tudo o que ele representa, assim como o meu Colorado representa muito também, e que não há nenhum rancor por parte da maioria do povo vermelho e branco do sul contra o Corinthians. Futebol é dentro do campo, e aí acho que o Internacional vai levar essa Copa, se aproveitar 25% das chances criadas ontem e não levar gols, no mínimo vai para os penaltis. Aqui o bicho vai pegar, acreditaremos no título até o apito final. Abraço.

  • Arthur

    Grande jogo!!! O melhor jogador corinthiano foi o “Dunga”, ao levar o meu Nilmar para a África do Sul… Quanta falta ele fez!!! As equipes quase se equivalem, não fosse a maior disciplina tática do alvinegro e o ataque mais efetivo… O Inter estava devendo uma boa atuação fora de casa e correspondeu! Mas complicou-se na partida, ao perder com o jovem (ainda) Taison o gol que faria a diferença para a volta… Quanto à arbitragem, bom… O lance do gol do Ronaldo (fenômeno, não por acaso!), falta cobrada com a bola rolando, é um lance casual que não dirime a responsabilidade dos jogadores colorados evitarem as conseqüências da cobrança rápida! Acho que houve um lance muito mais capital, uma falta no Alecsandro no primeiro tempo dentro da área, e portanto pênalti, que o juiz não teve coragem de marcar… Ah, mas dirão: ele tocou na bola ao afastar! Mas se repita o mesmo lance fora da área para os comentaristas bradarem: “Pegou a bola e o jogador, lance de força desproporcional, portanto falta!!!” Pois é… E como estava mais fácil dar cartão para os jogadores colorados… Será que era porque meio time alvinegro estava pendurado? Que falta de critérios! Magrão leva, mas Elias com lance tão ríspido quanto em Guiñazu, não? E o Chicão, não merecia pelos lances que cometeu? Fora isso, o timão foi muito bem, soube aproveitar… Não tem nada com isso e vai a Porto Alegre administrar… (Que significa contra-atacar, também!) O resultado ficou maior que a diferença de força das equipes, mas justamente nisso é que o futebol é apaixonante… A imprevisibilidade e o momento decisivo

  • Nick

    No clima de “Bota Teima” do blog do Mauro, informo que surgiu um vídeo gravado por um torcedor corintiano, de frente para o lance, nas arquibancadas amarelas do Pacaembu, que mostra a bola parada no momento do lançamento do Elias. A divulgação do vídeo foi feita pelo site da ESPN Brasil (www.espn.com.br), o link está lá, logo na página principal do site da ESPN. Dêem uma olhada e tirem as suas próprias conclusões.
    Abs.

  • Fábio Chamusca

    Ah, mas como sempre, aham um lance idiota pra transformar em polemica… E tome-lhe show de “ses” entre os comentários de TODOS os “jornalistas” esportivos…(aspas apenas porque alguns nunca entraram numa faculdade de jornalismo… Assim até eu posso ser jornalista…)
    Se o Nilmar, se o Kleber, se o Felipe não fizesse as defesas, se o Taison não perdesse tantos gols feitos… Mas o SE o Heber tivesse dado cartão ao Alvaro, que enfiou a mão na cara do Ronaldo depois de levar um chapeuzinho, o SE o Sandro fosse expulso na primeira entrada criminosa que deu, SE o Leandrão fosse expulso logo na primeira, SE o Lauro não catasse a bola do Gordão… Desses “ses” não vi ninguem falando…(da defesa do lauro até vi… Pra ser justo…)
    Contabilizar chances de gol em um jogo que termina empatado faz sentido… Mas contabilizar em um jogo que foi 2×0…
    O Heber marcou o time corintiano o jogo inteiro. Não vou aqui dizer que ele garfou, claro que não. Mas deu pra ver que ele tinha dois criterios para faltas menores. Em cima do taison qualquer encostada era falta. Em cima do Dentinho e do Jorge Henrique não. O moleque do Inter é muito bom de bola, mas se atira no chão como costuma fazer todos os atacantes velocistas e dribladores… Empurrões da zaga colorada eram tidos como “jogo de corpo”. Ombradas corintianas eram marcadas. E assim o Heber foi parando o jogo sempre. E quase todas as vezes no campo de defesa do Corinthians… Numa analise superficial da atuação dele na partida, isso não faz diferença. Mas pra quem está em campo isso irrita o bastante para provocar cartões. E falando em cartão, alguem pode me dizer como foi o lance em que o Souza recebeu o cartão? Assisti o jogo por uma emissora que não mostrou nem o replay do lance… Até porque aconteceu completamente fora do lugar onde estava a bola. Se o Heber acertou é porque estava olhando pra outro lugar que não era o “correto”, né? Imagino que o ábitro deva olhar pra onde está a bola… Vai saber…
    Outra… Depois que o jogo caminhava para uma vitória certa, o árbitro se manifestou apressado, não foi? Até empurrar o Dentinho pelas costas para que o atacante saísse logo do campo ele empurrou… Estranho…Ele tem que fazer isso?

  • http://observatoriocorinthiano.zip.net Luís Fontes

    Mauro, pelo amor de Deus, parece que vc nunca foi em estádio, o que é isso???? Não sabe que vários torcedores levam apitos e ficam tentando confundir o juiz e os adversários, eu mesmo vendo o jogo em casa ja me confundi várias vezes, e isso sem falar em torcedores que imitam o apito com a propria boca.

    Outra coisa, no video que vc usa como base para desqualificar a bela vitória (na bola) do Coringão nostra claramente que o arbitro não esta com a mão na boca segurando o apito, então como vc justifica isso, ele corre com o apito na boca???? O apito não cai????? Será que ele está colado???

    Acho vc o melor comentarista esportivo deste país, mas sinceramente, dar uma de Milton Neves e tentar de qualquer forma desqualificar os exitos do Timão só descredencia o jornalismo esportivo brasileiro que já anda tão capenga de bons profissionais.

    LUIS,
    1. Comentei a respeito na rádio os apitos de torcedores. Mas vá acertar o timing lá no inferno o sujeito que apitou bem naquela hora.
    2. Na boa, Luis, e muito grato pelo apreço – onde eu estou “desqualificando” a vitória corintiano. sou eu parcial ou você que quis ser?
    3. você é inteligente e bem-intencionado, Luis. não entre nessa, por favor. use o equilíbrio que tem, e que eu tento manter, na análise da partida. REITERO QUE É LANCE DIFÍCIL. apenas isso. não posso brigar muito com os fatos, com as imagens e com o ”áudio”.

  • Daniel

    Mauro, a bola estava parando e não parada. Errou, pois, o apitador. Mas me parece que crucificar o árbitro, como f o Tite e a diretoria coloradam é tentativa de desviar o foco dos erros do Inter na partida (que, no geral, jogou muito bem) e das qualidades do adversário.

    Proponho a seguinte pergunta: você é um marcador do Internacional. Cobrar faltas com rapidez é permitido, acontece todo jogo, inclusive seu time se utiliza de tal artifício. uma falta é marcada no meio do campo. Elias se aproxima da bola e Ronaldo dispara em direção à área. Você:
    a) Corre para fazer a marcação
    b) Fica olhando para a bola, para verificar se ela está parada, andando, quicando ou se furou.

    Acho que até por isso ninguém do Inter reclamou. E se bobear, a bronca do tite sobrou não pro árbitro, mas para a zaga, que, se estivesse atenta, teria evitado a jogada.

    Muito barulho por muito pouco.

    Abraços, Mauro!

  • Daniel

    “como fizeram o Tite e a diretoria colorada”

  • marcus

    Olha so tem outra coisa que me esqueci de dizer o corinthians tinha uma ausencia do seu lateral esquerdo, que foi bem substituido; e para o jogo dia 1 o inter tera; 3 reforços certos(D’alessandro,nilmar e kleber) e o corinthinas tera os seu lateral titular. Bem atendencia e que o time do inter seja mais, decisivo do que o adversario; mas os jogadores do adversario que estavam com 3 cartão amarelo, poderam se entregar mais para o jogo.
    Concluindo, acho que nada esta descidido e o grande segredo para inter ser campeão e não tomar gol; apartir disso tudo sera possivel. Abraços e estou esperando para ver o jogo que vc viu!

  • TRICOLOR

    GENTE!!! A FUNAI QUER PROCESSAR O RONALDO! SÓ PORQUE ELE QUEBROU UMAS QUATRO COSTELAS DO ÍNDIO!!!

  • Jorge

    Ora, Mauro, se você realmente vê todos os jogos da rodada para embasar seu bota-teima, soa estranho, estranhíssimo, que você pergunte a mim, afinal o jornalista é você, sobre os pênaltis de Goiânia. Mas, como você parece desconhecer, aí vai:

    1 – Primeiro tempo: Felipe goleiro derruba com os dois pés, num carrinho imprudente, Felipe do Goiás. Pênalti e cartão claríssimos.

    2 – Primeiro tempo: Felipe é lançado em profundidade, ganha de Jean na corrida e é puxado clamorosamente com as duas mãos pelo zagueiro Corinthiano. A bola sobra, e Iarley chuta na trave.

    3 – O atacante do Goiás, o qual não recordo o nome, recebe lançamento no bico da grande área, corta para dentro e é derrubado, no mínimo, sobre a linha da área. Tardelli marca falta. Aproximadamente 15` do segundo tempo.

    Bem, agora que você foi informado, você pode conferir e corregir o Bota-Teima. Mas Mauro, fica muito esquisito acreditar no teu Bota-Teima quando você usa até não-imagens, opinião de amigos, para creditar mais um erro nas costas do SPFC e alega desconhecer três pênaltis contra o Corinthians. Pelo menos, os lances eu sei que você nem viu. Qual a credibilidade do teu Bota-Teima??? A pergunta não é nem provocativa nem ofensiva, é uma questão séria ao extremo. Como se pode usar lupa num jogo, e não ter ao menos visto os lances em outro?

    JORGE, valeu pela atenção.
    Vou observar novamente esses lances. prometo.
    abs, mauro

  • Jorge

    Mauro, igualmente peço desculpas pelo comentário no segundo gol Corinthiano. Realmente, você afirma claramente que o gol foi irregular. E foi. Estranho apenas a não reclamação dos jogadores do Inter.

    Outro que também não deveria jogar no Beira-Rio é o Álvaro, colorado, que fez duas ou três faltas que o excluiriam. Vai jogar. Sobre isso, Tite e os chorões colorados nada dizem. Como também nada disseram do juiz do jogo contra o CRuzeiro ou contra o Vitória.

  • Paulo

    Colorados,

    Até acho o inter um bom time, mas não passa de bom. Já o Corinthians é um excelente time, não tomou gols em casa na copa do brasil e não iria tomar do timinho de vocês. Pode parecer desmerecimento o que estou escrevendo, mas é a realidade. O Só pra lembrar, o Corinthians tem Moraes, Otacílio Neto, André Santos que não jogaram ontem e são excelentes jogadores. Já o chorolado mostrou que não confia em seus reservas, pois o assunto da semana foi que o time estava desfalcado. O Inter quer ser o melhor time do Brasil com este elenco???? não dá … no timão joga nada mais nada menos que RONALDO … isto RONALLLLLLLDOOOOOO o fenômeno .. maior artilheiro das copas. E para encerrar, o Nilmar só é o que é hoje pela passagem pelo Corinthians que o recolocou no cenário do futebol.

  • Antonio

    Quantos milhares de apitos havia no Pacaembu ontem à noite? Eu mesmo ouvindo a transmissão da Band confundi-me diversas vezes ontem.

    Uma perguntinha só: alguém perguntou ao Heber se aquele apito aos 7min53s (he he he) foi ele quem soprou?

    Ninguém, né? Então tá bom….

    São só suposições… Eiiittaaaa…..

    ANTONIO, o Heber não quis se pronunciar ontem para a nossa reportagem.
    1. são vários apitos, sim. todos concordamos. mas os microfones de televisão são direcionais. a chance de ser um de fora é menor. e a chance de justamente naquele instante ser um de fora é um pouco menor, não?
    2. são só suposições as minhas. as suas, claro, sào a maior realidade dos fatos.
    eita.

  • Jorge

    Mauro, segue o link do jogo com os lance comentados:

    http://www.youtube.com/watch?v=9Pe5S0pOcnc&feature=related

    No terceiro lance polêmico, uma correção. O atacante do Goiás não cortou para dentro, ele foi derrubado quando já tinha ganho do zagueiro em velocidade. Derrubado por trás.

    JORGE, vou ver e depois comento aqui e no BOTA-TEIMA, com o devido adendo. Fico devendo, por ora. E, sempre reiterando, que o BOTA-TEIMA é móvel. E, diferentemente da arbitragem, revê conceitos e opiniões. Pode ser o caso. Veremos.

  • Fábio Chamusca

    Aff… Essa besteira ainda rende??? Quantas faltas o Inter cobrou fora do lugar durante a partida e o Heber permitiu? A propria cobrança do Andrezinho que o Felipe defendeu tinha a barreira alvinegra além da distancia permitida… Teve um impedimento marcado ainda no primeiro tempo, que os jogadores do Inter cobraram quase na intermediaria, sendo o proprio Heber a pessoa quem parou a bola com a mão e colocou no ponto onde houve a cobrança. E todo mundo viu que o gordinho estava apaitando tudo de bem longe. Esse impedimento que cito foi de um atacante corintiano que estava a dois metros da linha de fundo, se não estou enganado…
    O Elias bateu na bola ainda girando, mas ela ja estava parada no que diz respeito ao ponto no campo. Ela só girava em torno do próprio eixo… E outra… Isso é de uma babaquice tão grande… Ficar discutindo uma tolice dessa é tão perda de tempo… Se o elias tivesse parado a bola com a mão e fizesse o mesmo lançamento, coma zaga dormindo daquele mesmo jeito ia dar no mesmo gol, porque o Indio não estava perto da bola… Ele JA ESTAVA “marcando” o Ronaldo…
    Aliás, comentei com um amigo meu antes do jogo que a zaga colorada é experiente mas é mais velha e pesada, e que isso garantiria uma boa chance de gol ao Gordão… Hehehehe… E não deu outra…

  • Mario Corá

    Mauro, caso tenha havido pênalti no Alecsandro, caso tenha havido bola em movimento em lance de falta marcada, ou caso nada disso tenha acontecido o fato é que o Internacional NÃO fez por merecer resultado melhor no Pacaembu.

    Sei que devo ser voz dissonante da maioria – inclusive a parte que achou o jogo estupendo, maravilhoso, espetacular, como os profissionais do SporTV. Mas o que eu vi foi um Corinthians bem superior, o bastante para conseguir um dois a zero em casa contra um time que, convenhamos, vem aos trancos e barrancos na competição.

    Bem entendido: não digo que o jogo não foi bom; apenas deixo exposto o fato de ter visto um time superior ao outro em campo.

    Com ou sem Heber.

    (Ah, e parabéns pelo “ouvido de lince”)

  • http://xxxx adam

    MAURO VOCE QUE CONDIÇOES DE FAZE-LO PODIA INICIAR UMA CAMPANHA PARA QUE QUANDO CORINTIAS E FLAMENGO ESTIVEREM ENVLVIDOS EM DECISOES CONTRA QUALQUER OUTRO TIME BRASILEIRO A ARBITRAGEM FOSSE DE FORA DO PAIS.

  • Grafir Jr

    Ah, qualé, gauchada, sejam homens uma vez na vida… Só ficam dando ré na coisa!!! Ficam reclamando de cartões amarelos. Antes do jogo completar um minuto, dois jogadores diferentes do Inter fizeram faltas duríssimas, dignas de vermelho, e nem amarelo tomaram… Perderam o jogo, reconheçam e façam força para vencer a volta!!! O resto é chororô sim!!! E ficam se fazendo de “indignados” com as “injustiças”, como querendo justificar antecipadamente um “troco”, quando o jogo for em casa. Ganhem no campo, se têm competência!!! Só são valentes quando estão em 50 mil contra 11? O Tite devia falar das substituições equivocadas que fez, que diminuiram o rendimento do time. Não incitar ignorantes para a violência!!!

  • Marco rocha

    Prezado Mauro, com respeito quero deixar minha visão tendenciosa dos lances do jogo, sim, porque todos nos humanos somos tendenciosos, inclusive o juiz:

    carrinho no Alecssandro: para mim, penalti, porque embora o defensor toque a bola por cima dela, ele derruba o atacante dentro da área, lembor que não é necessario ter a intenção, ate mesmo num homicidio não é necessário intenção para condenação;

    Cartões amarelos: Sem critérios, alguns segundos antes da falta do Elias no Guina, o Magrão levou cartão por jogada semelhante, sem contar o conjunto da obra deste rapaz na partida;

    O segundo gol: a regra 13 do futebol diz que a bola deve estar inerte para a cobrança de falta, portanto aqui não cabe interpretações, é a regra, a lei do jogo, este erro me parece não ter perdão, pois fere o regulamento que procura deixar uma partida de futebol em igualdade entre os dois times.

    Desculpa se te contrario, mas como sabes o futebol é interessante por isto mesmo, cada um de nos ve o que quer ver, mas as regras sempre devem ser cumpridas, so por este fato, entendo que o resultado do jogo, que pode definir o campeão da Copa do brasil, esta comprometido.

    Abração,

  • Sérgio Tadeu Oliveira

    Mauro, você diz que aos 35 min o D’Alessandro fez falta, mas ele nem jogou. Estava machucado.

    SERGIO, O D’Alessandro fez falta pela ausência… se fosse ele com a canhota…

  • Douglas Souza Vieira

    Nossa… O “melhor” comentário foi esse do Sérgio Tadeu de Oliveira… Digno de “abertura do programa do Jô”… Rsrsrs

  • Fábio Chamusca

    Que chororô dos infernos desse povo!
    Teve pênalti nenhum em cima do Alecsandro. Tanto que nenhum jogador do Inter reclamou! Nem o proprio Alecsandro! O Marcelo não pode sumir ou se teletransportar depois de atingir a bola, que foi o que ele fez! O árbitro não tem replay, e portanto deve tomar decisão rapidamente, e o que ele viu foi o defensor corintiano dando um carrinho lateral na bola, que parou no lugar onde ele ficou. Se ele não tivesse atingido a bola, essa seguiria na direção induzida pelo toque do atacante colorado, coisa que não aconteceu…
    CArtões amarelos? Vamos falar de cartões vermelhos então… Que tal o Álvaro que com menos de cinco minutos já tinha dado na cara do Ronaldo?
    Ah! Que xaropice! Não sabem nem perder!

  • cristiano antonio cardillo

    Mauro,sou colorado ja nem mais doente ja (morto)de tão fanatico,foi um partidasso mas ainda acho que o melhor em campo do corinthians (tirando o arbitro)nao foi o ronaldo nem o felipe foi o DUNGA por que convocar o nilmar e o cleber pra deichar o tempo todo no banco o ele é um brincalhão.vamos meter 3×0 neles no gigante cantando mamonas heheh
    abraços .

  • http://www.eliseogallery.com/Life-Insurance.html Abbitt

    cheap life insurance [url=”http://www.eliseogallery.com/Life-Insurance.html”]life quotes[/url] http://www.eliseogallery.com/Life-Insurance.html >:-OOO