Lanço livro em Piracicaba, neste sábado, a partir do meio-dia

por Mauro Beting em 12.jun.2009 às 12:43h

Amigos de verde e de todos os credos, mais um lançamento de
“OS 10 MAIS DO PALMEIRAS”, da coleção Ídolos Imortais.

Será em Piracicaba, neste sábado, a partir do meio-dia.

No Restaurante Tre,
Rua Alferes José Caetano, 1410

Centro de Piracicaba

Tels: 0 – XX – 19 3435.9803 / 3402.6802

Coleção Ídolos Imortais que já tem os livros do Flamengo, Corinthians e Palmeiras.

E terá em breve a do Fluminense.

Até lá.

  • Gabriel Garcia

    Prezado Mauro,

    Acabo de ler que você amanhã lança seu livro na minha querida Piracicaba. Fico feliz pelo sucesso do seu livro e pela cidade, que irá receber jornalista tão competente. Certamente o Restaurante Tre estará lotado, afinal nunca vi um lugar ter tantos palmeirenses como em Piracicaba.

    Mas escrevo-lhe por outro motivo. Gostaria de falar a você sobre o glorioso Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba. O XV vice-campeão paulista de 1976 (que como você deve bem saber, perdeu o título para seu Palmeiras). O XV, primeiro campeão da Lei do Acesso em 1948. O XV do Barão de Serra Negra, o Barãonera. O XV da maior torcida do interior do Estado, que colocou 20 mil pessoas numa final de Copa FPF, em um sábado qualquer de 2008. O XV, de Piracicaba e do Brasil.

    Nem acredito que este é o mesmo time que perdeu, naquele mesmo sábado qualquer, em novembro passado, no último minuto do segundo tempo da finalíssima contra o Atlético Sorocaba, o título da Copa FPF. Naquele triste dia que os quinzistas, que lotaram a Barãonera, chamaram de Barãonazzo. Não valia nada, é verdade. Mas era um título. E qualquer título não chega há 14 anos, desde o Brasileiro da Série C em 1994.

    Também não consigo acreditar que é o mesmo time que perdeu para um time que nem dois anos de fundação tem, o Grêmio Osasco, por humilhantes 3 a 0, no último domingo, na decisão do acesso para a Série A2. Não é possível que seja o mesmo time que vai completar, ironia suprema, 15 anos fora da divisão de elite do futebol paulista. Que passará em 2010, mais um ano apodrecendo no cativeiro da série A3.

    Hoje correu a notícia de que o time pode acabar. O TJ-SP determinou o bloqueio dos (parcos) patrocínios do time, em decorrência de um processo de 1986 (!) referente ao aluguel de uma linha telefônica (!!). Nesta sexta, foi anunciada a saída de um dos patrocinadores. E, segundo o presidente do time, sem patrocinadores o time fecha.

    Se os patrocinadores estão abandonando o time, a cidade também está. E isso é o mais triste.

    Por isso Mauro, espero que amanhã, sob o sol de Piracicaba, você consiga entender onde foi parar o XV que meu pai, seu xará Mauro, tanto me ensinou a amar.

    Gabriel Garcia
    São Paulo/SP

  • Ricardo

    Mauro, quando será o lançamento do livro na cidade de Campinas?

    Obrigado!