Cruzeiro 1 x 1 Inter; Fluminense 1 x 0 Botafogo; Goiás 2 x 2 Barueri

por Mauro Beting em 07.jun.2009 às 19:14h

CRUZEIRO 1 X 1 INTERNACIONAL

* Poderia ter sido um jogo muito melhor entre dois favoritos ao título. Deveria ter sido uma partida melhor, não fosse a arbitragem, e entradas duras de lado a lado – mais ainda do colorado.

* O gol em impedimento de Wellington Paulista deixa o resultado mais injusto para o Cruzeiro, que, como mandante, buscou mais o gol, foi mais incisivo, e mais ousado. Pelas contas do Footstats, foram 17 finalizações contra cinco do time gaúcho.

* O pior do sorteio de árbitros, essa excrescência do Estatuto do Torcedor, é o azar de sobrar na bolinha um mau árbitro como Antonio Hora Filho. Não havia melhor, mesmo com o sorteio?

* Como subiu Magrão, aos 4min, no belo gol de cabeça (o segundo do Inter pelo alto)! Mais mérito dele que demérito de Thiago Heleno. Sétimo gol colorado no BR-09, sétimo marcador diferente. Magrão também ajudou muito na pressão cruzeirense. Salvando várias bolas de cabeça. Mas recuperando menos bolas que Guiñazú, o maior ladrão do jogo.

* Não achei falta de Taison em Kleber, na origem, lá atrás, do gol gaúcho. Lance discutível. Como todo o clássico.

* Antonio Hora Filho matou uma bela vantagem ao marcar falta sobre Kléber, a 7min. Coisa de árbitro que não espera a conclusão do lance. Coisa de árbitro azarado, também.

* O que foi a entrada para saída de campo de Bolívar em Gerson Magrão, aos 15, depois de grande arrancada de Marquinhos Paraná? Lance para três cartões vermelhos e B.O. E apenas um amarelo do árbitro Antonio Hora Filho. Meu diabo… E já havia sido a segunda falta do lateral gaúcho.

* Aos 15, na confusão entre Kléber e Lauro, o árbitro mais “sacou” que viu o que de fato aconteceu – ele estava correndo para a posição onde seria batida a falta, mas o assistente estava bem posicionado. Na dúvida, Hora fez a média, expulsando os dois. Na hora, sem trocadilho, difícil determinar quem fez mais – ou menos. Lauro chutou Kleber e mereceu o vermelho. Depois do atacante empurrar Marcelo Cordeiro e, aparentemente, ter pisado no goleiro. Numa quizomba dessa, eu também teria feito média. Ou m…

* Na dúvida, o cruzeirense Kléber (o jogador que mais sofre faltas no BR-09) expia os pecados do mundo. É o custo-malefício da imagem que ele próprio criou. E não é difícil de sair da cabeça de rivais e árbitros.

* Ramires faz muita falta ao Cruzeiro. Wágner não atuou mal, não é isso. Mas a fluência do meio-campo não é a mesma. Por mais que se esforce Marquinhos Paraná (e como ele se esforça, e como corre, e como marca, e como joga!), o time ainda está acostumado ao já saudoso volante-meia. Bernardo ainda não parece pronto a assumir a bucha, por melhor que seja, e por mais diferenciado que realmente pinta ser. Pelo Footstats, ele foi quem mais finalizou, mais driblou, e mais apanhou no jogo.

* Andrezinho dá a impressão de jamais completar os lances. Mas, quase sempre, faz mais do que parece. Pode ser estranho, pode não ser elegante, mas ele pode. Tem se saído muito bem. Como todo o Inter, que arrancou empate na casa de forte rival, e sem Nilmar, D’Alessandro e Kléber.

* ANDRÉ ROCHA explica taticamente as equipes: o “Cruzeiro engessado em um 4-3-1-2 com três volantes, Wágner na ligação e Kléber e Wellington Paulista na frente; pelo Colorado, Tite reforçou a marcação com Andrezinho e Taison abertos pelos lados para acompanhar Jancarlos e Gerson Magrão. Muitas vezes, o Inter ficou disposto em campo num 4-1-4-1, com Sandro plantado à frente da zaga e Alecsandro isolado no ataque.”

* Com dez para cada lado, o Inter, que sacrificou Alecsandro para que Michel Alves entrasse no gol, avançou Taison e centralizou Andrezinho em um 4-3-1-1. Diante de um oponente muito recuado, Adilson Batista resolveu ousar e trocou Henrique por Bernardo, que foi jogar aberto pela direita, com Wágner no lado oposto e Wellington Paulista enfiado. A mexida não surtiu efeito e foi o time gaúcho que criou a melhor oportunidade, com Guiñazu roubando mais uma bola e tocando para Andrezinho, livre pela esquerda, bater para fora”.

* Adilson ousou e foi feliz com 1min34s do segundo tempo. Sacou Jancarlos, deslocou o múltiplo Marquinhos Paraná para a lateral, deixou apenas Fabrício de olho em Andrezinho, armou o jogo com dois meias, e atacou com dois homens. Um 4-1-2-2. Deu mais que certo logo na primeira chegada: bomba de Zé Carlos, rebote de Michel Alves, gol de Wellington Paulista. Porém, em impedimento.

* Danny Morais deu uma feia tesoura em Zé Carlos. Pelo conjunto da obra, o bom zagueiro colorado poderia ser expulso. Como muitos outros lances em que o árbitro deixou o pau comer para não se complicar ainda mais. Gerson Magrão, por exemplo, quase foi cortado por Bolívia, no lance já descrito. No segundo tempo, deu o revide, e, novamente, nada aconteceu. Foram 21 faltas coloradas, e 14 celestes. Culpa do árbitro permissivo. E, claro, dos atletas que poderiam esquecê-lo.

* Tite fez bem ao escalar mais um zagueiro como lateral. Bernardo vinha cavando a expulsão de Marcelo Cordeiro desde o início, como confessou à reportagem do Sportv. Com Danilo Silva, a marcação melhorou, a expulsão foi evitada. Mas o Inter se retraiu ainda mais.

* Eu não marcaria a falta de Fábio na dividida com Giuliano, aos 31. Para mim, lance de jogo. Saída forte do goleiro celeste, sim, mas na bola. No máximo, tiro livre indireto, por lance “perigoso”. E, se fosse marcada a falta, fora da área. Outro lance discutível, e difícil. Muito mais difícil para um fraco árbitro.

* Não foi aquele jogo. Não foi o que quase sempre é um Cruzeiro x Internacional, sobretudo depois do 5 x 4 pela Libertadores-76. Mas é bom parar de lamentar a lamentável atuação da arbitragem para focar no que ainda podem fazer as equipes no BR-09.

FLUMINENSE 1 X 0 BOTAFOGO

* Fred e Leandro Amaral podem atuar juntos no Flu. Não podem atuar – nem aturar – são tantos jogadores meia-bola num clássico morno e fraco como o de domingo.

* O Tricolor mereceu a vitória contra um preocupante Botafogo. Mas um clássico frágil tecnicamente não merecia um gol tão bonito quanto o de Fred, bem armado por Leandro Amaral.

* Taticamente, Ney Franco mandou bem ao abafar a saída de jogo do Flu, obrigando o time de Parreira a rifar a bola. Mais que isso não poderia fazer com elenco fragilizado como o alvinegro.

* Parreira; se você apostou em Ronaldo e Adriano (em detrimento a Robinho), por que não tentar Leandro Amaral e Fred? O primeiro sai mais, sabe jogar fora da área. O goleador, nem tanto. E não precisa.

* Lúcio Flávio conhece o Fogão. Mas ficou quase um semestre sem jogar – e, quando atuou, não foi bem pelo Santos. Demora a voltar ao ritmo. Ainda mais num time bem acostumado a Maicosuel, com outra dinâmica.

GOIÁS 2 X 2 BARUERI

* No contragolpe, puxado pelo ótimo Fernandinho, o time paulista poderia ter saído com grande vitória do Serra Dourada. Teve mais oportunidades ( 8 x 7) que o rival que novamente rateou atrás.

* Fernandinho ainda não consegue jogar bem os 90 minutos. Perde o gás fácil. Mas o meia também tira o fôlego dos rivais, como cansou rápido o improvisado Fábio Bahia.

* Mais um jogo de muitas chances de gol, não necessariamente de grande qualidade técnica.

Tags:

  • LUIS CLAUDIO

    Foi o unico placar que eu acertei até agora!

  • LUIS CLAUDIO

    eu gostaria de saber por que os jogadores do flamengo são tão desmotivados? rapaz os caras jogam aos trancos são todos um bando de cansados, por que isso acontece seu Mauro Beting?

  • Nilmar

    Luis Claudio,

    Nao sou o Mauro, mas a resposta é óbvia: ninguém trabalha de graça.

  • Felipe Marçal Repolês

    Juiz péssimo o do jogo do Cruzeiro contra o Internacional… Infelizmente o jogo poderia ter sido bem melhor se o juiz não avacalhasse. Vários foram os lances que jogadores do Inter poderiam ter sido expulsos. O Índio deu um soco na cara do Kléber e outro no Zé Carlos, o cara é completamente louco! Na minha opinião o Kléber não deveria ter sido expulso… Aliás o Kléber vem apanhando constantemente, com soco na cara, chutes, e uma violência sem tamanho, e isso já vem acontecendo a muito tempo e os juízes não fazem nada!!!!!!!!! ABSURDO!

  • http://www.casadeespelho.blogspot.com Matheus

    Poderia ser um jogo infinitamente melhor – talvez, o melhor do campeonato – não fosse a horrível atuação do seu Antônio Hora Filho. Antes de o árbitro perder completamente o controle do jogo, ele já tinha deixado de marcar uma falta clara no Kléber assim como faltas no Inter. Quis dar uma de Vuaden e acabou se complicando.

    O Inter abriu placar em falha da defesa do Cruzeiro, e méritos de Magrão que subiu muito.

    No momento crucial da partida, o Bolívar deu uma entrada de carniceiro no joelho do Gérson Magrão. Lance para expulsão direta, mas o seu Antônio Hora Filho só deu amarelo. Se ele expulsa ali, dificilmente aconteceria a confusão que aconteceu na área. Kleber empurrou seu marcador e Lauro lhe deu um chute. Os dois foram bem expulsos.

    A partir daí, se deu bem quem teve mais cabeça fria, que foi o Inter. Como é comum aos adversários do Cruzeiro, nego descendo o sarrafo e o Cruzeiro se descontrolando. Wellington Paulista não sabe que futebol se joga em pé, acha que está no Botafogo e só quer saber de chorar.

    O Cruzeiro fez um gol logo no começo do segundo tempo. Até achei que a virada viria, mas o Inter foi aguerrido e se segurou bem. O Inter assustava nos contra-ataques e num lance discutível, teria ocorrido falta na entrada da área em cima do Giuliano. Se marcado, seria para expulsão do goleiro Fábio.

    Enfim, não fosse o péssimo juiz – que nem correr conseguia – o jogo teria sido bem melhor. Foi um resultado justo e eu, particularmente, fiquei satisfeito com o Cruzeiro, principalmente com a volta do Wágner e com as mexidas do Adílson. Bernardo no lugar de Henrique, Zé Carlos no lugar de Jeancarlos (mexida ousada) com o Paraná – craque! – deslocado pra lateral direita. Depois, Wágner cansou e Elicarlos teve que entrar. Tinha o Dudu no banco, mas talvez não fosse jogo pra ele, pois o Inter levava perigo no contra-ataque e um empate, ainda que é casa, contra o Inter, nas condições desse jogo não foi um mau resultado.

    Grande abraço, Mauro!

  • http://bloguedotimao.wordpress.com/ Álvaro

    Onde arrumaram esse juiz de Cruz x Inter??

  • Jonas Friedrich

    Absurdoo o jogo do inter e cruzeiro, juiz conseguiu equilibrar o jogo para o cruzeiro. O um dos jogos mais robados do inter essa temporada. Absurdo, existem comentaristas que são maldosos, e mascaram que o jogo foi roubado para o inter, isso é mentira. Este tipo de jogo é colocado para este horário para o juiz poder ´operar´ bastante o jogo. Não fosse a arbitragem, o inter teria vencido.
    Mauro Beting é um comentarista que tem critérios e não se deixa levar pela opinião de outros. Espero um grande comentário.
    Abraços.

  • Guilherme

    O Fluminense jogou mal. Mas tudo bem, o Botafogo também jogou mal. O jogo em si foi mal. E aí ganhou quem tinha os melhores jogadores. Uma vitória no finzinho, com um golaço de um dos poucos craques em campo – acho que eram só o Fred e o Conca, agora que o Maicosuel foi comer chucrute. Mas não interessa, bem ou mal são três pontos e uma sétima colocação!

  • marlene

    Lamentável, injusta e ridícula a expulsão do kléber. até quando isso? até qdo ele for mais um jogador ir embora do pais? porque nao da pra jogar no brasil com essa arbitragem mediocra.

  • Mario Corá (Santo André – SP)

    Mauro, será mesmo que o culpado do jogo mequetrefe entre Cruzeiro e Internacional é apenas o juiz, ou o fato de as duas estrelas das companhias estarem em outro “circo” não tem nada a ver com isso?

    (Por falar em mequetrefe, e o nosso México, hein?)

    Abraço.

  • Ruben Pereira

    Mauro

    Observa o gol do Cruzeiro, o Wellington Paulista esta em impedimento, ninguem comentou este fato, tiraram 02(dois) pontos do Inter.

  • Mateus

    Infelizmente puseram um árbitro muito menor do que o confronto entre os dois melhores times do Brasil. Contudo, os erros ocorreram para os dois lados, sendo fraco diante da indisciplina de alguns jogadores do inter, permissivo quanto as reclamações dos cruzeirens e cometido erros técnicos como no lance capital em que o Fábio pegou bola, Giuliano, grama e tudo mais que viu pela frente, ou seja, um caos total.
    Embora o inter tenha tido as melhores chances de gol tomou uma pressão imensa do cruzeiro, desnecessariamente, graças ao tite que vem armando mal o time para os jogos fora de casa.
    Deixa de ser retranqueiro tite!!! O cruzeiro teve um atacante expulso e ele tirou o Alecsandro para por o Michel Alves. É muita falta de ambição, armar o time para conquistar apenas um empate, mesmo diante do forte cruzeiro. Ele vem cometendo o mesmo erro nos jogos fora de casa contra flamengo, coritiba e agora contra o cruzeiro, motivo de preocupação para nós colorados na final da Copa do Brasil.
    Ainda bem que temos uma defesa consistente e um monstro chamado Guiñazu, que parece que finalmente vem sendo reconhecido pela mídia do centro do país, esqueçam Nilmar, D’alessandro…Nosso melhor e mais regular jogador se chama GUIÑAZU!

  • Trapizomba

    Oh Mauro, da’ uma grana pro Matheus, o cara fez o teu trabalho. No seu blog, esperamos ler a sua opiniao. Obrigado Matheus por ter feito a coluna de hoje. Abs

  • Pedro Dockhorn

    Sem comentários ao Juíz e ao Bolívar, entrada maldosa, poderia ter quebrado o gérson magrão. E tá complicado o cruzeiro jogar assim. O time do cruzeiro é mais leve e rápido, bonito de ver jogar e os times entram para parar com falta e os juízes não estão fazendo nada. Aí o futebol acaba mesmo.

  • Tiago
  • Paulo

    Para Jonas Friedrich

    Você é louco, cego, ou apenas deseja insanamente influenciar a opinião do Mauro e demais leitores nessa estapafurdia visão de que o Inter foi prejudicado?

    O maldito do Antonio Hora atrapalhou o Cruzeiro todo o tempo, virando faltas, deixando de dar, o que acaba por aumentar a tormenta emocional do time. O Inter tem uma grande equipe, poderia ter vencido o Cruzeiro em condições normais sim, claro. Mas, que este jogo foi incrivelmente maliciado pelo juiz, onerando o Cruzeiro, isso foi visto por todos.

  • Renato Salles

    Esse tal de Kleber deveria ser impedido de jogar futebol, esse cara é cara- de-pau, nas imagens em camara lenta do lance da espulsão da para ver claramente que alem de dar um empurrãozinho no beque do Inter, ou melhor um chega pra lá, e depois ele dá um pisão no pe esquerdo do Lauro, ou seja houve agressão de ambos, mas quem começa a confusão é o tal de Kleber.
    Este tipo de jogador deveria ser banido do futebol, ele é marginal e não jogador de futebol.

  • Cristiano

    Agora no lugar certo.
    Sobre Cruzeiro X Inter: Kléber empurra um zagueiro, pisa no pé do goleiro, e quando vem o revide, se atira ao chão, escandalosamente. Reclamar da “perseguição” da arbitragem depois mascara muitas coisas… E o Wellington Paulista segue a escola Botafoguense, não nega as origens: ô chorão xarope ! Atacante que tem medo de zagueiro tem que mudar de profissão. Vai jogar vôlei, Wellington.
    E sim, ô juizinho ruim. Para os dois lados. Todo mundo bateu, mas o Cruzeiro reclamou bem mais. Justificou a falta de opções ofensivas como culpa da arbitragem. Culpa do seu atacante irresponsável e “gladiador”.
    Ainda sobre o juiz, se é pra falar do que ele não marcou a favor do Cruzeiro, que se fale do que ele não marcou a favor do Inter: uma falta clara e passível de expulsão do goleiro Fábio em Giuliano, e o mais importante, O GOL EM IMPEDIMENTO DO CHORÃO PAULISTA !!!
    Na hora, fiquei com a impressão, depois revi o lance em câmera aberta e confirmei a suspeita. Gol claramente irregular. Menos para o bandeira.
    Mas o chororô é livre, né não ?

  • Thiago – Campeão do Mundo FIFA 2006

    O Inter jogou muito bem ontem e merecia ter vencido, pois foi ousado e organizado, bem diferente dos últimos jogos.

    No jogo de ontem, o juiz foi um fiasco, muito fraco, prejudicou o Inter, não somente porque deixou de marcar falta do goleiro Fábio sobre o Giuliano, mas, principalmente, por ter validado gol do Cruzeiro em completo IMPEDIMENTO, visto que quando o Zé Carlos chuta, o Welington Paulista está impedido e faz o gol após rebote.

    Uma vergonha! Os jogadores “cai-cai” do Cruzeiro só se atiravam e o juiz marcava todas as faltas próximas à área. O Taison foi caçado o jogo todo e o juiz omisso deixou solta a pancadaria sobre o guri. No último lance do jogo então, foi uma palhaçada, pois o Taison tocou a bola na frente e iria sozinho pro gol, mas o brucutu zagueiro do Cruzeiro deu uma voadora no Taison, já que era o último jogador de linha Cruzeiro. O Juiz, incrivelmente, só deu amarelo.

  • Alencar

    Mauro, mostrou no tira-teima ontem. Wellington Paulista impedido no gol de empate. Inter prejudicado.

  • Silvio

    Olá Mauro.No jogo de ontem, se fosse um ”árbitro” de primeira linha,
    o internacional ficaria com 8 no primeiro tempo, e sete no segundo.
    Uma vergonha, um time bom tecnicamente bater tanto como bateram.
    O lance do Bolivar é um crime, em 15 minutos de jogo o inter teria que estar com 9 em campo.Operaram o Cruzeiro como vem acontecendo
    nas últimas rodadas do Brasileiro e Libertadores.

  • Samuel

    Tem gente que é cara de pau ou doente mesmo….
    Dizer que o Cruzeiro foi prejudicado é uma piada… só pra deixar claro, quando estavam 11 x 11, o Inter é que estava ganhando e tendo as maiores oportunidades.
    Existiram quatro lances capitais da arbitragem: 1 – a falta do Bolivar em cima do Gerson Magrão, deveria ter sido expulso; 2 – a voadora do Gerson Magrão no segundo tempo, deveria ter sido expulso; 3 – o gol do Cruzeiro foi irregular; 4 – a falta do Fabio sobre o Giuliano no fim do jogo tinha que mandar o galeiro pra cadeia; Ou seja, são 3 lances contra o Inter e um contra o Cruzeiro, quem roubou quem???
    E não venham me falar da expulsão do Kleber pq esse cara é um bandido e tinha que entrar todo jogo com um cartão amarelo automático já.

    DÁ-LHE INTER !!! NÃO VEJO NINGUÉM NA NOSSA FRENTE !!!
    100 ANOS NA PRIMEIRA DIVISÃO !!! SEM ADVERSÁRIOS EM 2009 !!!

  • renato berllini

    o jogo não foi de encher os olhos mas poderia ter sido uma grande partida se tivesse um juiz em campo , esse cara é ridiculo , e despreparado, o jogador do inter ,quase quebra o gersom magrao ao meio , é dificil a arbitragem de novo,e de novo e de novo, fazendo o campeonato ,

  • Fernando Heleno

    Acompanhei o jogo e vi que, desde o primeiro minuto, este juiz estava claramente tendendo a favorecer o Inter, não marcando faltas claras a favor do Cruzeiro no ataque. Numa dessas, saiu o primeiro gol gaúcho, quando o Kleber foi escandalosamente empurrado e ele não marcou. Depois, foi essa palhaçada com o Lauro e o Kleber, inversões de faltas e as não-expulsões de Bolivar e Sandro. Agora, fica difícil dizermos que o juiz foi comprado, foi orientado a facilitar as coisas para o Inter, ou se o cara tem uma preferência clubística pelo Inter ou uma birra qualquer contra o Cruzeiro. Mas a verdade é que esse juíz não tem condições técnicas de apitar sequer partidas do campeonato sergipano, quanto mais uma partida entre dois favorítos ao título brasileiro. É até provável que seja suspenso, mas vai ser mais um que ficará alguns dias de férias e voltará para fazer lambanças a torto e a direito no restante do campeonato.

  • Fernando Heleno

    O mais engraçado é a gauchada querendo invertar a situação de extremamente ajudados pelo juizão da Hora, para a de prejudicados. Tenham a santa paciência. O Brasil inteiro viu quem foi o prejudicado nessa história, e não vai ser o comentário de uma meia dúzia de insanos que vai mudar a situação. Que este juizeco que operou a favor do Inter pegue um gancho que não se esqueça tão cedo.

  • Alberth

    Internacional…venho acompanhando os comentaristas esportivos em geral, afirmarem q o inter é o melhor time do brasil…haha brincadeira, o q vi no jogo de ontem foi um time covarde q confundiu o mineirão com uma arena, os cara só sabem bater, futebol eles num jogaram só se retrancaram e meteram a porrada. Sou totalmente contra a violencia, porém ao ver o Kleber sendo cassado em campo fiquei indgnado, quanto ao arbitro nem vo dizer nada, num é de hj q prejudicam o cruzeiro, semana passada foi a mesma coisa. Bom vo resumi o q o Kleber tento dizer semana passada…enquanto ele apanha como condenado na frente a defesa do cruzeiro passa a mão na cabeça dos atacantes adversarios, sou contra violencia mas como os arbitros estão tampando os olhos com a mão a defesa do cruzeiro deve fazer a mesma coisa q eles estão fazendo com o Kleber, senta a borracha nos cara tbem pois é assim q vi ontem o inter jogar e ouvi os comentaristas dizerem q o inter foi melhor. Melhor no q, no jogo ou na porrada.

  • Thiago – Campeão do Mundo FIFA 2006

    Kléber é um marginal, um bandido que se faz de vítima!

    Olhem o lance da expulsão no site da ESPN, fica nítido que o Kléber dá um empurrão no Marcelo e depois dá um pisão no pé do Lauro, que o chuta.

    E O GOL DO CRUZEIRO EM IMPEDIMENTO?

    POR QUE O JUIZ DEIXOU DE EXPULSAR O ZAGUEIRO DO CRUZEIRO NUMA VOADORA SOBRE O TAISON QUE IRIA, COM BOLA DOMINADA, SOZINHO EM DIREÇÃO AO GOL CRIZEIRENSE?

  • alberto goncalves

    Olha as expulsoes de cru x inter foram justas,kleber empurrou m.cordeiro e pisou no lauro,lauro chutou kleber.gol do cruzeiro em impedimento,penalty do fabio no giuliano nao marcado.no minimo falta.
    O kleber que pare de reclamar pois deveria estar lutando jiujitsu.

    Alberto

  • leo

    parabens pelo excelente comentário do jogo cruzeiro e inter, do arbitro não vou falar nada, sou cruzeirense e acho que precisamos de um atacante veloz e habilidoso, pois em alguns lances e necessário ter um jogador assim para que em um jogo como esse que o inter estava todo fechado e muito bem armado pelo Tite ele em um lance isolado possa fazer a diferença.
    No mais parabéns pelo comentário.

  • Rodrigo

    Quero só ve o bota teima dessa rodada, já q o palmeiras foi ajudado pela arbitragem!!!

  • Fernando Heleno

    Tenho de me desculpar com os gauchos, pelo menos neste lance do Kleber. A tv Alterosa tem as imagens do que realmente aconteceu no lance, e não fica dúvidas que o Kleber agrediu primeiro o Lauro. Veja no link: http://www.superesportes.com.br/ed_esportes/003/ Acho que ele teve uma recaída.

  • Rodolfo

    HAHA… olha o Inter aí ganhando no apito
    (ou melhor, não perdendo em virtude do apito..) Joga mais bola e para de reclamar…

  • renato

    o Kleber santinho não fez nada???!!! Olhem esse video aqui, de dois ângulos distinto, se vê que ele pisa no pé do Lauro provocando o goleiro:

    http://www.superesportes.com.br/ed_esportes/003/

  • Jorge

    O Inter vem sendo protegido pelas arbitragens e não é de hoje. O esquema é, sentar a bota no meio e na zaga, contar com a benevolência dos de preto, e correria de dois no ataque. Ai que saudades dos jogos do Barcelona. Agora só em setembro.

  • Jovaneli

    Mil vezes a expulsão de Bolívar pela entrada cavalar a expulsão de Lauro e Kléber. Daria amarelo para os dois, mandaria pararem de palhaçada e começar a jogar bola. Decisão política? Pode ser. Mas não gosto muito dessa história de expulsar jogador por qualquer bobagem. Deu um chutinho na canela? Amarelo. Empurrou? Amarelo. Deu voadora para quebrar a perna do companheiro? Vermelho e três meses fora do futebol para esfriar a cabeça quente e oca.

  • Lets

    Se o Inter na primeira partida contra o Corinthias entrar com esse time de Boxe Tailandês pode ter certeza que não vai ter juiz lá do escambau para ser conivente que essa pancadaria ainda mais contra o “curintias”, pode ter certeza que vai terminar com 9 ou 8 jogadores.

  • Paulo

    No Brasil da década de 70, em pleno período de Ditadura Militar, Juca Kfouri, então jovem e ousado jornalista da Revista Placar, investigou e denunciou a Máfia da Loteria Esportiva, que agia nos bastidores dos jogos de futebol da época e indicava determinados árbitros para o comando de certas partidas. O que transparecia, era a manipulação de resultados, armação que possibilitava a grupos restritos, conhecer antes, quem viria a ganhar os jogos. Os anos passaram e eu entendo que os bons profissionais como você Marcelo Damato, sempre cuidaram de vender os aspectos positivos e fundamentais da paixão chamada futebol em nosso país. Quem promove o jogo como os integrantes da crônica esportiva nacional não pode e nem deve perder tempo para especular em cima de Teorias de Conspiração promovidas pelos torcedores. O fato é que o bom jogo não pode ser desvinculado de uma boa arbitragem. Sempre ouvi, que o árbitro correto, que trabalha bem, é aquele que passa despercebido pelo torcedor e pelo analista. Infelizmente, nos útimos dez, quinze, vinte anos ou mais, não é isso que temos visto em todas as disputas. Vemos juizes que ameaçam técnicos, jogadores etc; que utilizam mal os cartões e que estão mal preparados para seguir o ritmo das partidas. É claro que são seres humanos passíveis de erro, que a televisão exibe suas falhas de maneira implacável, mas também é verdade que por trás dos erros de arbitragem pode se esconder a má fé e a índole dolosa e intencional de se prejudicar alguém em detrimento da saúde do esporte. Dentro deste cenário, a manipulação é possível sim. Ela assusta e ao mesmo tempo entristece quem ama o esporte futebol desde os tempos de moleque. Como os árbitros são pifiamente remunerados fica a impressão de que são corrompíveis pelo poder financeiro das equipes com mais dinheiro e estrutura. Nesta prática, alguém é sempre “bobo de alguém”. Notaram que o resultado “zebra” que antes exibia e materializava parte da magia do futebol, atualmente tornou-se mais raro?

  • Luis

    É bom parar de lamentar a arbitragem Mauro????Que isso, esse negócio esta vergonhoso, estive no Mineirão no jogo Cruzeiro x São Paulo pela Libertadores, oque o Kléber apanhou foi brincadeira e todos achavam que essa história de rodízios de faltas não existia, ai veio o jogo da Tv, São Paulo 3 x 0 Cruzeiro, claro que o Cruzeiro perdeu por sua própria incompetência, mas só o Kléber levou 15 faltas e muitas delas desleais e ontem então, vergonhosa.. A entrada no Magrão????Oque foi aquilo e o Kléber, esse ano o cara está andando na linha e mesmo assim caçam ele, estamos perdendo nossos craques não só para os milhões da Europa e sim também por essas trapalhadas da Arbitragem e da Cbf, como um cara do nível dele vai querer continuar a jogar aqui, se bobear daqui há algum tempo jogando aqui, ele pode virar um “Van Basten” que tanto apanhou que nem uma partida de despedida pode fazer, não são apenas os jogadores que estão perdendo a motivação pelo futebol brasileiro, mas os torcedores(eu ) também….
    Mas com certeza se você uma equipe Paulista ou Carioca.

    LUIS, não falei de parar de lamentar a arbitragem. Onde está isso?

  • Luis

    É bom parar de lamentar a arbitragem Mauro????Que isso, esse negócio esta vergonhoso, estive no Mineirão no jogo Cruzeiro x São Paulo pela Libertadores, oque o Kléber apanhou foi brincadeira e todos achavam que essa história de rodízios de faltas não existia, ai veio o jogo da Tv, São Paulo 3 x 0 Cruzeiro, claro que o Cruzeiro perdeu por sua própria incompetência, mas só o Kléber levou 15 faltas e muitas delas desleais e ontem então, vergonhosa.. A entrada no Magrão????Oque foi aquilo e o Kléber, esse ano o cara está andando na linha e mesmo assim caçam ele, estamos perdendo nossos craques não só para os milhões da Europa e sim também por essas trapalhadas da Arbitragem e da Cbf, como um cara do nível dele vai querer continuar a jogar aqui, se bobear daqui há algum tempo jogando aqui, ele pode virar um “Van Basten” que tanto apanhou que nem uma partida de despedida pode fazer, não são apenas os jogadores que estão perdendo a motivação pelo futebol brasileiro, mas os torcedores(eu ) também….
    Mas com certeza se fosse uma equipe Paulista ou Carioca…

  • Bruno

    EXTRA- EXTRA KLEBÉR COTOVELO FOI EXPULSO!!!!!!

  • Mário Penna

    Paulo, você veio puxar-saco no lugar errado. Esse blog é o do Mauro.

  • PJ

    Os engraçadinhos que ficam nessa de chamar reclamação de “escola botafoguense de choro”, tem que enfiar a língua no C* e ficar quieto porque os que estão chorando são vcs ou por causa do gol impedido ou porque algum jogador que vcs acham que deveria ser expulso não o foi.
    Ou seja: diexem de ser uma cambada de idiotas e vejam as coisas como realmente são. Não se esqueçam: virão a reclamar um dia por alguma coisa (com ou sem razão) e não irão gostar de que chamem seu protesto de choro… SAN.

  • Franck

    Querido Mauro,
    Em lances realmente perigosos, o Internacional foi muito melhor que o Cruzeiro – que teve posse de bola, mas sem efetividade.
    Abs,

  • Fábio Mota

    Assim é fácil!!!!
    Todos os lances do Cruzeiro são faltas de jogo. Os lances do Inter são coisas dos “marginais”, bobos, feios e sanguinários colorados.
    Ninguém fala que o Taison tomou porrada do zagueiro do Cruzeiro, ninguém fala que o Zé Carlos se atirou no Michel Alves, que o Kléber deu um pissão no Lauro, que o Wellington Paulista jogou com os joelhos dobrados e se atirou em todo lance.

  • Renato Faria

    Esse time do Inter, sem Nilmar e D’alessandro é muito butineiro… o juiz do jogo de domingo er ahorrível. Se razoável fosse, o Inter não terminaria o jogo com mais de 8 jogadores… o time violento. E ainda vem uns malucos dizerem que o Inter foi roubado… certamente assistiram apenas aos melhores momentos e comentam em cima de lances isolados… O árbitro “amarrou” o Cruzeiro, embora o time também não tenha feito uma grande partida, isso é verdade. No mais, Gerais…

  • elton

    quem? kleber? por favor