Galo! Sport! Avaí 0 x 0 São Paulo

por Mauro Beting em 07.jun.2009 às 18:39h

SPORT 4 X 2 FLAMENGO

* Coisa de louco. Em 9min35, 2 x 0 Flamengo. Com direito a golaço de Emerson, em lindo ataque carioca iniciado por falha de Sandro Goiano, e mais um de oportunismo de Emerson; em 9min, dos 24 aos 34, 4 x 2 Sport, com três de Weldon, um de Durval, e falhas anormais do regularíssimo Angelim, e um erro usual do irregular Bruno.

* É… Dois a zero é um placar perigoso… Desisto de entender… Aos 12, a imensa torcida do Flamengo começou a gritar olé depois de bonito drible de Toró. Era o retrato exato do jogo. Embora faltasse muito tempo, a Ilha continuasse acesa, era difícil imaginar tudo que viria. Em apenas dez minutos. E, aos 14, Emerson só não fez três porque Magrão não deixou. Em nova falha de Sandro Goiano.

*Aos 22, Juliano (que entrou no lugar do machucado Igor…) errou passe no meio-campo. A Ilha tremeu em vaias. Parecia tudo perdido… Quem é que pode entender o futebol? Eu, que nunca soube, desisto.

* 25m56s – Durval, de cabeça, sozinho, depois da saída em falso de Bruno;

* 27m09s – Weldon, sozinho, depois de falha feia de Angelim.

* 30n13s – Weldon, de novo no segundo pau, de novo de cruzamento pela direita. Se não faz o gol, era pênalti de Aírton, que puxou a camisa do iluminado atacante

* 34min02 – Weldon, de novo, de canhota, cruzado, um golaço, em belo lance de Ciro sobre Angelim

* Em 9min06s, quatro gols do Sport!

* Caráter de um homem. Mesmo atuando discutivelmente na sobra da zaga, Angelim assumiu mais que o erro do segundo gol. Quem tem moral para tanto?

* Sandro Goiano quase faz um gol de Pelé – ou nem de Pelé. Bruno, que não vinha bem, fez uma defesa de goleiro do Flamengo. Um lance para guardar, aos 33, de um jogo impressionante.

* Magrão não merecia perder o jogo 200 pelo Sport. Um goleiro que mereceria mais manchetes se atuasse nos centros de maior mídia e ainda maior média.

MELHOR ESCREVE ANDRÉ ROCHA http://blogs.abril.com.br/futebolearte

Parece pretensioso tentar explicar uma partida que teve um primeiro tempo inusitado, beirando a insanidade, no qual o Flamengo abriu 2 a 0 em nove minutos e sofreu quatro gols do Sport dos 28 aos 34. Mas o jogo na Ilha do Retiro não obedeceu apenas às sístoles e diástoles anímicas das equipes nem deve ter sua análise reduzida à inacreditável eficiência dos ataques nas conclusões em gramado tão irregular (seis gols marcados em oito chances claras).

Os problemas de posicionamento das defesas, além das falhas individuais, também contribuíram para a facilidade com que os atacantes surgiram à frente dos goleiros. A começar pelo time pernambucano, que escalou Igor visivelmente sem condições físicas e, talvez por isso, posicionado na sobra, com César Lucena pela direita e Durval pela esquerda. Acostumado a “caçar” os atacantes e até quebrar um galho como lateral-direito, Igor avançava e deixava a zaga sem cobertura. Para complicar, Leão fixou apenas Sandro Goiano à frente da retaguarda e liberou Fumagalli e Luciano Henrique como meias, abrindo uma cratera na própria intermediária.

Totalmente exposto atrás e um pouco desligado, o Leão assistiu ao toque de bola dos visitantes e a movimentação de Emerson nos generosos espaços deixados pelos oponentes. Assim saiu o primeiro gol aos cinco minutos, em bela combinação pelo meio com direito a toque de calcanhar de Adriano e assistência de Léo Moura. O segundo, marcado quatro minutos depois, foi de sorte e oportunismo do camisa 11 do Fla após cobrança de escanteio. O terceiro, não fosse a fundamental intervenção de Magrão, que completou 200 jogos pelo clube, teria saído aos 14 em nova jogada de Emerson.

Igor sentiu a lesão na coxa direita e saiu para a entrada de Juliano. César voltou para a sobra e a zaga voltou ao posicionamento costumeiro. A mudança na “cozinha” inexplicavelmente passou para o outro lado. Aos 20, Aírton, que vinha atuando na sobra desde a saída de Fábio Luciano e continuou mais plantado mesmo com a entrada de Welinton, passou para o lado esquerdo da defesa e Angelim foi para o centro.

É óbvio que houve acomodação dos visitantes por conta da surpreendente facilidade com que a equipe se impôs no início e Bruno, mais uma vez, vacilou na saída do gol em cobrança de falta lateral e Durval aproveitou o cruzamento de Fumagalli, despertando um Leão ardomecido. Mas o que se viu depois do primeiro gol do Sport foi uma defesa mal posicionada e totalmente perdida, até pelo relaxamento dos volantes Willians e Toró no combate aos meias adversários e os buracos às costas de Léo Moura e Juan, que, indolentes, não voltavam com os alas Moacir e Dutra.

Na falha grotesca de Angelim após cruzamento da esquerda, gol de Wéldon; um minuto depois, amarelo para o mesmo Angelim, perdido na cobertura, por falta dura em Ciro. Em nova cobrança de Fumagalli, mais um cochilo da defesa. Juliano desviou e Wéldon virou a partida. Quatro minutos depois, Fumagalli tocou para Ciro, que fez bela jogada sobre o infeliz Angelim e tocou por cima de Welinton para Wéldon, destaque absoluto da partida, acertar um belo chute no ângulo de Bruno. 4 a 2. E Moacir ainda teria uma boa chance penetrando livre às costas de Aírton, mas acabou isolando. Quarenta e cinco minutos inacreditáveis.

Na segunda etapa, com a zaga do Flamengo reorganizada e os dois times menos bagunçados, houve uma partida normal e relativamente equilibrada dentro das propostas dos times. Igualdade também nas oportunidades de gol: três para cada lado. Pelo Fla, a melhor caiu no pé direito de Adriano que, livre dentro da área, acabou isolando. O Imperador foi prejudicado pela partida apagada de Ibson e dos alas durante a maior parte do jogo, mas poderia ter se doado um pouco mais.

E pelo Sport, Sandro Goiano protagonizou o lance mais espetacular, que fecharia da maneira mais improvável noventa minutos de futebol fora dos padrões: aos 33, o volante recuperou uma bola na sua intermediária, viu Bruno adiantado e tentou encobri-lo com um chute preciso, digno de Pelé, Maradona, Raí e Fred. Mas o goleiro se recuperou e salvou desviando o suficiente para impedir um gol antológico.

Luciano Henrique ainda acertou o travessão em cobrança de falta, mas o placar tinha que ser os 4 a 2 da primeira etapa que teve tudo de imponderável que o esporte bretão pode proporcionar, mas também muitos erros que ajudam a explicar uma partida que será difícil de apagar da lembrança dos rubro-negros do Rio e de Pernambuco.

ESCREVEU ANDRÉ ROCHA http://blogs.abril.com.br/futebolearte

ATLÉTICO-PR 0 X 4 ATLÉTICO-MG

* Somados os pontos do BR-08, quem ganhou mais que Celso Roth? Quem é mais cornetado que ele? E foi 4 a 0, na Arena. E com um time que arrancava para fora o coração do Galo… Quem explica?

* Em todos os quatro gols alvinegros, ao menos três dentro da área rubro-negra. Não é acaso o contragolpe mais ofensivo do BR-09. É um time que está marcando direitinho, e chegando com constância e categoria à frente. Teve ao menos oito chances de gol, contra nenhuma aguda do rival.

* O lateral Júnior na meia-esquerda, o volante Márcio Araújo adiantado na meia direita. É a sacada tática de Roth. Mas apenas isso não explica a grande campanha para elenco limitado. Há algo além.

* Abelha, ops, Aranha (este Mauro é mesmo um burro, ou uma anta…) parece ser o goleiro que o Atlético não tinha. Mas a linha de zaga ainda não é a melhor possível. Embora os laterais Carlos Alberto e Thiago Feltri estejam mostrando mais do que são capazes.

* Não havia mais como o treinador campeão brasileiro em 2001 seguir no Atlético. Mudar era necessário. Mas apenas isso não basta.

* Com 9 segundos, Márcio Azevedo escorregou e lançou bisonhamente a bola pela lateral. A crônica do fracasso parecia escrita.

* Marcinho perdeu a cabeça o pé no rival aos 32. Não havia como se recuperar. Mas havia como a torcida apoiar mais? Gritar “vergonha” vale. Mas aplaudir o olé e até mesmo o gol mineiro, aos 32? Não é exagero?

AVAÍ 0 X 0 SÃO PAULO

* Jogo parelho, jogo igual, de goleiros inspirados (Eduardo Martini e Denis), de treinadores capazes, e de mais um pênalti a discutir.

* Aos 27 do segundo tempo, Borges é seguro no momento de tentar a finalização. Para mim, pênalti não marcado para o São Paulo – que ainda não teve um pênalti a favor em 2009.

* Nem como volante pela direita rendeu Hernanes. A questão é técnica, mais que tática. E o 4-3-1-2 pode ser usado mais vezes com Marlos.

* Para um clube há 30 anos ausente da primeira divisão, a campanha é boa. Mas, com três pontos por vitória, tantos empates não importam ao Avaí.

* Jean Rolt não pode ser cornetado por apenas uma atuação. Também não pode ser elogiado sempre qualquer zagueiro que vem da Ponte Preta para o São Paulo.

* Muricy continua tateanto atrás de um time confiável. Como Luxemburgo, outro grande treinador no mercado, ainda não o encontrou.

* Gosto de jogador que quer jogar, sobretudo em dias de tantos chinelinhos. Mas uma coisa é querer jogo. Outra, confusão. Os atacantes são-paulinos precisam falar mais pela bola que pela boca.

Tags:

  • Rafael

    Mauro, que tal de Imperador é esse que a imprensa carioca tanto noticiou que iria visitar Recife nesse domingo?

    Se estavam se referindo a aquela leitoa gigante de camisa branca com número 27 nas costas… Não entendi porque chamam assim.

    O Adriano que eu conhecia parou de jogar depois da Copa de 2006.

    Não me iludo com esse placar de 4×2. Foi muito incomum.
    Tanto os pardais pretos saírem na frente com um 2×0 aqui, quanto o Weldon marcar 3 num jogo.
    Quem apostaria nisso?

    Mas acho sim que com muito trabalho e algumas contratações, o Leão pode fazer bonito mais uma vez nesse Nacional.

    Abraço

  • Fernando Brito

    Pênalti não marcado sobre o Borges hoje, Mauro! Vale o registro no bota-teima. De qualquer forma, o São Paulo não mereceu vencer. Os volantes marcaram mal, Hernanes esteve (novamente) irreconhecível e os atacantes desperdiçaram as chances criadas.

  • Paul

    Nesse jogo achei que todos os erros foram contra o sao paulo., O Gaciba cansou de matar o ataque sao paulino com faltas inexistentes. Nos 2 lances mostrados de tras, o Borges, faz o cercadinho com os braços, gesto feito por milhares de jogadores sem nunca se marcar falta (em nenhum momento ele segura, empurra ou puxa!). E a falta invertida qdo o hernanes tenta ir na bola e o jogador do avai se joga com a cabeça em cima dele?
    Muito pior acho é a bundada que alguns jogadores dão para proteger a bola. Isso devia ser falta!
    No mais, jogo morno, resultado normal para o que foi. Mas achei o sao paulo um tantinho superior se somar os 90minutos.

  • CARLOS ROBERTO SANTANGELO

    MAURO, COMENTE O PÊNALTI NO BORGES! O GACIBA QUERIA O QUÊ? QUE O “THOMAZ HELT” DE “O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA” CORTASSE O BORGES AO MEIO PARA DAR O PÊNALTI?

  • Victor Martins

    Só o Galo pode parar o Inter!!!

  • Rapha

    rapaz… a zaga do flamengo hoje ta com o que?
    todos os gols de Weldon a zaga deu de presente, e ainda bruno em dia de bruxas soltas….

    se o flamengo tivesse jogado melhor teria saido bem….

    no mais

    são paulo se briga por sulamericana ta de bom tamanho

  • http://sportrecife.blog-br.com/ Thales

    Campeão Brasileiro 4×2 Campeão da Copa União e ponto final.

  • http://www.futebolpitacos.blogspot.com Gustavo Román

    Fala Mauro.Que pane deu no meu mengão hoje hein.4 gols em 10 minutos.E 2 em falhas individuais grotescas.Tudo bem que o Bruno nós estamos acostumados a de vez em quando dar umas baianadas,mas o Angelin é um dos mais regulares jogadores do fla…
    Mas o que mais me revoltou hoje foi o Cuca.Na minha modesta opinião ele deu uma de professor Pardal hoje.Ao colocar o Wellington,ele mexeu no posicionamento do Williams,do Toró,do Airton e do próprio Aneglin que hoje não saiu tanto pro jogo pela esquerda como de costume.Não teria sido mais fácil e coerente ele ter substituido o Kleberson por um outro jogador de meio de campo(talvez o Fierro que tem mais ou menos a mesma dinamica do nosso pentacampeão).Afinal de contas com todas essas mudanças de posicionamento ele mexeu em praticamente todo o sistema defensivo(que mal ou bem estava ajustadinho ou “encaixado” como os professores gostam de dizer).
    Gostaria de saber sua opinião a respeito dessa mudança(pra mim infeliz)que ele fez…
    abraços e quinta estamos ai

  • Clecio Lima

    Manchete dos jornais daki de Recife amanha:

    ” Em terra de REI Durval, Imperador virá plebeu!!”

    Mauro Beting, vc é um dos únicos comentáristas que eu acompanho pois os outros são corneteiros. Continue sendo esse comentarista imparcial com o qual eu aprendo mais a cada dia.

  • http://www.ferreiraneto.com.br Custodio Neto

    Mario Betti (hehehehhe) Vossa Excelência escreveu: “No duelo dos Atléticos, 3 x 2 para o Furacão”.

    Que maravilha em Mauro!

    4×0 nem eu previa, Mas foi LINDO D+.

    Só o Galo pára o Inter. E vamo que vamo rumo a Dubai 2010.

    kkkkkkkkkkkkk

    Comemoremos enquanto é tempo.

    CUSTODIO, e eu fique me coçando para escrever 3 x 2 Galo. Mas achei que, sei lá, o Atlético-PR sairia dessa.
    e quem saiu foi o Geninho

  • Bidias

    Ae o torcida de time campeã do modulo amarelo (segunda divisão de 87) vai ter segundo jogo no maraca …vamos ver que é o melhor ….parece piada …tem 9 anos que o super-fla não perde para esse rubro -negro generico e os caras ficam se achando ….se liga ….. monte de babaca ….

  • Fábio Chamusca

    Mauro, tu podia ter censurado o tal do Bidias…Mas enfim…
    Teve garfo tricolor essa rodada não? Pelo que li nos comentários parece que o Gaciba até deu uma operada nos reis do apito? Foi isso mesmo? Ainda não chequei os lances dessa rodada…
    Bom… Se foi mesmo verdade que o tricolor paulistano foi prejudicado pelo apito, acho que amanhã vai chover cimitarra…. (risos)

  • Claudio Sacramento – Salvador/BA

    Resumo do jogo: sem comentários. Aliás, apenas um: É incrível como os jogadores do São Paulo não tem vontade de jogar. Ainda bem que não torço pra esse time

  • Luiz Paulo

    Ainda tem “cara de pau” falando que o São Paulo (Tricampeão Brasileiro) jogou melhor que o Avaí F. C., só quem esteve realmente no Estádio Aderbal Ramos da Silva (Ressacada) pode comentar sobre o jogo.. O Tricolor paulista teve mais chances claras de gol, porém quem atacou, chutou mais em gol, criou lances e anulou o meio de campo do tão temido time paulista foi o Avaí.
    Marquinhos, maestro, pé de anjo, dançou e deitou em cima do jogadores do São Paulo, deu até chapéu em Hernanes, que logo em seguida tomou um pontapé de Marlons pelo lance.
    Como catarinense e avaiano espero mais respeito tanto pela torcida adversária, bem como como da própria imprensa nacional, não somo um mero time e sim uma nação Azurra!!

  • Rodrigo

    O Sport deu a CAGADA DO SÉCULO! Nunca mais isso acontece! Gastaram toda a sorte (e mais um pouco) que faltou na Libertadores, contra o palmeiras. Mas contra o Flamengo é assim mesmo, sempre fazem o jogo da vida…

  • Vinicius

    Londrina, PR

    Depois não querem que os atacantes se joguem no chão fazendo birra. Se o Borges tivesse feito corpo mole como o Óxinto ou Ronaldo e desabado feito pamonha, quem sabe, talvez (talvez), o árbitro marcasse a falta dentro da área.

    A Arbitragem pode ajudar o SPFC de qualquer maneira, só não vale penalti. 247 dias sem penalti.

    Ah! Que papelão do Corintia. A Polícia Federal deveria ser mais criteriosa com o passaporte. Vão ter o visto negado muitas vezes até aprender a não fazer pixotada.

  • jose carlos andrade

    Mauro, não sei por que esse nosso título (reconhecido pela Fifa, pela torcida do fla, não nos interessa) de 1987 incomoda tanto o flamengo que se diz grande. Não temos culpa se a CBF nos mandou para o módulo amarelo, eram 32 da 1ª divisão, separaram 16 no verde e 16 no amarelo, inclusive injustamente o Guarani, vice campeão de 86 ( como era 2ª divisão com o vice da 1ª do ano anterior?), pois esses do amarelo não tinham a simpatia da emissora responsável e nem dos patrocinadores. Entendem, rapazeadas jovens que não sabem de nada e so vivem de ouvi dizer?
    PELO SPORT TUDO! RUMO AO BIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!

  • James ( Galo, até a última encarnação!)

    Mauro, sei que é muito cedo, mas se o Galo continuar nessa batida e tomar a ponta surpreende todo mundo, pois o Roth saberá o “caminho das pedras” dessa vez..

  • Rodrigo

    Outra partida ruim do SPFC. Antes faltava um meia. Chegou o Marlos, que ainda não é nenhum consagrado, mas certamente pode vir a ser. É um bom jogador e levo fé nele. Falando especificamente da partida de ontem, creio que o principal culpado pelo empate ruim para o Sampa foi o Muricy. O cara insiste com Hernanes e Richarlyson, que há tempos não jogam bola. O Richarlyson, diga-se de passagem, está fazendo hora extra no São Paulo. Demorou para ir embora. Ele deveria ter escalado o Eduardo Costa (nunca pensei que iria pedir esse cara no time!) na vaga do Hernanes e o Arouca no lugar do Richarlyson. Depois, troca o Marlos pelo tal do Wellington! É brincadeira! Pq não tirou o Hernanes ou o Richarlyson, que mais uma vez, não jogaram nada? O time do Muricy tem cadeiras cativas SIM!

    Sou muito grato a ele pelos 3 brasileiros que conquistou no SPFC. Mas desse jeito, vai acabar queimando seu trabalho.

    O SPFC provavelmente não tem o melhor elenco do campeonato. Mas certamente tem um elenco em condições de lutar pelo caneco. Basta o senhor Muricy parar com suas teimosias. Parece que o homem gosta de futebol ruim! E outra coisa: Borges e Washington juntos, não dá. Tem que ser Dagoberto e um dos dois – eu prefiro o Borges. É necessário um centroavante e um atacante móvel.

    Acho que infelizmente só teremos a mudanças radicais que o time precisa, se o Sampa for eleminado na Libertadores.

  • Eduardo C

    SPORT ESPETACULAR!!!
    SPORT, CAMPEÃO BRASILEIRO DE 1987 (de FATO e de DIREITO – A Justiça Federal também confirmou): 4
    FLAMENGO (4 títulos nacionais, mas o ÚNICO E VERDADEIRO DETENTOR DA TAÇA DAS BOLINHAS DE ISOPOR): 2.
    PELO SPORT TUDO!!!

  • Daniel

    Sei q ainda é cedo, mas gostaria de saber oq os milhares de jornalistas que colocaram o galo como candidato ao rebaixamento tem a dizer sobre esse inicio!!!

    No mais o se o galo conseguir mesmo embalar nesse inicio e a torcida comparecer em peso como tradicionalmente comparece o galo entra na briga pela libertadores!!!

  • RV

    Eu detesto o Flamengo pela palhaçada de 1987 que se alastra inutilmente até hoje, mas infelizmente tenho que reconhecer que o Sport é freguês daquele time desgraçado. Ontem pelo menos deu pra desentalar um pouco. O Sport não jogou bem no primeiro tempo, apesar dos quatro gols (três de falha tão grotesca da zaga quanto as falhas do Sport nos dois gols do Flamengo), mas dominou a segunda etapa.

    Gostaria também de salientar a incoerência de vários rubronegros cariocas por aí dizendo que o Sport é time pequeno. O pessoal acha que por sermos eliminados da Libertadores, voltamos ao status de “time pequeno.” Apesar dos cinco anos de penúria na segunda divisão no início da década, nunca fomos um time pequeno, tanto que em 1987 o “timaço” do Flamengo (além do Inter) fugiram da parada. E além do mais, saímos da Libertadores algumas semanas atrás por uma fatalidade (chama-se Marcos), mas isso não significa que de uma hora pra outra o elenco esqueceu de como jogar bola. Tivemos uma crise e um começo conturbado nesse Brasileirão, e nem vou dizer estamos livre dela ainda, porque ganhar desse time asqueroso que foi o Flamengo ontem não serve como parâmetro. Mas o Sport que vimos ontem é mais representativo do que é o clube do que o que fora apresentado nas quatro primeiras rodadas. Não vou me iludir e dizer que o Sport tá uma maravilha (longe disso!), mas acho que ao invés dos torcedores do Flamengo se preocuparem em menosprezar o Sport (que jogou bastante desfalcado, diga-se de passagem), seria mais produtivo se preocuparem com o Flamengo, porque se ele jogar a bolinha que jogou ontem, a Gávea vai pegar fogo. Saudações rubronegras!

  • gustavo de aguiar

    poxa mauro….
    admiro seu trabalho,mas colocar 3×2 para o atlético paranaense???
    td bem, o galo não é uma brastemp,mas…..
    dá uma moral aí cara. vc e o milton neves são os unicos do eixo rio-são paulo que falam bem do galo.
    mas tá valendo…..
    abraços à todos.
    galoooooooooo

  • Fernando Heleno

    Rsssssssss. Abelha foi legal, viu Mauro. Mas acho que você engoliu um sapo ou pegou um frango com esta aranha. Coisas do Galo.

  • Carlos

    Goleiro do galo é Abelha??????????

  • Dias

    Ô Mauro, Abelha Deu branco aí? É Aranha, rapaz… O cheio de braços, que ainda não tomou gol no Brasileirão!

  • http://www.ferreiraneto.com.br Custodio Neto

    Mauro, Mauro!

    Abelha? O goleiro que faltava? Então continua faltando! kkkkkkkk

    Grande Aranha!

    HAHAHAHAHAHAHA! eu não sei se sou um burro ou um jumento. ou apenas uma besta beting

  • Garcias

    Abelha foi f*** hein Mauro!!

    GARCIAS, é a idade do lobo… hahahahaha

    e uma homenagem a Abelha, ex-goleiro de Ferroviária e São Paulo.

    é o que esta anta – ou jumento – pode escrever.

  • marcelo rodrigues

    E o urubu????? Depenado para o desespero *global* E o Adriano?? Coitado tem mais é que ir pra favela se esconder,mas desta vez por vergonha!!!! Pobres flamenguistas,,se iludem com o alarde feito pela imprensa “plim plim” e depois sofrem com um time ridiculo!!!! kkkkkkkkkkk!!! Bruno seleçao??? so se for a dos bola mucha do fantastico!!!!To certo,ou to errado sr Mauro!!

  • Paul

    Mauro, o penalti em Borges eh mais pelo calço. Repare que na hora do chute ele é desestabilizado com uma quase rasteira.

    No mais, estas certissimo: “Os atacantes são-paulinos precisam falar mais pela bola que pela boca.”

    Principalmente o Washington Caneleria. O cara soh mata de canela!

  • jader pinto

    Mauro, o parreira não tem que ficar inventando, apenas pedir para que a diretoria do fluminense contrate dois laterais, um direito e um esquerdo e procurar um substituto para thiago Neves a altura, no mais é soltar o time para de ser retranqueiro, ( berna, lateral D, Cássio, luís alberto, Lateral E, Welington monteiro, tinga caso confirme, conca, thiago Neves, Leandro amaral e Fred. pronto este time treinado, tem chance de brigar peloo título, Maicon, Tartá, Ed Carlos, Alan, Diguinho, Mariano, Maurício, Fernando henrique serão substitutos imediatos, não tem que inventar mais nada é treinar o time com time grande, se impor dentro de campo e pronto.

  • jader pinto

    Mauro vai uma ai para a urubuzada da favela carioca é quea torcida tem uma nova versão para a pós chegada do imperador. o IMPERADOR FALTOOOOU, O IMPERADOR FALTOOOOOU, KKKKK