Coritiba 1 x 0 Internacional – 2 X 3 AGREGADO –

por Mauro Beting em 04.jun.2009 às 0:03h

* O Coritiba mostrou em 90 minutos que pode, que deve sair da rabeira do BR-09. Um pouco mais de qualidade na finalização, um pouco menos de qualidade defensiva colorada, teria saído do quente Couto com vitória histórica e heroica.

* Nos 180 minutos, classificação mais apertada que o esperado do badalado Inter. O que não tira os méritos da equipe e nem do tão criticado Tite. Se faltou um pouco mais de ousadia, não sobraram qualidades defensivas para resistir diante de inflamada torcida.

* Para guardar nos olhos a manifestação das duas torcidas no Couto, ao fim do jogo: a do Inter celebrando a classificação; a do Coxa, a redenção e o espírito guerreiro da equipe.

* O Inter ainda é o melhor time do Brasil. O que não significa dizer que não possa ser desbancado em duelo igual contra o Corinthians, e ainda distante de ser decidido. O que não o exime de ser criticado quando não atua bem – mais uma vez.

* Ainda assim, o Colorado tem se virado, tem se salvado, tem vencido com titulares ou não, jogando bem ou não. Até por não haver uma equipe no país que esteja jogando um futebol de alto nível.

* O pênalti pedido pelo Coritiba, aos 17, não aconteceu.

* MELHOR ESCREVE ANDRÉ ROCHA * http://blogs.abril.com.br/futebolearte

O Coritiba tem méritos pela luta, entrega e coragem de atacar apresentadas no Couto Pereira. Mas não fossem a cautela excessiva e a pouca inspiração do Internacional, que é mais time e teve o jogo à feição para os contragolpes, o confronto agregado poderia ter sido definido sem a tanta dramaticidade. No final, classificação justa pela grande vantagem técnica colorada. Mas é dever de Tite começar a pensar em um time mais ousado fora de Porto Alegre para a seqüência da temporada.

René Simões apostou tudo na marcação pressão e nas investidas pelo seu lado direito, com o rápido Márcio Gabriel em cima de Marcelo Cordeiro, que é bom no apoio, mas sempre hesitante no combate direto. Pelo setor também caíam Marcos Aurélio, Marcelinho Paraíba, Leandro Donizete e até Rodrigo Mancha no apoio. Com tantos adversários circulando por ali, Guiñazu ficou mais plantado, Taison recuou para fechar os espaços e até Sandro saiu do centro para dar uma ajuda.

Do lado oposto, Pedro Ken atuava como um ala/meia, apoiando por dentro com a bola e vigiando Magrão. Carlinhos Paraíba foi para à frente da defesa para marcar D’Alessandro. A estratégia não previa o apoio de Bolívar. Nas poucas vezes em que o zagueiro/lateral do Inter desceu, abriu-se um clarão do lado esquerdo da defesa do time paranaense. Ainda que Bolívar não seja um primor no apoio, era dever de Tite cobrar a sua projeção à frente, até porque o adversário pouco atacava pelo setor.

Com tanto espaço para atacar, o Coxa só não ameaçava mais porque esbarrava em suas próprias limitações. Márcio Gabriel chegava ao fundo com freqüência, mas não era preciso nos cruzamentos; Leandro Donizete, Carlinhos Paraíba e Pedro Ken dominavam os rebotes, mas chutavam torto. De oportunidades dignas de menção, apenas um chute de Marcelinho que Lauro espalmou esquisito aos dois minutos e bela tabela entre “os Paraíbas” que Carlinhos recebeu na entrada da área e bateu firme para grande defesa do goleiro colorado. Muito pouco para tamanho domínio.

Os donos da casa repetiram a estratégia do primeiro tempo e iniciaram a segunda etapa com a mesma marcação adiantada e agressiva. O time também estava melhor distribuído em campo. Marcos Aurélio abriu pela esquerda quase como um ponta e passou a fazer companhia a Ken. Porém o a equipe continuava com dificuldades para concluir. A rigor, apenas uma cabeçada de Pereira após cobrança de escanteio, mas a bola saiu torta.

A partir dos dez minutos, o Colorado passou a sair mais para o jogo. Tocando a bola, o time gaúcho criou ótima jogada aos 13 minutos, quando a troca de passes terminou no cruzamento de Guiñazu pela direita para Alecsandro acertar belo voleio, com a bola passando rente à trave de Vanderlei.

Com a saída de Carlinhos Paraíba, sentindo dores no ombro esquerdo desde o primeiro tempo, para a entrada de Renatinho, que foi jogar bem aberto pela esquerda, o Coritiba perdeu qualidade na saída de bola e passou a atacar na base do desespero, facilitando o trabalho do oponente. Depois de um chute perigoso de Márcio Gabriel em nova incursão pela direita em cima de Marcelo Cordeiro, a equipe se apagou. René ainda tentou uma substituição ousada ao trocar Ken por Ramon, ex-Grêmio, mas o problema estava no início das jogadas.

Com Giuliano na vaga de Taison, que saiu com dores na virilha, o Inter ganhou mobilidade e um pouco da velocidade perdida com a ausência de Nilmar. E teve a grande chance da partida aos 28: D’Alessandro acertou sua única enfiada de bola na partida para Giuliano, que ganhou de Leandro Donizete e, à frente de Vanderlei, tocou fraco para fora.

E o time apavorado e que não conseguia criar mais nada literalmente achou seu gol um minuto depois: Marcos Aurélio tocou para Marcelinho, que lançou Ariel. O atacante argentino, um dos piores em campo até então, girou rápido, surpreendendo Índio, e bateu forte e cruzado no canto de Lauro.

O estádio explodiu e o Coxa foi para cima. Com Rodrigo Heffner no lugar de Mancha, o time ficou ainda mais incisivo pela direita e Márcio Gabriel apareceu novamente ao bater cruzado com a bola passando em frente ao gol. O Inter respondeu com Giuliano lançando Alecsandro, que chutou em cima de Vanderlei. Na volta, Marcos Aurélio assustou Lauro com chute forte para fora.

Com a entrada de Glaydson no lugar de D’Alessandro, o Colorado abdicou do ataque de vez. E viu sua vaga mais do que ameaçada aos 38, quando Bolívar fez falta em Ariel, levou o segundo amarelo e acabou expulso. Com a entrada de Danilo Silva na vaga de Alecsandro, o Inter terminou a partida sem atacantes. A sorte colorada foi que o Coritiba mostrou alma e fibra, mas faltou técnica e o time não teve equilíbrio emocional e uma jogada tramada para achar o gol salvador. Com vantagem numérica e uma torcida em êxtase, o Coxa nada criou e perdeu a chance de alcançar classificação épica para a final da Copa do Brasil no ano em que o clube completa 100 anos. Ainda assim, mereceu os aplausos de sua torcida.

O outro centenário confirmou o favoritismo e está na decisão. Mas não com a autoridade esperada. Os resultados têm sido ótimos, mas o Inter tem bola e camisa para fazer mais e melhor, sem que seu torcedor sofra tanto como na gélida noite no sul do país.

* ESCREVEU ANDRÉ ROCHA * http://blogs.abril.com.br/futebolearte

Tags:

  • Léo

    Meteram a mão no meu verdão. Árbitro devidamente “preparado” pro jogo pelo sr. Tite.

  • http://www.globoesporte.com eric

    foto do onibus queimado da torcida do vasco…
    http://www.netvasco.com.br/news/noticias15/66365.shtml

    vê aí, mauro… foi muuuuuito claro
    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Vasco/0,,MUL1182196-9877,00-DORIVAL+E+RODRIGO+CAETANO+RECLAMAM+DE+PENALTI+NAO+MARCADO+POR+GACIBA.html

  • http://www.globoesporte.com eric
  • alexandre

    vascaino….s por favor sem chororo se foi penalti no pacaembu do chicao foi penalti no maracana tbm entao por favor …sem chororo , vcs nao pegaram ninguem na copa do brasil , ai achou o todo poderoso que colocaram vcs no devido lurgar …a segundona …força que vcs voltam
    kkkkkkk… mais só ano que vem, fui….kkkkkkkkk

  • Jorge

    Corintrhians e Inter farão a final. Quem viu a final de Roma, não pode deixar de sentir tristeza pelo apagão no nosso futebol, que premia a dois times medíocres com esta final. Enfim, um dos dois, medíocres, será o Campeão, e a luz do nosso futebol continua quase apagada….. Pra quem ousou dizer que o Inter é melhor que o Barça, apenas lamentar tanta incapacidade……

  • MICHEL MARIANO PIZZETTI

    o Tite me irrita com esse medo que ele tem . Coritiba pior time do Brasileiro mas com a força da torcida soube pressionar e fez uma excelente partida , pra variar Lauro em Grande Fase está nos salvando .Agora é pegar os gambas na final e se possível ganhar com um penalti roubado aos 48 do segundo tempo pra descontar o titulo que nos roubaram em 2005. Saudações COloradas

  • leandro

    Mais uma vez, o colorado vai vingar a estrela ROUBADA de 2005

    O corínthians é mídia, apelos fortes das maiores redes, para um público que não consome nada além de coca cola, pois nem se associar os curintianús se associam.
    Ao contrário, o inter paga salários, tem estrutura, estádio e camisa, onde cada centavo do clube foi levantado somente com ajuda do torcedor.

    Na decisão da copa do brasil teremos um clube, em toda concepção da palavra, contra um bando de curintianús, que metade dos títulos que dispões vieram no tapetão ou no roubo descarado.

    Dá-lhe dá-lhe oooooo
    INTER !!!!!!!!!!!!!

  • Jovaneli

    Gosto mais do futebol da maioria dos jogadores do Internacional que do seu treinador. Ontem, após a partida, quando perguntado sobre dois treinadores gaúchos na final, ele disso que são filosofias diferentes de futebol. Deu a entender que os times dele jogam mais, enquanto as equipes de Mano Menezes marcam mais. Se foi isso, discordo dele. Basta ver como ele armou o time ontem contra o Coxa. Mas sem dúvida que ele tem um material humano melhor na mão, capaz de jogar mais bola que o time corintiano.

  • Rodrigo

    Mais uma vez, eu venho aqui falar que o time do Inter não é nada de mais! É um time covarde, que joga na retranca fora de casa. Se não fosse o goleiro para salvar, estaria fora há muito tempo. Não merecia estar na final, mas a sorte anda a seu lado, e futebol também é sorte, infelizmente.

  • Everton

    Meteram a mao no Coxa? Só se for na cabeça do fraco Rene Simoes. Foram bem, mas nao pra bater o colorado. Rumo ao TERCEIRO titulo em 6 meses. Coloraaadoooo!!!!!!!!!!

  • Thiago – Campeão do Mundo FIFA 2006

    O Coritiba foi melhor, teve mais volume, até porque precisava desesperadamente da vitória.
    O Inter se manteve na defesa, mas quando foi ao ataque teve quatro grandes chances de marcar, em especial três no segundo tempo: duas com Alecsandro (primeiro num voleio que passou raspando a trave e, depois, sozinho, num chute cruzado dentro da grande área que o goleiro Vanderlei salvou com os pés); e, outra claríssima e imperdível com o Giuliano, depois de passe do D’Alessandro, chuta da marca do pênalti para extraordinária defesa do Vanderlei.
    Paradoxalmente, quando tomou o gol, o Inter era quem levava perigo ao gol do Coxa. Depois da expulsão do Bolívar, o Inter recuou ainda mais para garantir a classificação.

  • Cristiano

    Sacanagem o que aconteceu ontem com o Coritiba. Além da incopetência (ou maldade?) do juiz, o jogo deveria ter fechado em 3×0, pelo menos. E ainda falam da “qualidade” do Inter, que perdeu para o União Rondonópolis, sofreu pra ganhar do moribundo Guarani em Campinas, passou injustamente pelo Flamengo e repetiu a injustiça contra o Coxa.

    Coisas do futebol…

  • Paulo

    O Internacional joga hoje o melhor futebol do Brasil. Pena é que pode perder mais um título para o fortíssimo lobby do Timão do Lula, do Seu Ministro dos Esportes, da TV Globo e do Ricardo Teixeira, que se vende com facilidade. 2005 foi uma vergonha, mas acredito que 2009 será ainda muito pior. Abre o olho, torcida colorada e veja se o sorteio das partidas já não será viciado! O marketing em cima de Ronaldo compra tudo… Compra o mundo inteiro!

  • Rui Carlos

    Oh Léo, onde meteram a mão no seu verdinho? Deixe de ser chorão, seu time é uma m., o Inter não jogou nada e ainda assim passou para o segunda fase. O besta do seu técnico quis criar toda uma onda pra cima do colorado só pra justificar o que ele já sabia que ia acontecer. Vcs nunca vão chegar aos pés do campeão do mundo. Fica na sua. E se acha que foram prejudicados, aponte os lances. Eu não ví nem um. Quem viu foi o comentarista da RPC, até parece que é paranaense, bairrista ao extremo. Deve ser para agradar o seu patrão. Vão chorar na cama que é lugar quente.

  • http://sportrecife.blog-br.com/ Thales

    Oi Mauro. O time do Inter é o melhor do Brasil, todos sabem disso, mas esse juiz de ontem veio instruído viu ? E aliás , se na Copa do Brasil gol fora vale por dois o correto não seria , Inter x Coxa – Agregado 3×3 ? Pelo Sport Tudo !!!

  • Dias

    O Coxa simplesmente não deixou o Inter jogar, mas foi incompetente demais nas finalizações. Esteve muitíssimo perto de desbancar o “campeão antecipado”.

  • http://PTRIAGACHA josé

    GRANDE JOGO, GRANDE TORCIDA COXA, O COXA JOGOU DEMAIS E LOGO VAI SAIR DA ZONA DO REBAIXAMENTO, DUAS FORÇAS CENTENÁRIAS, CAMISAS GLORIOSAS DE GRANDE PESO, MAS INFELIZMENTE SÓ UM PODIA PASSAR E FELIZMENTE MEU INTERNACIONAL CHEGOU LÁ, NOITE FRIA DE FUTEBOL QUENTE EM CURITIBA, PARABÉNS AOS DOIS CLUBES, E AGUANTE INTER…..

  • LEANDRO

    AH NÃO PUBLICA O QUE ESCANCARA QUE O CURINTIA É SUPORTADO SO PELA MIDIA?
    so comprova o que eu disse, e que vcs sao pessimos profissionais.

    LEANDRO, a falta de paciência é um dos problemas da humanidade.

  • Arthur

    Tô avisando, tô avisando… O meu Inter vai acabar pagando pelo excesso de “humildade” do Tite, não se impondo nas partidas como tem de ser para um time grande… O Inter, com a posse de bola, é um dos melhores times desse país!

  • http://leandrobizaio.zip.net Leandro Bizaio

    O Colorado(?) Dunga está conseguindo prejudicar o Inter com a convocação.

    Mauro, veja meu blog que fala de futebol também e comente, pois sou seu fão incondicional e você foi uma inspiração para criá-lo.
    leandrobizaio.zip.net
    Um abraço

  • Gilberto COLORADO

    Ao Thales que explico a questão do gol fora de casa: dizer que gol fora de casa vale por dois é uma simplifação EQUIVOCADA da imprensa, o correto é gol qualificado, ou seja, se na soma dos resultados o placar é igual aquele que fez mais gols fora de casa se classifica, mas se isto para você não é suficiente e quer um valor matemático, eu digo que o o gol fora de casa vale 1,01 gol, assim o resultado agregado do jogo do Inter e Coritiba é Inter 3 X 2,01 Coritiba, logo 3>2,01 = Inter classificado!
    E esta á final mais aguardada pelos colorados desde 2005… desde aquela época os únicos jogos que eu não seco o Gremio é quando ele joga contra o Corinthians, e ainda torço para o o time paulista comprador de campeonato perder!!!

  • André Coxa

    O Coritiba jogou com raça, com gana, com vontade. Humilhou o colorado gaúcho, tido como melhor time do Brasil que se viu acoado os 90 minutos. D´alessandro e Taisson não tocaram na bola. Incontestavelmente não deixou o time do Tite jogar, , teve mais de uma dezena de escanteios, marcou, armou, chutou de fora, chutou de dentro da área e infelizmente o excelente goleiro Lauro e o juiz da partida não permitiram uma melhor sorte.

    “Méritos” também do Inter, claro, que ontem demonstrou ser um time retranqueiro, medroso e covarde fora de seus domínios.

    Palmas pra torcida que encheu o Couto Pereira, gritou o jogo inteiro, deu um show, empurrou o time pra cima. Incentivou nos erros e nos acertos.

    Márcio Gabriel, Leandro Donizete a dupla de Paraíbas, Pereirão Zagueiro com alma de gremista, o gringo Ariel e o melhor goleiro do brasil hoje, Vanderlei (sem exageros) merecem especial referência.

    É uma pena. Uma final injusta. Dois times encolhidos e medrosos. A final moral é Coxa x Vasco. Um cala boca na empáfia de uma parte da imprensa do eixo-do-mal* (*rio-sp) – da qual, deixo claro, não podemos incluir este jornalista sempre justo nas suas observações e na petulante imprensa gaúcha que acha esse time de vermelho a última bolacha do pacote.
    Um abraço

    andré

  • Angélica Souza

    Mauro e pessoal do blog: vejam esta nova idéia da torcida do Palmeiras, que não é mais uma torcida organizada e sim torcedores comuns que se juntaram com o objetivo único e incentivar e exaltar a sociedade esportivo palmeiras.

    http://www.laforza.com.br

    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=90617747

    Um movimento popular de torcedores que tem apenas uma ideologia, apoiar o Palmeiras incondicionalmente os 90 minutos do jogo, não tem camisa a não ser a do Palmeiras, não tem mensalidade, não tem líderes e exalta APENAS o Palmeiras em todas as suas canções.

    Nossa idéia não é dividir ainda mais a torcida do Palmeiras, ficaremos numa região morta do Palestra Itália, o setor Limão, tentaremos incendiar aquele setor e o das numeradas com músicas estilo Barra Brava, que são cantadas e não gritadas.

    A idéia da criação desta comunidade é a de ser um pontapé inicial para fazer esta idéia sair do orkut, e tentar unir o Palestra a formar novamente um verdadeiro caldeirão.

  • alguem

    Olá Mauro, recorda-se de mim. Alguém que um dia discutiu com você sobre uma certa história de uma personagem polonesa. Lembranças à parte, vamos ao assunto principal:

    Heidegger há muito já demonstrou como nossa opinião nunca é totalmente livre, sempre nasce a partir de uma história anterior que é inseparável daquele que opina.
    Mais para o Brasil, Leonardo Boff já dizia, um ponto de vista é a vista de um ponto.
    Falar que não ocorreu penalti no jogo do Coritiba é, mais uma vez, a vista de alguém que vive no centro mandante do Brasil, com os vícios de alguém que se acostumou a defender os principais “polos” (já de acordo com a nova regra portuguesa) do futebol brasileiro.
    Por óbvio que se fosse o Ronaldo no lugar do Ariel haveria mil e uma câmeras mostrando o lance, com mais um “sem números” de comentaristas defendendo o ato ilegal.
    Pré-conceitos, em sentido das histórias e idéias anteriores que nos acompanham, são plenamente possíveis, como o meu (coxa), porém não podem ser ilegítimos.
    O Inter é mais time e, em regra, passaria pelo Coritiba. Porém, verdades precisam ser ditas. O Brasil e seu futebol, só irão mudar com a identificação desses pré-conceitos ilegítimos.
    No Paraná paz entre as torcidas, em São Paulo morte, será que não existe ligação sobre tudo isso?

    Abraços

    Alguém.

    ALGUÉM, infelizmente, minha cabeça não anda boa.
    nao lembro da personagem polonesa.

    mas, no lance reclamado, honestamente, para mim, lance de jogo. normal.

    sem bairrismo. a palavra que “explica tudo”.

    em todo caso, parabéns pela construção do raciocínio.

  • alguem

    Desculpe o erro. A primeira do meu “post” é uma pergunta: Olá Mauro, recorda-se de mim. Alguém que um dia discutiu com você sobre uma certa história de uma personagem polonesa?

  • alguem

    Caro Mauro, a questão não é explícita, bairrismo puro, isso seria má-fé, o que, ao que me parece, não é seu caso.
    O caso é além disso. Trata-se muito mais de questões até mesmo inconscientes. Defender um pênalti no Ronaldo é bem mais fácil do que no Ariel. Tanto por tudo que envolve tal jogardo, quanto pela história de formação da sociedade e do futebol brasileiro.
    São anos para se ver mudanças.
    Uma coisa é a diferença das torcidas, por exemplo. Por que será que no Paraná e outros estados em menor evidência na mídia os incidentes com torcidas são menores que em São Paulo, Rio e Minas Gerais?
    Talvez seja a hora de reconhecer os erros de certos Estados, de certas tendências e visões.

    Abraços

    Alguém

  • Jeferson Colorado

    desta vez os corintianos podem lotar o estadio, por que o Nilmar não vai jogar no primeiro jogo… ñ ´precisa ficar com medo de passar vergonha denovo…

    O corinthians deveria se preocupar em continuar na primeira divisão… deixa essa vaga na libertadores pra quem é grande e quem tem time pra ganhar TUDO!

    Torcida da bandidagem,.. não merecem representar o Brasil…

  • Alexandre da Costa

    Aos entendidos do futebol, o Inter já havia feito o resultado no primeiro confronto, quem tinha que sair e marcar os gols era o Coritiba, jogamos com o regulamento, são os críticos e a mídia que falam que o Inter é o melhor do Brasil, para nós Colorados, nosso grupo é diferenciado e muito técnico, mas futebol é resultado, não queremos ser a Seleção Brasileira de 82, que tinha ótimos jogadores e não conquistou porra nenhuma, podem chorar e xingar a vontade, Inter na final e seremos Campeões, valeu.

  • Neto

    Vejo alarmado boa parte da imprensa séria apontar o corinthians como favorito pra ser campeão.
    Estão dizendo agora que o inter não é isso tudo, o que eu, como flamenguista (eliminado aos 40 com um gol surgido numa falta estúpida) já sabia.
    O vasco poderia perfeitamente estar na final. Não perdeu pro corinthians. O inter fez o resultado em casa.

    E eu pergunto: Nilmar e Kleber não fazem falta em qualquer time do Brasil?

    Dou um de vantagem para o inter na final. Mais equilibrado na espinha dorsal que o corintinhans. Vai ser a hora em que veremos cair a máscara da péssima zaga do parque seu Jorge.

  • http://www.eliseogallery.com/Home-Insurance.html Aarrestad

    homeowners insurance [url=”http://www.eliseogallery.com/Home-Insurance.html”]homeowners insurance[/url] http://www.eliseogallery.com/Home-Insurance.html ahlk