logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

De pé. E de verde | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


De pé. E de verde

por Mauro Beting em 12.maio.2009 às 23:39h

ESCREVE LEANDRO IAMIN

1997. Minha avó morre. 1998. A família revoluciona-se.

Eu vou parar num apartamento afastado.

Lá, assisto, sem nenhum móvel, a Final da Copa do Brasil de 98.

Não me tira de uma depressão adolescente.

Só em maio de 1999 que sinto a redenção.

Marcos defendia pênaltis. “Será o nome de meu filho”.

Uma escolha de gratidão.

2008. Morre Bindi, amigo, palmeirense, dói ver o verde em campo.

E eu perco a noiva. Pouco depois, saio do trabalho.

Estou deprimido.

Marcos repete o lembrete de dez anos antes.

Me lembra que o Palmeiras é começo, meio, fim, metáfora, sobrenome, caricatura, tudo que eu sou.

Me lembra que já são tantos anos, e tantos sonhos.

O sonho de ser pai – que eu pensei que tinha deixado pra lá.

O Palmeiras me redime. Me absolve de meus maiores equívocos.

Reescreve minha história, me levanta.

O Palmeiras sabe quando é aquele jogo em que eu mais preciso ganhar.

Aqueles jogos que, de dez em dez anos, nossa vida precisa ganhar.

E que nosso time consegue dar o caminho.

Eu estou de pé, e de verde.

ESCREVEU LEANDRO IAMIN

ADENDO – Outro belo texto é de VANESSA MICHELIN.

http://passioneverde.blogspot.com/2009/05/santificado-seja-o-vosso-nome.html?showComment=1242252780000#c2782599325735890425

Tags:

  • Sandro

    Texto maravilhoso !

    Ah, Mauro….está na hora de você entrar no Twitter, ainda não te achei por lá.

    Abraços alviverdes !!!

  • Alberto Palestra

    PALMEIRAS MINHA VIDA, A RAZÃO DO MEU VIVER, SE TU JOGASSE LÁ NO CÉU EU MORRERIA SÓ PRA TE VER

  • http://blogs.abril.com.br/futebolearte André Rocha

    Não costumo curtir estes textos muito melodramáticos.

    Mas esse ficou emocionante por colocar o drama na medida certa no contexto.

    E também me lembrei do Bindi e sua “furtiva lacrima”.

    Parabéns, Iamin!

  • Daniel Ewerton

    Mauro, passei aqui para parabenizar o Vitória, pois há exatos 110 anos, neste mesmo dia 13 de maio, nascia na cidade de Salvador um dos clubes mais tradicionais do Brasil. Vários eventos estão marcados para o dia e eles podem ser vistos mais detalhadamente por aqui: http://www.leaodabarra.com.br/plantao/213/marketing-planeja-acoes-para-o-dia-do-aniversario.html ….PARABÉNS QUERIDO LEÃO!

  • http://cruzdesavoia.wordpress.com cruzdesavoia

    Mauro Being: um GRANDE Palmeirense!

    E quem disser o contrário, vos garanto, é uma besta que pagará penitência no portal Verde do paraíso!

    SALVE PALESTRA! Hoje só durmo amanhã…

    CRUZ, hahahaha, só vocêm amigo. e nem amanhã…

  • JG

    LOSER…

  • Bruno Magalhães

    Sou flamenguista e achei sensacional o texto!!! Emocionante….
    Aplaudindo de pé, e de rubro-negro.

  • RODRIGO NEGRÃO

    Em 1998 estou mudando de apartamento, muita gente ajuda a carregar os móveis pela escada(nao tinha elevador), eram 15:50hs, eu rapidamente retiro a TV do caminhão, ligo na parede e descubro que mesmo sem antena a imagem aparece(mesmo chiada), sento no chão e deixo os amigos subirem a mudança.

    obs: Após Paulo Cesar bater roupa no tiro de Zinho e Oseias fazer um gol espirita, eu volto a ajudar com a mudança

    Essa é minha historia de 98

  • Jovaneli

    O futebol brasileiro atual é a morada perfeita dos Jasons. Quando parecia que Ronaldo Fenômeno estava morto para o futebol, eis que ele ressurge no Cortinthians. A mesma coisa ocorreu com o Marcão, imortal, como o personagem do filme de terror Sexta-Feira 13.
    Na minha opinião, Marcos é o maior jogador da história do Palmeiras, por tudo o que fez no campo, pelo amor que tem pelo clube e pelo enorme respeito que até os rivais têm por ele. Merece uma estátua. Merece ser canonizado.

  • Fernanda Fluência

    É um espaço pra se falar de futebol, eu sei!
    Mas disso não entendo quase nada!
    Sou palmeirense.. Sou fã do Leandro!
    Estou aprendendo a torcer…
    E se for pra vê-lo sempre de pé… Estarei sempre de verde!
    Que venham as alegrias! Pra todos nós!