Atlético Mineiro 3 x 0 Vitória – 4 x 5 pênaltis

por Mauro Beting em 07.maio.2009 às 0:23h

Deu Vitória. Nos pênaltis, depois de uma bela recuperação atleticana. Mais uma. E mais uma derrota doída alvinegra. Mais uma.

O Vitória não tem nada com isso. E mereceu a classificação. Mas o texto, com respeito devido ao melhor time baiano, é bem “jornalístico”: isto é, o ponto de vista de quem sofreu, de quem perdeu – mesmo ganhando uma classificação “perdida”.

Era melhor Juninho não ter defendido o pênalti de Neto Baiano, aos 15 do segundo tempo.

Era melhor todas as bolas que foram do Vitória, por cima, na Bahia, desta vez não terem sido atleticanas, no gol que sobrou a Renan, no primeiro tempo; no gol estiloso de Welton Felipe, aos 18; e no gol que parecia redentor de Alessandro, aos 40. Todos frutos da mesma bola alçada que detonou o Galo na Bahia.

Celso Roth estreiou melhor que o esperado.

Mas parecia tudo maldosamente esperado e desesperado para o Atlético.

Tentei puxar pela cabeça uma vitória do Galo nos pênaltis. Não lembrei.

Só me veio, durante as primeiras boas nove cobranças, aquelas que Toninho Cerezo, Joãozinho Paulista e Márcio chutaram nos céus o título nacional de 1977.

Foi na outra meta do Mineirão.

Desta vez, foi do outro lado. Com a maior presença do atleticano que acredita como poucos torcedores do Brasil.

Mas parece que as bolas não querem entrar.

Não era menos doído ter dado Vitória desde o início?

Para que Juninho defender aquele pênalti e dar esperanças?

Para que Alessandro encher o peito de confiança no fim?

Para que acertar os quatro pênaltis e só perder o último, quando não havia mais chance, mais recuperação?

O Atlético merece expiar alguns dos muitos pecados que paga nos campos.

Mas o atleticano não merece perder tantos jogos e esperanças.

Tags:

  • Marcos

    O galo merece perder cada partida, quanto mais doida melhor!@!!!!

  • Paulo

    Mauro, gosto muito dos seus comentários…
    Mas o que a imprensa de modo geral vem tentando fazer do Atleticano um sofredor, um coitado… Isso já está extrapolando os limites… Qualquer derrota ou eliminação vem os textos carregados de falsas emoções…
    Basta! Ninguém fala das vitórias e das boas notícias! Estou certo que tem muita coisa que precisa ser mudada no Galo, principalmente no futebol, o time é muito inferior ao que a torcida merece, mas o que acontece com o Galo acontece e aconteceu com vários times grandes e a repercussão não foi tanta… Veja o Fluminense e outros grandes que já parou na terceira e perder a libertadores pro LDU após eliminação do BOCA, pois é, não vi nenhum comentário chamando a torcida de sofrida…

  • Jovaneli

    O vice-campeão brasileiro estreiou bem. Celso Roth, o mais odiado, sabe das coisas. Não tanto assim, mas sabe. Acho que, nesse momento, o treinador é maior que o clube que dirige. Obviamente, não me refiro à linda história do Galo, mas sim ao presente em baixa. Mais ou menos era essa a situação quando Mano pegou a terra arrasada Corinthians e o transformou em time grande novamente. Mais ou menos como Dorival Jr. parece dar toda a pinta de repetir. Celso Roth pode terminar mais um ano como bestial. Tarefa duro, como o é ser capaz de mudar a imagem de besta.

  • Luiz

    Ê Galo! Faz essa Massa sofrer Galo!

  • Luiz

    O Galo é o time mais azarado do mundo! Quando não é incompetência é falta de sorte!

  • Leonardo

    Mauro, bom dia!
    Concordo com tudo que você disse. Por que ser atleticano é tão complicado? Ontem lá no Mineirão quando o L. Almeida perdeu o último pênalti, eu não consegui xingar, apenas me perguntei: Pra quê o Juninho foi defender aquele pênalti no tempo normal?

  • Marcelo Andrade

    Visão deturpada do que o atleticano está sentindo. Conversei com uns vinte e poucos atleticanos agora cedo e o sentimento deles não é esse de tristeza absoluta. Estão satisfeitos com o que o time mostrou ontem, poder de recuperação. Com esse time, seria desclassificado mais cedo ou mais tarde. Ao menos saiu de uma forma briosa. E eles disseram que se o Juninho pegasse algum pênalti ontem ele sairia consagrado e teriam de aturá-lo por mais tempo. Seria um adeus ao Carini, goleiro que a diretoria atleticana está tentando contratar. E mata-mata é uma competição estranha. Um time que ganha de 3 sai de campo triste e o que perde de 3 sai comemorando. Gosto mesmo é do campeonato brasileiro. Esse sim.

  • Paulo Torres

    Mauro, vitórias do Galo nos pênaltis, que me lembro de cabeça:
    – Portuguesa, nas oitavas da Copa do Brasil de 2000, no Mineirão
    – América de Cali, semifinal da Copa Conmebol de 1995, no Mineirão
    – Atlético-PR, oitavas da Libertadores de 2000, na Arena
    – Cerro Corá-PAR, primeira fase da Conmebol de 1998, am Assunção
    – Cruzeiro, Copa Ouro de 1993, no Independência

    Derrotas, não foram tantas, mas foram marcantes. Além do Brasileirão de 1977, perdemos a final da Conmebol de 1995 contra o Rosario Central.

    PAULO, muito grato.

  • Leonardo BH

    Cada dia fico mais fã do seu trabalho , falou com propiedade tudo que o atleticano esta passando neste momento. Viva o galo!!!!

  • Luiz

    Paulo, eu sou atleticano. Nós realmente somos sofredores. Amamos o Galo, não desistimos, mas sofremos futebolisticamente falando mais que qualquer torcedor do Brasil incluindo o botafoguense. Se vc for olhar a história do Brasileirão, considerando melhores campanhas o Galo teria 5 títulos e temos 1. Aquela derrota de 77 para o SP tendo a melhor campanha de todos os tempos do Brasileiro até hj está engasgada. Muitos falam no Flamengo de Zico, muitos consideram o 2º melhor time brasileiro de todos os tempos… Pois é, ganharam de nós só vc sabe como. No retrospecto 80/81 ficou tudo empatado e os homens de preto desempatando. Ganhamos na justiça contra o Flamengo e o que adiantou? Perdemos uma semifinal em 85 q tinha Coritiba, Bangu e Brasil-RS. O Galo, como disse antes é uma mistura de incompetência com imensa falta de sorte. Quando era pra ser turno e returno quando tinhamos seleções nas décadas de 70/80 era mata-mata. Agora que precisaríamos do mata-mata (pois time limitado não vai ganhar turno e returno)… Sofremos sim, ficamos tristes no momento, mas não dá pra abandonar o Galo. Por isso que a torcida do Cruzeiro, inventa até proteção dos meios de comunicação a Massa do Galo. Não entendem como nossa torcida pode ser tão apaixonada mesmo com tantos fracassos.

  • Marco Aurélio

    Boa noite,

    Vc foi muito feliz na sua análise Mauro, realmente o futebol tem razões que a própria razão desconhece, mas para que tanto sofrimento depois de tantas esperanças???Mas o atleticano é antes de tudo um forte, não vai ser essa decepção que vai abalar a fé no maior das Gerais.

    Marco Aurélio

  • http://blogs.abril.com.br/palestra Thiago Liberal

    Olha Mauro, sou palmeirense, mas como fã de futebol, não consegui assistir os penaltis na imparcialidade.

    Quando vi a vitória heróica do Galo, logo tomei partido. Mas assim como o futebol consegue construir sagas heróicas, ele as destrói com a mesma intensidade.

    Basta lembrar o nosso Verdão contra o Boca, no Palestra pela Libertadores (não lembro agora se 2000 ou 2001). Buscamos aquele 2×0 e perdemos nos penaltis.

    Triste? Injusto? Futebol!

  • edson junior-cons lafaiete-mg

    mauro: seus comentarios sao muito bons e imparciais,digo isto porque sou atleticano e sei da perseguicao q o mesmo sofre de outros comentaristas , ex: neto(nao jogou nada qdo esteve aqui no galo) flavio prado etc. um abraco ,continue assim.

  • tulio

    O Galo – precisa – voltar a ter estrela !!!!
    Bola dentro – Saída do Leão
    Bola fora – acreditar no Tardelli

  • Marcelo Andrade

    Mauro, tenho uma teoria de que cobrança de pênaltis desfavorecem os donos da casa´por causa da torcida colocar maior pressão neles, justamente os donos da casa. Duas vezes essa minha teoria se concretizou nesse ano: no jogo do Galo e Vitória e hoje, no Sport e Palmeiras. Quando deveria ser o contrário. O peso maior cai sobre os atletas que estão ao lado de sua torcida. Tem aí um levantamento de cobranças de penalidades e vitórias dos mandantes e vitórias dos visitantes? Será que o biblioteca PVC não tem? É algo a se estudar. Concorda?

  • warley souza

    Voces são muito sofredores mesmo, veja a campanha deste ano do gaylo, aos poucos estão virando cavalo paraguaio, títulos e competencia andam lado a lado, chega deste blablabla de juiz e falta de sorte.