Cruzeiro bicampeão mineiro 2008-09

por Mauro Beting em 03.maio.2009 às 17:39h

*** POR FALHA MINHA, O TEXTO SAIU TRUNCADO. AGORA, SIM, A VERSÃO ORIGINAL. ***

No primeiro clássico, 3 x 0 Palestra Itália. 3 x 0 Cruzeiro, em 1921.

Mas o rival do Atlético era o América, que viria a ser decampeão (!) mineiro. No final dos anos 20, o tri celestre de 1928 a 1930 começou a mudar o eixo. Ou a constituir o real triângulo mineiro, no Barro Preto e em Lourdes.

Foram quatro os títulos nos anos 40. Mas, outro mineiro, só em 1959. Com Procópio na zaga, Hilton Oliveira na ponta esquerda. Base do time que seria tri, em 1961. Começo de um que floresceu com o Mineirão, em 1965. Dele para o país que foi do Cruzeiro, em 1966, detonando o Santos de Pelé, na Taça Brasil. Berço do maior time da história cruzeirense. De um dos maiores do país em todos os tempos.

Penta estadual até 1969. Raul; Pedro Paulo, William, Procópio e Neco; Piazza e Dirceu Lopes; Natal, Evaldo, Tostão e Hilton Oliveira. A base desses anos brilhantes, com Aírton Moreira ou Orlando Fantoni no banco, e gente como Zé Carlos, Fontana, Darci Menezes, Vanderlei, Palhinha e Rodrigues recheando uma maravilhosa camisa azul estrelada.

Não por acaso, parecida com aquela que, no domingo passado, passeou no Mineirão de festa por 5 a 0. E que, neste domingo, faturou mais um mineiro com categoria, deixando prostrado, frustado, o maior rival. Histórico rival. Que corre o risco de virar apenas história se não tentar pensar grande, jogar grande, fazer grande como o Cruzeiro.

Sim, em 2007, foi 4 x 0 Atlético. Como já foi 9 x 2, em 1927. Como tantas páginas e partidas gloriosas fez um Galo forte e vingador. Mas tudo parece história empoeirada pelo pó desse cometa que há pelos 20 anos praticamente domina o cenário mineiro, por vezes brasileiro, quando não sul-americano.

Não por acaso, supremacia que se materializou quando se fez a Toca da Raposa – primeira, nos anos 70. Centro de excelência nacional, exemplo para todos os clubes estruturados. Há mais de 30 anos! Se o Atlético tem mais é de se orgulhar pela bela Cidade do Galo, e tem mesmo, o Cruzeiro tem mais uma Toca. Tem outros patrimônios.

Mas sabe que não pode viver apenas da história. Precisa reescrevê-la constantemente. Como fez no MG-09, bisado a goleada de 2008, devolvendo a de 2007 com juros e correção futebolística. Como pode repetir a façanha de reconquistar a América, em 2009. Como fez em 1976 com uam campanha e um time notáveis, quando superou expectativas em 1997. Como pode fazer de outro modo este ano.

E por que repete tanto caneco, por que não se cansa de ganhar? Porque faz direitinho em campo, erra menos fora. E, em Belo Horizonte, tem a imensa ajuda do rival, que por vezes se perde na própria casa. Que vai se apequenando em picuinhas políticas. Que não consegue fazer em campo tudo que sua torcida apaixonada faz por ele fora. E, talvez, fizesse melhor lá dentro se fosse escalada.

O Cruzeiro não tem nada com isso. E tem tudo com essa sanha de raposa astuta que não se assusta. Fatura como clube de futuro que faz do presente uma imensa alegria azul.

Tags:

  • luana campos de souza!!!

    eu,adoro de paixão o cruzeiro.Fiquei muito feliz quando ele ganhou.
    Ja era de se esperar que o cruzeiro com serteza iria gnhar do atletico!!!
    CAMPEÃO
    R
    U
    Z
    E
    I
    R
    O AMO MUITO CRUZEIRO,MEU TIMÃO!!!

  • Lets

    Esse o ano o Atlético-BH se iludiu ganhando de Rio Branco, Guará, Uberaba, quando pegou um time grande como o Cruzeiro se estrepou. Só espero que o Cruzeiro não faça o mesmo: se iludir ganhando Atlético-BH, Tupi, Sucre, pois agora começa a pegar times grandes de verdade, e todos sabemos que jogar fora é um tormento com o Adilson comandando.

  • JL

    Gostaria de parabenizar o Atlético Galo Vingador pela espetacular conquista do Bi Vice Campeonato Mineiro em 2009. O retorno do grande presidente Kalil, aliado ao belo planejamento, iniciado com a contratação do ótimo técnico Leão Pavão, mais contratações de grandes nomes como Tardelli, Lopes e Júnior aliadas às revelações da categoria de base resultaram nesta grande conquista.
    A continuação deste grande projeto, não ameaçada pela saída do técnico (muito bem substituído pelo maravilhosoCelso Roth), é muito importante para que no final do ano, a torcida possa comemorar a continuação na primeira divisão do Brasileiro ou até quem sabe mais uma classificação para a Copa Sul Americana.

  • JV

    Este time do Atlético é enganador e sua torcida foi completamente iludida pela imprensa mineira, que dá muita ênfase aos grandes feitos deste time (como eliminar o Guaratinguetá na Copa do Brasil).
    O Cruzeiro apenas confirmou a sua condição de melhor time de Minas, o Campeonato Mineiro só não terminou de forma melhor devido às atitudes dos jogadores atleticanos, que em ambos os jogos apelaram para a violência já que não conseguiam acompanhar a máquina celeste, atitude típica de time pequeno que não sabe competir, a começar pelo técnico leão, que mais uma vez apelou e passou por um papelão ao insultar a bandeirinha e o juiz que, respectivamente, anularam um gol do Tardelli pipoqueiro q estava completamente impedido e não marcaram um suposto pênalti a favor do carijó no qual em uma disputa de bola o atacante atleticano empurrou o zagueiro cruzeirense que caiu com o braço em cima da bola.
    Enfim, PARABÉNS CRUZEIRO, por mais uma vez botar ordem nesse galinheiro.

  • Fernando

    ..quase chorei aqui.

  • Dimas

    Mauro, adorei seu texto… qdo dizem que o Atlético tem história, time de tradição pode até ser, mas comparando a história do Cruzeiro nao há como discutir, resumida em conquistas, títulos, organização, time do futuro, enquanto o Atlético prefere viver do passado, se perdem por arrogantes, se apequenam cada vez mais… podiam ser humildes, se espelhar no Cruzeiro… Nos últimos tempos se vangloriavam de vitórias magras sobre o Cruzeiro, e nem isso podem comemorar mais, e vão ficar um bom tempo sem comemorar, pois o Cruzeiro se tornou grande e o Atletico cada vez menor, sumindo… pobre torcida! E viva nós Cruzeirenses, viva o Cruzeiro, orgulho de um estado lutador!

  • Thales

    Parabéns Mauro, belíssimo texto. Conseguiu mostrar de maneira clara e “apartidária” a real situação do futebol mineiro desde os primórdios até os dias de hoje. Cuidado Galo, não venham a se tornar mais um América da vida…

  • MARCELÃO

    Gostei muito do texto!!!! Sensacional!!! Parabéns e Obrigado ao mesmo tempos!!!

  • Roger

    Muito bom o texto
    Eu vi gracas a deus todas as conquistas
    no mineirao com excecao da Libertadores em 97
    aos seis anos eu estava Mauro no Mineirao no jogo contra o Santos
    e ai comecou uma paixao que nao tem mais fim
    e isso ai
    se nao fosse o Cruzeiro
    Minas nao estaria no cenario mundial
    Cruzeiro a minha maior paixao

  • Alexandre Magalhães

    Excelente texto, um dos melhores que li neste ano, emocionante, parabéns, sem mais.

    Grande Abraço !!

  • Débora

    O Cruzeiro pra mim é um dos melhores times esse ano,apesar de ter ido mal no único teste que teve esse ano ( Estudiantes,fora). Mas o time celeste tem tudo pra fazer esse um ano inesquecível.O time está jogando por música. Tem se falado muito no Kléber,mas sem o Ramires o time não é a mesma coisa, o cara é fantástico.

  • Carlos

    Excelente texto, parabéns!

  • phellippe

    Parabens….

    Esse texto me fez arrepiar!
    É muito bom ser cruzeirense!