Vitória 3 x 0 Atlético Mineiro

por Mauro Beting em 02.maio.2009 às 20:05h

* O Vitória fez o dever de casa com louvor e leva para o Mineirão uma senhora vantagem. Com gostinho de devolver a eliminação na semifinal do BR-99 para o Galo.

* Por que Apodi só joga no Vitória? No Cruzeiro e no Santos, uma negação. Caso de divã.

* Na outra lateral direita, com tempo e ritmo, Elder Granja é boa contratação. Mas falta muita coisa ao time.

* Ramón Menezes continua jogando o fino da bola. Conduziu o Vitória no Ba-Vi, e e foi o pé que pensou na bela vitória rubro-negra.

* Nos 3 a 0 do Barradão, Leão perdeu Diego Tardelli com 14 minutos. O primeiro gol (nem preciso escrever que foi de cabeça) saiu com a ausência de Leandro Almeida, que ganhou na cabeça os únicos pontos atleticanos na semana fatídica. A fase é braba.

* Não se pode baixar a crista e a cabeça – por mais que ela pareça não estar sendo usado pelo sistema defensivo em qualquer bola cruzada. O Atlético precisa honrar sua história.

* O Vitória jogou bem e com notável seriedade. Na segunda etapa, eu poderia ter sido o goleiro baiano. A bola não chegou.

* Um (novo ou velho) 5 a 0 no clássico mineiro pesa. Mas o Galo forte e vingador não pode se abater assim e deixar ser batido com extrema facilidade.

* Faltava um jogador na área no primeiro gol rubro-negro. Mas linha de passe de cabeça entre zagueiros rivais é um pouco demais. O atleticano não merece sofrer tanto em cada bola levantada na área.

Tags:

  • Leonardo

    Bom dia, Mauro.

    Jornalistas do seu grande nível merece todo o sucesso. Mesmo quando vc critica o galo é com imensa sabedoria, parece que vc esta aqui em BH, mesmo estando em São Paulo. Pena que com alguns colegas (Benja), não se pode dizer o mesmo…
    Abraços!