Botafogo 2 x 2 Flamengo

por Mauro Beting em 27.abr.2009 às 11:21h

* Sete as chances do Fogão, seis as rubro-negras; jogo equilibrado e placar justo, também por dois erros de interpretação que criaram os primeiros gol do clássico.

* Aos 13 minutos (13…), num mesmo lance, algo que “só acontece com…”: Reinaldo lançou Maicosuel, que foi derrubado e o árbitro nada marcou: na mesma jogada, Reinaldo torceu o tornozelo, Maicosuel sentiu a coxa, e o Fogão perdeu os dois melhores do time.

* No primeiro gol de um jogo então amarrado, nada houve além de um ombro a ombro que “derrubou” Juan na dividida com Alessandro. Pênalti bem convertido pelo ala esquerdo.

* Foram quatro chances do Flamengo até Maicosuel resolver jogar e arriscar. Também nada aconteceu na trombada entre ele e Wellinton que deu no gol bem ensaiado de Juninho.

* A falta lateral que ele sofreu aconteceu. E Maicosuel botou na cabeça de Reinaldo, que ganhou de Ibson no primeiro lance bom do botafoguense, e virou o placar com 15 bons minutos alvinegros.

* Maicosuel foi jogar à frente, para puxar o contragolpe com Victor Simões, com Reinaldo recuado (como todo o Fogão) para armar. Mas, aos 13, deu tudo mais que errado ao Botafogo.

* Eduardo foi uma boa sacada pela ala esquerda. Outro problema alvinegro foi perdê-lo antes que fosse expulso pelo infeliz árbitro Rodrigo Nunes de Sá, aos 7min.

* O Flamengo foi melhorando também porque o Botafogo recuou demais e deu muito campo e muita bola ao rival.

* Aos 9min, Maicosuel de um belo come em Juan e sofreu falta feia. Lance para amarelo bem dado. Na sequência, Juan quase deitou sobre o botafoguense, falou um monte e, por mim, merecia o segundo amarelo no mesmo lance, e a consequente expulsão.

* Com Renato perdido e fora de ritmo, e Jean Carioca, o Fogão ainda chegou mais que o Flamengo.

* A entrada de Everton Silva no lugar do apagado Leo Moura liberou Willians como ala pela direita, e não perdeu consistência defensiva.

* Cuca foi mais feliz ainda ao sacar o zagueiro pela direita Wellinton e atacar pela esquerda com Erick Flores, que deu a ofensividade e velocidade que faltavam ao rubro-negro.

* Só aos 35 do segundo tempo apareceu a primeira chance do Flamengo, em lance individual de Emerson. Era ainda muito pouco.

* Da série “coisas que s…”, Willians passou na raça por Gabriel, bateu para a área ou para o gol, a bola bateu no braço esquerdo de Emerson (de novo!), e empatou um jogo igual.

* No final, Victor Simões, de direta, de fora da área, obrigou Bruno a fazer boa defesa e e jogar a decisão para domingo. Em mais um jogo sem favoritos.

MELHOR ESCREVE ANDRÉ ROCHA http://blogs.abril.com.br/futebolearte

A postura corajosa do Botafogo fez da primeira decisão carioca uma partida mais aberta e cheia de alternativas. Enquanto teve a equipe completa, o Alvinegro foi superior. Depois, o Flamengo fez valer o seu banco com mais peças de reposição e a inteligência de Cuca para mexer no time. E, mais uma vez, sobrou sorte ao Rubro-negro, que achou o gol de empate em nova infelicidade do zagueiro Emerson. No final, placar justo, apesar da arbitragem preocupada em parar o jogo e fraca na parte disciplinar.

Ney Franco tentou surpreender com uma marcação mais avançada e intensa movimentação ofensiva. Com alas e volantes encostando no trio ofensivo que se mexia muito abrindo espaços, o Bota pressionava mas, nervoso, tinha dificuldades no passe final. Na defesa, com Leandro Guerreiro pela direita e Emerson deslocado para o outro lado, Juninho ficava mais tranqüilo na sobra.

O Flamengo apostou de novo em posse de bola e troca de posições para chegar à frente. Mas Emerson e Zé Roberto não conseguiam entrar na área adversária nem reter a bola no ataque. O time voltou a depender de seus alas e meias para chegar, mas, desta vez, a forte pegada do adversário ainda na intermediária rubro-negra dificultava as ações. A marcação do Fla sobre os três atacantes era dura, mas confusa. Ora por zona, ora individual, com Willians pegando Maicosuel, Wellington, que substituiu o contundido Aírton, na cola de Reinaldo e Angelim vigiando Victor Simões.

O gol de Juan aos 20 minutos, em cobrança de pênalti sofrido pelo próprio ala em falta tola de Alessandro, mudou a partida, que não fluía pelo excesso de rigor do árbitro Rodrigo Nunes de Sá na interpretação das faltas. O time alvinegro se desesperou, avançou demais e poderia ter se desmanchado nos dez minutos seguintes. Mas novamente faltou poder de fogo ao Flamengo para definir o jogo. Léo Moura, após bela combinação no contragolpe, perdeu gol feito. Em seguida, Emerson recebeu livre, mas bateu fraco.

O Bota acordou e virou o jogo quando Maicosuel – que já vinha atormentando a marcação e sofria faltas seguidas, especialmente de Willians – foi para cima de Wellington pelo lado esquerdo. Por ali saiu a falta que terminou no gol de Juninho, após falha de Ibson, que pulou na barreira e abriu o espaço que o zagueiro de chute forte e preciso aproveitou. Também pela esquerda saiu a falta que o camisa 10 alvinegro cobrou para Reinaldo se antecipar a Ibson, que novamente vacilou, e cabecear para as redes, levando ao delírio os botafoguenses que foram novamente minoria no Maracanã.

A entrada de Josiel na vaga do inócuo Zé Roberto após o intervalo deu mais presença de área ao Fla, mas o Botafogo não esmoreceu e continuou atacando. A entrada de Gabriel na vaga do voluntarioso e violento Eduardo, ameaçado de expulsão, manteve o nível pela esquerda. E Maicosuel foi para o lado direito infernizar a defesa rubro-negra. Por ali ele fez bela jogada e sofreu falta dura de Juan, que, de forma ridícula, foi xingar o meia-atacante ainda caído no chão por causa do drible mais ousado. O descontrolado ala esquerdo merecia ter sido expulso, mas Rodrigo Sá afinou e aplicou apenas o cartão amarelo.

O Bota, que continuava melhor e quase marcou com Alessandro, teve a infelicidade de perder Reinaldo e Maicosuel, que se contundiram praticamente no mesmo lance. Com Renato e Jean Carioca em campo e sem mais substituições a fazer, o time de Ney Franco passou a tentar administrar o placar.

Cuca soube ver o jogo e, diante das dificuldades do oponente, mandou seu time à frente. O técnico teve a coragem de tirar Léo Moura em tarde apagadíssima, colocando Everton Silva, e desfazer o esquema com três zagueiros de ofício, trocando Wellington por Erick Flores. Com um time mais ágil e ofensivo e empurrado pela torcida, o Fla pressionou, mas novamente esbarrava nas limitações do ataque.

Até que Willians desceu pela direita, ganhou na raça de Gabriel e chutou a bola que desviou em Emerson e matou Renan. Mais um gol de sorte de um Fla que precisa encontrar soluções para não depender tanto do acaso para ir às redes. No final, Bruno fez bela defesa em chute de Victor Simões e garantiu o empate que mantém a decisão em aberto e sem favoritos.

O Botafogo leva vantagem pela semana livre para trabalhar, mas poderá ter desfalques importantes se Reinaldo e Maicosuel não se recuperarem das contusões. O Flamengo tem tido a sorte ao seu lado, mas as deficiências no ataque e o desgaste no jogo importante pela Copa do Brasil em casa contra o Fortaleza na quarta-feira, que precisa ser priorizado, serão obstáculos consideráveis.

MELHOR ESCREVEU ANDRÉ ROCHA http://blogs.abril.com.br/futebolearte

Tags:

  • Jovaneli

    Meus caros, mais do que a possibilidade do Flamengo ultrapassar o Fluminense como maior ganhador de títulos estaduais no Rio de Janeiro (atualmente, ambos têm 30 conquistas), o que está em jogo no próximo domingo é a temerária manutenção da hegemonia do Flamengo, campeão em sete dos últimos 13 torneios disputados, enquanto os seus rivais, Fluminense, Vasco e Botafogo, ganharam dois títulos cada no mesmo período.
    Se ganhar o torneio deste ano, serão oito conquistas rubro-negras em 14 disputas, um massacre.
    A pergunta é: o já pobre futebol carioca perde quanto com apenas um clube monopolizando as atenções? Particularmente, acho muito ruim. Imagino que o torcedor rubro-negra não dê a mínima para isso. A médio prazo, pode mudar idéia. Pelo bem do próprio clube, Flamengo, e do futebol carioca como um todo.

  • Cristiano

    Mauro, sou flamenguista mas tenho que dizer que o resultado de ontem foi ótimo para o flamengo. As peças-chave do time não jogaram nada e o resultado poderia ter sido pior. Continuo apostando no flamengo, pois dificilmente o time jogará tão mal outra vez e é claro a torcida vai jogar junto mais uma vez.
    Abs…

  • Eduardo/ES

    Brincadeira…. Fingi que o jogo foi empate, mas pelo que escreve parece que o Botafogo foi melhor, prejudicado e azarado!! Ooooo chororo danado em Mauro!! Parece papao de botafoguense….

    EDUARDO, não sou botafoguense, nem rubro-negro.

  • Raphael

    Mauro, só vou discordar de você em duas observações…
    – No lance do pênalti, não foi ombro à ombro, o Alessandro atropela o Juan pelas costas. Mas é aquilo… se o juiz não marca, vocês jornalistas iriam dizer que foi falta sim.
    – O outro foi na confusão entre o Juan e o Maicossuel. Você disse que o lateral tomou o amarelo após a falta e na sequência deitou sobre o atacante botafoguense e o ameaçou… portanto merecendo a expulsão. Na verdade, o juiz só chegou nos jogadores após o lance, o Juan já tinha se distanciado do Maicossuel… o amarelo foi dado depois!
    Eu queria destacar também a substituição do Léo Moura…
    O jogador não estava mal na partida, mas a torcida o vaiava por saber que ele poderia render bem mais. A coletiva do Cuca após o jogo me deixou meio desconfiado… acho que o lateral vai mesmo sair após o Carioca, e por desejo do próprio.
    Ele tem contrato até 2011, mas os salários atrasados e a oferta de melhores contratos com outros times, têm balançado o jogador. Sabendo que nenhum flamenguista vai engolir uma negociação, Acredito que o Cuca o substituiu durante o jogo justamente para forçar uma vaia da torcida e criar um possível mal-estar, e foi o que aconteceu…
    Parece que querem inventar um mau momento, uma crise pessoal, para que o jogador saia sem que os torcedores saibam que ele só saiu por incompetência da diretoria do Flamengo. O Cuca ontem ficou extremamente sem-graça quando foi perguntado sobre o porquê da substituição, não que o Éverton Silva seja ruim, pelo contrário, mas existiam vários jogadores que não estavam rendendo e continuaram em campo.

  • Eduardo Costa

    Olá Mauro, bem concordo em parte com o que foi dito. Mais ainda assim acho, que mesmo com o Flamengo jogando no meio de semana. É o Favorito ao título carioca. Vejo o Mengão muuito forte nessa final. Sem fala que contará, com uma torcida incansável na arquibancada. O Flamengo além de ser forte em finais, tem um elenco superior ao bota. O que pode fazer a diferença. Bem mais tudo isso, é só muuuuita confiança de um torcedor apaixonado pelo seu FLAMENGO. Saudaçõee Rubro-Negras.E domingo a torcida do Flamengo, fará mais uma bela festa no maraca.Flamengo Sempre !!!!

    Obs:Tá certo que o que o Juan fez não foi legal, mais ele é um jogador muuito leal nos jogos. Ele é quem sempre sofre as faltas duras, é ninguém ver isso.Pela Nação ele já estar perdoado. Espero que a crítica também o desculpe. Pois ele é um jogador talentoso, e fundamental para o time do Flamengo.

  • Charles Marcelo

    Mauro……..Concordo com quase tudo que vc falou sobre a arbitragem.
    Mas teve uma entrada por trás do Ibson no Léo Silva , que fica claro que o jogador botafoguense foi tocado por trás , e dentro da area é penalti.
    O Juiz estava perto do lance e fez que não viu.
    O Juan fez uma falta que merecia cartão amarelo , mas depois ele ameaçou o jogador do botafogo………merecia ser expulso. e foi?
    São lances como esses que fazem a diferença numa final equilibrada.
    Botafogo estava melhor nesse momento , e o flamengo jogando com 1 a menos…….ia passar aperto. nao acha?
    Agora o Maicossuel não vai jogar , se machucou num lance infeliz……..e o nervosinho do Juan vai jogar todo sorridente.
    Isso que falei aqui não é choro……..é a realidade do que aconteceu no jogo.
    Prá que não falem que sou parcial……..acho que o Eduardo deu sorte de não ter sido expulso antes de ser sacado do jogo.
    Sem o Maicossuel fica mais dificil ………….mas não me lembro de titulo nenhum que o Botafogo tenha ganho com facilidade.
    Abraços Mauro!!!

  • Alessandro

    Mauro, normalmente concordo com você e com seus colaboradores, não sei se são exatamente isso, e no jogo de domingo suas visões do jogo estão dentro da normalidade com pontos de discordâncias naturais do futebol.

    Porém o que me chamou a atenção foi esse apoio da naSSão, eles só gritaram nos dois gols ficaram estáticos e calados o segundo tempo inteiro e quando cantaram só sabiam ironizar o pequeníssimo número de torcedores do Botafogo! Só queria entender o motivo dessa exaltação? Eles não cantaram, não vaiaram, não fizeram nada, mas empurraram? Como?

    Grande abraço!

  • PJ Fogão

    A grande questão é: a mesma coragem ou critério como queiram chamar que o arbitro teve pra marcar o penalty contra o Botafogo, porque não teve pra marcar o que foi feito no Léo Silva?
    Será que se o lance do juan fosse feito pelo Alessandro ou Eduardo ou qualquer outro jogador do Botafogo, será que tería sido somente cartão amarelo?
    Sinceramente espero que o apito não resolva o jogo no domingo que vem, como tem acontecido nos últimos anos…. SAN.

  • Diego Calandrini

    Mauro, acho que o Flamengo até jogou menos que o Botafogo por ter recuado após o gol, mais não mereceu perder o jogo pois jogou com dois a menos (leo moura e zé roberto).
    Não sei se o arbitro errou em ter dado apenas amerelo em Juan, mesmo achando que foi ridicula a reação ele teve, pois acho que foi lance de interpretação e se tivesse mostrado o vermelho muitos falariam que ele foi rigido..Um abraço

  • E NINGUÉM CALA O CHORORÔ

    A ANATOMIA DO CORPO HUMANO MUDOU E NÃO ME AVISARAM! CARO JORNALISTA, DESDE QUANDO BRAÇO VIROU OMBRO E NÃO ME AVISARAM? GOSTARIA QUE TB ME EXPLICASSE UMA IMPORTANTE ALTERAÇÃO OCORRIDA NA FÍSICA, ONDE UM CORPO QUE ESTÁ ATRÁS DO OUTRO, CONSEGUE, POR MILAGRE TIRAR COM O OMBRO O OUTRO CORPO?
    SERÁ QUE ESQUECI TUDO O QUE APRENDI OU MUDARAM A BIOLOGIA E A FÍSICA SEM ME AVISAR???

    MEU CARO WSGJWS, ou coisa parecida:
    Excelente comentário. Fino, irônico, sarcástico, brilhante. Discordo da interpretação, e da anatomia, mas concordo que foi muito melhor que o meu. Uma aula de comentário. Para todos os que discordam do blogueiro (e para mim, também), uma aula.
    e sem entrar em clubismos, bairrismos, parcialidades e outras teorias da conspiração.

  • JL

    Atitude ridícula e cretina do Juan. Foi um belo drible e com objetividade. E mesmo que não fosse objetivo, o drible está na regra do futebol. Faz quem sabe, quem não sabe bate palmas.
    Esta atitude é típica de jogador que quer fazer cena pra torcida. E como torcida em estádio é facilmente manipulável, o jogador passa a imagem de raçudo e de quem veste a camisa.

  • claudio romanelli

    Amigo Beting comentar esse campeonato carioca é sinal que vcs profissionais autogabaritados do lancenet estão maus…A proposito o globo e a mídia em si puxa a rapadura pra dois times de tradição no Brasil que são….Corinthians e Flamengo..Agora eu num acompanho o carioca porque é um campeonato arranjado e os chorões so sabem reclamar e por isso o futebol carioca é pior que varzea…O que adianta ter casa cheia sem o proprio campeonato é a farra do boi.Times como esse flamengo,botafogo,vasco e fluminense são times fracos e devem sofre com o início do campeonato brasileiro…O melhor e mais organizado campeonato é o Paulistão…Quem diria o galo ontem levou uma sapecada da raposa;é outro campeonatinho de quinta categoria…Portanto eu respeito os seus comentarios,mas vcs aí do lancenet falar dessa parodia chamada campeonato carioca é hilario…Juntando flamengo e botafogo não chega numa categoria de um Santo Andre ou um Bragantino..Portanto se o botinha e o menguinho disputasse o paulistão hj num classificaria entre os 8(oito)..eu disse os oitos primeiros colocados…Vendo o melhores momentos;ops(piores momentos) daí tirei a conclusão que esses dois times são ridiculos e devem penar pra jogar contra os melhores times aki de São Paulo…Enquanto Ronaldo e falado no mundo inteiro as porcarias desses campeonatos fajutos ficam no esquecimento…contra fatos num ha argumentos..É so ver o que a mídia em geral so fala nos programas esportivos…Em São Paulo num ha roubalheira como tem nos outros estados.

  • jorge santos

    Só queria saber o que aconteceria se o Maicossuel tivesse reagido à falta e partido para tomar satisfação com o Juan: certamente, teria levado o amarelo. Mas o marrento lateral não precisa mais se preocupar, pois não vai levar outro baile no próximo domingo.

  • Wando Medeiros

    Mauro, quanto ao jogo em si, nem mais é surpresa a “interpretação” de lances polêmicos sempre em favor do vermelho e preto, portanto, é chover no molhado. Porém, questiono verdadeiramente como podemos aguentar tal estado de coisas, coisas estas arranjadas pelos tais “árbitros”. No futebol atual ganha o time que o árbitro elege como vencedor, aquele que lhe é mais simpático ou que paga melhor, no que mais acredito. No futebol de hoje, jogador ganha cartão amarelo, na primeira falta, aos 15 segundos de jogo (milhões de exemplos gravados pelas emissoras) e um jogador que faz seis faltas em menos de 10 minutos de jogo, sequer recebe cartão amarelo (William no jogo de ontem contra o Botafogo). Suspendem jogadores, que sequer o árbitro cita em súmula, mas, que o TJD (afinal que diacho é isso?) viu o lance pela TV e aplica sua conveniência, porém, o que acontecerá com o Juan? Olha que é reincidente de reincidente de reincidente, afinal deve se julgar muito bom de bola e acima de todo e qualquer ser humano, é só ver a marra que o mesmo destila, talvez por achar que ser jogador de futebol o eleva a categoria de ser superior. Enfim, que saudade do futebol jogado por verdadeiros craques (Gerson, Rivelino, Geraldo, Tostão, Dirceu Lopes, Reinaldo, etc…etc….), futebol que o árbitro que mais aparecia em campo era porque era, supostamente, gay e que se enganava verdadeiramente e não os de hoje, que são notoriamente tendenciosos. Mas…. abraços!

  • ZÉ BEDEU

    Final de carioca, se esta federação tivesse um pouco de decência, deveria ser apitada por árbitro de outro estado e da Fifa, e a análise dos jogos deveria ser feita por jornalistas independentes. Mais uma arbitragem ridícula e fraudulenta, porca miséria.

  • http://www.futebolpitacos.blogspot.com gustavo roman

    Mauro vc ja viu ou se lembra de alguem que em 2 jogos seguidos(sendo decisão ou não)fez 2 gols contras…
    abraços

  • E NINGUÉM CALA O CHORORÔ

    CARO JOVANELLI, A SEGUIR SEU RACIOCÍNIO, A HEGEMONIA DO SÃO PAULO TAMBÉM ESTARIA PREJUDICANDO O FUTEBOL BRASILEIRO? ORA CARO TORCEDOR. RESPEITO SUA OPINIÃO, MAS DISCORDO. OS OUTROS TIMES DEVEM SE EQUIPARA AQUELE QUE ESTÁ GANHANDO MAIS. SE GANHA MAIS É PORQUE TEM ALGO A MAIS. OU SERÁ OBRA DO ACASO, MACUMBA, REZA E OUTROS QUE TAIS?

  • Renato

    Ruan, perna de pau, cai cai… Aprende a jogar futebol e para de cavar faltinhas e de distribuir pontapés.
    Esse campeonato carioca é arrumado pra um time só levar o caneco.

  • Karoline

    Juuuuuan , confiio em Tii vaai seer um Joogãao vaamos Gaanhar dii 3 x 0 Huuuuahus ..

  • andreya

    Gostaria de lamentar o quanto ridículo se tornou o futebol brasileiro hoje em dia, pois sou simpatizante do Botafogo, vejo que esse time comete muitos erros em campo, mais do que isso, muitos vacilos, sendo que está na final do campeonato carioca com o Flamengo, e percebo que realmente há um “exagerado kit pró Flamengo: A imprensa, alguns árbitros, a torcida fanática……”. Se há conspiração à favor do Flamengo eu não tenho certeza, só acho que não se deve tirar o mérito do time adversário, como se existisse no Brasil só o Flamengo que nem tem jogado tão bem assim, vejo que o fanatismo dos torcedores flamenguistas e vorazes não deixa eles enxergarem o óbvio, a arrogância sem tamanho! Olha gente, existem outros clubes, sejam grandes ou pequenos que jogam bem tanto ou quanto o Flamengo, sendo que esse em certos casos obtem vantagens escancaradamente como citei acima. Por que o Flamengo tem que ganhar os campeonatos sempre? Ainda prefiro ver um clube pequeno ganhar títulos! Gente, abram os seus olhos, como dizia Nelson Rodrigues,” Toda e qualquer unanimidade é burra”

  • niko

    sou Cruzeiro, mas moro no rio, e fico com pena do botafogo, que é sempre roubado, o clássico Flamengo e Botafogo deveria se chamar ”CLÁSSICO DA ROUBALHEIRA”