logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

Santos 1 x 3 Corinthians | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


Santos 1 x 3 Corinthians

por Mauro Beting em 26.abr.2009 às 18:03h

[[[[[[Escalado pela Rádio Bandeirantes e pelo LANCE!, estou na Vila Belmiro, sem ter acesso às imagens do Mineirão e do Maracanã]]]]]

Folia de reis

Pelé fez 50 gols em 50 jogos contra o Corinthians. Assistiu no camarote ao Fenômeno honrar a Vila com dois gols de Pelé. Timão fez 3 a 1 e pode perder até por dois gols, no Pacaembu

No estádio, o Santos tinha Pelé; no campo, o Corinthians tinha Ronaldo. No futebol de hoje, basta. No futebol de qualquer tempo, o segundo gol dele é histórico.

Com Pará improvisado como volante ao lado do reserva Germano, o Santos começou com Madson à direita para travar e jogar contra André Santos, e Neymar mais solto. O Corinthians substituiu o suspenso Dentinho pelo aplicado Morais, deixando Ronaldo ainda mais isolado – também porque Jorge Henrique entrou mais preocupado em impedir o avanço de Triguinho. Recuo ainda maior depois do gol de Chicão, o terceiro de falta dele, aos 10. André Santos se posicionou para cobrar em lance que raramente chuta, Fábio Costa foi na dele, escorregou, e viu a bola entrar no canto onde estava.

O Santos acordava quando, aos 24, num bicão de bola de Chicão, Luizinho deu condição, Fabão dormiu, Ronaldo dominou como rei, e fez o gol. O Corinthians recuou ainda mais, deixando Douglas e Morais na armação, e fez uma linha de três no meio e mais quatro dentro da zaga, isolando o Fenômeno, chamando o Santos. E quem foi santo foi Felipe, com quatro grandes defesas até o intervalo.

Mano substituiu o lesionado Jorge Henrique por Fabinho, adiantou Elias, mas não adiantou. Madson rodou o ataque, foi fazer parceria com Triguinho, e o Santos foi perdendo gols até Triguinho cruzar e Felipe, na única infelicidade de uma grande atuação, marcar o único gol santista, aos 15.

O Santos continuou em cima, com menos fôlego e intensidade. Até que no único contragolpe do acanhado Corinthians, a bola sobrou para Ronaldo ceifar Triguinho, ver Fábio Costa adiantado, e tocar de canhota (a perna “ruim”, ou menos excelente) por cobertura, aos 31.

O jogo acabou ali. O sonho santista, talvez. A questão é que o camisa nove que mais uma vez faltou ao Santos sobrou ao Corinthians. Aquele que insiste em terminar quem acha que Ronaldo acabou.

BOTA-TEIMA do APITO –

Aos 23min, Everson Soares marcou erradamente impedimento (difícil) de Paulo Henrique. Santos prejudicado.

Aos 36min, Kléber Pereira recebeu a bola em impedimento (também difícil). Corinthians prejudicado.

Aos 38min, pelo conjunto da obra, faltou cartão amarelo para Germano. Corinthians prejudicado.

Aos 4min, Germano agrediu Chicão com um soco – lance só visto pela TV. Merece punição por tribunal. Corinthians prejudicado.

Tags:

  • Dirceu.Barros

    O Ronaldo agora detonou seus críticos em definitivo, Aguardemos retratações…

    DIRCEU, pode esperar sentado. Ou em pé, celebrando. quem detona “esquece” o que detonou. uma lástima

  • Paula

    Concordo com o Germano aos 4 minutos. Mas então vc tem que concordar comigo que seria penalti do chicão no mesmo. Agressão, falta, cartão!

  • jose carlos

    Ah!Se o gorducho,ops,gordinho fosse nosso!Não dismerecendo o kP9,mais em jogos como esse,não se poe perder tantos gols.Se o Ronaldo estivesse o lado contrário,assumiria a artilharia o paulistão hj.E Mauro,vendo o lance do Germano pela tv,com calma,o Chicão deu um tapa nele primeiro.Cartão pros 2.Acho q ainda dá.Chama o Messias Geovanipra mostrar como se faz.Pelo q jogou,ainda q mto menos do q contra o Palmeiras,acho q o Santos pode se superar.KP9 tem q passar a semana concentrado no cct e treinar finalizações.

  • http://do-ouglinhas@hotmail.com Douglas Ap Bono Maranho

    EU SINCERAMENTE NÃO COMEMORO GOL do RONALDO!
    À NIVEL NACIONAL, só ADRIANO que TUDO INDICA VAI PARTICIPAR do BRASILEIRÃO 2009!

    POR QUE se NÃO FOR ASSIM, CHEGA SER DESPROPORCIONAL à DIFERENÇA DELE p/ OUTROS ATACANTES.

    Agora qto à possivel VOLTA do FENÔMENO p/ SELEÇÃO!?

    Dunga você convocou um dia o “CRAQUE AFONSO” agora tá chegando a VEZ do RONALDO!? rsrsrsrsrsrsrsrsrs…

  • Jorge

    O Corinthians ainda não é o campeão paulista de 2009, apesar da vantagem de poder perder a finalíssima, no próximo domingo, por até 2 gols de diferença e mesmo assim levantar a taça.

    Não se pode afirmar, de modo indiscutível, que o Corinthians é o melhor time do Brasil hoje, apesar de estar próximo de conquistar (ainda invicto) o campeonato estadual mais difícil do país, e de ser a única equipe brasileira sem saber o que é derrota em 2009.

    Hoje, o que se sabe é que o Corinthians não é o “time de segunda”, que “ainda precisa ser provado”, como tanta gente com má-vontade insistia em desdenhar.

    Para quem acompanhou com atenção a equipe do Corinthians que ganhou a Série B do Brasileirão em 2008 de ponta a ponta, com tranqüilidade e altivez, ficou claro que o grupo era bom e que o técnico Mano Menezes fazia um grande trabalho.

    Os corinthianos estão acostumados com o despeito e a inveja alheios. Todos os feitos, conquistas e virtudes corinthianas são sempre contestados, desdenhados ou ignorados.

    Por isso é sempre bom ressaltar alguns fatos:

    – O Corinthians já conquistou neste ano duas taças: a da Copa São Paulo de Juniores e a Taça dos Invictos.

    – O Corinthians está invicto há 25 partidas, e é a única equipe que não perdeu no Brasil em 2009.

    – O Corinthians possui o maior patrocínio de camisa do futebol brasileiro.

    – O técnico Mano Menezes, de comportamento ponderado fora de campo, tem as seguintes marcas à frente do Corinthians: está a uma partida de finalizar a sua quarta disputa; em três delas, o time teve a melhor defesa (Paulistão/2008, Série B/2008 e Paulistão/2009); foi vice-campeão da Copa do Brasil/2008, campeão da Série B/2008 (melhor campanha de um grande na história da competição) e finalista do Paulistão/2009.

    – Ronaldo, o Fenômeno, é nosso.

    – Felipe, que tem apenas 24 anos, é um goleiro excepcional.

    – Chicão é um becaço, além de melhor cobrador de faltas na entrada da área, na atualidade.

    – André Santos é lateral-esquerdo para a seleção.

    – Elias e Cristian formam a melhor dupla de volantes do Brasil.

    – Douglas, apesar de ainda longe de sua melhor forma técnica e física, é um meia com virtudes raras no futebol atual.

    – O time do Corinthians, como um todo, apresenta virtudes táticas, físicas, técnicas, de combatividade e de entrosamento que o colocam em condições de lutar para valer pelo título de qualquer competição de que tome parte.

    Para alegria da Fiel.

    Vai, Corinthians!

  • Fabio
  • Juan

    Mauro, muito boa análise, bem, estou passando só para expôr algumas questões. Depois de alguns jogos, tenho tido algumas duvidas com o time do Corinthians… Bem, Morais, que todos falam que é um jogador que vem de trás, empurrando a bola para os atacantes, joga muito melhor quando é o encarregado da armação, quando joga sozinho, comandando o meio-campo. Seria ele, na verdade, um dos poucos armadores do futebol brasileiro? Eu não conhecia o Morais do Vasco, mas depois de ver alguns de seus jogos, me pareceu que Morais, no Vasco, era muito mais armador do que apoiador.
    Gostaria de saber a sua opinião sobre isso… E se concorda, como organizar o time com Morais? A única solução seria colocar Douglas na reserva(o que para mim, é um absurdo)? Existiria algum modo de colocar os dois juntos, e ainda assim, tirar o máximo dos dois jogadores?

    Bom, de qualquer maneira, obrigado.

  • Carlos César Sanchez

    O que falar do Felipe,do Chicão, do Alessandro,do Elias, do Mano Menezes? Estou sem palavras para definir Ronaldo, o que falar de um jogador desacreditado, chamado de baladeiro, gordo,ex- jogador de futebol… com três contusões fenomenais, o que posso falar da matada de bola que ele deu, puxando para o pé esquerdo, e finalizando com perfeição, o que posso falar, do terceiro gol do Corinthians… parecia que eu estava vendo um treino, onde aqueles jogadores sem nenhuma responsabilidade arriscam alguma uma jogada de efeito, sério, quem faz o que ele fez só pode estar brincando de jogar futebol. O que falar de um time que não conhece derrotas? Eu assisti o jogo pela Band, e houve um momento , acho que foi no início do segundo tempo, onde focalizaram o Pelé ligando do seu celular, todos estavam curiosos para saber pra quem ele estava ligando. Mas eu descobri!!! Ele estava ligando para o ouríves para encomendar uma placa para homenagear um certo ex-jogador, que brincou na Vila Famosa, e que ficou mais famosa!!!

  • Guilherme Santos Castro

    Manu Mauro…
    Vc ta loco???

    O Germano merece punição, mas dizer que o corintias foi prejudicado, ai ja é demais…
    quem deu cotovelada primeiro foi o chicão, DEPOIS… o Germano REVIDOU com um soco… os dois merecem punição, MAS NO JOGO, foi PENALTI…
    O chicão da uma cotovelada no Germano.. o juiz não apita e vc fala que o corintias foi prejudicado??
    ai ja é demais né!

  • carlos amendola

    Mauro, pare com a chuva no molhado. Todos sabemos da capacidade técnica do Ronaldo, toda imprensa fica falando que ninguém acreditava na sua volta, que ele é gordo mas é craque, e outras pérolas jornalísticas. Agora, você que foi um péssimo goleiro, deveria entender que os 3 gols do Corinthians foram falhas lamentáveis de um goleiro profissional, diria até inaceitáveis. No primeiro, a barreira não foi armada com eficácia, o Chicão chutou reto a bola em direção ao gol. O segundo, o FC adiantou-se desnecessariamente, pois tinha um zagueiro colado ao R9. O terceiro, bem, o terceiro foi brincadeira, é isso mesmo, brincadeira de pelada, turma da Band x turma do Lance. Qual o motivo do FC estar tão adiantado naquele momento se a zaga estava marcando o R9?? Aliás, o placar moral foi Fábio Costa 3 x 1 Felipe. Dois incompetentes. E o da pelada seria Band10 x 10 Lance, 10 gols do Neto e 10 frangos seus.

    CARLÃO AMENDOLA, como já escrito antes, e certas coisas não cabem no texto, méritos para R9, deméritos para FC1. Mas posso assegurar que MB0 (Mauro Beting Zero) não é tão ruim quanto você fala, CA1000.

  • Daniel Teixe

    Germano deu o soco no Chicão pois levou um tapa do zagueiro corintiano neste mesmo lance. Ambos devem ser punidos!

  • Neto

    OK, Ronaldo é gênio. Indiscutível. Mas vamos observar o primeiro gol. Ele recebe a bola um pouco depois da intermediária, com Fabão a uns dois metros dele. Será que se Fábio Costa tivesse ficado no gol (como fariam: Júlio Cesar, Marcos, Vander Sar e Chech), o camisa 9 não tivesse mais dificuldades? E se no segundo gol ele tivesse ficado no gol (como fariam:Júlio Cesar, Marcos, Vander Sar e Chech), o que Ronaldo Faria, cercado por dois zagueiros? E aí Beting, Fabio Costa foi ou não decisivo para o resultado negativo do Santos, fora os gols perdidos de Kleber Pereira, meu conterrâneo?

    NETO, de fato. Fábio Costa sempre sai demais da meta, e de modo atabalhoado. Fora o fato de ser um borrão vermelho, que ajuda qualquer um a vê-lo desde Marte. E como Ronaldo não é qualquer um…

  • http://chuteirasdeouro.blogspot.com/ João Tavares

    Mauro,

    Os fãs de Ronaldo pedem a sua presença na Seleção.
    Eu não consigo confiar em Ronaldo depois de 2006. O cara com 29 anos, chegou com mais de 100 kg na Alemanha. Outra coisa. Será que ele conseguiria repetir este sucesso jogando contra Barça, Liverpool, Manchester, Chelsea?? O futebol jogado no Brasil é o pior de toda a sua história, não por saudosismo da minha parte, mas porque os melhores jogadores saem do país cada vez mais cedo. O que você acha Mauro?
    Hoje, se você fosse o Dunga, convocaria o Ronaldo??

  • http://lancenet Ricardo Costa

    Considero que o Corinthians já é campeão paulista, mas é preciso colocar as barbas de molho para o resto do ano, e quando Ronaldo não jogar ? E quando o Mano Menezes substituir o Jorge Henrique pelo Fabinho ? Túlio, Souza, Acosta, Lulinha, Denis, Jean…Só pra finalizar, quando o Felipe aprender a sair do gol e não cometer falhas absurdas vai se tornar o melhor goleiro do mundo !

  • Felicio

    Saudosamente falando, aquela entrada criminosa, e claramente intencional, do Ronaldo sobre o André Dias, também não deveria ser revista, rejulgada, repensada ou seja lá o que for pelo tribunal, mesmo que tenha tomado o singelo amarelo que tomou daquele juizinho sem qualidade? Ou aquilo foi lance casual?

  • BASILIO77

    Pelos comentários…a tese de que “estão dando mole” pro Ronaldo continua. Agora foi Fábio Costa.
    Que dureza….só tomando uma…umas.
    Abraço.

  • BASILIO77

    Estivemos bem até fazer os 2 x 0. E razoáveis até o final do primeiro tempo.
    No segundo tempo, recuamos demais, erramos demais na marcação e permitimos muitas chances REAIS de gol aos sardinhas.
    Felipe mostrou que pode ser o goleiro do SCCP por mais 10 anos.
    Douglas ainda não me convence, muito displicente.
    Tomara que jogue bem e o clube ganhe uma boa grana com ele. Não confio nele.
    Enfim, jogamos como campeões. A bola do adversário NÃO ENTROU!
    E quando a bola entrou, demos a resposta quase imidiata e FATAL. GENIAL!
    Ronaldo calou minha boca e de tantos outros.
    Fomos pressionados, nosso goleiro foi um dos melhores em campo…MAS VENCEMOS!
    Os bambis foram tri dessa maneira….mas a imprensa dizia maravilhas da defesa delas e da ‘eficiencia” da equipe delas…do time “matador”.
    O nosso SÓ venceu por causa do Ronaldo…teve a sorte ao seu lado…e o blábláblá de sempre.
    Já sabiamos que seria assim. A zica sumiu.
    NOSSA CAMISA É F…!!!
    O CORINGÃO VOLTOU!
    Abraço.

  • http://blogs.abril.com.br/futebolearte André Rocha

    E que lindo lançamento do Ronaldo no primeiro tempo para o Douglas!

    Naquele lance, o Fábio Costa saiu bem. Mas acabou chamando a atenção do Fenômeno para o fato de que o goleiro santista joga adiantado.

    E aí…

  • http://felldesign.wordpress.com/ felldesign

    O que mais me incomoda é ouvir que o Ronaldo é um jogador “diferenciado”… diferenciado é o Madson (sério!), por exemplo. Jogador acima da média nacional, corre, dribla, marca, arma, chuta… um demônio com a bola. Já em âmbito mundial, “diferenciados” são: Gerrard, Eto´o, Cristiano Ronaldo… menos Messi (Messi É craque!).

    Ronaldo não é “diferenciado”! E NÃO é craque…

    Ronaldo é GÊNIO, um patamar acima dos craques… somente GÊNIOS proporcionam a nós, reles mortais, obras de arte como a de ontem… mesmo fora de forma.

    Pelé, Maradona, Garrincha, Romário, Ronaldo e Zidane… GÊNIOS!

    6 gênios! 3 de anteontem e 3 de ontem, sendo que um insiste em brilhar hoje! O resto é craque, “diferenciado”, acima da média, chame-do-que-quiser, blábláblá….

    Quem diz isso é somente um designer-boleiro no auge dos seus 34 outonos, pelo que já viu e pelo que vê atualmente…

  • Leo Santista

    Basílio, não sei se o resultado seria o mesmo sem o Ronaldo em campo. Não digo com isso que o Santos venceria porque seu ataque tem sido o mais incompetente do futebol brasileiro desde o primeiro jogo com o CSA -a eliminação do Palmeiras foi mais fruto da raça do que da técnica. Mas acredito que ao menos um empate teria sido possível. Que o Ronaldo é completamente diferente de todos osque pisam a grama dos estádios brasileiros é um fato. Sorte sim do Corinthians, por tê-lo.

  • Carlos Eduardo Furim

    Como goleiro amador, posso afirmar uma questão que ninguém leva em conta:
    1º. Fábio Costa não fica debaixo das traves, porque é pacífico que o goleiro precisa fechar o ângulo do atacante. Se ficar debaixo da trave, sobra o gol todinho para o atacante chutar, e conforme a categoria, não existe arqueiro com força e tamanhos e consiga defender bolas bem colocadas. Talvez estivesse sim um pouco mais adiante do que devia, mas debaixo da trave, não são treinado para ficar, exceto em escanteio, e batido aberto.
    2º. A menos que Felipe fosse um dançarino russo, seria impossível ele conseguir tirar o pé direito do chão, da forma como ele saiu do gol. Ou seja, ele teria que estourar o joelho oposto para conseguir fazer tal proeza. A falha não foi portentosa quanto parece…

    No mais, o centroavante corintiano sobrou, e os zagueiros santistas, que fizeram o que estava no alcance, nada puderam fazer…

  • Ricardo Barros

    Mauro,

    Germano bateu no chicão sim, mas levou um tapa antes, pq só ele tem que ser punido?
    O Cristian foi punido pelo murro no Neymar?

    abraço

  • RV

    Amigos santistas, não se desesperem. Essa história do Corinthians ganhar o primeiro jogo por 3×1 e se considerar campeão antes do segundo jogo me remete a felizes memórias do ano passado. Saudações rubronegras!

  • Nick

    Prezado Mauro, Parabéns pela resenha! Seguem algumas observações sobre o clássico.
    (1) “bicão de bola de Chicão”? Pode até ter sido de bico, mas repare no lance de novo em slow motion, na câmera atrás do gol de Fábio Costa. Chicão olha para Ronaldo. Vê a posição dele ao “dar o chutão”. Ele teve a intenção de lançar Ronaldo. Repito, de bico sim, plasticamente feio, sim, mas consciente.
    (2) Chicão – A propósito, o jogador fará muita falta ao Timão no segundo jogo. Como Neto vem destacando há muito tempo, trata-se, hoje, do melhor zagueiro no Brasil.
    (3) Felipe – Que fase! Que exibição! Nem a suposta “falha” no chute de Triguinho é capaz de manchar a exibição portentosa de Felipe. O que foi a sequência dupla de defesas no primeiro tempo? Impressionante! Concordo com o Carlos Eduardo Furim. É natural que o goleiro, em lances similares, tente fechar o meio, para evitar o cruzamento. Felipe foi pego no contra-pé, e ainda teve o reflexo de tentar tirá-la para escanteio. Mas a bola veio muito forte e veloz. Mais méritos de Triguinho do que deméritos de Felipe.
    (4) Ronaldo – Os comentários acerca de Ronaldo são inacreditáveis. É preciso ser muito “clubista”, ter um pensamento muito pequeno e tacanho para continuar a questionar Ronaldo. Sou apaixonado por futebol, o que me impede de deixar de apreciar Guarrincha, Pelé, Gérson, Zico, e até Maradona (apesar de argentino), pelo simples fato de terem se consagrado em times rivais. O prezado Felldesign (assim como Luciano do Valle) disse tudo: Ronaldo é Gênio! A Vila tem agora dois gols de placa em sua história: Marcelinho e Ronaldo.
    (5) Fábio Costa – Pessoal, vamos deixar as paixões de lado. Nem o “Aranha Negra”, nem Gilmar dos Santos Neves, nem Oberdan. Ninguém pegaria os dois lances de Ronaldo. Indefensáveis. Mais uma vez cito o prezado Carlos Eduardo Furim: goleiro tem que se adiantar para fechar o ângulo. Ficar embaixo das traves é suicídio. Falo com propriedade pois sempre joguei no gol desde os sete anos de idade.
    (6) Elias – No gol do Ronaldo, é preciso destacar a participação de Elias. Com bola, pela saída rápida e o passe perfeito; e sem bola, por ter “puxado” a marcação de Fabão até o último instante, dando tempo para Ronaldo arquitetar a obra prima. Aliás, Acorda Dunga! tá na hora da aposentadoria de Gilberto Silva e uma chance para Elias, o melhor volante no Brasil da atualidade.
    (7) André Santos – Que partidaço!!! Parabéns!
    (8) Douglas – Continua jogando o fino. Que enfiada de bola para Morais sofrer a falta que resultou no primeiro gol!
    (9) Germano – Quando Christian teve a infeliz idéia de comemorar seu golaço com gestos obscenos, a mídia reagiu, de forma geral, como se o jogador tivesse cometido um crime brutal. Em tempo: não estou defendendo o seu gesto, condenável e temerário. Deve ser punido. Contudo, acho que falta critério e coerência à mesma parcela da mídia que condenou o infeliz gesto do jogador e não deu o mesmo destaque para o episódio de ontem, no qual o “jogador” (ou seria pugilista) Germano deferiu um direto de direita na face de Chicão. O que é mais grave? Gesto obceno ou agressão física (soco na cara)? Quem foi mais imprudente? E se Chicão se vira na hora e o soco atinge sua nuca? E se Chicão vai à nocaute? Fazer gesto obceno não pode, socar a cara do adversário pode? Por que tanto destaque para a besteira de Christian e pouquíssimo destaque para a imbecilidade e brutalidade de Germano? Será que o Ministério Público também vai pedir a fita do jogo para denunciar criminalmente o jogador santista? Qual é o crime de maior potencial ofensivo? Gesto obceno ou lesão corporal?
    Abs.

  • Nick

    Prezado RV,
    Vc esquece de alguns detalhes:
    (1) O regulamento da Copa do Brasil/08 é diferente do Paulistão/09. Na Copa do Brasil existe o critério de gol marcado fora de casa valer mais. Assim, para ser campeão naquela oportunidade, “bastava” ao Leão fazer dois gols (desde que não tomasse nenhum). Não existe este critério no Paulistão. Ademais, por ter melhor campanha, o Timão joga por dois resultados iguais. Assim, para que o Peixe seja campeão, precisa ganhar o jogo por três gols de diferença (3×0, 4×1, 5×2, etc.).
    2) O Timão não perde por três gols de diferença há um ano e oito meses, ou seja, há 20 meses (Atlético-MG 5 x 2 Corinthians, em agosto/2007, no Mineirão, pelo fatídico Brasileirão em que foi rebaixado).
    3) O Timão nunca perdeu por três gols de diferença sob o comando de Mano Menezes.
    4) O time não perde uma partida desde 29 de novembro de 2008, na última rodada da Série-B, quando foi derrotado pelo América de Natal, no RN. Naquela oportunidade, o time jogou com um misto de reservas e jogadores que seriam dispensados, pois os titulares já estavam de férias (o time já havia conquistado, com várias rodadas de antecedência, a volta à série A e o título da série B).
    5) Com o time titular, o Timão não perde desde 09 de agosto de 2008, quando foi derrotado pelo Vila Nova (2×1), em Goiás, também pela Série B.
    6) Considerando o jogo do América, são 25 jogos invictos. Considerando o jogo do Vila Nova, são 45 jogos invictos.
    7) O time está invicto no atual Paulistão (22 jogos).
    8) O segundo jogo da final da Copa do Brasil foi no caldeirão da Ilha do Retiro, diante da fanática torcida do Leão. O segundo jogo do Paulistão será no Pacaembú, diante da não menos fanática Fiel.
    9) A propósito, o Timão está 24 jogos invictos no Pacaembú. Não perde desde a derrota para o Bahia (1×0), em 19 de jullho de 2008, há nove meses, pela série B.
    É lógico que, por se tratar de futebol, e de um clássico, tudo pode acontecer, mas os números falam a favor do Corinthians.
    Abs.

  • BASILIO77

    Léo, caso o Ronaldo não estivesse no Corinthians, talvez o modo de jogar do time fosse outro.
    Se o SFC tivesse feito 1×0, o que teria sido o jogo? Provavelmente o SFC é que ficaria na espreita de um contra ataque.
    A sorte voltou pro nosso lado sim, como já esteve do outro…no SFC, num passado recente, bem recente.
    São ingredientes que estão aí pra quem quiser ver. Uma hora a bola bate na trave e sai, noutra entra. Numa hora os atacantes acertam TODAS contra nós…outra hora não acertam NADA.
    Isso acontece em todos os clubes, só acho que os analistas não podem resumir suas análises à apenas sorte, ou a apenas um jogador, mesmo que seja ele, Ronaldo.
    E é bom que se diga, MUITA GENTE zombou da contratação dele…agora taxar seu êxito de sorte?
    Se essa recuperação tivesse acontecido no maravilhoso, estupendo e insuperável CT do tricolor paulista…seria um barulho tremendo, talvez mandassem um dossiê pro vaticano pleiteando um milagre.
    Enfim, o melhor de tudo é que a mística do meu time voltou.
    Abraço.

  • João Paulo Di Medeiros

    Mauro, você disse que o Ronaldo tem a perna esquerda menos excelente, na verdade eu o admiro pois depois que machucou o joelho direito quando jogava na Inter, ele aprendeu a ser canhoto, pegue os últimos 50 gols dele e você verá que uns 70% foram de esquerda !!

  • Pedro P. Tardelli

    Não tem como não enaltecer o gol do Ronaldo. A imprensa TODA está fazendo isso exaustivamente e é muito bom para o futebol. Aí me veio a lembrança do gol do Diego Souza contra o Sport, também um golaço, mas pouco reverenciado pela crônica esportiva. Mas, apesar de palmeirense, não há como negar que esses golaços, tão raros no futebol de hoje, tem que ser enaltecidos a todo momento. Ronaldo, Diego Souza, Kaká, Ronaldinho Gaucho e outros tantos merecem sempre esse destaque. O que o futebol precisa urgente é acabar com os Domingos que empesteiam todos os clubes: musculosos, agressivos e nada acrescentam à plasticidade das partidas. Esses Domingos são tão desnecessários que os técnicos, como o Vagner Mancini fez, recorrem a eles para retirar os craques dos jogos para facilitarem o seu trabalho. São os “homens bomba” que todas equipes tem recorrido: são expulsos, mas levam junto o craque adversário. A despeito das respostas exageradas dos jogadores ao serem provocados pelos Domingos, caso mais recente do Diego Souza, casos mais remotos envolviam também os “esquentados” (mas craques!) Almir, Rivelino, Edmundo, que sempre são condenados pela imprensa, enquanto os cabeças de bagre ficavam quietinhos e inocentes no seu canto. O futebol profissional precisa muito dos Ronaldos e deve mostrar o caminho da várzea para os Domingos. Assim seja!

  • http://www.esquemastaticos.blogspot.com/ Marcelo Costa

    A análise tática que faço do jogo é a seguinte. O Corinthians teve dois zagueiros natos, mas o time jogou com três zagueiros (às vezes Alessandro, às vezes Cristian) e, durante o jogo, pôde ser vista uma linha de cinco defensores (com André Santos e Jorge Henrique pelas laterais). O Santos, dessa vez, jogou no 4-3-3 e no 3-4-3, com três atacantes enfiados (já que o Corinthians jogou mais recuado), e não no tradicional 4-2-3-1. http://www.esquemastaticos.blogspot.com/

  • Rafael Barros

    Parabéns Mauro. Ja falei com vc pelo telefone uma vez sou de Campinas. Como sempre vc e suas colunas imparciais. Vc é mto bom e o Fenômeno é o cara! Como joga esse bolinha.!! Que bom que o Coringão Voltou e calando mta gente. Parabéns pelo 80% de título conquistado. Que venha o Brasileiro mas a Copa do Brasil da engasgada precisamos ganhar ela… Abraços

  • Fábio Chamusca

    Mauro, obrigado por citar o soco do Germano. Até agora não vi ninguem fazê-lo. (Ainda falta ler o Juca…)
    Maaaas…. (risos) Citaçãozinha muito tímida essa…
    Só lembrando… O Tulio foi expulso contra o São Paulo num lance que foi alertado via radio ao arbitro da partida. Coisa que ontem não aconteceu(eu me surpreenderia muito se acontecesse…)
    Quando o Cristian deu aquela esculachada (os falsos moralistas dizem que foi feio, grosseiro, mal educado, irresponsavel e bla bla bla… Eu achei hilário!) teve colunas e mais colunas, blogs e mais blogs, com foto e tudo mais comentando e exigindo punição. O lance do Diego teve pouco alarde e esse agora do Germano quase nenhum.
    Só ratificando e provando por A mais B; você adoram encher o saco do Corinthians. Vocês adoram ver o circo(o nosso) pegar fogo. Vocês adoram prejudicar sempre que podem.
    Como diriamos lá em Salvador; segue o baba!
    Abraços, Mauro.

  • jose carlos

    Bom,estão querendo crucificar o Germano.Não viram que o Chicão,que é um excelente zagueiro bateu primeiro.E isso em futebol acontece mto.Pq não chamaram a polícia pro Christian qdo bateu da msm forma no Neymar,afinal ele bateu em um menor de idade.Assim como o Fábio Costa falhou,ao meu ver em 2 gols,o Felipe tbem falhou.Dizem que sua atuação belíssima por sinal,apaga a falha,mais se o placar fosse 1×0 pro Santos,hj estariam metendo o pau no goleiro,que pegou mto.Futebol é assim msm.Se domingo o Santos resolver acertar o pé e jogar como sempre tem jogado,buscando superação,acho que pode ganhar.Ainda mais pq o Mano com certeza vai colocar o time lá atrás pra ser bombardeado e aproveitar o contra-ataque.O problema é segurar o Ronaldo. O Nick disse que percebeu que ele olhou pro Ronaldo antes de dar o “bico”pra frente.Brincadeira né?O próprio Chicão falou que deu 1 bico.Mérito e sorte do Ronaldo que não tava impedido e matou a bola como fenômeno pra fazer o gol.Só faltou falar que o Chicão fez um lançamento que só o Gérson faria.O kp9 tá por baixo agora,mais se domingo fizer sua parte,será ovacionado por todos.O Mancini todo mundo tava elogiando de montão,agora o cara é errado pq escalou o time reserva na quarta[vide milton neves],que se diz santista.Acho que dá pra ganhar.Se não vier o título,que é mais provável,faleu pela garra do time até aqui.Torço pra que o Mano coloque o time lá atrás,como é de costume.

  • Leo Santista

    Basílio, que fique claro: a sorte que citei não é o fato de o Ronaldo ter feito os gols; isso aí foi competência pura. Sorte, no caso, assemelha-se ao sentido dado por Maquiavel: fortuna. O Corinthians teve a “sorte” de tê-lo no elenco, isso que quis dizer. Evidentemente o clube tem seus méritos por ter acreditado e investido nele. Não posso dizer que pulei como num gol do Santos, mas naquela vitória do Corinthians sobre o Palmeiras em que ele marcou, um grande sorriso apareceu em minha boca. Felizmente ou infelizmente, tenho de secá-lo domingo que vem.

  • Fábio Chamusca

    Secar Ronaldo é perda de tempo. Achar que o Kleber Pereira é matador é outra perda de tempo.
    O que o Chicão fez antes no Germano acontece em todo escanteio. Soco na cara é bem diferente. O Cristian deveria ser punido sim, quando bateu no Neymar. Mas isso foi naquele primeiro Corinthians x Santos ainda na primeira fase. Nessa primeira final ele não relou a mão naquele moleque presepeiro. Ele só deu uns berro no ouvido dele pra ele parar de mergulhar no chão quando encostavam nele. SE um dia esse pirralho xarope um dia for pra algum time decente na Europa, ele vai ouvir isso toda hora. Tanto que o xarope mor, Robinho, não emplacou lá. Porque é piscineiro. Europeu detesta isso. E eu tambem.
    E quanto a essa coisa de SE Ronaldo não estivesse lá… Ixe… Pura falta de argumento. Esse “se” não existiu, e o que aconteceu foi o que todos viram. Santos não jogou melhor. Santos teve posse de bola. E não soube o que fazer com ela. Quando soube; ou o atacante incompetente perdia o gol ou o Felipe defendia. E só lembrando; ele é pago pra isso.
    Poderiamos ficar la jogando até a quarta feira e era capaz do peixe levar mais gol do que o contrário.
    Agora sem o Chicão vai enfraquecer um tanto a defesa. Se fosse o Mano colocaria o Diego e não o Jean. Jean é nervoso e pode cair na pilha. O time santista vem pro Pacaembu pra tentar de tudo. Até catimba. Pode esperar. O Dentinho volta e teremos o ataque titular novamente.
    Já o Santos tem que escolher o substituto do Fabão, que vinha bem. Se for o Domingos é reforço pro Corinthians. Com meia hora de jogo ele ja terá sido expulso, se o árbitro não inventar. É só jogar o Jorge Henrique em cima dele. E não terão o Pará tambem. E não teriam o Germano se o juiz da tv apitasse como apita contra o Corinthians( aqueeele gol do Tevez. Lembra? E recentemente a expulsão do Tulio num lance onde nem o bandeirinha e nem o arbitro viram nada.)

  • Nick

    Prezado José Carlos, Certa vez, um grande professor meu, pernambuco, genial e boa praça (Souto Maior Borges), ao explicar por que mudara de opinião quanto a determinada tese, disse que a última coisa que queria na vida era levar idéia errada para o caixão por mera vaidade. Não tinha visto a declaração de Chicão, apenas analisei o lance com base nas imagens do jogo. Ao chutar, Chicão leva o olhar na direção do campo aonde está Ronaldo (na esquerda do ataque), fato que me levou a crer na intenção do jogador em fazer com que a bola chegasse até R9. Mas a declaração do zagueiro corintiano é sincera e inapelável, razão pela qual registro o meu erro e retiro a informação. Foi chutão mesmo! Quanto aos demais comentários, mantenho todos. A propósito, permita-me discordar com relação ao posicionamento do time. Esta história de dizer que Mano Menezes é “retranqueiro” já ficou no passado há muito tempo. O técnico está cada vez mais ofensivo. André Santos é lateral que apóia sempre e Alessandro também chega. Elias sempre se apresenta no meio e na frente do ataque (vide gol contra São Paulo e passe para a pintura de R9 contra o Peixe). Não fosse assim, Mano não teria optado por jogar com três atacantes nos últimos tempos. Exemplo claro é a escalação do time no último domingo. Muitos apostavam em Fabinho (volante) pelas circunstâncias (vantagem do empate e jogo na Vila), mas o técnico veio de Morais (meia-atacante).
    No próximo jogo, como bem destacou o Fábio Chamusca, o Timão volta com o ataque titular (com a volta do Dentinho), caso não haja nenhum complicação com relação ao estado físico de Jorge Henrique. Mano sabe que jogar atrás contra o Santos é pedir para tomar gol e arriscar a vantagem.
    Outra coisa: não acredito na vitória do Santos, e mesmo que ela venha, creio que não resultaria na conquista do título, pois também não acredito que ocorra por uma diferença superior a dois gols.
    De todo modo, será novamente outro belo embate entre os alvinegros. Que vença o melhor! Abs.

  • Leo Santista

    Fábio, agradeceria se você não baixasse o nível do debate entre mim e o Basílio. Tá bacana discutir com quem não é simplesmente passional. Desmerecer por completo um adversário é desmerecer a própria vitória (de que vale ganhar de um time que não tem “matador”, que o atacante é “presepeiro” ou o zagueiro é “reforço”?).

    PS: Sobre o Robinho – de quem você parece guardar mágoa, não sei por quê (risos) – sabemos que não é uma pessoa séria e que faz absolutamente tudo o que o seu empresário quer. Saiu do Real Madrid porque quis, tendo até desaparecido dos treinos para forçar a venda. Exatamente como fez com o Santos. Falta caráter.

  • Fábio Chamusca

    Leo, tu gostaria, mas eu não vou atendê-lo. (risos) Se é baixar o nível eu achar que o time do Santos é fraco, então estou aqui baixando o nível.
    Até poucas rodadas antes do final da primeira fase, eu achava até que vocês nem classificariam. E de fato não o fariam se não fosse aquele lance “esquisito” que resultou no penalty convertido pelo Kleber Pereira.
    Quanto aos comentários que fiz sobre os três jogadors do santos, mantenho todos.
    Keleber fica mais impedido e perde mais gol do que faz. Isso é fato. E sempre faz falta no zagueiro pra dar seguimento no lance. Só não vê quem não quer.(lembra do Paulistão 2008, né? Aquele gol de rugby que ele fez)
    O Neymar é muito mais firula do que objetividade. Que ele tem talento todo mundo sabe. Mas tanto quanto talento, ele tem em sua volta; puxa-saco, oportunista, mídia sedenta de assunto, mídia que inventa craque e ausência de atacantes agressivos no elenco.
    E quanto ao Domingos… Pelo amor de Deus… (risos) Eu estou sendo passional quando digo que o Domingos em campo é reforço pra o Corinthians??? Domingos é um dos piores zagueiros que eu já vi em toda a minha vida. Ele só sabe dar porrada. Eu levantei as mãos pro céu quando acabou aquela história da diretoria corintiana querer trazê-lo pro Parque São Jorge(Se é que era verdade. Balão tem sempre, né?)
    E do que vale ganahr de um adversario que não tem “matador” e vai jogar com um zagueiro ruim? Vale título, uai.
    Não estou dizendo aqui que já é campeão, porque são onze atletas lá correndo e disputando. E tanto de um lado quanto do outro, o preparo físico está em dia. Os dois times tem grandes atletas, mas é certo que um deles tem mais jogadores de futebol.
    No Santos eu destacaria o Triguinho, Madson, Ganso, Germano(mesmo distribuindo tanto pontapé), Eller e o próprio Fabão, que será desfalque. O Pará tambem, mas esse tambem não vai jogar. O Kleber Pereira tem aquela coisa de “estar no dia dele”. E atacante bom pra mim não tem dessa de estar no dia. Esse a gente coloca como surpresa. A gente vai saber na hora do jogo. No primeio lance dele. NEssa primeira final, depois que ele recebeu SOZINHO no lado esquerdo da defesa, ja dentro da área, e conseguiu sair do campo com bola e tudo, numa tentativa tosca de driblar, eu já sabia o que seria o resto do jogo. Kleber Pereira e os quinhentos gols perdidos.
    Mas anota aí; se ele não jogar bem de novo vai ficar dificil de vocês fazerem três gols.

  • Leo Santista

    Eu continuo achando que um time fraco não chega à final do Paulista por acidente (e não achei que fosse apelação você achar o Santos fraco; só achei engraçado isso aparecer depois do jogo terminado). Aquele lance contra a Ponte foi de circo, é fato. Mas de nada adiantaria se o Santos não tivesse ido buscar uma desvantagem de dois gols provocada pela própria zaga. Além disso, eliminar um Palmeiras que vinha embalado de uma vitória na Ilha do Retiro não foi bolinho. Agora, se você me disser que o Corinthians já tem um conjunto encaixado e que se conhece bem melhor que o do Santos, eu concordo. Vagner Mancini encontrou terra arrasada e está aos poucos dando uma cara à equipe. Estamos no lucro de ter rendido algo ainda neste semestre. Confesso que esperava um time jogando como time (e não como bando) apenas no Campeonato Brasileiro.

  • http://www.hotmail.com luiz carlos gonçalves

    Eu gostaria de assistir o jogo clássico na integra p/ gravar!

  • Fabio Chamusca

    Entendo, Leo. E eu não disse que o Santos era fraco só depois que o Timão venceu. Ja dizia bem antes. A arrancada na reta final foi muito boa mesmo. E é mérito do Mancini sim.
    Mas visivelmente não seria páreo ainda que fosem 10 finais.
    Falei que o Kleber era artilheirod e penalty, ne? Como foi o gol que ele fez? (e se jogou. Teve penalty nenhum)
    Falei que ele ia perder um monte de gol feito, ne? E o que aconteceu? Aquele lance que ele meteu na trave mesmo depois do jogo parado foi emblemático. Ele já estava impedido. Depois fez falta no zagueiro. E na hora de chutar no gol, memso com Felipe parado, ele teve a manha de meter na trave. Hehehehe
    Falei que Neymar era fraco e que nao ia fazer anda. E não fez. Ele é fraquinho que dói. Se não fossem os empresários e os assessores de imprensa nem apareceria na TV. Firuleiro tem até nas peladas que jogo com meus camaradas.
    E Domingos foi Domingos. Porque ele so sabe fazer aquilo. E ou o Sálvio é namorado dele ou então é santista. Porque foram INÚMERAS as vezes que ele distribuiu porrada.
    Enfim. EU ja sabia e tô auqi indo tomar umas brejas e gritar é campeão!