Santos x Corinthians – SP-01; BR-02

por Mauro Beting em 24.abr..2009 às 13:07h

Os textos de minhas colunas no “Agora São Paulo” depois da semifinal vencida no penúltimo chute pelo Corinthians de Ricardinho, no SP-01; e a coluna do título brasileiro de 2002 ganho pelo Santos no último chute de Léo.

Dezessete anos por mais 16 segundos

47 minutos e 44 segundos. Era o segundo exato do segundo golaço corintiano. Foi o momento certo da dor mais aguda do santista nesses doídos 17 anos de fila. Maiores que os 11 anos do tabu sem derrota no Paulistão para o Timão nos anos de Pelé. Quase o mesmo tempo que Ele desfilou pela Vila deixando o Timão na fila.

Faltavam só 16 segundos. Quase mais nada faltou ao Santos no jogo. Numa eficiente apresentação, numa atuação monumental de Rincón, o Santos caiu. Como sempre tem tropeçado, ou tem sido derrubado.

Se o Santos teve os seus pecados e azares (o pênalti batido – logo, perdido – por Dodô, a não expulsão de Otacílio no mesmo lance, o recuo excessivo ao final, a expulsão boba de Galván), e o Corinthians teve os seus méritos e sortes (a manutenção de Otacílio, o poder de recuperação de um time que perdeu um pênalti e levou o primeiro gol, o empate logo conquistado, as mexidas de Luxemburgo, os talentos dos marmanjos e dos moleques do Parque São Jorge), nenhuma equipe do planeta merece ser eliminada a 14 segundos do final do jogo. Sobretudo quando esses 14 segundos valiam por 16 anos de fila. Ainda mais quando o próximo adversário é o não menos espantoso Botafogo, que acabou com a pose e a pompa da Ponte no Majestoso.

A maior vitória da história do Brasil

47 minutos. Dois segundos além do tempo regulamentar: Léo finaliza o Corinthians, o BR-02 e a fila depois de Robinho ter driblado Vampeta, Kléber e o árbitro numa só ginga.

47 minutos. Faltavam 16 segundos para a fila do Santos acabar em maio de 2001, quando Ricardinho fulminou o Santos nas semifinais do SP-01.

E foi contra o Corinthians, o rival “preferido”. E foi no Morumbi que tanto o Timão quis, em dois jogos, duas vitórias. E não foi no Paulistão. Foi no Brasileirão. Do tamanho do Santos.

E foi de virada, que é ainda mais gostoso depois de tomar outra virada. E foi pelas mãos de Fábio Costa, que fez seis milagres. E foi de Robinho, que pedalou seis vezes na frente de Rogério, sem olhar para a bola, sem que ninguém conseguisse tirar a bola e o olhar de Robinho.

E foi de tantos que rimam com o Santos, um time em que tantos correm e jogam para que poucos como Robinho brilhem. E foi de Diego, que se machucou com cinco segundos de jogo, e deixou Robert, o “pé-frio”, comandar o Santos esfriando o jogo e enfiando jogadas. E foi de André Luiz, aquele xingado pelo lance de Gil, no SP-01.

O time todo só não foi Pelé que a perfeição, mesmo, foi a vitória santista. Dezoito anos parecem ter levado apenas aqueles quatro minutos depois do gol do corintiano Ânderson, o da virada para 2 a 1.

Sé que mais 18 anos o santista ficaria na fila só para ter o gosto de sair dela do jeito que saiu. Contra quem saiu. Como saiu. Para sempre entrando na história.

Bendito Ricardinho em 2001. Bendito Botafogo em 1995. Bendito Corinthians em todos os anos. O Santos é o novo campeão.

* Vice-campeão foi o terceiro colocado Grêmio. Pelo que fizeram, pelo que jogaram, Santos e Corinthians são imensos campeões do BR-02.

Tags:

  • Dirceu.Barros

    Mauro
    Meu comentário não é história, é fato recente.
    Leio hoje no Lance! que o Vagner Mancini está instruindo seus jogadores para tentar tirar o Ronaldo da última partida, provocando cartão amarelo.
    Agora eu pergunto: Esse técnico está assumindo seu caráter em público, ou isso é normal? Acho que o TDJ tem que filmar Mancini de perto, pois sua atitude contra o Diego Souza prejudicou o cara de tal maneira que ele pode ficar até um ano sem jogar. Para mim, o Mancini é técnico de varzea.

  • Leandro

    Grande parte da imprensa fez lobby para o São Paulo, e defendeu que os jogos finais do Paulistão fossem jogados no Morumbi.

    O argumento é que mais gente acompanharia no estádio as finais.

    Contraditoriamente, defenderam o direito do Santos jogar na Vila Belmiro, diante da manutenção da decisão corinthiana de não mandar mais jogos no estádio sãopaulino.

    Nunca houve uma final de campeonato paulista na Vila Belmiro. Quem conhece o clima de animosidade que envolve um jogo entre Santos e Corinthians na Vila Belmiro, sabe o tamanho da temeridade que consiste realizar uma final de campeonato entre as duas equipes no estádio santista.

    A coisa se resume em um ponto: o Santos não vai admitir perder esse jogo. E deve recorrer a TUDO para evitar que isso aconteça. Só que o rival é o Corinthians, e na final, e um Corinthians guerreiro e eficiente que, simplesmente, não perdeu nenhuma das 24 partidas que disputou em 2009 (e que, em seus últimos 43 jogos, só sofreu 1 derrota, quando, na última rodada da Série B de 2008, entrou com 11 reservas contra o América-RN, em Natal).

    Seria muito mais sensato realizar os dois jogos da final do Paulistão-2009 no Pacaembu. Afinal de contas, foi o próprio Santos que fez questão de mandar algumas de suas partidas neste ano no estádio municipal, alegando que ali também era sua casa.

    Se o fato de o Corinthians estar mais habituado com o Pacaembu é empecilho, por que não realizar os dois jogos em Presidente Prudente, em um estádio totalmente neutro, com capacidade de abrigar um público superior ao que estará no Pacaembu, e muito maior do que se observará na Vila Belmiro.

    Fica a impressão que existe quem deseja que nem tudo corra bem na Vila Belmiro, para poder sustentar que “as finais tinham que ser no Morumbi”.

    Aqueles que não integram o lobby sãopaulino, e que só querem ver uma grande decisão, ou, no caso e corinthianos e santistas, que seu time seja campeão, só resta torcer para que tudo termine da melhor forma possível.

    LEANDRO, a tese é interessante, sim, e tem vários pontos reais.
    mas, não no meu caso.

  • Josiel

    Tira o Neymar e o Tringuinho e coloca o Leite vcs estão jogando com 2 a menos pelo amor de Deus …………….

  • Fredson Costa De Morais

    Ola, boa tarde. Eu so da cidade de Cansanção tenho 20 anos e gostaria de saber historico de todas as finais disputadas entre corinthians X santos que eu gostaria de saber quem leva a melhor (se possivel mandar para o meu E-mail).
    Desde ja agradece Fredson Costa De Morais
    Cansanção-BA 07/05/2009