Cruzeiro 2 x 0 Deportivo Quito

por Mauro Beting em 23.abr.2009 às 0:16h

* Vitória em ritmo de treino, como os gols na primeira etapa, de extrema facilidade e tranquilidade para um time bem classificado em um grupo fácil.

* Kleber e Edwin Tenório. Montéquios x Capuletos em campo. Um dos mais intensos duelos que vi nos últimos tempos. Domingos x Diego Souza e a agressão de Pepe no jogador do Getafe são brigas de desenho animado perto do embate entre o gladiador e o mala do equatoriano.

* Na segunda etapa, um festival de gols perdidos e bolas na trave. Poderia e deveria ter sido muito mais.

* Como era de se esperar, sem sustos (a não ser a tunda em La Plata), o Cruzeiro se classifica em primeiro. Ainda há como cobrar mais futebol. Mas é motivo para exigir mais de Adilson?

* Wágner fez gol, mas ainda não tem sido o meia necessário. Bernardo merece mais oportunidades. Mas ainda não a titularidade.

Tags:

  • Rafael Martins

    Mauro, sem querer ser tendencioso, mas poderia comparar o desempenho deste Cruzeiro e daquele Cruzeiro que enfrentou o Dep. Quito no primeiro jogo entre eles?
    Gostaria de saber até onde o Adilson Batista (extremamente caçado, não sem razão, pela imprensa mineira) influencia no desempenho do time, digo, o técnico é fundamental, mas neste caso, o Adílson é mesmo como alguns alegam o principal problema do Cruzeiro que tem um bom elenco (apesar de no final de semana perder para o meu Galo de Tardelli, hehe).
    Obrigado.

  • Jefferson Neves

    uai Mauro, o jogo acabou e você não pitacou nada após partida…
    comenta ae sobre a atuação do juiz…
    sobre os jogadores do deportivo, porquê parece que vieram para uma guerra…
    sobre a pontaria dos atacantes do CRUZEIRO em acertar a trave…
    se fosse jogo de 21 (no V do gol vale 15 pts, no travessão 10 pts, na trave 5 pts e gol 1 pt, mais se tiver rebatida passa a valer 2 pts) não teria pra ninguém…
    abrç…

  • http://1982esporteclube.blogspot.com/ 1982 Esporte Clube

    Ontem o Kléber demonstrou que o ambiente da Toca faz bem a qualquer um. Apesar de tomar um soco na cara, manteve-se equilibrado durante os 90 minutos. Álias, postura elogiável do Adílson Baptista que o manteve em campo durante todo o tempo. Foi uma prova de fogo em que o Gladiador se saiu muitissimo bem. Acho que o problema do Kléber era mesmo aquele ambiente tumultuado do Palestra paulista. Se quiserem regenerar o Diego Souza é só mandar ele prá cá também.

  • marcos

    O que seria “Blag do Mauro”????

    MARCOS, “blague” é um comentário com humor. Bom ou mau. Abração

  • Henrique Borges

    Mauro,

    Temos time, nao temos técnico, infelizmente. Fora Pardal.

  • Carlos Augusto

    Bah..

    O Adilson é excepcional técnico no que tange avaliar jogadores e montar times.. treina o time muito bem tbm..

    Só peca por ser covarde. Enxerga situações que só ele vê. E só prestar atenção nas entrevistas. Usa ironia para esconder os próprios erros. Ano passado depois do primeiro jogo contra o Boca, que escalou 2 laterais direitos e 5 volantes, para evitar situações, ele chegou a culpar os jogadores em entrevista. Patético. Covarde.

    Crie coragem Adilson, que você chega lá. E para de arrumar desculpas.

  • Roger

    O Cruzeiro esta indo com tudo para ganhar esta Libertadores
    Da pra perceber o quanto os jogadores querem isto

    basta o AB nao inventar
    A torcida foi sensacional e mostrou a que sabe apoiar
    na hora certa

    O comentarista do lance disse na TV lance que O Cruzeiro e o
    Gremio pegaram grupos faceis

    O Estudiantes da Argentina fraco?
    ess tal de Jefferson nao entende nada
    e o grupo do SP ?
    ah muito dificil….
    ele vai ver o Palmeiras la no Chile!

    No mais essa Libertadores sear nossa
    eu acredito e muito
    tudo azul na America do Sul

    PS eh Mauro ensina o Cara da TV Lance comentar …

  • JL

    Com o Cleber no time a emoção é dupla: a gente torce pra ele fazer o gol e pra não ser expulso. Ele vai ter que fazer um esforço muito grande para suportar as provocações, pois já está na mira dos botineiros latinos.
    E ele faz muita falta ao time do Cruzeiro, pois os outros atacantes ainda vacilam muito na hora de decidir.