Corinthians 6 x 3 Santos – CONFRONTO HISTÓRICO

por Mauro Beting em 20.abr.2009 às 11:08h

Contando todas as decisões de campeonatos nacionais, do Rio-São Paulo, e do Paulistão, valendo as disputas de mata-mata, em playoff de até três jogos, em partidas decisivas de quadrangulares, em jogos de campeonatos por pontos corridos que valeram o título entre eles (1984), ou apenas para o vencedor (em 1930, 1935, 1939 e 1941), todos os confrontos decisivos do mais antigo clássico paulista.

Torneio

Quanto

Fase

Campeão

vice

SP-30

Santos 2 x 5 Corinthians

SCCP

S. Paulo Floresta

SP-35

Corinthians 0 x 2 Santos

SFC

Palmeiras

SP-39

Corinthians 4 x 1 Santos

SCCP

Palmeiras

SP-41

Santos 2 x 3 Corinthians

SCCP

São Paulo

SP-84

Santos 1 x 0 Corinthians

SFC

SCCP

SP-87

Corinthians 0 x 0 Santos – 2j

Sf

S.Paulo

SCCP

BR-98

Corinthians 1 x 1 Santos – 3j

Sf

SCCP

Cruzeiro

SP-01

Corinthians 2 x 1 Santos – 2j

SF

SCCP

Botafogo-RP

BR-02

Santos 3 x 2 Corinthians

SFC

SCCP

Casos especiais –

SP-30 – Com um 5 x 2 em Santos, na Vila Belmiro, o Corinthians faturou o título estadual. O Peixe terminou na quarta colocação.

SP-35 – Pela LPF, o Santos venceu o Corinthians por 2 x 0, no Parque São Jorge, na penúltima rodada, e foi campeão paulista. O Timão chegou ao clássico ainda com chances de ser campeão. Terminou na terceira colocação.

SP-39 – Com duas rodadas de antecedêmcia, o Timão venceu o Santos por 4 x 1, no Parque São Jorge, e foi tricampeão paulista. O time da Vila acabou em sextop

SP-41 – O Corinthians venceu o Santos por 3 x 2, na Vila, e foi campeão estadual antecipadamente. O Peixe foi o quinto colocado.

1º. TURNO – SP-78 – Foi uma senhora decisão, com enorme público. Mas apenas definia o campeão do turno do SP-78, com um belo gol de Palhinha. Gol que não levou o Corinthians nem à decisão.

COPA BANDEIRANTE-94 – O primeiro jogo foi fabuloso (6 x 3 Corinthians), o segundo, muito bom (1 x 1). O torneio foi a grande sacada da FPF para rebaixar – na caneta – 32 clubes. O jeito? Dar uma das duas vagas paulistas na Copa do Brasil-95 para o campeão da Copa Bandeirante. O outro era o campeão paulista de 1994 (o Palmeiras). E como valeu ganhar o torneio: o Corinthians foi campeão da Copa do Brasil-95.

Tags:

  • Felipe Neri

    Bom dia, Mauro!

    Se o Corinthians venceu o Santos por 5×2 em jogo decisivo no SP-32, como o Santos se sagrou campeão?

    FELIPE, o Santos “foi campeão” no meu texto. Claro que foi Corinthians. Grato.

  • Pedro Ribeiro

    Mauro:

    Na verdade o Santos foi campeão paulista em 1935, ganhando do Corinthians no Pq São Jorge (e não em 1936).

    Inté!

  • alex

    Mauro boa tarde,

    admiro seu trabalho como jornalista e principalmente seus comentários sobre o nosso Timão, mas gostaria que vc destacasse também, embora não tenha sido uma decisão, detalhes sobre o célebre jogo de 1920 pelo campeonato paulista, em que o Coringão ganhou de 11 x 0 em plena vila belmiro. Vc possui detalhes sobre esse jogo?

    Abraços

    ALEX, muito grato.
    Esta e outras histórias estão no delicioso ‘O GRANDE JOGO’, de Celso Unzelte e Odir Cunha, que acaba de ser lançado pela NOVO SÉCULO.
    é mais uma grande polêmica entre os clubes.
    até onde sei, por conta de um arbitragem no mínimo muito ruim a favor do time paulistano, o praiano largou do jogo, e foi levando a goleada. Foi (não por acaso) em 11 de julho de 1920.
    pelo lado santista, reclama-se de ao menos 4 pênaltis não dados, um gol mal dado ao Timão, um que teria sido injustamente invalidado a favor do Santos, e mais um pênalti irregular a favor do Corinthians.
    Tirando – dentro do possível – uma média dos fatos, dá para dizer que o Santos desistiu do jogo, e foi cometendo pênaltis a ponto de o próprio goleiro sair da meta e ser substituído por um homem de linha.

  • Fernando Arbex

    Não sei se o campeonato acabou em 1936, mas o Campeonato Paulista que o Santos ganhou do Corinthians e foi campeão foi o de 1935.

    FERNANDO, erro de digitação de minha parte. muito grato pela correçao.

  • http://chuteirasdeouro.blogspot.com/ João Tavares

    Caro Mauro Beting,

    Leia por favor o meu post sobre Ronaldo e seleção brasileira.

    http://chuteirasdeouro.blogspot.com/

  • Éder Fonseca

    Em nove FINAIS disputadas , o SANTOS venceu 8 e o Corinthians apenas a da Copa Bandeirante . Os antigos torneios da LPF eram todos de pontos corridos , inclusive o que o SANTOS venceu em 35 .

    Mas isso não quer dizer nada , clássico nunca tem favorito e estatística não entra em campo . É só para “rebater” esses dados .

  • http://lance marcelo camargo

    mauro to decepcionado com vc seus criterios de mata mata sao ridiculos, na verdade mata mata e nada mais que jogo ida e volta um contra o outro apenas. portanto ta 4×1 pro corinthians( final do 1 turno do paulista de 78, semi do paulista de 87,semi do brasileiro de 98 semi do paulista de 01 e pro santos a final do brasileiro de 02) pontos corridos em que os 2 chegam no final com chances nao da ne,pior ainda, contabilizar jogos em que uma equipe foi campea no exato jogo contra a outra e essa equipe nem chance tinha de ser campea. paulistao de antigamente so vale qd empatassem em numero de pontos e ai tinha os jogos decisivos unicos como em 36,56,59,67.

    MARCELO, é um critério apenas. conto os jogos que valeram título ou classificação. jogos decisivos para pelo menos um dos lados. apenas isso. não é ridículo. é só um critério.

  • http://lance marcelo camargo

    a mauro mais uma coisa, pra todo o tricolor o sao paulo da floresta e o sao paulo e so ver as camisas identicas e o escudo, inclusive no site oficial do sao paulo ta la o titulo de 31 e a melhor media de gols da historia e de friedenrich que jogou de 30 a 35 no sao paulo marcando 67 gols. portanto gostaria de saber a sua opiniao sobre isso, pra vc e o sao paulo tb.

  • Rafael

    Tendencioso esse seu post. O lance acaba de publicar uma reportagem onde diz que o Santos venceu todas a finais que disputou contra o Corinthians, com exceção de uma (Copa Bandeirantes)… Agora você aparece com um post onde você escolheu os jogos que quer pra dizer que o placar é 6×3 para o Corinthians? Só em Campeonatos Paulistas o Santos já decidiu contra o Corinthians em 4 oportunidades e conquistou o título nas 4, então me explica como o Santos só pode ter 3 na sua contagem que inclui outros campeonatos onde o Santos também venceu???? Deixe de ser bairrista e parcial…

    RAFAEL… tsc, tsc.
    1, como pode ser tendencioso um post que relata fatos históricos? Bairrista? Parcial? Você está passando bem?

    2. Releia os critérios com os olhos e com o cérebro.

    3. estou citando os confrontos. não apenas os campeonatos em que um foi o campeão e o outro vice…

    4. é tão difícil entender?

    5. veja o link a seguir http://www.ummaisumehdois.com.br/siga-a-bolinha-colorida

    http://www.lancenet.com.br/noticias/09-04-19/530678.stm?corinthians-e-o-melhor-adversario-para-a-final

  • Éder Fonseca

    A história do jogo de 1920 é que os jogadores do SANTOS foram fazendo gols contra deliberadamente e a cada gol contra o jogador do Santos que fazia era expulso . Até o juiz ladrão dar o jogo por encerrado .

  • alex

    Obrigado pelo comentário Mauro.

  • ERIK

    ENTENDI O CRITÉRIO ADOTADO AQUI. ATÉ QUESTIONEI QUANDO O MAURO POSTOU OS DUELOS ENTRE CORINTHIANS E SÃO PAULO.

    EM MATA-MATAS DECISIVOS DE 1, 2 OU 3 JOGOS ENTRE CORINTHIANS E SANTOS, AÍ SIM ESTÁ 4X1 P/ O CORINTHIANS.

  • http://lance marcelo camargo

    obrigado por responder mauro e qt a questao da sao paulo da floresta pra vc e o sao paulo de hoje como consideram os tricolores.

    MARCELO, até hoje a questão divide o clube. Claro que a origem do São Paulo FC é o clube da Floresta. Mas entendo que não deva o título de 1931 ser contabilizado na galeria tricolor. Como o clube faliu e o time de futebol se uniu ao Tietê, entendo que são momentos distintos.

    segue abaixo um post antigo meu a respeito:

    São Paulo F.C.
    POSTADO POR MAURO BETING
    ESCREVE Rodrigo Borges, são-paulino {ENTRE CHAVES, meus comentários}

    Grande parte da imprensa esportiva insiste em colocar 16/12/1935, ou mesmo 25/01/1936 como possíveis datas de fundação do meu time, omitindo portanto, o Campeonato Paulista de 1931 da lista de títulos do Tricolor. Dizem: “O São Paulo da Floresta e o atual São Paulo são entidades jurídicas distintas” e “a imprensa esportiva e o próprio São Paulo sempre consideraram serem entidades diferentes”.
    Na história do futebol brasileiro e mundial, porém, existem vários casos de clubes que se fundem com amadores, desfazem a fusão, passam a usar o nome da cidade em convênio com a prefeitura, voltam ao nome anterior, fecham o departamento de futebol e são substituídos por outros clubes com o mesmo nome, licenciam-se e voltam à atividade com outro nome etc.
    E, apesar de todas essas mudanças, são sempre tratados pela imprensa esportiva em geral como sendo sempre a mesma equipe! Basta ver, por exemplo, que TODOS os livros e sites, sem exceção, consideram a Fiorentina como fundada em 1926, quando, na realidade, a história do clube italiano é IDÊNTICA ao do Tricolor Paulista, senão vejamos:

    – O São Paulo Futebol Clube foi fundado em 1930
    – A Associazione Calcio Fiorentina foi fundada em 1926.

    – O São Paulo Futebol Clube faliu em 1934
    – A Associazione Calcio Fiorentina faliu em 2001.

    – Remanescentes do SPFC fundaram o Clube Atlético São Paulo em junho de 1935
    – Remanescentes da ACF fundaram a Florentia Viola 1926 em 2002.

    – O Clube Atlético São Paulo passou/voltou a se chamar São Paulo Futebol Clube em dezembro de 1935
    – A Florentia Viola 1926 passou/voltou a se chamar Associazione Calcio Fiorentina em 2003.

    Existem muitos outros exemplos dessa postura da imprensa de se considerar todas as “encarnações” de um clube como sendo sempre apenas uma:

    – O Botafogo Futebol Club (RJ) foi fundado em 1904 e existiu até 1942, quando fundiu-se com o Clube de Regatas Botafogo e deu lugar ao Botafogo de Futebol e Regatas. Se houve fusão, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os jornais, revistas e livros consideram o Botafogo FC e o Botafogo FR como sendo o mesmo e único time. {TAMBÉM ACHO, RODRIGO}

    – O Comerciário Esporte Clube (SC) foi fundado em 1947 e encerrou suas atividades em 1970. Em 1976, antigos sócios do Comerciário resolveram refundar o clube e em 1978 mudaram seu nome para Criciúma Esporte Clube. Se houve um encerramento formal das atividades do primeiro clube, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, os meios de comunicação consideram o Comerciário e o Criciúma como sendo o mesmo e único time. {EU NÃO, RODRIGO}

    – A Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce (ES) foi fundada em 1963 e, com a privatização da Vale do Rio Doce, foi formalmente substituída em 1999 pela Desportiva Capixaba S/A. Se houve substituição formal, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os órgãos de imprensa consideram a Desportiva Ferroviária e a Desportiva Capixaba como sendo o mesmo e único time. {EU TAMBÉM, RODRIGO}

    – O Clube Esportivo Operário Varzeagrandense (MT) foi fundado em 1949 e, ameaçado pelas dívidas, licenciou-se da Federação Matogrossense de Futebol em 1994. No mesmo ano de 1994 e na mesma cidade de Várzea Grande, foi fundado o Esporte Clube Operário Para ocupar a vaga deixada pelo CEOV no Campeonato Matogrossense. Em 2002, o CEOV voltou a ocupar sua vaga, desativando o ECO. Se chegaram a coexistir (o CEOV licenciado e o ECO na ativa), então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os jornais, livros e revistas consideram o CEOV e o ECO como sendo o mesmo e único time. {ESTE CASO, SIM, É DISCUTÍVEL, RODRIGO}

    -O Paulista Futebol Clube (SP) foi fundado em 1909 e, após o futebol do clube passar a ser controlado pela Parmalat, foi formalmente substituído pelo Etti Jundiaí Futebol Limitada em 1999. Em 2002, com a saída da Parmalat, o futebol profissional voltou às mãos do clube e o time voltou a utilizar o nome de Paulista FC. Se houve substituição formal e chegaram a coexistir (o clube do Paulista e o time da Etti), então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os órgãos de imprensa consideram o Paulista e o Etti Jundiaí como sendo o mesmo e único time. {SEM CONTAR O PERÍODO COMO LOUSANO, ANTERIOR AO ETTI. NO CASO, PARA MIM, SEMPRE FOI O MESMO CLUBE. MAS COM NOMES – RAZÕES SOCIAIS – DISTINTOS}.

    O Grêmio Esportivo Flamengo (RS) foi fundado em 1935 e, após se fundir com o EC Juventude, formou a Associação Caxias de Futebol em 1971. Em 1975, o Juventude desistiu da fusão, voltou a existir isoladamente e a Associação Caxias de Futebol passou a se chamar Sociedade Esportiva Recreativa Caxias do Sul. Se houve fusão, coexistência (Flamengo e Juventude chegaram a jogar um contra o outro) e cisão, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, os meios de comunicação disponíveis consideram o Flamengo, a Associação Caxias e a SER Caxias como sendo o mesmo e único time. {ACREDITO QUE O JUVENTUDE TEVE, DIGAMOS, UMA INTERRUPÇÃO DE CONTINUIDADE. MAS FOI O MESMO JUVENTUDE DE 1971-75}.

    – O Esporte Clube Juventude (RS) foi fundado em 1913 e deixou de existir entre 1971 e 1975 quando esteve incorporado à Associação Caxias de Futebol. Se o clube chegou a formalmente deixar de existir, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os meios de comunicação consideram o primeiro Juventude (1913-1971) e o segundo Juventude (1975-dias atuais) como sendo o mesmo e único time.

    – O Cascavel Esporte Clube (PR) foi fundado em 1979 e em 2001 fundiu-se com o Cascavel S/A e a Sociedade Recreativa Cascavel (Sorec), formando o Cascavel Clube Recreativo. Se houve fusão e coexistência (Cascavel EC, Cascavel S/A e Sorec chegaram a disputar campeonatos simultaneamente), então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os jornais, revistas e livros consideram o Cascavel EC e o Cascavel CR como sendo o mesmo e único time. {CONSIDERO UM CASO SEMELHANTE AO DO PARANÁ CLUBE, QUE CARREGA TÍTULOS, HISTÓRIA E PATRIMÔNIO DE PINHEIROS, COLORADO, BRITÂNIA, PALESTRA ITÁLIA E FERROVIÁRIO}

    O Santo André Futebol Clube (SP) foi fundado em 1967. Em 1974, o time foi formalmente desativado pela nova prefeitura da cidade, a qual fundou, no mesmo ano, o Esporte Clube Santo André. Se houve a desativação de um clube e a fundação de outro, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os órgãos de imprensa consideram o Santo André FC e o EC Santo André como sendo o mesmo e único time.
    {CONSIDERO O MESMO TIME, PORQUE JOGADORES E SÓCIOS NÃO FORAM FORMAR UMA NOVA AGREMIAÇÃO}

    – Em 1891, foi fundado o Central Uruguay Railway Cricket Club (CURCC), que disputou todos os campeonatos uruguaios até 1912. Em 1913, a nova diretoria da ferrovia (Central Uruguay Railway) resolveu desativar o time de futebol e os jogadores e diretores descontentes com a decisão resolveram fundar o Club Atlético Peñarol. Se houve a desativação de um time e a fundação de outro, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos os órgãos de imprensa consideram o CURCC e o Peñarol como sendo o mesmo e único time.
    {CASO SEMELHANTE AO DO SÃO PAULO}

    – O Londrina Futebol e Regatas (PR) foi fundado em 1956 e se fundiu em 1969 com o Paraná Esporte Clube formando o atual Londrina Esporte Clube. Se o Londrina FR e o Paraná EC chegaram a coexistir e até a jogar um contra o outro, então são entidades jurídicas diferentes; mesmo assim, todos todos os órgãos de imprensa consideram o Londrina FR e o Londrina EC como sendo o mesmo e único time.

    Esses casos, assim como os de Concórdia (SC), ICASA (CE), Foz do Iguaçu (PR), Cabofriense/Cabo Frio (RJ), Sinop (MT), Porto Alegre/Itaperuna (RJ), Limoeiro (CE) e muitos outros clubes menos conhecidos, vêm comprovar irrefutavelmente que a praxe da imprensa esportiva sempre foi a de considerar as diversas “encarnações” de um time como sendo o mesmo e único clube, mesmo que formalmente sejam entidades jurídicas distintas. Há inclusive casos de seleções que entram nesse critério, como a da República Tcheca, que “herdou” os resultados da “bi-vice campeã” Tchecoslováquia e da Rússia que passou a responder pelo retrospecto da antiga URSS, do lendário Lev Yashin. {CASOS DISCUTÍVEIS, ATÉ PORQUE A ESLOVÁQUIA TAMBÉM TEM AS CONQUISTAS DA TCHECOSLOVÁQUIA. OU NÃO?}

    Assim sendo, não se trata de “certo” ou “errado”, mas de uniformidade de critérios:

    a) ou se consideram São Paulo FC do Morumbi e São Paulo FC da Floresta como clubes distintos e nesse caso Botafogo F.C. e Botafogo F.R., Fiorentina “da Floresta” e Fiorentina atual, Cascavel E.C. e Cascavel C.R. etc. também devem obrigatoriamente ser considerados como clubes distintos;

    b) ou se consideram os dois Botafogos, as duas Desportivas, os dois Operários etc. como um mesmo e único clube e nesse caso os dois “São Paulos” também devem obrigatoriamente ser considerados como um mesmo e único clube!

    Resumindo: Considerar o Tricolor como fundado em 1935 obrigaria, por isonomia e igualdade de tratamento, a considerar a Fiorentina como fundada em 2003, o Botafogo (RJ) como fundado em 1942, o Juventude (RS) como fundado em 1975 e assim por diante!

    Quanto ao Campeonato Paulista de 1931, é importante lembrar que desde sempre o timbre oficial do Tricolor inclui esse título em sua lista de conquistas e que, após reivindicação oficial feita pelo presidente Marcelo Portugal Gouvêa, a Federação Paulista de Futebol aboliu oficialmente a insensata distinção do “São Paulo da Floresta” e passou a considerar o Tricolor 21 vezes campeão estadual! Até o teimoso e influente Lance! já aceitou essa posição (embora continue insistindo na fundação de 1935 e criando o esdrúxulo paradoxo de um time ter sido campeão 4 anos antes de sua fundação).

    Bom Mauro, se você teve disposição e paciência para ler até aqui, acho que aproveitarei para lhe perguntar: O que você acha disso? Qual a sua opinião sobre tudo que escrevi aqui? Você teria alguma teoria para explicar esses fenômenos e paradoxos? Você acredita que é justo desconsiderar o retrospecto de 30 –35 do meu time e excluir o campeonato de 1931 da sala de troféus do Morumbi?

    {RESPONDO: Joãozinho; Clodoaldo e Bartô; Milton, Bino e Sasso; Luizinho, Armandinho, Friedenreich, Arakén Patuska e Junqueira. O “Esquadrão de Aço” do SP-31. De aço porque era um time de veteranos; esquadrão porque a base havia ganho quase tudo no futebol amador do Paulistano e da A.A. das Palmeiras.
    Com o fechamento do futebol daqueles clubes, sócios e atletas fundaram em 25 de janeiro de 1930 o São Paulo – da Floresta. Campeão em 1931, vice em 1932, 33 e 34. A compra de uma luxuosa sede (o Trocadero) faliu o clube em 14 de maio de 1935. Muitos sócios acabaram vestindo as cores do Tietê, que se fundiu com o clube falido. Outros criaram, logo depois, o Clube Atlético São Paulo, que não entrou em campo no SP-35. Só em 16 de dezembro do mesmo ano nasceu o São Paulo Futebol Clube. Mas também campeão de 1931, quatro anos de nascer?

    Para a FPF, é o mesmo clube. Para boa parte do conselho tricolor, também. Mas, para muitos que viveram o período, aquele era um outro time. Mas com o mesmo nome, cores, bandeira e uniforme.

    Até porque uma equipe chamada Tietê-São Paulo disputou a seletiva do SP-35 e não se classificou.
    E se o próprio clube ainda não definiu qual a data de fundação, não há – por ora – como dizer que ele é realmente campeão de 1931}
    17/03/2007 13:05

  • Moisés

    Mauro,
    Você não trocou o campeonato de 1932 pelo de 1930?
    Em 1932 o campeão foi o Palestra Itália.
    Abraço.

    MOISÉS. perfeito. ando com uma cabeça….

  • Ricardo

    Olá Mauro,
    apesar de não ter acesso aos documentos da época, creio que o nome do time era São Paulo Futebol Clube. O mesmo do clube de 1935, com a mesma camisa e escudo. Caso o novo clube negasse o anterior, provavelmente não se teria feito igual, não.

    Além disso não se começa contar a história do São Paulo em 1930 sem motivos: assume-se na nela os pontos negativos ( a falência, pra dizer apenas um ) e os pontos positivos ( o título de 30, pra dizer apenas um ).

    Creio que escrever em seu blog São Paulo da Floresta é o mesmo que escrever Tricolor do Morumbi.

    Agradeço o espaço.

  • http://lance marcelo camargo

    valeu por responder mauro vc e o cara afinal de contas aguentar milton neves e avallone e dose.

  • vicente

    Caro Mauro,

    As finais envolvendo o santos e corinthians, foram somente o que a placar destacou. Outra forma de critério não acho correto. Devemos considerar quando esse ou aquele tem chance de ser campeão se valendo única e exclusivamente daquele jogo. Mas respeito o seu ponto de vista.

  • Rafael

    Mauro:

    1: Sim, vc é bairrista, tendencioso, parcial e agora percebo também que é arrogante. Não se ache superior pq vc não é, afinal não passa de um repórter e comentarista esportivo. Do mundo do futebol vc é a ralé, está abaixo de clubes, atletas e dirigentes, seu trabalho é comentar sobre o trabalho dos outros coisa que qualquer um pode fazer (e aliás fazem, basta ver que vc possui como companheiros Neto e Godói).

    2: Entendi o seu critério, porém considero ele tendencioso. Vc mostra fatos históricos escolhidos por vc a dedo, e não TODOS os confrontos decisivos entre os dois clubes.

    3: Se vc não acha que se pode ser tendencioso com fatos históricos, então me desculpe, eu retiro o que eu disse, pq vc não é bairrista e parcial, vc é burro mesmo! (e ainda diz que eu que tenho que usar o cérebro…)

    4: Se não aceita críticas e fica nervosinho ao receber um post que não gostou, não deveria ter um blog. Aceite que por mais que vc pense que é bom, outras pessoas podem discordar de vc.

    5: Ao invés de gastar sua arrogância comigo, gaste de novo com o Marco Aurélio Cunha ao vivo pelo rádio como fez ano passado, ou com o Neto.

    6: Ironia e Sarcasmo são ferramentas de quem não sabe argumentar.

    RAFAEL.

    1. Obrigado, Rafael, pelos conselhos. Já estou procurando emprego e nova profissão. E não me acho arrogante por perder meu tempo com você.

    2. Estão escritos TODOS os confrontos.

    3. Sei que você usa o cérebro. Dá para perceber. E não foi isso que quis dizer. Pena que mais uma vez não fui feliz.

    4. Não me acho bom, não me acho superior, e falo e escrevo isso zilhões de vezes. Mas você não lê. Se ficasse “nervosinho’, não estaria lendo, relendo e retrucando. E “nervosinho” é uma excelente argumentação.

    5. Não fui arrogante e nem deselegante com o MAC. E deixe o Neto em paz.

    6. Ironia e sarcasmo são ferramentas.

  • ANTONIO CARLOS DE CARVALHO

    Éder Fonseca e Rafael, que 8 finais foram essas ganhas pelo Santos?
    Ou que “finais” não foram colocadas pelo Mauro Beting neste espaço?
    Essa é mais uma lenda que anda correndo, assim como a lenda dos 11 anos de tabu (que foi apenas no Paulista).
    Eu queria saber onde estão os links ou pelo menos a citação do ano e do placar destas finais fake?