logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

São Paulo 0 x 2 Corinthians | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


São Paulo 0 x 2 Corinthians

por Mauro Beting em 19.abr.2009 às 17:32h

Os dedos de Deus

Corinthians repete Santos, vence duas vezes o time de melhor campanha, ganha a Taça dos Invictos, e tem a vantagem na primeira decisão paulista entre eles desde 1984

Ronaldo esperou a sombra do segundo tempo para virar a bola que deu no gol de Douglas, aos 10, e marcar aos 12, em belo lançamento de três dedos (não aqueles…) de Cristian. Na celebração dos 2 a 0, o Fenômeno cruzou os braços como um torcedor e mostrou os dedos: os indicadores – do finalista paulista. O maior de todos – são 46 vezes desde o primeiro dos 25 títulos.

O Morumbi não estava lotado como deveria pelo torcedor que está cheio de cartolas, jogadores, treinadores, promotores e jornalistas que apimentam um prato feito que não precisa disso. O jogo começou quente como a tarde e a proposta de Muricy (um 4-1-3-2): a zaga que terminou o clássico passado, Jean à frente deles, Dagoberto, Hernanes e Jorge Wagner armando, Washington e Borges no ataque. O Corinthians ficou muito atrás, com Jorge Henrique apenas marcando o travado Júnior César, Dentinho longe de Ronaldo, Douglas lento, e os laterais presos.

O São Paulo ficou com a bola, e teve cinco boas chances. O Corinthians só uma, numa escapada de Ronaldo, aos 32. A única. Também pelo calor que pregou as equipes, e o próprio Fenômeno, que buscou nos minutos finais o conforto da sombra pelo lado direito do ataque alvinegro. De lá ele não saiu. E do campo só voltaram coisas boas com o Sol escondido no segundo tempo, e o São Paulo pressionado a fazer a diferença.

Com 37 segundos, Borges cabeceou no travessão. Com 1 minuto, Jean arriscou de longe, o que também faltava ao Tricolor. Mas a marcação mais adiantada alvinegra funcionou. O Corinthians foi melhorando com Douglas e, no contragolpe, em menos de quatro minutos, fez dois, acabou com o jogo, e com o São Paulo. Há muito tempo o Tricolor não definhava física e animicamente num clássico que poderia ter terminado com goleada retumbante se Ronaldo tivesse permanecido. Algo que nem Rogério Ceni poderia ter evitado. Mas que o vice Leco poderia ter se calado antes de cutucar a fera com a língua curta.

Mas imagino que ele os tricolores devam ter ficado emocionados com a bela festa do torcedor ao final do clássico. Quem visse de cima, poderia imaginar estar observando mais uma classificação são-paulina. Mas era apenas a reafirmação do respeito e reconhecimento por tudo que o São Paulo fez nos últimos anos.

Só que quando é uma decisão contra o Corinthians, é preciso muito mais para o Tricolor fazer o que tem feito melhor que os rivais.

P.S.: Reiterando o que já foi escrito antes: valeu a pena poupar o time na Libertadores para ser eliminado no SP-0?

Claro que o São Paulo precisava vencer o rival para fazer caixa no Morumbi, que poderá ficar mais vazio que o esperado em 2009 (pelos jogos que Corinthians e Palmeiras não farão nesta temporada).

Mas o discurso e a prática não se afinaram no Morumbi. Nem tanto por culpa de atletas e comissão técnica.

Tags:

  • Gilmar Fernandes de Oliveira

    Quando o Ronaldo foi contratado o Hugo disse que se o Ronaldo teria mais chance de ser campeão jogando pelo São Paulo, cadê o São Paulo, Corintians na final, é nóis mano!

  • Jovaneli

    Maurão, meu velho, se me permite, gostaria de tocar em uma ferida daquelas: Hernanes está muito mal. Infelizmente, Dunga tem razão caso não venha a convocar Hernanes para os próximos jogos da seleção. No ano passado, foi injusto o segundo volante Hernanes não ser titular da seleção. Neste ano, Hernanes, meia e camisa 10, não merece sequer a convocação. Infelizmente. Que ele volte a ser o ótimo segundo volante. Ou mesmo terceiro volante. Na meia, perdeu o encanto.

  • Dirceu.Barros

    Alguma dúvida sobre a qualidade do Corínthians?
    Alguma dúvida sobre a qualidade do Douglas?
    Onde estão aqueles “especialistas” que dizem que o Ronaldo é ex-jogador?

  • Mario

    A midia esportiva continua puxando o saco do São Paulo e sua torcida que levou um vareio de bola hoje toma vergonha na cara Mauro o SP ficou uma semana treinando mandou um time reserva para o jogo da libertadores e seu treinador falando que a final era SPX Palmeiras e se arrastou em campo hoje e foi um time sem raça, sem personalidade, sem motivação, sem vergonha.Mas o mais importante é que colocamos o time do morumbich…no seu devido lugar como derrotado.

    MARIO, você leu o que está escrito? Você leu as críticas ao São Paulo por ter “priorizado” um torneio que perdeu?

    Vergonha? Pfff…

  • Mário

    Até que para um ex-jogador (Ronaldo) ele deu um pique de quase do meio de campo para chegar a frente do seu marcador e concluir para fazer mais um gol não está nada mal…. Obrigado SPFC pela sua diretoria, que mais uma vez proporcionou a festa de nossa torcida.

  • http://blogdojaovitor.blogspot.com/ João Vitor Dias de Sousa

    Maurão,não acha que o SPFC não tem um meia-armador de origem?!Cara,hoje foi a prova disso,nem o Hernanes apareceu,o que dificultou para os atacantes finalizarem.Já pelo Corinthians,Douglas estava sumido(para variar) e nada tentava,até que num bom lançamento para Jorge Henrique ele deu a sorte de pegar o rebote da jogada e finalizar com o gol aberto,depois deu um lançamento maravilhoso(não sei se foi ele) para o matador(eu acredito nele para 2010!!!) Ronaldo acabar com o jogo de vez!Acho que o SPFC facilitou o jogo depois que tomou os gols e só não perdeu de mais gols porque o Corinthians estava com pena!
    Será uma grande final,veremos o quê vai decidir este campeonato.

  • ANGEL G.G.JUNIOR

    SENHOR MAURO BETING

    PELA PRIMEIRA VEZ TORCI PELO SÃO PAULO,MAS NÃO TEM
    JEITO A URUCUBACA ESTÁ SOLTA,TANTO CONTRA O SÃO PAULO,
    QUANTO CONTRA O PALMEIRAS,ACHO QUE É PRAGA DO SENHOR
    MILTON NEVES ( URUBU DE PLANTÃO ) E SEUS PITONISMOS
    NEGATIVOS.
    SEM MAIS
    ATENCIOSAMENTE
    ANGEL G.G. JUNIOR

  • Geraldo

    Será que este time do SPFC que tanto ganhou virou o fio?

    Achei que o Corinthians passou com muita propriedade e demonstrando ser um time bem melhor, pelo mesmo em campo, já que no papel não podemos afirmar isto.

    Bem, resta ao SPFC tentar de tudo na Libertadores.

  • marquinho

    eu graças a Deus sao paulino quero ver oarbitro que tera peito para expulsar o Ronaldo nos perdemos a copa da frança por convulçao e o cara fica duas no motel com duas quase mulher e depois bambi e o sao paulo glob ta uma merda de comentaristas arnaldo sabe tudo aguardo uma resposta mauro um grande abraço sucesso…

  • Paula

    Acho que poupar contra o Medelin (que tinha chances de ganhar mesmo com os reservas) foi acertado. mas tinha que poupar hj tb. È para recuperar mesmo já que perdemos 3 importantes peças : arouca, ze luis e rogerio ceni.

    No mais, se o se ganhasse jogo diria que o Ronaldo não estaria em campo hj (devia ter sido expulso, assim como o Cristian), mas como não ganha…. :P, perdemos! huahuhauha

    Melhor assim, e que Muricy consiga acertar o time, que sem Hernanes inspirado não é melhor que ninguem.

  • Paula

    O jogo estava paralho até o segundo gol do corinthians. O Sao Paulo só mostrou abatimento (e não cansaço) depois do gol de misericordia :).

    Só uma correção, o Fofomeno não ganhou na corrida de Rodrigo. O Bosco saiu, para mim precipitadamente, do gol e o Rodrigo diminuiu a corrida para marcar um possível corte no goleiro ou chute do Ronaldo pela direita. Fez o certo.

  • Nick

    O Tricolor poupou os titulares pela Libertadores no meio da semana, perdeu o jogo e, talvez, algumas vantagens importantes para as próximas fases. Hoje, diante do Timão, o time se mostrou apático, lento e sem força ofensiva. O que será que aconteceu? O atual tri campeão brasileiro entrou em fase de declínio? Talvez. O símbolo maior é Hernanes. Aonde está o tão decantado futebol de Hernanes? Nunca teve? Foi apenas fogo de palha? É uma fase ruim que passará? E o Murici, hein? Na coletiva após o jogo, estava todo mansinho e calminho. Nada como falar uma besteira (“vai dar São Paulo e Palmeiras na final”) para bater uma onda de humildade. E o Douglas? Será que ainda tem gente a questionar a qualidade do futebol desse rapaz? E o Ronaldo? Será que ainda tem gente a questionar que o jogador voltou e voltou com tudo? E o Mano? Deu um baile tático hoje no Muricy. Por fim, e o senhor Leco, hein? Lamentável que um dirigente de cúpula de um time tão grande como o Tricolor se preste a este papel. No final, serviu de combustível para os ânimos alvinegros. Quanto à final, em que pese ter certeza que o prezado Mauro irá abrir post a respeito, inicio a dicussão. Que o Timão não se iluda, a parada será duríssima. O Santos tem um ataque muito veloz e talentoso, com o frescor dos times jovens. Mancini parece ter acertado o Peixe que vem subindo de produção, principalmente depois da classificação dramática na primeira fase. Por outro lado, o Peixe é um time inexperiente e ainda bastante cru, ao mesmo tempo que o Timão está tarimbado pelo drama da série B e turbinado pela chegada do Fenômeno. Vai ser uma grande final e que vença o melhor! Abs.

  • http://brunocerqueira3.wordpress.com Bruno cerqueira

    Cara,eu tou lendo um monte de besteiras em varios blogs, primeiro o jogo foi equilibrado até o contra atque que resultou nos gols dai o são paulo via o corinthians virar bola,nada mais,mais tem gente iludida dizendo que foi baile,só que tenho que concorda com algums ports,o são paulo se continua assim não leva libertadores,e se quer vai a final,o muricy em 3 anos foi eliminado 9 vezes em mata-mata e ta caminhando para a decima eliminação,o time joga muito feio e precisa de um meia ofensivo,deixa Hernanes joga na dela e não inventa.

    Parabéns pelo blog Mauro…

    eo que vc acha sobre isso,não ta na hora do Muricy sair???

    http://brunocerqueira3.wordpress.com/

  • Sergio

    Só opinando sobre o comentário da amiga acima: O Ronaldo não ganhou na corrida porque, na verdade, ele partiu antes do Rodrigo. Antecipou a jogada enquanto o outro ficou esperando o que ia acontecer. E não creio que o Bosco tenho saído tão errado assim. Se não havia outro defensor fora ele mesmo, não tinha muito o que fazer ali. Não se esqueça que o Gordo sabe tratar bem a bola. Mas concordo que sem o Hernanes jogando o que sabe, o São Paulo é apenas um time razoável.

  • Deguinha (Paulo Martins)

    Então Hernanes!
    Se um simples comentário de um diretor sãopaulino “motivou” o Ronaldo (se é que ele precisa disso para se motivar) espero que, depois de tantos comentários “pejorativos” sobre o atual nível do seu futebol, você também se motive e mostre aquele futebol que todos já viram sair dos seus pés…
    Eu tenho certeza que na Libertadores você vai fazer a diferença!

  • Fernando Miller

    Mauro,meu coração palmeirense esteve,por uma dessas circunstâncias que só o convívio familiar explica, no setor azul da arquibancada do Morumbi ,praticamente no meio da Torcida Independente.A chamada “bela festa” da torcida no fim do jogo na verdade foi uma incrível demonstração do potencial de incentivo desperdiçado pela torcida do São Paulo (e,em geral,por todas as outras).A “bela festa” só começou quando o jogo não oferecia a menor condição de ter seu placar alterado.Quando ainda dava,quando havia tempo, a torcida ficou em um silêncio ensurdecedor…

  • Aversa

    “O Morumbi não estava lotado como deveria pelo torcedor que está cheio de cartolas, jogadores, treinadores, promotores e jornalistas que apimentam um prato feito que não precisa disso. ”
    Desculpe Mauro mas o Morumbi não estava lotado porque a torcida do bambi é composta por modinhas. Queria ver se fosse 2 a zero pro bambi no primeiro jogo se não tinham vendido tudo?

  • rodrigo

    mauro, depois do segundo gol a torcida do corinthians gritava olé e a torcida do são paulo totalmente apática ao o jogo, e pra dá um migue, para não ser chamada de torcida que vai ”na boa” apoiou o time nos últimos trinta segundos, e você ainda fica pagando pau.deveria destacar a torcida corinthiana que paracia estar em ampla maioria, gritando olé enquanto dentinho, douglas, ronaldo, elias e cia colocaram o são paulo(que depois dos gols disputava com a torcida o troféu de mais apático) na roda.

  • André

    o MAUro, você não concorda que o Douglas não jogou bem nenhuma partida esse ano, mas jogou bem a que o time mais precisou dele, e agora será que o exelentissímo cartola do São Paulo virá a público para dar explicações?

  • http://www.SPFC.com.br Paulo Sérgio ( SPFC )

    PARABÉNS, TORCIDA TRICOLOR !

    Público presente ao Morumbí : 46 MIL PESSOAS … Renda : R$ 1.557,000,00

    Foi justamente num mau momento que presenciamos, na tarde deste domingo, uma das maiores e mais naturais manifestações de verdadeiro AMOR de uma torcida a um clube em toda história recente do futebol brasileiro.
    Momentos antes do apito final, ontem na decisão da semi do Paulistinha 2009, a torcida do São Paulo Futebol Clube, tida como acomodada, da Moda e mal acostumada com derrotas ( realmente, os títulos comprovam isso ), deu uma demonstração de respeito e amor incondicional raramente vista no futebol.

    O torcedor esqueceu por um momento toda a justa e natural indignação do jogo e, em uma só voz, cantou o hino do São Paulo FC, além de outras canções de apoio… Com a atitude, mostrou que não é preciso se “vestir” de paixão e sentimento. Amor incondicional se extrai do coração.

    Impossível não se emocionar com essa atitude diferenciada. Um orgulho que não se compra. Se tem !… Parabéns a toda torcida tricolor do SPFC : Nem melhor, nem pior. Simplesmente única!

    Saudações Tricolores!

  • JOSÉ HAMILTON BRITO

    ….mas quando a decisão é contra o Corínthinas é preciso mauito mais…MAPELAMORDEDEUS !!!!!!!!!!!! memória curta, neguinho.Nos últimos anos quantos técnicos o tricolor derrubou lá no parquinho do rio poluido da marginal? Que o tal de LECO é um imbecil, um babaca todo mundo sabe, ocorre que o timão ganhou porque jogou melhor. Só isso.
    E tem mais. O que tinha que ganhar este ano, já ganhou.Agora só o ano que vem.Sim, porque brasileirão não ganha. Libertadores não disputa. Mundial, só quando é convidado. Pópará moçada…meeeennnooss…….Agora, o meu amigo Muricy precisa dar um jeito. Com este elenco, derrotas eventuais são aceitas…eventuais

    JOSÉ HAMILTON, memória curta não é a minha. Pegando o retrospecto histórico, o São Paulo é freguês do Corinthians.
    Veja no blog. Ou na sua memória curta.

  • Guilherme

    Mauro,
    Como escrevi aqui na sua coluna, na segunda passada, o SPFC, errou a não dar prioridade a Libertadores e colocar titulares no Paulista. Assim o time coleciona 3 derrotas seguidas, não me lembro da ultima vez que o tricolor teve essa sequencia de derrota. Agora quero ver qual sera o time q enfrentara o time colombiano na quarta e se o Muricy vai reclamar do cansaço!! Errou na estratégia agora tem q correr atras do prejuizo, p mais uma vez não dar vexame na libertadores.

  • Dimas

    Sou sãopaulino há 63 anos e já faz muito tempo que vejo defeitos incríveis em nosso time. Aliás, nossas últimas conquistas devem-se muito mais à fragilidade dos adversários do que aos nossos méritos. Acho o São Paulo atual um time extremamente burro, que não marca ninguém, que arma muito mal suas jogadas, que nunca tem ninguém posicionado para pegar uma 2ª bola e que continua insistindo na suprema burrice de todos os jogadores marcarem a bola e não olharem os adversários. Temos tomado inúmeros gols por causa desse tipo de falha e ontem, mais uma vez, comprovamos minha tese: no lançamento do Ronaldo, o Jorge Henrique estava completamente solto, não tinha ninguém em sua marcação num raio de pelo menos 20 a 30 metros. Para um time que pretenda ser campeão de alguma coisa, é um absurdo que isso continue acontecendo e o nosso “treinador” não corrija tais falhas, que vêm se repetindo constantemente. Outra falha gravíssima que eu vejo no time do São Paulo é o absurdo nº de faltas idiotas que fazemos. Nossos jogadores não sabem cercar o adversário, quase todas as vezes que chegamos por tráz acabamos por atropelá-lo sem a menor necessidade, em mais uma prova da suprema burrice do time, que se estende a alguns diretores, como o retardado mental que falou aquela sandice a respeito do Ronaldo, que, independente de estar jogando no Corinthians, é um senhor jogador de futebol e merece todo o respeito de qualquer pessoa que possa ser chamada de torcedor. Enfim, enquanto não fizermos, decentemente, nossa lição de casa, treinando corretamente nosso time, corrigindo nossos defeitos, que são muitos e recorrentes, e parando de falar besteiras, principalmente à véspera de um jogo importante como o de ontem, a tendência é que continuemos a ter que procurar desculpas esfarrapadas para derrotas perfeitamente evitáveis. Acabamos de perder um jogo em que o adversário jogou 10 minutos de futebol, e que foram suficientes para desmontar todo o nosso time. E tenho dito !

  • Carlos César Sanchez

    Bom dia Mauro, acho que o Corinthians esperou o São Paulo em todo o 1º Tempo, mas não conseguiu tramar um bom rebote. O São Paulo fez o que tinha que fazer, mas Felipe em grande fase ( talvez o melhor goleiro atuando
    no Brasil), neutralizou o Matador Washington ( que toda vez que protege a bola faz falta, segura e empurra o marcador). Chicão mostrou mais uma vez que merece uma olhadinha do Dunga, o cara é fera. Na saída para o Intervalo, Mano Menezes falou que o time precisava sair mais rápido para o ataque. E depois do susto com apenas quarenta segundos do segundo tempo, o Corinthians mostrou porque contratou e confiou em Ronaldo, pois ele foi decisivo… depois do rebote da zaga, onde Hernanez ( que não joga nada faz tempo), não conseguiu dominar a bola e Douglas, que as vezes erra alguns passes, mas que não cosegue perder a bola quando dominada por ele, carregou passando por vários marcadores e entregou a Ronaldo, que em dois toques, deixou Jorge Henrique em condições para marcar, Bosco ainda tocou na bola , que bateu na trave, e Douglas que acompanhou a jogada fez sem dificuldades o 1° gol, passados dois minutos apenas, eis que Cristian, ótimo volante, lança de trivela para “a coisa gorda”, ” o Gordômeno”, “o ex-jogador”, ” o pegador de Travécos”, e ele completamente fora de forma, corre por fora do zagueiro, sai atrás dele e chega na frente, espera o a última ação do goleiro, e toca sutilmente, pra o fundo das redes tricolores, era o 2º gol, que só não foi mais porque o Corinthians quis dar show, e deu!!! Parabéns ao Leco, parabéns ao Muricy, parabéns a torcida Tricolor, que soube reconhecer que o São Paulo perdeu para uma equipe que não perde com os seus titulares à 45 partidas… O Corinthians será Campeão? Não sei, pois não tenho bola de cristal igual a do Muircy…

  • Carlos César Sanchez

    Bom dia Mauro, acho que o Corinthians esperou o São Paulo em todo o 1º Tempo, mas não conseguiu tramar um bom rebote. O São Paulo fez o que tinha que fazer, mas Felipe em grande fase ( talvez o melhor goleiro atuando
    no Brasil), neutralizou o Matador Washington ( que toda vez que protege a bola faz falta, segura e empurra o marcador). Chicão mostrou mais uma vez que merece uma olhadinha do Dunga, o cara é fera. Na saída para o Intervalo, Mano Menezes falou que o time precisava sair mais rápido para o ataque. E depois do susto com apenas quarenta segundos do segundo tempo, o Corinthians mostrou porque contratou e confiou em Ronaldo, pois ele foi decisivo… depois do rebote da zaga, onde Hernanez ( que não joga nada faz tempo), não conseguiu dominar a bola e Douglas, que às vezes erra alguns passes, mas que não cosegue perder a bola quando dominada por ele, carregou passando por vários marcadores e entregou a Ronaldo, que em dois toques, deixou Jorge Henrique em condições para marcar, Bosco ainda tocou na bola , que bateu na trave, e Douglas que acompanhou a jogada, fez sem dificuldades o 1° gol, passados dois minutos apenas, eis que Cristian, ótimo volante, lança de trivela para “a coisa gorda”, ” o Gordômeno”, “o ex-jogador”, ” o pegador de Travécos”, e ele completamente fora de forma, corre por fora do zagueiro, sai atrás dele e chega na frente, espera o a última ação do goleiro, e toca sutilmente, pra o fundo das redes tricolores, era o 2º gol, que só não foi mais porque o Corinthians quis dar show, e deu!!! Parabéns ao Leco, parabéns ao Muricy, parabéns a torcida Tricolor, que soube reconhecer que o São Paulo perdeu para uma equipe que não perde com os seus titulares à 45 partidas… O Corinthians será Campeão? Não sei, pois não tenho bola de cristal igual a do Muircy…

  • Roger

    E brincadeira !!!!!!!!
    O cara que perdeu pro Ronaldo aquele pique
    deve treinar dobrado o resto do mes
    O SP parece que vai virar baba
    Sem Ceni Ces’t fini

  • Nick

    Prezada Paula: Vc realmente acredita no que escreveu? Vc imaginou que o Rodrigo “diminuiu a corrida” ou foi o próprio que lhe contou? Menos, caso contrário, fica parecendo cantilena de perdedor. O Borges teve a dignidade, ao final da partida, de reconhecer a superioridade do Corinthians. Declarou apenas: o Corinthians foi melhor. E só. É assim no futebol. Um dia se perde, noutro se ganha, como no dia em que o Tricolor enfiou aquela goleada histórica sob o comando – de triste memória – de Daniel Passarela.
    Prezado Guilherme: O São Paulo não perdia três jogos seguidos desde 2007. Mais uma marca significativa para o Timão (que contribuiu com duas) e para Muricy (que contribuiu com uma ao poupar os titulares).
    Prezado Dimas: parabéns pela análise ponderada e bem escrita. É sempre bom trocar idéias com amigos que contribuem com qualidade e nível.
    Aos demais, o resumo é o seguinte: Timão começa a engrenar uma grande fase, catapultado pela qualidade de seus jogadores (não apenas Ronaldo, que está de volta sim), mas também pela competência de Mano Menezes. São Paulo continua sendo um dos favoritos à Libertadores pelos mesmos motivos: excelente elenco e treinador, além da tradição na competição. Contudo, é preciso analisar se a o círculo virtuoso de vitórias do tricolor começa o seu declínio. Os próximos jogos (decisivos) irão responder a tal indagação. Abs.

  • Paula

    Nick, acredito sim que ele saiu para a direita (saio um pouco, atras pois não estava de frente para o gol, existe o retardo no giro do corpo), mas em nenhum momento disse que isso foi o motivo da derrota, nem poderia! Só uma pessoa que não lê o que está escrito tira esse tipo de conclusão estapafurdia. Vc pode não concordar comigo qto a corrida, e SÓ! O resto de sua conclusão é de uma infelicidade ENORME igual ao FOFOMENO!
    Ronaldo é um otimo velocista, já foi melhor, mas como sempre foi muito superior, continua se dando bem.

    A unica coisa que concordo com vc é creditar a boa fase (e fase de sorte que tb acompanhou o sao paulo) aos outros jogadores do corinthians. Eles se ajudam. O são paulo deixou de ter jogadores que se ajudam. Espero que isso se resolva para a Libertadores. Qto ao corinthians, vai ter que suar um pouquinho mais contra o santos :).

    Boa sorte

  • Luiz August

    Caro Mauro,

    Como sãopaulino, vi que nesta segunda partida o time não jogou bem mesmo. Agora não adianta ficar se lamentando que foi devido isso ou aquilo, realmente o time estava apático.
    Também creio que ganhar do São Paulo dá status, afinal é uma glória ganhar do clube Hexacampeão Brasileiro, Tricampeão da Libertadores e Tricampeão Mundial. Creio que cada partdida de futebol tem sua história ou fica para a história de um clube e o São Paulo, tem muito crédito junto a sua torcida, sua história é repleta de inumeras conquistas e um vacilo aqui outra acolá não torna esse brilhante time ”um mero freguês” como dizem os adversários.
    Um grande abraço.

  • Nick

    Prezado Luiz: É lógico que ganhar do São Paulo dá status. Afinal, não se trata de ganhar do Bambala ou do Águia de Arapiraca (com o devido respeito). Trata-se de um adversário duríssimo, de grande tradição (conforme vc bem destacou), com um histórico de confrontos muito equilibrado. Se não fosse assim, não seria chamado de “clássico”, não seria chamado de “Majestoso”. Idem em relação ao Corinthians. Todos os amigos são-paulinos que conheço acabam parafraseando o Galvão Bueno: “ganhar é bom, mas ganhar do Corinthians é muito mais gostoso”. Esta rivalidade saudável e positiva é que faz o futebol apaixonante.
    Prezada Paula: Por que tanta agressividade? Até entendo que estejas com a cabeça um pouquinho inchada. É natural. Mas a beleza deste blog está na discussão e no choque (no bom sentido) de idéias. Continuo achando infundado afirmar que o Rodrigo diminuiu a corrida a fim de se posicionar para eventual rebote na saída de Bosco. Entendo que a imagem mostra o contrário: Rodrigo à frente de Ronaldo, com uma menor trajetória até a bola e tentando chegar até Ronaldo. Mesmo assim, acaba ultrapassado por R9 que, para fugir de Rodrigo, ainda teve que percorrer um trajeto um pouco maior. Impressionante para quem está – ainda – fora do peso ideal. De todo modo, como disse, a beleza do futebol está aí, no choque (pacífico e positivo) de idéias. Mas também concordo contigo em um ponto (e já comentei em outro post do Mauro): a garotada do Santos está voando baixo e vai dar um trabalhão para a defesa do Timão. Que vença o melhor! Boa sorte para você também! Como amante do futebol, antes de mais nada, prefiro um “irmão” brasileiro ganhando a Libertadores a um “hermano” de outro país (e vc sabe bem qual é). Abs.

  • bhayan

    eu acho que ta na hora de começarmos a fazer uma analise do nosso tecnico.
    que muricy é bom naum ha discussao…mas éle conseguiu fazer do sao paulo um time pipoqueiro…que naum aguenta a pressao de jogos decisivos.
    ganhamos 3 brasileiros mas até mesmo nos pontos corridos nos jogos finais que era pra ganhar em casa e ser campeao(sao paulox atl-pr E sao paulo x fluminense) o time pipokou…
    outra coisa…um tecnico que ta ha mais de 3 anos no time naum pode ter como unica jogada cruzamentos na area…o time do sao paulo é so isso…jorge wagner pega a bola e cruza, jn pega e cruza….chega ja disso ano passado com ADRIANO ja foi isso e esse ano dinovo…
    portanto um tecnico que consegue perder 9 mata matas…naum pode continuar no sao paulo…infelizmente eu ja joguei a toalha na libertadores, pq desse jeito nunca mais seremos campeoes…