Flamengo 1 x 0 Botafogo – CAMPEÃO TAÇA RJ-09

por Mauro Beting em 19.abr.2009 às 18:29h

* Vitória do time que buscou o ataque, precisava da vitória, e não teme medo dela – mesmo sem um atacante para fazer os gols criados.

* Derrota de um Botafogo que tirou a foto que deveria ter tirado antes do jogo, e que pregou na segunda etapa também por conta da derrota na Copa do Brasil.

* Faltou contundência ao ataque de Emerson (que merece um lugar na equipe) e Zé Roberto (que não é o que foi no Botafogo, muito menos o finalizador necessário para o Flamengo).

* Kleberson e Willians marcaram corretamente um Botafogo muito recuado na segunda etapa, e começaram mais uma ve bem o jogo rubro-negro, fazendo os lances com Leo Moura e Juan.

* O Fogão teve as melhores chances do primeiro tempo, mas todas ou de bolas paradas ou de desatinos defensivos rubro-negros. Alessandro e Thiaguinho não funcionaram pelos lados.

* Emerson, coitado… Bobeou feio e definiu o placar, a vitória, o título do returno para o rival, e deixa, agora, tudo praticamente igual para duas partidas sem favoritos.

* Ainda bem que o presidente da Portuguesa paulista não está diretamente ligado à decisão carioca… Fosse o caso, falaria a primeira bobagem que viesse à mente.

* Angelim e Emerson, os atacantes no lance do gol do título, foram muito mais zagueiros; Emerson, o zagueiro que precisava afastar, foi melhor atacante, chutando para trás e com a perna mais que errada.

* E para quem acha “falido” o futebol do Rio, reveja o público do Maracanã, e do Morumbi.

MELHOR ESCREVE ANDRÉ ROCHA http://blogs.abril.com.br/futebolearte

Em duelo tático parelho, embora com propostas claramente diferentes, venceu quem mostrou mais disposição na disputa pela bola, fôlego e, especialmente, sorte no gol contra de Emerson que decidiu a partida e compensou a falta de poder de fogo de seu ataque. O Flamengo de Cuca voltou a ser organizado, raçudo e fez por merecer a conquista da Taça Rio que iguala tudo para as finais do Estadual.

A estratégia do Fla era clara: congestionar o meio-campo, ter a posse de bola e tentar surpreender na movimentação ofensiva. Na defesa, manter Fábio Luciano tranqüilo na sobra e deixar Willians, Aírton e Angelim com a dura tarefa de conter o veloz trio ofensivo alvinegro. Pelo Bota, a intenção era anular os alas e bloquear Ibson com a marcação individual de Leandro Guerreiro, com Fahel recuando para a zaga. Ofensivamente, a proposta era esperar o oponente errar e matar no contragolpe em velocidade com Reinaldo, Maicosuel e Victor Simões.

As duas equipes conseguiram parcialmente o seu intento na primeira etapa. O Fla teve a bola, as peças giraram e o time teve o domínio das ações. Mas novamente faltou presença no ataque. Emerson ficou perdido na marcação da zaga adversária e Zé Roberto longe demais da área. O jogador mais incisivo foi Kléberson, que novamente teve bom rendimento na dinâmica do meio-campo e arriscou os chutes de longe.

Já o Botafogo marcava bem, fechava os lados com Alessandro e Thiaguinho, além da boa cobertura do trio de zagueiros. E na frente, os contra-ataques saíram e as melhores oportunidades foram da equipe de Ney Franco, com Victor Simões chutando errado após assistência de Maicosuel e depois com o próprio camisa 10 alvinegro acertando a trave direita de Bruno. O campeão da Taça Guanabara ainda assustou com o chute forte de Juninho em cobrança de falta.

No segundo tempo, o Flamengo acertou a marcação atrás, com os zagueiros e Willians firmes nas antecipações, e foi avançando suas linhas conforme o Bota foi cansando, provavelmente pelo desgaste físico e psicológico da eliminação da Copa do Brasil para o Americano. Mas Emerson continuava saindo muito da área e Zé Roberto passou a errar além da conta. Novamente foi Kléberson que ameaçou em chute de longe para boa defesa de Renan.

Aos 17, saiu o gol da vitória em pura infelicidade do zagueiro Emerson, que até fazia partida correta e rebateu mal na confusão dentro da área depois da cobrança de falta de Juan pela esquerda. Na comemoração, muita festa para Fábio Luciano, o que mostra que boa parte da vontade mostrada pelos rubro-negros nesta etapa final de Taça Rio tem relação direta com a prometida despedida de seu capitão.

O Flamengo errou ao recuar demais e permitir que um acuado Botafogo fosse à frente. Com Renato e Gabriel nas vagas de Fahel e Léo Silva, a equipe de Ney Franco ficou mais agressiva, mas pecava pelo excesso de bolas alçadas na área que eram rebatidas pela impecável retaguarda do Fla, com destaque para Willians, o melhor em campo. Com as entradas de Josiel e Erick Flores no ataque nas vagas de Zé Roberto e Emerson, o contragolpe rubro-negro ficou mais perigoso e os dois jogadores que saíram do banco tiveram as melhores chances, mas novamente faltou precisão nas conclusões.

No final, Thiaguinho acabou justamente expulso por entrada duríssima em Juan e desanimou o Bota. A torcida rubro-negra, maioria entre os 83.359 presentes (78.395 pagantes) iniciou naquele momento uma tímida festa que explodiu no apito final de um Luiz Antônio Silva dos Santos mais sereno e equilibrado na parte disciplinar e que não influiu no resultado que deixa a decisão regional em aberto e absolutamente sem favorito.

MELHOR ESCREVEU ANDRÉ ROCHA http://blogs.abril.com.br/futebolearte

Tags:

  • Jovaneli

    Mauro, o mais incrível foi que o Cuca estava no banco. Okay, os mais cautelosos dirão que ainda falta a final. É verdade. Mas não dá para negar que ele quebrou uma escrita. Xô chororô!
    Espero não me arrepender do que escrevi. E não sinta falta do Cuquinha no banco.

  • Marcos Paulo

    “Vice é o Cuca”
    Você quis dizer: Botafogo

    Google sobre o Botafogo!

    NOVO HINO DO BOTAFOGO:

    Botafogo, todo jogo é chorão, desde 1910
    Quando perde culpa a todos Botafogo
    que vergonha que tu és
    Dá dó de ver, todo ano a perder
    Torcedores: dois ou três deve ter
    Tu és um time horroroso, não sabe vencer,
    Só chora neném!

  • claudio romanelli

    CARO MAURO BETING..VC FALAR DESSA AMEBA DE CARIOCA E FINAL DE CARREIRA…O FUTEBOL CARIOCA ESTA ULTRAPASSADO E REALMENTE O PAULISTA TA A MIL ANO LUZ A FRENTE DESSE CAMPEONATO CARIOCA…TIRANDO O EFEITO TORCIDA NUM SOBRA MAIS NADA SOBRE ESSE CAMPEONATO QUE QUE SE DIVIDE EM 3 ETAPAS…CAMPEONATO DE VERDADE SO EM SÃO PAULO..VIDE OS DOIS JOGAÇOS DE ONTEM E DE HOJE…GAUCHO E CARIOCA ESTÃO ULTRAPASSADOS….E VIVA SÃO PAULO..

  • Josildo

    Cavalo paraguaio! toc toc toc. Nada e morre na praia.

  • Julio

    Claudio Romanelli,
    cala sua boca de bambi paulista e recolha-se a sua insignificância de caipira babaca, “ô meu”!!!
    No dia em que vc entrar no Maraca lotado e assistir a um jogo em que o Mengão for finalista, vc pode vir falar o que quiser. E eu duvido que vc terá coragem de repetir as idiotices que acabou de dizer. Vá destilar seu veneno preconceituoso e xenófobo lá no Morumbichas…
    Vem cá no Rio pra gente te ensinar o que é torcer…
    Mengão: deixaram chegar, agora seguuuuuura!!!!

  • DIEGO

    Voces exageram na paulistagem mesmo; até no comentário do futebol carioca vc tem que falar de Portuguesa – no rio ninguem nem sabe desse fato; para de pensar em futebol paulista pelo menos quando for comentar o rio! tá demais….

    DIEGO, não seja infeliz, não leia com o fígado, não olhe para o próprio umbigo…
    Se você não sabe concatenar fatos…

  • Carlos Borsali

    Caro, claudio romanelli: Não se esqueça que o time mais badalado de SP, os bambis, foram eliminados da última libertadores por um “fracassado” time carioca… e que um “ultrapassado” time gaúcho lhes tirou o título da mesma competição, na última vez que este timeco chegou na final da competição sul americana! Time “ultrapassado” gaúcho aliás, campeão de todos os torneios sul americanos possíveis!!! E se o futebol carioca está tão “fraco”, com times “ultrapassados”… Por que os BADALADISSIMOS times de SP, vão ao RJ contratar jogadores? Não diga besteira, meu jovem! Acarinhe minha pemba!

  • Juca Bala

    O Romanelli torce para algum time ou ele é federação paulista de coração? Que patético.

    No mais, já era hora das equipes de São Paulo realizarem bons clássicos, apesar dos dois jogos entre SP x Corinthians terem sido uma merda. Mas Palmeiras x Santos fizeram dois confrontos dignos.

    A fase dos estaduais está acabando.Vem aí o Brasileirão. Vamos torcer para que o São Paulo-nunca-fui-roubado-dentro-do-Morumbi não seja tetra com seus placares de “1×0 by apito amigo”, e que não apareça um STJD/Márcio Resende para dar títulos para o timón.

    Viva o futebol!

  • http://do-ouglinhas@hotmail.com Douglas Ap Bono Maranho

    NOSSA QUE MARMELADA, TAVA NA CARA QUE ISSO ía ACONTECER!

    PARABÉNS ao ZAGUEIRO do BOTA FOGO que PARECE, conseguiu enganar alguns CARIOCAS…

  • PJ Fogão

    Primeiro de tudo: campeonato ultrapassado mas com torcida, venda de pacote de televisão, com a preferência nacional de exibição dos jogos finais na tv aberta (pois, até onde eu sei fora SP poucos lugares exibiram semifinal do paulista) ou seja: senão fosse o marketing que a rede globo garante pra esse campeonato podre nimguém iria se interessar por esse campeonato podre (assim como tudo o que vem dessa terra ridícula).
    Segundo: Se não fosse o gol contra daquele desgraçado do emerson que só o debil mental do ney fraco acha que tem condição de ser titular, vcs estariam em maus lençóis. Mas nada está perdido. E time que nasceu pra perder, vindo de um flademente não passa de mais uma genial frase de quem pela índole de cumplice de roubo (que é o expediente das últimas “conquistas” do flamerda) perdeu de ficar quieto. Mas a partir de Domingo, vamos ver quem é quem.

  • Marcelo Lopes

    O cara fala um monte de bobagens e depois os cariocas é que são marrentos e bairristas… fala muito sério… o paulistão não é tão grande coisa também, comparado com os outros. Onde estão os grandes times pequenos? São tão melhores assim que os pequenos dos outros estados? Como no Rio, chegaram os quatro grandes e fizeram jogos bem parecidos com as semi-finais do carioca. Fala muito sério!

    Agora sobre o jogo de ontem… se você não assistiu, não viu que o problema do Flamengo continua no banco… o Sr. Cuca insiste em não colocar atacantes finalizadores no time e ontem conseguiu coisa pior, colocou no ataque um atacante que não é finalizador de área (Emerson), que não jogou nada, e, como em todos os jogos, um apoiador improvisado de atacante (Zé Boteco), deixando os finalizadores no banco.
    E parece que quer queimar de vez o Erick Flores colocando o garoto de atacante, quando ele é meia-armador.
    Passou da hora de ele rever isso aí, ontem o Flamengo não levou perigo NENHUMA VEZ! A única defesa +ou- difícil foi no chute do Kleberson, o restante do jogo foi só de bola pra lá, bola pra cá e nada de chute a gol.
    Ganhou o jogo? sim, mas está ruim demais!
    Se mantiver essa formação, acho que não vai passar disso aí, esperar um milagre ou então entregar logo a taça ao Botafogo, porque o Flamengo tem time, falta é um técnico de verdade para escalar cada um em sua posição de fato e não ficar improvisando como está fazendo.
    S.R.N.

  • http://mauronaves anderson

    caro claudio se o campeonato carioca esta acabado levando 84.000 ao maraca estadio mais lindo do mundo imagine o paulista que nao tem nem a metade de expectadores coisa sem graça aquele morumbi com pouco mais de 40.00 isso é que é campeonato derrubado . mengao torcida maior e mais linda do mundo é de arrepiar

  • João Paulo Barbosa da Silva

    Pô Mauro, comenta o Cruzeiro aí…

  • Augusto Frutuoso

    Ultrapassada é a sua mente, Claudio!

  • Cayo

    Mauro,

    O Botafogo foi o maior culpado de o jogo ter sido tão truncado, vejamos bem, o time estava “tranquilo” pois podia perder o jogo e ao invés de tentar ganhar se defendia praticamente o jogo TODO com 11 “jogadores” no seu campo de defesa. O Flamengo bem que tentava atacar mas vc a de convir que o campo de ataque do flamengo muitas vezes tinha 18 ou 19 jogadores oq dificultou muito o seu ataque.
    Espero que agora que o Botafogo terá que ganhar se pretente ser campeão de alguma coisa o queridíssimo Ney Franco coloca o time dele pra frente e não fica só na defesa.
    Infelizmente eu não acredito nisso pois o próprio técnico do Botafogo sabe que seu time é inferior ao do adversário então será, ao menos o próximo jogo, dependendo do placar o outro também, aquela retranca que vimos nesse último domingo, porém o vencedor todo mundo sabe quem será.

    SRN

  • Bruno Leonardo

    Em minha opinião, o time do Flamengo, dos volantes pra trás tem o melhor time do país.

    A melhor dupla de volantes e de laterais. Uma boa e segura zaga. O melhor goleiro do país (disparado)!

    O problema, nitadamente, está no ataque, que nem de longe se compara com os melhores do país. Aliás, o melhor é o do Inter (disparado). Não fosse esse pequeno gigantesco detalhe, teríamos o melhor time!

    PS: Ah, um grande meia-armador não faria mal, neh?