logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

Galo, 101 | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


Galo, 101

por Mauro Beting em 25.mar.2009 às 12:15h

ESCREVE SIDNEY BRAGA

O atleticano é atleticano desde o nascimento.
Chega no mundo “botando a cara”.

Ouve do pai as histórias dos gols do Rei,
E sorri, mesmo não entendendo nenhuma palavra.

O atleticano se empolga quando passa de carro pela Olegário Maciel
e ouve o avô apontar para o lugar onde Mario de Castro disse não à seleção

O atleticano fica triste num domingo sem futebol,
Mas come o feijão tropeiro feito pela mãe com a mesma satisfação
Que se estivesse acompanhado daquela cerveja semi-gelada do mineirão.

O atleticano passa com pressa por uma banca de jornal e para,
Olha pra trás e volta.
No canto inferior esquerdo do jornal pendurado, acha uma nota sobre o treino do time,
E folheia o jornal até ter a atenção chamada pelo “tio” da banca.

O atleticano estranha quando passa pela Avenida Antônio Carlos num dia de semana
Mesmo com o trânsito pesado, ele acha a avenida vazia e nem reclama do tráfego.

O atleticano não canta uma parte do hino nacional por razões óbvias,
Não gosta de andar no Barro Preto e não perde a missa celebrada no Natal.

O atleticano vibra, sofre, grita, chora e principalmente luta
Luta e ergue o punho cerrado contra as injustiças

O atleticano é vivido e se tornou calejado, sabe das coisas, é Galo “velho”.
É velho porque faz aniversário duas vezes por ano.

É calejado, vivido e velho, mas é imortal.


Por: Sidney Braga, 52 anos vividos em 26, engenheiro, atleticano e sofredor.

ESCREVEU SIDNEY BRAGA

ATENDENDO A PEDIDOS, O MEU TEXTO DO CENTENÁRIO, PUBLICADO NO BLAG EM 25 DE MARÇO DE 2008:

O melhor lance do Atlético não foi num jogo.

Foi fora dele. Foi numa derrota.

Minto, num empate de um time invicto, o supervice-campeão do BR-77.

Não foi o melhor jogo ou jogada.

Mas não teve nada mais atleticano que aquilo: depois da derrota nos pênaltis para o São Paulo, Mineirão e Brasileirão estupefatos pela queda sem derrota de um senhor time de bola, os jogadores baqueados e barreados pela chuva e pela lama se abraçaram no gramado e assim foram ao vestiário.

Foi a primeira vez que vi a cena reverente que virou referência.
Ninguém estava fazendo marketing (nem existia a tal palavra).
Nenhum jogador estava jogando pra galera.
Era fato.
Time e torcida estavam juntos naquele abraço doído e doido.

Como tantas vezes o atleticano esteve junto com o time. Qualquer time.

Nada é mais atleticano que aquilo: um time que se comportou como o torcedor.
Solidário na dor, irmão no gol.

O atleticano é assim: tem a coragem do galo, mas não a crista.
Luta e vibra com raça e amor. Mas não se acha o dono do terreiro.

Sabe que precisa brigar contra quase tudo e contra quase todos. Até contra o vento, na célebre imagem de Roberto Drummond.
Aquela que fala da camisa preta e branca pendurada num varal durante uma tempestade. Para o escritor atleticano, ou, melhor, para o atleticano escritor, o torcedor do Atlético sopraria e torceria contra o vento durante a tormenta.

Não é metáfora. É meta de quem muitas vezes fica de fora da festa. Não porque quer. Mas porque não querem.

Posso falar como jornalista há 17 anos e torcedor não-atleticano há 41: não há grande equipe no país mais prejudicada pela arbitragem.

Os exemplos são tantos e estão guardados nos olhos e no fígado.

Não por acaso, o atleticano acaba perdendo alguns jogos e títulos ganhos porque acumulou nas veias as picadas do apito armado.

Algumas vezes, é fato, faltou time. Ou só sobrou raça. Mas não faltou aquilo que sobra no Mineirão, no Independência, onde o Galo for jogar: torcida.

Pode não ser a maior, pode não ser a melhor, pode até se perder e fazer perder por tamanha paixão, cobrando gols do camisa 9 como se todos fossem Reinaldo, pedindo técnica e armação no meio-campo como se todos fossem Cerezo, exigindo segurança e elegância da zaga como se todos fossem Luisinho.

Mas não se pode cobrar ninguém por amar incondicionalmente.

O atleticano não exige bola de todo o time. Não cobra inspiração de cada jogador. Quer apenas ver um atleticano transpirando em cada camisa, em cada posição, em cada jogada.
Por isso pede para que o time lute.

É o mínimo para quem dá o máximo na arquibancada.

A maior vitória atleticana é essa. Mais que o primeiro Brasileirão, em 1971, mais que o vice mais campeão da história do Brasil, em 1977.

Os tantos títulos e troféus contam. Mas tamanha paixão, essa não se mede. Essa é desmedida. Essa é a essência atleticana.

Essa é centenária.

Essa é eterna.

Tags:

  • http://blogs.abril.com.br/futebolearte André Rocha

    Faltou um verso do meu amigo Sidney:

    O atleticano xinga o Wright e narra com detalhes a “verdade” sobre a Libertadores de 1981, mesmo tendo nascido muitos anos depois.

    Hahahahaha

    Torcedores do Galo, parabéns e relaxem que isso é uma brincadeira sadia entre chapas.

    Abraços a todos!

  • ita

    Um jornalista que conhece a história do futebol! Espécie rara. Saudações Alvinegras.

  • Lets

    Só faltou aquela ladainha de que o galo é o time mais roubado da historia, pois enquanto continuarem incompetentes colocarão a culpa nas costas de outros.

  • Rodrigo

    Para quem não sabe, essas são as palavras que descrevem um atleticano.

    o texto revela porque um time que a muito tempo não ganha um título de expressão, e mesmo assim a torcida só aumenta e cada dia mais apaixonada.

    VIVA O GALO 101 ANOS DE PAIXÃO

    PARABÉNS ATLÉTICO

  • Rodrigo

    Texto maravilhoso escrito por um Atleticano de corpo e alma!!!!

  • Ferds

    Obrigado Mauro, pelo reconhecimento e pelo respeito. O Galo e sua torcida se engrandecem com profissionais que conhecem e respeitam sua história. Saudações alvinegras!

  • Alluy (BH – Cidade do Galo)

    Caro Mauro,

    Quando vi o título deste post entrei correndo para solicitar que você republicasse o texto do centenário, para minha surpresa você já tinha adiantado.

    Obigado Mauro, esse texto que você escreveu do Galo foi o melhor disparado de todos aqueles escritos em homenagem ao Galo, toca na alma, e às vezes, como dito, no fígado!

    Viva o Galo! E viva todos os Atleticanos, pois hoje é o nosso dia, instituído por leis Municipais e Federais!

    Abraços Mauro.

    GAALOOOO!!!

  • Alluy (BH – Cidade do Galo)

    *Correção: Leis Municipal e Estadual.

    HOJE É DIA DO ATLETICANO!

  • Alluy (BH – Cidade do Galo)

    Poder Executivo
    Secretaria Municipal de Governo

    LEI N° 9.483 de 19 de dezembro de 2007

    Institui o Dia do Atleticano.

    O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1º – Fica instituído o Dia do Atleticano, a ser comemorado, anualmente, no dia 25 de março.

    Art. 2º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    Belo Horizonte, 19 de dezembro de 2007

    Fernando Damata Pimentel (cruzeirense, háháhá)
    Prefeito de Belo Horizonte

  • Michael Philip

    massa…muito bomm…isso é Galo…isso é paixão eterna…*-* parabéns Galooo, onde o clube tem seu nome como atlético e sobrenome paixão…

  • Renato Mello

    Caro Mauro,
    Pela segunda vez, em 1 ano, você me fez chorar com seu texto.
    Só tenho a lhe agradecer…
    Bem como ao Sidney Braga, que soube descrever como poucos – assim como você – a essência do que é ser Atleticano.
    A diferença entre os dois autores, é que ele o fez, SENDO Atleticano…
    e você o fez SEM ser. Coisa DIFICÍLIMA, quase impossível!
    MUITO OBRIGADO AOS DOIS!
    De coração,
    Renato Mello

  • Alex Assis

    Mauro, parabéns pelo texto e pela homenagem. Eu, atleticano radicado no Espírito Santo e atleticanos em Minas e no mundo agradecem. Quando era adolescente, aqui no Espírito Santo, comprei um motorádio para acompanhar jogos do Galo na Inconfidência. Queremos títulos. Queremos jogadores do nível de Reinaldo e Cerezo. O que revolta a torcida azul, no entanto, é nosso amor incondicional pelo Galo. Quando caímos para a segundona, não xingamos o time, cantamos o hino do Galo. Na doença e na saúde, na riqueza e na pobreza, na primeira e na segunda somos Galo hoje e sempre!

  • ita

    André Rocha disse:
    25.mar.2009 às 12:51

    engraçado q os flamenguistas fazem a mesma coisa, narrando seu time daquela época como o único imbatível no mundo do futebol…

  • Gomes

    Obrigado mesmo.

  • Neto

    O Atleticano ama o GALO é torce para a namorada!

    Subvertendo a ordem natural das coisas, para o Atleticano é o universo que gira em torno do GALO!

    GALO: seu nome é atlético, seu sobrenome é paixão!!!

  • Marcelo Andrade

    Bacana. Muito bacana mesmo. Obrigado pela lembrança.

  • henrique melo

    primeiro campeão brasileiro…
    clube atletico mineiro

    galoo

    sinônimo de raça…

  • Bruno

    Parabéns GALO e orgulho de sermos da MASSA!

  • MAICON DE FREITAS

    Mauro Beting, parabéns pelo seu sucesso e gostaria de AGRADECER pelo seu texto em relação ao GLORIOSO, e nos enche de EMOÇÃO por saber de sua IMPARCIALIDADE, por ser de uma pessoa fora da MÍDIA mineira. Agradeçemos de CORAÇÃO, acho que posso falar isso pela a maioria da MASSA. Esperamos você um dia, nas arquibancadas, torcendo junto com a MASSA, vibrando junto com a MASSA e se batizando o mais novo ALVINEGRO.

  • Flávio Henrique Silveira

    Parabéns! Aposto que assim como eu todos os atéticanos ficaram com os olhos marejados ao ler tal homenagem de alguém que não compartilha conosco o amor de ser Atleticano. Séculos… que venham os próximos…

    FLÁVIO, os sinceros parabéns sao para o Sidney, autor da belíssima ode atleticana

  • Dhone

    É muito emocionante…Chorei ao ler essas palavras, principalmente
    de um não torcedor do galo…explicar uma paixão que não tem como
    explicar…Não somos os maiores, e nem queremos ser, mas somos
    a mais apaixonada do mundo…Isso ninguém pode negar…

    Obrigado Mauro e Sidney…
    CLUBE ATLÉTICO MINEIRO UMA VEZ ATÉ MORRER!!!

    GAAAAAAAAAALLLLLLLLLLLOOOOO!

  • Marcelo Andrade

    Puta que pariu. Que presente de aniversário pra massa, com a cara do Galo, sofrida, na raça, no último minuto. Obrigado Galo. E os flanelinhas comemorando lá no lado seco da pampulha tiveram de se calar. Primeiro seu nome seu bairro da história que não aparece ninguém pra falar. Por que será? Ah, o importante é a libertadores. Tá certo.

  • ERIK

    O TIME GRANDE MAIS SOFRIDO DO PAÍS – FATO! CAMPEÃO DE “MORTES NA PRAIA” DA HISTÓRIA DO BRASILEIRÃO: CAIU EM 14(!) SEMIFINAIS. Q COISA!.

  • ERIK

    PORÉM, É O TIME DA TORCIDA MAIS VIBRANTE DO PAÍS, DISPARADO!

  • Denis

    Mauro, mais uma vez, agradecemos pela lembrança!
    Recado ao tal de Lets (Vamos?!). Digne-se ao menos a colocar o seu nome, e não um pseudo apelido bem comum a vocês, marias.
    A grande diferença entre nós atleticanos e vocês marias é essa. Não perdemos nosso tempo para ler posts da parte refrigerada de Minas Gerais, mas vocês não, insistem em bisbilhotar (palavrinha que cai bem em vocês) o que acontece a respeito do Glorioso. A propósito 7 é um número legal né? Pois é tiramos 7 pontos e colocamos mais 1. Porém às vezes preferimos o 2, que foi o necessário para fechar a fatura, e esses dois foram em apenas 3 minutos. Não contem com a vitória antes da hora, e preocupe-se em ler posts que dizem respeito à mariada.
    Galo, parabéns pelos 101 anos!!!

  • Henrique

    Parabens Atletico, apesar de ser pequeno, tem tradiçao e temos que res-
    peitar, fica a torcida para que America-Rj, Ponte Preta, Bangu e Atletico
    voltem ha serem grandes, pois suas torcidas nao merecem ser xacotas 
    todo ano.

  • Eduardo

    Mauro, Parabéns pelo texto!!!!
    Sou Sãopaulino, mas nasci e moro em Minas.
    Mas suas palavras me deixaram emocionados. Não torço por nenhum time de Minas, mas reconheço essa paixão incondicional dessa torcida que realmente é maravilhosa, apaixonante.

    Parabéns Galo, pela sua história e principalmente pela sua torcida.

  • Flavio Tramontina

    Torço para o Inter, e sinceramente, é contagiante ver os posts dos 
    Atleticanos, ver o amor pelo time, e ate a utopia de que ele é bom,
    tem um Cruzeirense que trabalha comigo, e quando eles ganham
    do Atletico, ele sempre fala, ganhamos o classico, ai eu percebo
    que a rivalidade é enorme, porem apenas ai, pois Cruzeiro x Atletico
    pra min, que nao gosto de nenhum dos dois, é a mesma coisa de 
    Inter x Brasil de Pelotas, Sao Paulo x Portuguesa, Flamengo x America,
    o Atletico acabou, a falam que foi garfado, concordo, mas isso nao
    entra pra historia, quando voce sai do pais, ninguem conhece esse
    time, por isso que falo com os Cruzeirenses, é fácil ficar 10 jogos sem
    perder pro Galo, afinal, a disparidade é enorme, quero ver ficar 10
    jogos sem perder pro Inter, Sao Paulo, infelizmente, a unica coisa que
    sobrou é torcida, pois o Galo hj é minusculo, basta vc reparar os 
    3 x 0 no Flamengo ano passado, ate hj a imprensa trata disso como 
    uma catastrofe na vida do Fla. Se o 3 x 0 fosse para o Cruzeiro, o 
    resultado nao teria tantos entornos dramaticos, mas tambem um time
    que ja foi a serie B, o maior idolo é o presidente, e o treinador acha
    que o Tardelli é craque, imaginem, e outra coisa, independente da ar-
    bitragem, 101, anos e 100 anos sem ganhar nada é muita coisa, apenas
    um titulo, isso nao faz ninguem grande, meu sonho é que o Gremio 
    vire um ATLETICO, embora seja dificil, eu sempre rezo.

  • Xandinho

    Mauro, vc esta demonstrando sua preferência pelo patético mineiro, a vergonha de Minas, quem perde nisto é só você. Torcer pro caquético é torcer para um time de um título só. Não consigo ver vantagem nisto.

    XANDINHO, só para constar: em Minas, sou Palmeiras. No Uzbequistão e em Suazilândia, também. No máximo, torço por alguns grandes times – não clubes: dos que vi, desde 1972, pagava pau para o Cruzeiro-76, e vibrei muito com a vitória sobre o River, na Libertadores; adorava o Galo-77 e o de 80. Respeitava demais os tantos times atleticanos dos anos 80. Impressioante o Cruzeiro da Supercopa-92, como os da Copa do Brasil-96 e 00. O multicampeão Cruzeiro-03 foi um espetáculo. Como gosto muito deste Cruzeiro de Ramires.

    Não queira ler ou ver o que não escrevi.

  • James

    ..quanto ao segundo texto ,não pode ser seu.Não que eu duvide da sua capacidade,porque és competente e o mais simpático dos jornalistas do eixo..

  • http://lancenet.com carlos henrique costa

    mauro , oatletico é paixao, um cientista biologo descobre uma abelha e da o nome e leuma atleticana por ter as cores do centenario , noticia no mundo todo um pai poe o nome na filha do oncitelta atleticana ao contrario, pode e a mulher hj quer por o mesmo nome na filha mas a justiça nao deixa. um time que chega a 4 decisoes do brasileiro ganha uma e e´garfado em duas, um time que chega em 14 semi finais do brasileiro , e ate pouco tempo era o primeiro do rankinç da c.b.f. um time que vai ganhar sim outro campeonato pra compensar os que nos tiraram. e ai o brasil de novo vai ver a massa no mineirao cantando e fazendo o mineirao tremer.. somos apaixonados sim no inicio quando fomos fundado eram 22 meninos hj somos milhoes de apqixonados pelo clube atletico mineiro.

  • Bruno

    Parabéns Galo! Orgulho de fazer parte desta torcida, desta nação, desta religião, desta instituiçao chamada CLUBE ATLETICO MINEIRO Tomara que o clube reencontre seu caminho de glórias… GALOOOOOOOOOO!

  • Bruno Andrade

    Virar uma partida faltando 3 minutos? “Yes, we C.A.M.”!

    Comemoramos o aniversário em grande estilo com virada heróica e retomada de liderança.

    aos frustados e recalcados adversarios, só lamento..

  • Cristiano Victor

    Beting vc e muito bom comentarista e e isso galo e eterno so nao somos campeoes mundias e da america por causa de um LADRAO ETERNO JOSE ROBERTO RATO OBRIGADO GALOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  • Cristiano Victor

    CRUZEIRENSES QUE AKI PRA FALAR MERDA E MELHOR NEN COMENTAR 2000 MIL PESSOAS VENDO O JOGO OMTEM KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK 2000KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK TIME QUE NAO TEM TRADIÇAO

  • Julio Cesar

    Galo 101 anos de Crediario, um abraco ao nosso melhor fregues, que paga em 10 X sem juros na loja do Cruzeiro no Mineirao e na filial no Centenada… ops (Centenario) em Montevideu!

  • Marcelo Andrade

    Júlio Cesar, como pode um freguês ter 37 vitórias a mais? Freguesia tem cor e é azul.

  • Roger

    Mauro gosto da sua coluna
    Mas detestei vc dar enfase ao Atletico .
    Porque ?Sou Cruzeirense doente
    e venho apenas dizer que somos tao apaixonados
    como todos os outros torcedores do Brasil
    e que a nossa Torcida nao se contenta com pouco
    principalmente porque nao vivemos sem grandes conquistas
    Por isso nao vamos a jogos sem expresao para mostrar as nossas paixao
    e a historia e os numeros mostram que o maior publico e as maiores rendas no Mineirao pertencem ao Cruzeiro
    e simplesmente ja trouxemos uma final de mundial interclubes no Mineirao
    contra o Bayern Munich in 1976 com 120 mil pessoas
    Portanto esse Atleticanos como tem so um grande titulo em 100 ANOS
    so tem essa de torcida para falar .e esse tiulo aind nao foi ganho numa decisao porque pegaram um Botafogo ja masacrado pelo Sao Paulo por 4X1 no Morumbi.A verdade e que se tivessem ido para o Maracana naquele jogo de igaul para igual nao teriam ganhado porque o botafogo tbem tinha um grande time com Jairzinho e Cia
    e o aAtletico tinha de melhor era o goleiro Renato que acabou indo para o Flamengo .Quando tiveram a chance de serem um grande campaeo em 77 afinaram e perderam dentro do Mineirao proque ali e a toca III.Torcida todos os times tem e todas tem a sua paixao .entao nao e nade demais
    esta e a verdade dura mas verdadeira .
    Somos o Maior e o Melhor de Minas
    e um dos Maiores do Brasil
    Porque O Cruzeiro trouxe dois Titulos Internacionais para
    o futebol Brasileiro
    e durman com isso
    Sou Cruzeiro e me tenho orgulho do meu clube
    Roger
    Esse ano a Libertadores e nossa
    Eu acredito e muito
    Roger

  • flavia

    lindos os textos! mesmo não sendo atleticana, fiquei saudosa do que não vivi!

    Parabéns aos dois!

  • Mauro Sérgio

    Bem o texto é ótimo, mas a melhor parte é os comentários dos torcedores de outros times, seja parabenizando ou desdenhando do Clube Atletico Mineiro, popularmente chamado de Galo, Time do Povo. Pois todos os comentários mostram a Grandeza do Clube e da Torcida, pois as pessoas sentem-se na obrigação de comentar, mesmo quando elas tentam mudar a história ou a percepção de time grande e tentam colocar os seus feitos acima do Alvo da Crônica.

    Chorem e esperneiem, mas nenhum arbitro irá roubar a paixão que a torcida mais fanatica sente pelo galo. Gritem e esperneim suas percepções de vida sobre o galo, Pois esses gritos são sempre abafados por nosso Hino.

    Obrigado e continuem a postar prestigiando ou tentando defamar o Galo, pois assim é a nossa sociedade.

    Lembrando aos q postaram antes da 6° rodada do Brasileirão, Quem é o lider do campeonato?

  • http://www.atletico.com.br Marcel Silva

    Brilhante! SOMOS ALVINEGROS E APOIAREMOS O GALO PRA SEMPRE!

  • NERCI ANTONIO

    FALA SÉRIO!!! 40 ANOS SEM GANHAR NADA!!! TA = MULHER DE MALANDRO!!!!!KKKKKKKKKKK