“Os Dez mais do Palmeiras” – Promoção do meu novo livro

por Mauro Beting em 10.mar.2009 às 0:30h

Na próxima segunda-feira, 16 de março, 19h, lanço em São Paulo, na Livaria Saraiva, no Shopping Eldorado, “Os 10 Mais do Palmeiras” (leia o release abaixo).

Estão convidados amigos de todas as cores e credos.

Os blogonautas estão concorrendo a dois livros autografados. As duas melhores respostas (no meu juízo) da pergunta abaixo ganharão os exemplares):

Quem foi o melhor treinador da história do Palmeiras: Oswaldo Brandão, Wanderley Luxemburgo ou Luiz Felipe Scolari?

Escolha, explique, e concorra.

RELEASE: “OS 1O MAIS DO PALMEIRAS”

Como Dudu e Ademir da Guia se conheceram? Como o filho de Evair viu a final do Paulistão de 1993? O que Marcos deveria ter feito na decisão por pênaltis contra o Corinthians, na Libertadores-2000? O que o filho de Waldemar Fiume disse ao ver a estátua do pai, no Palestra Itália? O que fez Oberdan Cattani quando o Palestra virou Palmeiras?

Leia os “Os Dez Mais do Palmeiras”, da coleção “Ídolos Imortais”, da Maquinária Editora. É o terceiro lançamento da série, iniciada por “Os Dez Mais do Flamengo” (de Roberto Sander), e os “Dez Mais do Corinthians” (de Celso Unzelte). “São dez histórias de dez nomes nota dez. Caberiam muitos mais neste coração de mãe que é o do torcedor”, conta o autor, o jornalista Mauro Beting, 42 anos. “Mas a ideia da coleção é selecionar dez que contem a história dos grandes clubes brasileiros. Como não sou louco de ser ainda mais cornetado pelo que escrevo e penso, não fiz a minha lista. Preferi convocar uma seleção de colegas que escalaram não o melhor Palmeiras possível – o que é impossível. Mas dez nomes para qualquer torcedor palmeirense bater no peito e erguer a cabeça pelo orgulho que deram em campo. E, pelos perfilados, não apenas no gramado. Também fora dele. Muitos são exemplos de conduta e de capacidade. Não por acaso alguns ficaram do tamanho do clube. Parece até que nunca perderam, ou mesmo que nunca jogaram com outras cores”.

Antero Greco, Claudio Carsughi, Joelmir Beting, Lucas Neto, Maurício Noriega, Paulo Bonfá, Paulo Vinícius Coelho, Roberto Avallone, Soninha e Ugo Giorgetti foram os colegas chamados para escalar os dez maiores ídolos do Palestra Itália e do Palmeiras. Não necessariamente os dez maiores entre tantos craques do “campeão do século XX”, pelos rankings dos jornais “Folha de S.Paulo”, de “O Estado de S.Paulo”, da revista “Placar”, e da Federação Paulista de Futebol. Mas os dez que ganharam um lugar eterno na seletíssima seleção verde. “Alguns craques ficaram de fora. Eles jogaram mais que alguns selecionados. Mas poucos foram mais palmeirenses que os que estão apresentados nas 184 páginas do livro”.

Para Mauro Beting, colunista do diário “Lance!”, da revista “Fut!”, dos portais “Yahoo” e “Cidade do Futebol”, blogueiro do Lancenet!, comentarista da Rádio Bandeirantes e Rádio Lance!, e apresentador e comentarista do Bandsports, TV Esporte Interativo e TV Lance!, o livro não é só para palmeirense: “Não conto apenas a vida em verde e branco dos ídolos. Uso a trajetória deles pelo clube para contar a história do futebol brasileiro e, claro, a do Palmeiras, desde 1940. Dos tempos de ouro das Academias aos anos de chumbo da fila, é uma história de quem fez antologia”.

Em quatro meses de trabalho, o autor entrevistou todos os perfilados, e colegas de Palmeiras ou de ofício. Com o auxílio dos jornalistas Fernando Razzo Galluppo e Rogério Micheletti, abusou do arquivo pessoal, da boa memória, e da experiência de jornalista esportivo desde 1990 – e de palmeirenses de arquibancada desde 1973. “Fora os sete anos anteriores, imersos pela família na palestrinidade genética”. Mas não espere um livro-apologia. “Por dever básico de jornalista, tento ouvir os vários lados e cores. Sou um palmeirense que está jornalista, não um jornalista que é palmeirense. Torço pelo clube, mas não distorço por ele. O livro é uma obra tanto de um apaixonado por futebol como de um fã do Palmeiras e do Jornalismo”.

Os dez perfilados? Vá até a Livraria Saraiva do Shopping Eldorado, na segunda-feira, 16 de março, 19 horas, pegue o autógrafo do autor e de alguns dos escolhidos, e saiba quem são os “Dez Mais do Palmeiras”. Depois, como bom palestrino, pode cornetar à vontade.

Tags:

  • Kleber Adriano D. Constantino

    Poderia ser Oswaldo Brandão pela Academia ….. Poderia Ser Luxa pelo respeito q estavamos perdendo , devido a fila …. Mais Soh Felipão ….com seus mais Vices do q titulos conseguiu, mostrar pro palmeirense q soh craques como a academia d Oswaldo ….q o time da ”fila” do luxa (e tb a terceira academia ,pq nao?) q os craques nao sao indispensaveis …mais ensinou ao palmeirense ….a de origem dificil e lutadora dos nossos fundadores …nosso irmaos italianos q fizeram o maior clube do pais….o mais charmoso o mais tecnico…e graças a Luiz Felipe Scollari o time mais raçudo q jah vi jogar(vitoria sobre o flamengo pela copa do brasil d 99 q o diga)!!!

  • http://gruposemprepalmeiras.blogspot.com/ Luis Alberto Muller de Oliveira

    Luiz Felipe Scolari, porque? Muito fácil, simplismente Palmeiras Campeão da Libertadores 1999, título mais importante da história do Alviverde imponente. Não é apenas isto, o Big Phil, é um guerreiro, elenco com pouco talento, levou a nostra equipe na raça, vontade e muita luta. Mostrou a todos como se ganha uma competição. Deixando de lado competições internacionais, ganhou também a única Copa do Brasil conquistada pelo Palmeiras, no mesmo estilo Felipão, na raça, gol chorado do grande Oséas. E Não poderia deixar de citar, o Rio-São Paulo, em cima do Vasco. Alguns títulos que levam ele como um dos maiores, senão O Maior, treinador que o Palmeiras já teve em sua história.

  • JOSE ANTONIO MOREIRA CARVALHEIRO

    Oswaldo Brandão
    Que alem de treinar os jogadores, os preparava para a vida, estilo paizão; sem esquecer de aprimorar os fundamentos individualmente.
    É só lembrarmos daquela passagem do ponta esquerda Nei, que ao comprar seu primeiro carro e chegar para treinar, o Mestre perguntou-lhe se ele já tinha casa própria, tendo o habilidoso ponta esquerda respondido que não, o Mestre informou-lhe que enquanto possui tal veiculo, ele não seria escalado; resultado o ponta vendeu de imediato o carro dando entrada numa casa.

  • Diego Boscolo

    Os 10 maiores ídolos do Palmeiras redigido pelo (meu) maior ídolo do Jornalismo Esportivo, hehe.

    Vou dar um jeito de comprar esse livro!

    Mas vou tentar concorrer também nessa promoção:

    Pois bem, o Luxa é um excelente estrategista, dono do melhor aproveitamento alviverde na história, além de diversos títulos conquistados. Mas, para mim, entre os três nomes ele é o menos identificado com o Palmeiras. Talvez a sua saída para o Cruzeiro em 2002, tenha contribuído bastante para eu achar isso, além de vários erros nessa atual passagem (minha opinião).

    Osvaldo Brandão foi um treinador que eu não acompanhei (infelizmente). Mas só pelas histórias (lidas e ouvidas) que tenho sobre ele, mostra que o técnico, dono da marca de mais números de jogos no comando do nosso glorioso alviverde imponente, é respeitado por todos os torcedores e só não é o maior porque existe LUIS FELIPE SCOLARI.

    Felipão sem dúvidas é o top1 de todos os técnicos que já passaram pelo Palmeiras. Foi ele que ganhou nosso título mais importante. Tem uma identificação com o Palmeiras muito grande, mesmo sendo gaúcho. Quem não se lembra dele mandando “banana” para a torcida corintiana? Impagável! Quem não se lembra dele dando bronca nos seus jogadores por causa da falta de malandragem e por que eles estavam “tirando o pé”? TEM QUE TER RÁIVA DESSA PORRA DE CORINTHIANS, não é Felipão?

    Felipão é único… o único que conseguiu me fazer adorar a seleção de Portugal… o único que me fez odiar o Drogba (para mim o maior responsável por sua queda no Chelsea).. e o primeiro que me fez chorar diversas vezes acompanhando o meu VERDÃO!

  • Paulo Bozza

    Parabéns, Mauro! Excelente escolha para o autor do livro. Voce sempre inteligentíssimo como seu pai sempre o é (principalmente no time do coração!), parabéns ao Palmeiras por ter os escolhido (e acolhido) para serem palmeirenses. Perfeita sua decisão de inserí-lo na escolha dos dez mais. Porém, cá entre nós, somente 10 é complicado. Voces não poderiam ter feito os 100 ou os 1.000 mais?
    Tenho 28 anos, não presenciei o trabalho de Oswaldo Brandão e prefiro não basear minha decisão por história, pois nem sempre são verdadeiras. Meu pai e avó (enquanto vivos) e meus tios, todos palmeirenses, sempre me falaram muito dele. Mas, desde os tempos em que eu não era nascido e meu pai acompanhava desde 1960 o Palmeiras pelo Brasil como um mero (e completamente apaixonado) torcedor do Palmeiras, nunca o viram tão empolgado com um time como o de 1999, não tão somente pela circunstância do título da libertadores (eliminando o time da Marginal sem número), mas principalmente pelo espírito lutador e de família como um de Oswaldo Brandão e tático e estratégico como os times de Wanderley Luxemburgo.
    Além disso, é necessário ponderar que embora nosso time de 1999 possuia São Marcos, Arce e Alex, era um time que estava longe, do ponto de vista técnico, dos times liderados por Oswaldo Brandão (segunda academia) que contava com o Divino, Leivinha, Dudu e cia., ou tão ou mais distante, talvez, do Dream Team de 1993 (terceira academia) que contava com Edmundo (em sua melhor fase, um verdadeiro Animal), Mazinho, Roberto Carlos e cia. ou o time de 1996 que com Cafu, Djalminha, Rivaldo, dentre outros, comandados por Vanderley Luxemburgo.
    Desta forma, pelo que conhecí, viví e presenciei, fico com o signore Luiz Felipe Scolari (que, inclusive, até hoje precisa sempre dar um jeito para que seu filho consiga ver o nosso querido verdão lá do velho continente).
    Um abraço Mauro.

  • Denis Geronutti

    Pra mim foi o Oswaldo Brandão, pois conseguir ganhar um título deixando o Santos de Pelé para Trás foi para poucos. Ganhar do Pelé, Luxa e Felipão não conseguiram.

  • Rodrigo

    Mauro, o Brandão foi importantíssimo nos aureos tempos da academia, foi campeão dando espetáculo, o Luxemburgo então…Quem viu os times de 93/94 e 96 viu, quem não viu deixou de ver as melhores máquinas de fazer gol que já vi no Palestra. Mas que aliou a técnica e a raça ao grande Palmeiras foi o Felipão. Impressiona pelo fato da sua passager ser relativamente curta no Palmeiras, o nível dos títulos alcançados e a cumplicidade que se formou entre técnico, comissão técnica, jogadores e torcidas. Ou como esquecer de Palmeiras vs Flamengo em 98 pela Copa do Brasil, 3 gols em 10 minutos, a torcida e o time numa comunhão nunca vista. Bom, Scolari unia a torcida ao time, e para o torcedor, sentir-se parte do time é sensacional. Por isso penso que o Scolari foi o melhor dos três no comando do Palmeiras.

  • Leandro Cunha Diniz Bras

    Infelizmente não pude acompanhar Oswaldo Brandão pelo fato de ter somente 19 anos, mas por conhecer a história de meu clube, pude conhecer um pouco de sua tragetória na Academia e sei que foi um treinador excepcional. Porém, Luis Felipe Scolari foi, para minha geração, “o treinador” do Palmeiras! A conquista da Libertadores foi algo inesquecível, memorável, e que até compensou (e em partes até consolou) o fato de termos perdido o Mundial. Por mais que Luxemburgo tenha formado times excelentes, sua arrogância e falta de humildade fazem com que o Felipão seja, além de um ótimo técnico, uma ótima pessoa.

  • http://fabitohenrique@gmail.com Fábio Donizeti Henrique

    Oswaldo Brandão
    Como jogador do Verdão conquistou o campeonato paulista de 1942, Depois voltou ao Palmeiras como treinador.
    Treinador da Famosa e inesquecivel ACADEMIA.
    Sagrou-se campeão Paulista de 1947, então como treinador.
    Saiu para dirigir a Lusa onde sagrou-se Campeão do Torneiro Rio São Paulo em 1952.
    Após isso Brandão passou a dirigir também o Corinthians quando conquistou o título do IV Centenário, em 1954.
    Retornou ao Palmeiras em 1958 e permaneceu lá até 1960, conquistando o SuperPaulistão de 1959, desbancando o Santos de Pelé, em 1960 Brandão ainda conquistou a Taça Brasil daquele ano.
    Dirigiu o São Paulo de 1962 a 1964 e o voltou ao Corinthians e permaneceu de 1964 a 1966, e retornou em 1968.
    O Corinthians não ganhava nada desde 1954, ultimo titulo ganho então por ele (IV Centenário em 1954).
    Voltou ao São Paulo em 1971 e tornou-se campeão paulista.
    O Recordista Brandão então retorna ao Palmeiras e conquista os campeonatos paulista de 1972 e 1974 e o bicampeonato brasileiro de 1972 e 1973.
    Ganhou um Ramon de Carranza em 1974 pelo verdão.
    Voltou ao Corinthians em 1977 para então tirar o time da fila na vitória sobre a Ponte preta por 1×0.
    Brandão é o tecnico Recordista de Partidas pelo Palmeiras com 580 jogos.

    Vanderlei Luxemburgo
    Como destaque de seus vastos titulos, podemos citar o fato dele ser o maior campeão de Campeonatos Paulistas, 8 ao Total.
    Em 1990 Luxemburgo conseguiu a façanha de ganhar um titulo paulista pelo Bragantino, ganhou dos Bi-campeonatos um pelo Palmeiras em 1993 e 1994 e outro pelo Santos em 2006 e 2007, também ganhou outros titulos paulistas outros dois pelo Palmeiras em 1996 e 2008 e um Pelo Corinthians em 2001.
    Ganhou 5 campeonatos Brasileiro.
    Um Bicampeonato pelo Palmeiras em 1993 e 1994 quando o Verdão tinha uma verdadeira MAQUINA!
    Um titulo pelo Santos em 1998 e outro Bicampeonato pelo Cruzeiro em 2003 e 2004, onde sagrou-se também campeoão Mineiro e campeão da Copa do brasil pela Raposa em 2003.
    Conquistou dois Rio São Paulo um pelo Palmeiras em 1993 e um pelo Santos em 1997.
    E um dos titulos mais importantes de sua carreira, a copa América de 1999 pela Seleção brasileira
    O Tecnico dirigiu também o Real Madrid da espanha em 2005.

    Luiz Felipe Scolari
    Um vasto curriculo desde campeão Alagoano pelo CSA em 1982 a proeza de levar a seleção Portuguesa a Semi Final da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha.
    Levou o Criciuma ao triunfo da Copa do brasil de 1991.
    Luiz Felipe Scolari, o Felipão teve maior notoriedade no Gremio, onde conquistou 6 Titulos.
    Dois Campeonatos Gaucho em 1995 e 1996 em 1994 já havia ganho uma copa do brasil Invicta pelo Gremio.
    Em 1995 ganhou também a Taça Libertadores da América e em 1996 Campeão da Recopa Sulamericana e um Campeonato brasileiro.
    Foi para o Palmeiras e em 1998 Sagrou-se campeão da Copa do brasil e da Copa Mercosul,
    em 1999 o Maior triunfo da história do palmeiras, a Libertadores da América daquele ano.
    Em 2000 conquistou um torneio Rio São Paulo em 2001, transferiu-se para o Cruzeiro tornando campeão da Copa Sul-Minas de 2001.
    Assumiu o Comando da Seleção brasileira com o impeto de conquistar a Copa do mundo de 2002.
    Assim o fez, vencendo TODOS os JOGOS.
    Transferiu-se para a Seleção Portuguesa onde foi Vice Campeão da EuroCopa de 2004 e conseguiu levar a seleção Lusa a semi Finais da Copa do Mundo da Alemanha em 2006.

    Assim Sendo, posso concluir que…
    Em termos de História.
    Oswaldo Brandão conquistou mais titulos nos 3 maiores clubes da Capital paulista
    Luxemburgo é o tecnico com mais titulos de Campeonato Paulista.
    E Felipão tem os titulos mais importantes como duas libertadores e uma Copa do Mundo.

    Em termos de Palmeiras.
    Oswaldo Brandão e Luxemburgo podem ter ganho ‘n’ titulos Paulista, Brasileiro, Rio-São Paulo ou qualquer outro Titulo, mais SOMENTE FELIPÃO, ganhou uma libertadores pelo Verdão.

    Para Mim,
    Felipão entrou para a história do Gremio com a Libertadores de 1995.
    Entrou para o História do Palmeiras com a LIbertadores de 1999
    Entrou para a História do Brasil com o Mundial de 2002
    E Entrou para a História de Portugal ao Levar a Seleção Lusa ao Vice da EuroCopa de 2004 e as Semi Finais da Copa do Mundo de 2006.

    Felipão é mais história!
    Felipão é o Melhor!

  • marcos de luca rothen

    O Palmeiras tem as várias fases, tem a época que foi alugado para a Parmalat, tem a época que foi alugado para a Traffic, tem a época que teve a ressaca dos alugueis e foi para a segundona! Sem duvida é uma história rica, mas para os outros!

  • http://www.fotolog.com/veganferreira Phelipe Ferreira

    Bom dia Mauro, primeiro gostaria de parabenizá-lo pelo fantástico trabalho e organização de idéias que possui, segundo, deixarei claro ser seu assíduo fã desde os tempos Avallonísticos da Tv Bandeirantes, sempre que posso leio suas colunas no LANCE! e também assisto e ouço a suas partidas pelo rádio e tv… deixada a idolatria de lado vamos a pergunta:
    Oswaldo Brandão não foi de minha época, mas pelo que sei foi o técnico que mais postou equipes alvi-verdes na história do clube além de ter formado a 1ª academia, portanto merece todo o respeito (tanto que foi homenageado no clássico de domingo), Luxemburgo além de toda a sua vaidade e soberba como “Manager” sabe muito de bola e é BOM sim!, porém sua arrogância e preciosismo por vezes nos irrita e faz perder títulos, ao contrário do Grande Luiz Felipe Scolari (Felipão! o técnico do Mundo!) que mesmo não tendo ganho tantos títulos assim, e de forma magistral como feito pelo próprio Luxa, sempre criou “famílias”, foi assim no Grêmio, foi assim na seleção Portuguesa, e foi assim no Palestra, até mesmo com Murtosa ganhamos uma falida Copa dos Campeões com o nosso 3° uniforme, o que nos garantiu uma vaga na Libertadores do ano seguinte.Portanto, Felipão que fez o gingador Oséas, o brigador Galeano, e o espetácular Marcos serem ídolos, merece sim ter o posto de melhor de todos!

  • Reynaldo Formagio Filho

    Qual o bem mais precioso que temos? A família. É com ela que podemos contar, é ela que nos dá as maiores alegrias mesmo que alguns tropeços aconteçam pelo caminho…À parte desse bem precioso, escolhemos “ocupadores de tempo”, distrações, ou hobbies como queiram, pra desanuviar um pouco. E o escolhido por muitos é o futebol. Mas muitos não escolhem, são escolhidos…pela família! Nascer palmeirense em família italiana é quase tão óbvio como escolher Luís Felipe Scolari não como o técnico mais vencedor, talvez nem tão pouco o melhor, mas o mais família! O que conseguiu o que nenhum outro conseguiu, transformar um grupo de jogadores em uma família vencedora! E pra coroar essa mágica relação entre família e futebol, tem a cereja no bolo, a conquista da América, afinal saímos da velho mundo pra “fazer a América” e a família Scolari conseguiu!
    OBS:E eu, no dia do meu niver também conseguirei ganhar um livro autografado do Mauro!!!rsrs Mas quero outro presente também, um título tão representativo como o da saudosa família…

  • Douglas

    Já comprei, espero que a Saraiva me entregue antes da noite de autografo. Com certeza irei e parabéns pelo livro.

  • marcos de luca rothen

    Para o concurso – O grande técnico do Palmeiras foi o Brandão, conhecia tudo de futebol e não de negocio de jogador! E quando sai não deixava a casa arrasada! Era o sonho de consumo de todas as torcidas!

  • Carlos Stabilito

    Minha escolha: Felipão. Oswaldo Brandão foi o oxigênio da academia. Wanderley Luxemburgo foi o sangue verde correndo em 96. Luiz Felipe Scolari foi o coração do Palmeiras da Libertadores…sangue e oxigênio juntos….batendo forte em cada peito palmeirense!

  • http://ferozesfc.blogspot.com João Paulo Tozo

    Estarei lá, orgulhosamente representando o FFC, orgulhosamente carregando junto a sobrinhada que aprendeu a gostar do Palmeiras vendo esse tio chorando e gritando pelo alviverde imponente.

    Será antológico, Mauro.

    Grande abraço,

  • adriano modenesi

    PRA MIM FOI O FELIPÃO POR TUDO QUE ELE FEZ POR NÓS LIBERTADORES DE 1999 E PELA DECLARAÇÃO NO CT EM 2000 ANTES DO SEGUNDO JOGO DA LIBERTADORES PALMEIRAS X CORINTHIANS, “VOCES TEM QUE TER RAIVA DESSA P….. DE CORINTHIANS” ISSO NÃO TEM PREÇO FEZ ELE FOI O PRÓPRIO PALMEIRENSE ALI E CLARO COLOCOU O APELIDO NAQUELE POVINHO QUE FICA NAS NUMERADAS. MAS O VELHO LUXEMBURGO ACABOU COM MINHA AGUNIA DE TER PEGO A FILA TODA SOU DE 1973 MUITOS ANOS DE HUMILHAÇAO, PRA RESUMIR DIGO A VOCE MAURO SOBRE MEUS SENTIMENTOS QUE ESTÃO TODOS EXPRESSOS NO LIVRO COADJUVANTES DE GUSTAVO PIQUEIRA ALI É MINHA VIDA DE MULEQUE!!!!!!! GOSTO DOS DOIS FELIPÃO E LUXA ABRAÇOS

  • http://ferozesfc.blogspot.com João Paulo Tozo

    Pelo encantamento causado por uma equipe repleta de craques históricos, de Deuses alviverdes e de um maestro Divino, não escolher o Oswaldo é quase atormentador, e simplesmente não o faço por não ter sido esse Palmeiras do Brandão, o “meu” Palmeiras.

    Luxemburgo ajudou a escrever aquele que, talvez, tenha sido o mais lindo capítulo do “meu” Palmeiras. Com estrelas que cintilavam tanto, que nem a escuridão das cores do alvinegro rival foram capazes de ofuscar tamanha constelação alviverde. A estrela matadora que ostentava o número 9, essa sim eu posso afirmar, marcou o gol mais importante da minha vida de palestrino. E era Luxemburgo o comandante, mas não foi Luxemburgo o Criador dessas divindades, mas sim o “mortal” Otacílio Gonçalves, o mestre Chapinha. E mais uma vez, com dor no coração e na alma verde, passo adiante na escolha do “melhor”.

    Me sobra quem? O Luis Felipônico, o carrancudo da família Scolari. O outrora algoz de épocas tricolores dos pampas. O cara que já havia esbofeteado nosso mestre anterior, mas que “esbofeteou” com vitórias em batalhas históricas, os nossos grandes rivais. Se não foi sob seu comando o gol da minha vida, foi feita, por intermédio das mãos de nosso maior Santo, a defesa da minha vida, das nossas vidas tão palestrinas.

    Com uma constelação que cintilava menos que os anteriores, mas que obteve vitórias através de supernovas que explodiam e arrasavam os adversários, um após o outro, sempre com a cara e a alma de seu Felipônico comandante.

  • sergio r sant ana

    Oswaldo Brandão porque ele nos deu a Academia, os demais continuaram o trabalho.

  • Allan Braff

    Wanderley Luxemburgo, com certeza.
    A época de Ouro do nostro palestra, foi com o Wanderley, muitos se arriscam a dizer que foi o Felipão o melhor técnico, mas se pensarmos bem nõa tem como passar por cima da história que o Wanderley criou no Palmeiras e que está criando agora. Sé conseguirmos o título da Libertadores com o Wanderley, com certeza o pessoal que acha que o Felipão foi o melhor muda de idéia. 2002 é um ano que deve ser esquecido pela torcida idempendente do técnico que lá esteve, lembre-se que Wanderley saiu do Palmeiras não por sacanagem, mas sim por divergencias entre ele e Mustafa na época presidente do clube que não aceitou pedidos de reforços, alêm do que tem que ser considerado que Felipão ganhou a Libertadores, mas perdeu o Mundial.

  • André Luís Estevam

    Uma resposta difícil, pois, os três treindores tiveram os seus méritos em suas respectivas épocas. Acredito que o Luxemburgo trouxe inúmeras alegrias ao Palmeiras, depois da fila de anos conquistamos tudo, Paulista, Brasileiro e com tudo, o cara fez uma verdadeira seleção e trouxe a tona nomes inesqueciveis, como Edmundo, Evair, Rivaldo, Cesar Sampaio entre outros. Oswaldo Brandão e a eterna academia. Mas Luiz Felipe Scolari com seu time brigador, nos deu até hoje na minha opinião o título mais importante de nossa galeria ( e olha que se compararmos os times, na minha opinião, o do Scolari era o de menos estrelas), ‘A Libertadores da América’, como esquecer disso? Impossível. Oswaldo Brandão, muito obrigado, eternamente grato. Luxemburgo, você foi o cara, e ainda pode ser muito mais… Felipão, com seu jeito sério, mas sempre brincalhão,rigido em campo, conseguiu proporcionar à nós palmeirenses uma alegria inigualável. Como é bom ser campeão da América.
    Isso, não tem preço.

  • Ludi

    COM O ESQUEMA DO DESATUALIZADO LUXA, ESTAMOS CORRENDO O RISCO DE OUTRO VEXAME HISTÓRICO (ALÉM DE TER TOMADO ESSA BOSTA DE GOL DO RONALDO E TER ATIÇADO A IMPRENSA GAMBÁ): SAIR DA LIBERTADORES AINDA NA PRIMEIRA FASE!!!!!!!

    ANO PASSADO PASSAMOS O “”VEXAME”” DE SER CAMPEÕES PAULISTAS E VER OS BAMBIS SER CAMPEÕES BRASILEIROS. ESSE ANO VAMOS SER CAMPEÕES PAULISTAS DE NOVO E VER OS BAMBIS CAMPEÕES DA LIBERTADORES????

    O LUXA É COMPETENTE, MAS GANHA MMMMMMUIIIIITTTOOOOOO PARA TER RESULTADOS INEXPRESSIVOS EM RELAÇÃO AO PROJETO DO CLUBE.

    SER CAMPEÃO PAULISTA??? DESCULPE, MAS, FODA-SE O PAULISTA, EU QUERO SER CAMPEÃO DA LIBERTAS E DO MUNDO!!!!!!

    FELIPÃO JÁ!!!!!!!!!!!!!

  • Ludi

    FELIPÃO! FELIPÃO! FELIPÃO! FELIPÃO! FELIPÃO! FELIPÃO!

  • Adriano Borges Marques

    Como responder quem é o melhor treinador da história do palmeiras? Podemos levar em consideração a academia, vitórias inesquecíveis, time goleador ou simplesmente o que teve mais títulos. Mas não, o melhor treinador que passou pelo Verdão foi aquele que transformou valores individuais em um grupo forte com raça e com a sua personalidade, fez o time virar uma família, aquele que mostrava o orgulho de defender o Palmeiras. O melhor treinador foi aquele pai que fez seus filhos dignos de honrarem o compromisso com o clube, a torcida e aos próprios companheiros. Ah! Como isto faz falta nos dias de hoje! Por isso eu tenho o maior orgulho de falar para todos que o paizão Luiz Felipe Scolari ou simplesmente Felipão foi o melhor de todos.

  • Matheus Bandeira

    Concerteza, felipão, brandão e luxa podem ter tido maquinas nas mãos, times classicos de toques bonitos, matadores imperdoaveis, mas so o felipão teve guerreiros, que nao precisa ganhar bonito, tem que ganhar, tudo bem felipão tambem teve um otimo time, mas soube muito bem usar ele, juntou garra a tecnica, levando o time a um os principais titulos que foi a libertadores de 99,e se nao fosse uma mãozinha do arbitro o mundial de 99 tambem. Por isso creio que Luis Felipe Scolari foi o melhor!!!

  • http://www.futebolpitacos.blogspot.com gustavo roman

    Todos os 3 sao grandes tecnicos.se fossemos olhar os resultados teriamos q apontar o felipao pois conseguiu fazer com q a sua “familia” ganhasse os maiores titulos da historia palmeirense..
    luxwmburgo teve o “merito” de com o dinheiro da parmalat tirar o verdao da fila
    mas na minha opiniao o melhor de todos foi o brandao…tecnico de grande visao q sabia como poucos “ler” o futebol…so por ter comandado a academia ja mereceria essa honraria(afinal alguem q comanda um time inesquecivel deve ser pra semre lembrado)mas ele ganhou titulos importantantes(nao so com o palmeiras como com outros clubes)e so nao teve uma carreira maior e melhor na seleçao brasileira por problemas pessoais…
    Brandao pra mim vence essa “eleiçao” no primeiro turno…
    abraços

  • Evandro Silvestre

    Por não ter visto Oswaldo Brandão comandar o Palmeiras, fico com o Felipão. Ele é a prova que o amor pelo futebol e a alma podem ganhar um jogo.
    Felipão conseguia fazer o time e a torcida serem um só, e vibrarem junto até o ultimo minuto do jogo.
    Com o Felipão no comando não existia jogo perdido, era possível esperar uma reação do seu time a qualquer momento (Vide o jogo citado pelo Kleber acima).
    Para mim, Felipão além de um bom técnico é um excelente administrator de pessoas. Ele conseguia expremar cada jogador e fazê-lo dar o máximo de si, mesmo, muitas vezes, não querendo fazer.

    Mauro, parabéns pelo livro, estarei na Saraiva na segunda para prestigiá-lo.

  • Endrigo de Carvalho

    Oswaldo Brandão, não cheguei a acompanhar a famosa “ACADEMIA” , pois nasci em 1984, mas devido a pesquisas e estudos sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras fiquei deslumbrado porque aquele time considerado “ACADEMIA” como etimologicamente a palavra descreve, lecionou a jogar futebol, tanto ensinou que a CBF a antiga CBD convidou ao nosso time a vestir a tão honrosa camisa da seleção brasileira, um feito histórico, um feito honroso e glorioso que nos enche de orgulho, um misto sentimental de alegria e felicidade que transforma um palmeirense em um ser alienigena. Existiu carrossel, existiu a dinamáquina, existiu a grande hungria no tempo de Puskas, existiu a grande seleção brasileira de 1970, mas a “ACADEMIA” só existiu uma no futebol mundial que foi a nossa. Aí você me pergunta porque essa comparação com as grandes seleções que fizeram história no futebol mundial? eu te respondo, FOMOS UMA GRANDE SELEÇÂO……………como vosso pai, brilhantemente descreveu a sensação de ser um palmeirense: “Explicar a emoção de ser palmeirense a um palmeirense, é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense, é totalmente impossível”.

  • Rafael Côrtes

    Wanderley Luxemburgo, não por esta 2° passagem, mas sim pela primeira, que montou uma verdadeira seleção alviverde, com Djalminha, Rivaldo, Evair, Edmundo, Roberto Carlos. O time do ataque dos 100 gols! Foi uma passagem marcante onde levou o bi brasileiro (1993-1994) e o paulista (1994 e 1996) sem esquecer o título de 2008! Espero poder levar este brilhante livro, que ontem vi em algum blog que não me lembro direito qual!

  • Rafael Côrtes

    PS: Foi no belíssimo site palestrino PTD: http://www.palmeirastododia.com, sempre bom visita-lo diariamente!

  • Henderson

    Na minha opinião Mauro, nenhum foi o melhor da história do palmeiras,mas a sociedade esportiva palmeiras foi o melhor clube da historia comandado pelos três.

  • Sandro Ribeiro Chagas

    Sem dúvida Filpo Nunez!
    Montou a academia,mesmo sem ser brasileiro incorporou como poucos o nosso estilo rápido e técnico.
    E o mais incrível foi o único estrangeiro(argentino!!!!!!!!!!!!!!)a treinar a seleção brasileira,quando detonamos o Uruguai no Mineirão em 1965.
    Minha escolha recai nele,até pelo esquecimento e desconhecimento que o muitos tem dele,que infelizmente morreu sem recursos e quase abandonado!
    Posso não ganhar mas fica a homenagem para o Velho Filpo!

    SANDRO, excepcional lembrança. Montou a primeira Academia com brilho. Mas tive de restringir a 3 nomes.

  • http://www.megahealth-qv.com.br Marcelo Sorrentino

    Felipão traduz o que é ser palmeirense.Loucura, fanatismo, emoção e muito conhecimento de futebol.
    São paulinos e corinthianos tem muitos torcedores leigos, mas muitos mesmo.Mulheres que simpatizam,gente que torce só por torcer, simpatizantes e pessoas que vão no embalo de fases.
    Dificilmente você encontra um palmeirense que não saiba discutir em alto nível, técnica e taticamente , as coisas do esporte mais apaixonante do mundo.Como futebol é paixão, ser palmeirense é ser apaixonado, maluco e doente pelo seu time.E isso Felipão transmitia como ninguém.Luxa e Brandão são magníficos mas Felipão traduz a emoção de ser palmeirense, coisa que só quem é sabe as alegrias e tristezas de torcer por este time.Não importa quem esta vestindo a camisa, se é bom ou mal jogador mas Felipão fazia os jogadores sentirem o que nós torcedores sentimos.

  • Marco Clerris

    Felipão foi o melhor! Ele conseguiu unir a inteligência de Brandão com o estudo tático de Luxa e colocou uma pitada de loucura e paixão nisso tudo.

  • http://centralviverde.blogspot.com Anderson

    Muito dificil escolher mas todos fazem parte da historia alvi verde. O Luxa manchou sua linda historia no verdao em 2002 quando decidiu sair do verdao, com razao mas ficou manchado. Oswaldo Brandao conquistou o bi-brasileiro e muitos outros mas nao ganhou a America.
    Para mim Luiz felipe Scolari é o cara ele ganhou o titulo mais importante da historia alviverde, as maiores emocoes foi com ele, vitorias suadas e inesqueciveis foi com ele. Fora as varias vitorias em cima do corinthians, que conta muito. Mesmo eles tendo o time melhor do que o nosso.
    Felipao é o cara!!!

  • Luciano

    Sem a minima sombra de dúvida, o grande técnico do Palmeiras foi LUIS FELIPE SCOLARI, com base absoluta em suas origens italianas ele se tornou o que sempre a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS imaginou em ter como representante absoluto frente a nossa squadra.

    Garra, objetivo, determinação e coragem de transformar jogadores em torcedores e torcedores em jogadores, trazer a tona o espirito guerreiro de todo Palestrino/Palmeirense frente aos adversários, trata-los como tal ou seja, ADVERSARIOS, RIVAIS e porque nao, ARQUI INIMIGOS. Esse era seu espirito comandando o manto verde sagrado e sempre terá aprovação absoluta entre todas as gerações de torcedores palmeirenses, do 0 aos 100 anos, aprovação absoluta.

    LUIS FELIPE SCOLARI……ICONE PALESTRINO ETERNO.

  • André Freitas Horvath

    Olá Mauro!!!

    Escolho o Luís Felipe Scolari!!!
    Tenho 29 anos completados agora no dia 07/03,sou de 1980 e acompanho o nosso Palmeiras desde que me conheço por gente.Sou fanático e gosto muito de pesquisar coisas do verdão,mesmo sem acompanhar essa época,sei que Oswaldo Brandão ganhou vários títulos pelo Palmeiras e também pelo rival .Da mesma forma caminha o Wanderley,campeoníssimo pelo Palmeiras e também pelo rival.Escolho o Luís Felipe, seu carisma diferenciado,sua dedicação,seu profissionalismo,e pelo principal fator que leva um técnico ao sucesso que são os títulos.Além de nunca ter dirigido o rival ele levou o Palmeiras para sua maior conquista que foi a Taça Libertadores,por um detalhe não ganhou o Mundial de clubes e ainda foi campeão com a seleção em 2002.
    Mauro Betting,sou seu fã,também fã do futebol,sou Palmeirense doente como você,mas admiro sua imparcialidade e sua conduta em opiniões que por ser uma pessoa pública abrange muita gente que talvez você nem tenha dimensão… o poder de um microfone televisivo ou mesmo do rádio são enormes e por isso admiro o seu trabalho.
    Sei que estou me estendendo demais,mas eu e o meu pai também somos palmeirenses como você e seu,sofremos e sorrimos juntos por esse time que sem explicação nos causa uma alegria estrondoza e de vez em quando tristezas que parecem não ter fim.Ainda não tenho um programa ao lado dele mais isso é uma questão de tempo.O famoso Horvath & Horvath.(Risos).
    Um abraço Mauro,boa sorte com o livro que será um sucesso,pois Palmeiras é sucesso…nosso time precisa de torcedores mais inteligentes para criticar e protestar na hora certa,precisamos também de jornalistas como você, com idéias novas e opiniões sábias para iluminar a cabeça de dirigentes que as vezes parece que brincam com os sentimentos de torcedores que sempre abre mão de sua vida para acompanhar essa paixão que é o nosso Palmeiras.
    Como disse seu pai,é mesmo inesplicável torcer por esse time.
    Grato.

  • Sidney Gabriel de almeida

    Osvaldo Brandão com certeza!!! além de ser o unico Osvaldo (o do corinthians que montou o time campeão foi o luxemburgo) que deu certo como treinador, conseguiu juntar o melhor meio de campo do palmeiras de todos os tempos Ademir da Guia e Dudu, a grande academia

    ps. no lance do gol do ronaldo, o marcão subiu da altura de uma gilete, assim até eu sou fenomeno, fora o lance do gol, jogou muito!!!

    a proposito sou palmerense verde!!!

  • http://www.jorgebenjor.com.br Julio Gonzaga Guidi

    Grande Mauro Beting, sou Palestrino e tenho 22 anos vi Scolari e Luxemburgo e li sobre Brandão.Pra mim sem sombra de duvidas q cada um dos três tem mtas virtudes e mtos defeitos, mas o melhor é o Scolari q além de ter dado o caneco da Libertadores, Copa do Brasil, Mercosul não foi treinador do ilustre Gambá, q teve no comando Brandão e Luxa.Pela Libertadores e pelo fato de jamais ter comandado o Corinthians e ter eliminado em duas ocasiões especiais q jamais esquecerei…Mto Obrigado Scolari…Obrigado Luxemburgo e Brandão

    abraço Maurão

  • http://www.ciadossapos.com.br Tiago Rodrigues Alves

    Luiz Felipe Scolari

    Conquistar a América não é pra qualquer um – pra mim justifica. Não basta ser bom, tem que ter cojones.

  • Diego Coradini

    Belo livro, não vejo a hora de poder compras…

    Ja sobre o Tecnico, prefiro o Felipão, quie teve uma identidade Alvi-Verde quando passou por aqui.. Nunca vou esquecer o jogo em que ele foi expulso e não saiu de campo, e a torcida ecoando “Fica Felipão”.. Foi LIndo demais, não vejo a hora de ver ele de volta ao Verde mais lindo do mundo..

    abraços

  • http://www.cheninocampo.blogspot.com Anderson Cheni

    Curto e grosso: Felipão tchê.
    Afinal ele conquistou o maior título da história do clube em 1999.

    Mauro, mais uma vez parabéns pelo lançamento do livro, não quero concorrer ao sorteio, passei aqui para te dar um abraço e te desejar mais sorte ainda.

    Ahh, como prêmio de “consolação” quem não ganhar o livro essa semana aqui no seu blog, poderá concorrer semana que vem lá no meu blog: http://www.cheninocampo.blogspot.com
    Semana que vem explico como a galera terá que fazer, e o autógrafo pego com você semana que vem.

    Abraço.

  • miguel gomes neto

    Para mim o maior foi Luis Felipe Scolari, embora eu tenha aprendido a gostar do Palmeiras ao ver a Segunda Academia na década de 70, e ver o orgulho verde renascer com Luxemburgo e seu Palmeiras de 1993. O Scolari conseguiu algo único, pois para mim era o espírito, a alma verde, um descendente de oriundi unindo o Palmeiras pelo objetivo em que o clube tantas vezes havia chegado perto e naufragado, a Libertadores. E o mérito maior foi ter na campanha vitoriosa de 1999 atropelado nossos maiores rivais, sim atropelado, pois a desclassificação na decisao por penaltys é ainda mais dolorida. Scolari com seu jeito de paizão, transformou-se em mais que um técnico, era o líder da torcida, o cara que chiava contra imprensa, contra o jogador rival, o juiz e até mesmo aquela parte da numerada que quem frequenta o Palestra sabe o quanto irrita. A dramacidade das partidas, as vitórias épicas como aquela virada sobre o Flamengo nos últimos instantes, trazem para o Palmeirense a saudade não de um time com estrelas, mas de um momento em que sabíamos que desde o banco de reserva, tinha um cara disposto a representar cada um de nós e brigar pela vitória, como se tivesse nascido aqui, e criado dentro do Palestra.

  • Claudia Delfini

    Foi o Brandão, porque depois com Luxa e Felipão o verdão jogou menos como campeão!!!

  • Juninho

    Tenho 29 anos entao nao conheci Brandao.

    Ficaria entre Luxa e Felipao.

    Ai fico com aquele do titulo da Libertadores e a vitoria nos penaltis contra o Corinthians. Duas maiores vitorias que vi do meu Palestra.

    nao pela vitoria em si, mas nunca mais vamos ver um tecnico correndo e mostrando o sinal de banana contra uma torcida ou comemorando um titulo abracando os gandulas.

  • Paulo José de Mesquita Júnior

    Na minha opinião, é o Felipão. Ele definitivamente é a cara do Palmeiras, é a cara dos palmeirenses! Por eu ser jovem, não pude acompanhar técnicos, como Oswaldo Brandão, Telê, entre outros… Posso está errado, mas creio que mesmo que os visse, escolheria o nosso querido Luis Felipe Scolari. Nenhum dos outros, tem a garra, a vontade, a loucura, o amor pela camisa! Nenhum deles é a representação própria de um torcedor no comando do seu time… E o Felipão é isso! Só ele ganhou a nossa sonhada Libertadores. Ele foi o comandante naquela batalha contra o Flamengo, no Palestra. Ele foi o comandante no tal “Jogo do Século”.Com ele não tinha jogo perdido, não existia o impossível… Mesmo que por acaso (leia-se contusão do Velloso) lançou o meu maior ídolo! Ele marcou minha infância, e será sempre lembrado como um ídolo pra mim! E só mais uma coisa, VOLTA FELIPÃO, SUA CASA É AQUI!

  • Fernando

    O Luxa montou um time fantástico, mais de um, aliás. Como admirador do futebol, admito que o Vanderlei é quem montou um Palmeiras memorável. Mas parou no São Paulo do Telê e no Grêmio do Felipão.
    Felipão, este, que conseguiu a glória máxima do futebol sul-americano, a Libertadores (ganhar o mundial é um bônus, todos sabem que ser campeão da Libertadores é muito mais difícil e recompensador). Não tenho dúvidas de que o Big Phil é o melhor da história do Verdão.

  • Bruno Vieira

    Proximidade com suínos causa doenças…
    Proximidade com suínos chorosos por terem entrado pela 1a. vez no cenário mundial como o time que levou o primeiro golaço do R9 da FIEL é proibido !
    E o Darinta, tá na lista ?

    BRUNO, o Darinta é o símbolo do que houve de pior no Palmeiras. Coitado. Mais ou menos como o Fãbio Braz do Corinthians-07.

  • Caio

    O melhor técnico foi Oswaldo Brandão em razão de ter montado um dos melhores times, senão o melhor time, da história do Palmeiras. A academia é quem melhor representa a técnica e a habilidade que historicamente pertencem a escola do Clube. Quem melhor se aproximou de Brandão nesse aspecto foi Vanderlei Luxemburgo que também apresentou um time com futebol vistoso e vitorioso, porém jamais percebi amor de Luxemburgo ao Palmeiras ao contrário de Brandão e Luiz Felipe Scolari.
    Porém, dos técnicos, Felipão foi o técnico com menos tempo a frente do Palmeiras, por isso não há como deixá-lo a frente de Brandão.
    Portanto, na minha opinião o melhor entre os 3 técnicos é Oswaldo Brandão, pelo amor ao Clube, pelo excelente futebol da academia, talvez o melhor time de todos os tempos e pelo longo período que esteve a frente do Palmeiras.
    Em seguida considero Luiz Felipe Scolari, apesar de não comandar times com futebol brilhante, proporcionou jogos inesquecíveis e memoráveis, a maior conquista da história (Libertadores 1999), sempre com paixão e sentimento.
    Por fim na minha visão vem realmente Vanderlei Luxemburgo, técnico de excelentes times, responsável pelo esquadrão dos anos de 1993/1994, entre outros bons times, mas que por absoluta e transparente falta de amor ao Clube não deu sequencia em nenhum de seus trabalhos, faltando a ele o algo mais fundamentais aos ténicos que estão a sua frente.

  • Rafael Simões Anderson

    Poxa Mauro, vi seu tópico na comunidade do Palmeiras e fiquei com água na boca e nos olhos para ler este livro. Sou apaixonado pela fascinante história do Palmeiras. Pena não morar em São Paulo para comprar meu livro e ter chance de tê-lo autografado ao vivo. Mas então vai lá minha resposta: Felipão! Brandão não é da minha época, apesar de ter comandado a fantástica Academia. Luxa, conquistou os títulos mais comemorados, 93 eu ainda com 5 anos vendo a glória do Palmeiras, e sob influência do meu pai, virei palmeirense. Títulos muito importantes e times jogando muita bola como o campeão Paulista de 96. Mas o Felipão me deu as maiores alegrias que eu tive como Palmeirense, também algumas tristezas, mas torcer e amar um clube é isso. Era com ele que o Oséas fez o gol que decidiu a Copa do Brasil, nos últimos minutos, conquistando a vaga da libertadores de 1999, me muitas alegrias. Campeão da América, em 1998 ganhamos a Mercosul, faltava apenas ganhar a taça mais cobiçada da América. Eu gritei, comemorei, vibrei, tudo isso naquele 16 de junho de 1999. Tristeza seis meses depois contra o Manchester United no Japão. Tristeza parecida ao perder um título ganho como o da Mercosul de 2000. Mas o ano já estava ganho, com a defesa de Marcos, que foi lançado pelo Felipão (depois convocado pra Copa do Mundo pelo mesmo, me dando mais alegrias), no pênalti batido pelo odiado Marcelinho Carioca já tinha valido o ano. Marcos virou meu maior ídolo no Palmeiras, por coincidência surgiu no Palmeiras na Era Felipão, então é também por isso que o elejo o melhor técnico que o Palmeiras já teve.

  • Ricardo M

    Esta questão é difícil de responder se considerarmos que: 1. Oswaldo Brandão foi o técnico da Academia, dirigiu um time maravilhoso, repleto de craques, incluindo o maior ídolo da história do clube. 2. Luxemburgo tirou o Palmeiras da fila, também dirigiu times maravilhosos, inclusive o melhor time de futebol que eu já vi jogar – o Palmeiras campeão paulista de 1996. 3. Felipão deu o mais importante título da história do clube, mesmo com um time não tão bom quanto os dos concorrentes. Mas a questão fica incrivelmente fácil se considerarmos duas coisas: 1. Felipão disse que ficou mais feliz ao vencer a Libertadores pelo Palmeiras do que pelo time de seu coração. 2. Nunca treinou o nosso maior rival.

  • Madson Andrade

    Mauro Beting eu não conheci o trabalho do Oswaldo Brandão, só sei da importância que ele teve nos titulos do palmeiras nos tempos da academia como não sou daquela época vou então responder sua pergunta sobre o Wanderley Luxemburgo ou Luiz Felipe Scolari? Sempre acreditei que nada é por acaso. Creio que cada época teve sua importancia no que se refere aos técnicos que trabalharam no verdão.
    Não podemos esquecer que durante a gestão Parmalat, ou pelo menos no início dela, era necessário um técnico que fosse politicamente mais maleavel, para coordenar os interesses do co-gestor, da diretoria, do time e da torcida. Nesse ponto o Felipão perde pro Luxa, pois é sabido que o temperamento do gaúcho não suportaria algumas intromissões que na época eram inevitáveis. Já com relação aos resultados obtidos, o Luxa trouxe mais quantidade de títulos, porém o Felipão ajudou a ganhar o título de maior importancia.
    O Luxa já comprovou não só no Palmeiras como também em todas as outras equipes que dirigiu que não se adapta a jogar contra times estrangeiros com marcação forte, e nesse quesito o Felipão dá de goleada.
    O Luxa é contido e politicamente correto, e trabalha mais os fundamentos, houveram alguns jogadores que SÓ jogaram quando dirigidos por ele (Amaral, Claudio etc.) mas não é confiável. Felipão e passional,auténtico e leal e trabalha mais com o brio dos jogadores, fazendo com que todo mundo queira agrada-lo.
    Pessoalmente me identifico mais com o estilo do Felipão pois ainda acredito que o futebol é paixão e o Luxa o pasteuriza. (Também não esqueço a trairagem que ele fez.)
    Para finalizar, creio que um foi consequencia do outro, e ambos tiveram importãncia fundamental para escrever as mais gloriosas páginas do Palestra dos ultimos 15 anos.

    Mauro parabens pelo livro e espero ser merecedor dessa obra!

  • Juarez Ulhôa [Ringo]

    Todos merecem e seria redundante citar as conquistas de cada um…. mas o que mais me emociona é o Felipão….
    Pq?? Vou falar…
    Na decisão dos penaltis na final das libertadores…. Naquela tensão enorme que foram as cobranças… ninguém reparou… que logo atrás dos jogadores todos unidos naquela tradicional linha, alguns ajoelhados outros não….
    Estavam lá todos os gandulas perfilados do mesmo jeito.. ajoelhados… pedindo aos céus pela vitória, um nervosismo tamanho… talvez até maior que o dos jogadores.
    Enfim, quando o colombiano erra o último penalti… duas imagens foram reprisadas milhões de vezes pela TV… a primeira focada no Marcão correndo de alegria e a segundo no Felipão e demais no banco…. Murtosa, o Sérgio – se não me engano…..
    Nessa hora quando todos saem do banco correndo de alegria, Felipão toma a direção oposta… e foi uma coisa que sempre me intrigou… ele não foi na direção da festa… para onde teria ido….
    Fiquei sabendo bem depois… ele saiu correndo em direção aos gandulas pra abraçá-los!!!!!! E esse tipo de coisa a gente não vê todo dia…
    Olha… não sei se Felipão é Palmeirense, Gremista… MAS naquele dia ele demonstrou respeito ao torcedor Palmeirense na figura daqueles meninos, pq o abraço dele foi no fundo em todo torcedor Palestrino. Foi uma prova de que se respeita quem torce com o coração… acima de qualquer razão.
    E logo depois de sua maior conquista em clubes. Felipão não se juntou aos jogadores de pronto, não foi ao presidente agradecer o apoio…. foi aos gandulas… torcedores palmeirenses de corpo e alma…. abracá-los….

  • Bruno Afonso Sellani

    Felipão, pois seu sangue italiano sempre pulsou na garra do time, na velocidade de suas ações e na grandeza do Palestra.

  • http://ComunidadePalmeirasdoOrkutrs Manuel Martinez Gomes

    Oswaldo Brandão. Não o chamavam de Mestre a toa.

    Mas juro que gostaria de ter o Felipao no intervalo de todos os jogos do Palmeiras, dizendo para os jogadores “confio em voces, vao la e lutem” – o Palmeiras nao perderia jamais.

    Luxemburgo é otimo técnico, assim como Felipao. Mas treinador mesmo, era Tele ou Brandão.

    ==============
    Numa epoca de glorias, ele era o maior.
    Numa epoca de craques, ele era diferenciado
    Numa epoca de futebol-arte, ele era o artista principal
    Numa epoca em que ninguem mudava de time, ele era a estrela
    Numa epoca de qualidade, ele fazia a diferenca
    Numa epoca de deuses, só ele recebeu o apelido
    Numa epoca de historia, ele fez a historia

    Ademir, o Divino

    Manuel Martinez Gomes

    (ah, eu quero o livro,
    ah, eu quero o livro,
    ah eu quero o livro)

  • Thiago Luiz Censi de Oliveira

    Luiz Felipe Scolari.
    A tão famosa “família Scolari”, começou no Palmeiras.
    Quem não lembra quando os jornalistas pegaram um áudio do Felipão no vestiário da Academia antes do jogo contra o Corinthians mandando pegar o Edilson?!?
    Felipão se antecipou ao futebol de hoje em dia que é de muito mais marcação do que técnica, vide os títulos do São Paulo, todos no 3-5-2.
    Fez história em todos os times e seleções que passou, resgatando a moral da seleção Portuguesa, levando Cristiano Ronaldo a seu primeiro grande campeonato (Eurocopa).
    E claro não posso deixar de lembrar da memorável conquista da Libertadores de 99, nos classificando em 2° lugar com gol aos 42 min do Chique Arce, e em todos as fases posteriores revertendo placares.
    Resumindo, Felipão é o melhor pois consegue tirar o máximo do time nas adversidades e também consegue o que é primordial para os títulos, a UNIÃO.
    Grande Abraço Mauro.
    Thiago, 21 anos – Palestrino Fanático.

  • Suelen

    Acredito que esse livro fará também com que cada um de nós nos lembremos das nossas famílias. Meu pai era super fã do Oberdan e depois do Marcos. Mesmo o palmeiras tendo tido nesse tempo entre um e outro vários bons goleiros, só o Marcos (e também seus companheiros de time em 99) me proporcionou algo que nunca tinha visto, meu pai chorar feito criança! Depois do título da Libertadores meu pai faleceu e desde então os jogos do Palmeiras nunca mais foram os mesmos. Com esse livro vou poder reverenciar a história da minha família e também do meu time do coração. Vou poder daqui uns anos mostrar para o meu filho que no início do Palmeiras o avô dele era fã do Oberdan, que o Marcos foi meu ídolo e possivelmente ele já poderá escolher os dele. Parabéns pelo livro!

  • vinicius henrique dias simões da franca

    Oswaldo Brandão,técnico mas antes de tudo amigo e companheiro dos jogadores,sempre perguntando como estava a vida deles fora de campo,Oswaldo o tecnico da academia,treinar leão e cesar maluco em um mesmo time não é pra qualquer um,mas ele sabia controlar bem o time.

    Luxemburgo pegou um elenco vencedor em 93,um bom estrategista mais as vezes,deixasse dominar pelo seu ego Luxemburgo é inegavel o 2°melhor tecnico brasileiro só perdendo para o felipão,com o luxemburgo é assim eu ganhei,nós empatamos ,voces perderam esse é um dos seus grandes defeitos,mas ele entende seus jogadores sabe colocar cada um ana sua função,motivar o jogador tirar tudo dele,recuperar um jogador perdido

    agora falando de Felipão não podemos deixar de falar da familia scolari tanto no gremio,no palmeiras e na seleção ,da união do grupo,da raça de cada time felipão o homem do jogo feio do carrinho,da falta mais o futebol vencedor,raçudo bom tempos que ele treinava o palmeiras,esse sabe ganhar uma libertadores,o time que ele pegou em 98 não dava show igual ao palmeiras de 96 de luxemburgo ou a academia de oswaldo brandão,mas jogava honrando o manto sagrado.

    para min o melhor é o LUIS FELIPE SCOLARI sem duvida
    e nessa lista poderia ter o Filpo nunes tbm

    abraços Mauro

  • Bruno Vieira

    Mauro, mas vai ter o golaço de cabeça do Ozéas contra o Corinthians, não, a favor…ou contra….ih, me confundi ! Ele ficou emocionado ao se deparar com o Todo Poderoso…!

    BRUNO, hahahaha. de fato, aquele gol, nem ele sabe o que quis fazer… a sorte dele é que, meses depois, fez o gol do título da Copa do Brasil, e no ano seguinte, o da Libertadores. ficaram na memória mais que aquele desatino do SP-98.

  • Paulo Ayrton

    Oswaldo Brandão foi comandante dos arquitetos da bola. Uma verdadeira Academia Palmeirense de Letras. Já Luxemburgo, esteve a frente dos bailarinos, eram os filhos de Brandão, mais irreverentes, serelepes e não menos arrasadores que seus “pais” de 60/70. No entanto, Luiz Felipe Scolari, “O General Scolari”, trouxe um tempero até então desconhecido pela coletividade Palestrina; Ele era a Alma, o Líder, o Pai, o Amigo, o Irmão…ele era, simplesmente, PALMEIRAS! Aguerrido e sentimental quando necessário, Aquele macho de bombachas que era capaz de derramar lágrimas de sangue e chorar feito criança dos tempos de Passo Fundo/RS. É, já não consigo prosseguir com esse texto…Scolari é muito maior que isso. Como ele jamais existirá outro! Esse gaúcho era e é um visionário, mostrava-nos a grandeza do Palestra. Combatia com vigor os que apelidou carinhosamente(ou não) de amendoins, estes criticavam até um espirro de nossos craques. Ele era gênio, sabia perfeitamente que o limite Alvi-verde superava o céu. Pois, para ele, até o céu era Verde. General Scolari, jamais serás esquecido por esse combatente que vos fala. Digo mais, a Tropa Palestrina aguarda seu retorno em breve. Conquistaremos o mundo, General! Tu és Palestra/Palmeiras,

    Eu sou Palmeiras. Logo, sou coração.

    Grande Abraço, Mauro!

  • Anderson Luiz Rodrigues Silvano

    Infelizmente sou muito novo para reconhecer a grandeza de Oswaldo Brandão, tenho somente 30 anos, o que limita consideravelmente minha avaliação, mas saber que este disputa com dois dos maiores treinadores que vi na vida já é o bastante para afirmar sua grandeza. O treinador perfeito seria um Luiz Vanderley Scolari da Silva mas como isso só reside nos sonhos fico com Luiz Felipe Scolari. Quando Scolari surgiu no Palestra tive aversão, raiva, repulsa. Os resultados não foram imediatos e o futebol era feio. Mas aos poucos vi surgir algo grandioso em meu time, o futebol não era bonito, mas a raça e a honra ao vestir o manto verde era grandioso. Os jogadores não eram os melhores, mas se faziam melhores, maiores. A força do Palmeiras como equipe fez com que os outros o temessem. E aos poucos fomos engrenando e sob a batuta de um treinador que esbanjava ética, demonstrava ser um trabalhador incansável e que conseguia criar unidade entre jogadores e torcida foi me conquistando. Luiz Felipe Scolari sempre defendeu fortemente o Palmeiras e seus jogadores. Acendeu em todos o orgulho de ser palmeirense. E com a força que ele criou conquistamos o nosso maior titulo, a Libertadores da América. E deste modo, com sua imensa qualidade como profissional e seu imenso carater e etica, fez com que eu passasse a torcer não somente para o Palmeiras mas também para o Luiz Felipe Scolari futebol clube.

  • Francis Costalonga

    Seria injusto escolher apenas 1 entre essas 3 feras. Até porque, se eu o fizesse, provavelmente eu estaria sendo injusto por apenas “conhecer” um pouco da história do mestre Brandão. Homem esse que, atualmente, empresta o nome a nova taça do Dérbi. De qualquer maneira, em uma disputa acirrada, onde qualquer piscar de olhos poderia definir o campeão, acredito que Felipão leva uma pequena vantagem em relação a Luxemburgo, que é a humildade. Todos os concorrentes possuem inegáveis conquistas e são, verdadeiramente, vencedores. Cada um ao seu estilo, cada um com seus defeitos e qualidades, mas não podemos esquecer que, em tempos de futebol-negócio, Felipão mostrou toda a competência do mundo com times tecnicamente muito inferiores aos de Luxemburgo.

    Brandão vem de uma outra época, onde o futebol não era negócio – e sim arte – e a camisa tinha um peso enorme (não que hoje não tenha, mas acredito que seja mais para o atleta que a defenda do que para o adversário). Entretanto, sempre mostrou inteligencia e, acima de tudo, comando.

    Levando tudo em consideração… fico com Felipão… que nos deu nosso título mais importante (que nos dá o direito de dizer a Corinthianos que eles não sabem o que é isso), além de nos mostrar que o time do Palmeiras também podia ser guerreiro…. e claro, técnico…

    Abraços Mauro…. sucesso para seu Livro…

  • Marco Aurélio Matioli

    Ao meu ver, com todo respeito aos outros dois, mas Luiz Felipe Scolari é o que mais se identifica com a Sociedade Esportiva Palmeiras.

    Embora seja gaúcho, trouxe consigo a raça, garra, determinação e principalmente, o carinho construído ao longo do tempo e das conquistas, entre elas, a inédita Taça Libertadores da América, sem sombra de dúvidas, um dos títulos mais importantes da história do clube, título esse que todo palmeirense quer novamente, reviver o sentimento de ser o melhor da América e buscar o mundial, que nos foi tirado por uma árbitragem até hoje questionável, quem se esquece do gol de Alex diante do poderoso Manchester United?

    Enfim, Luiz Felipe Scolari, após tantos anos, é o treinador que todo palmeirense se lembra, principalmente os mais jovens, é o treinador que 9 entre 10 palmeirenses quer de volta ao clube, me refiro à isso, mesmo que utópicamente existisse a possibilidade de Brandão voltar a dirigir à equipe.

    Se hoje, nós, Palmeirenses, tivessemos de escolher um treinador, entre tantos que por aqui passaram, este seria: LUIZ FELIPE SCOLARI, o rei da américa, Palmeirense por adoção!

  • KELLY MATOS ILDEFONSO

    Olá, Mauro
    Na minha opinião foi o FELIPÃO, até porque eu acompanhei a trajetória dele no palmeiras, mas principalmente, PORQUE COM FELIPE VOCÊ TAMBÉM APRENDE A TER CORAÇÃO DE FERRO.
    Garra, perseverança aliados à busca de resultados é com ele mesmo!
    Saudações Palestrinas.
    Abçs

  • Emerson

    Nosso passado tem glórias? Sabemos isso como poucos… Brandão, sim esse tem importância para nossa história, quantos titulos e que time ele comandou (pena que eu não vi)… Luxa se fez inesquecivel no amor e no ódio de muitos Palmeirenses…

    Felipão?

    Se hoje… temos uma longa caminhada pela frente… com certeza foi ele quem deu o primeiro passo rumo ao fim dessa estrada que não nos compete ver e nem sentir o que virá…

    Libertadores 99… isso pesa e muito… É o primeiro titulo da minha geração… e como eu disse, o primeiro passo dessa nova caminhada de glórias…

  • Renato Moreira dos Santos Júnior

    Luiz Felipe Scolari… Ele preparou o time como ninguém para diversos prélios em sua passagem; Fez de um time, uma família imponente; Mostrou que de fato poderíamos ser campeões da América (nosso principal título).
    Felipão fez o que ninguém fez! Felipão bateu (em todos os sentidos) em nosso maior rival como ninguém, bateu! Felipão foi tão vibrante que marcou até a torcida que tanto o incomodava… “Turma do Amendoim”. Por essas e por outras, ele foi o melhor!

  • William Vieira Lima

    Luiz Felipe Scolari. . Sei da história dos outros dois, mas foi a Família Scolari que acabou trazendo pra mim, a emoção de ser Palmeirense. TODOS falam da Libertadores de 1999, é claro. Foi um dos mais importantes ( se não , o mais) títulos da história da S.E.Palmeiras.
    Mas meu fato marcante foi na Mercosul. A partir de 1999, acompanhei meu primeiro jogo com 8 anos de idade, Palmeiras 7 x 3 Cruzeiro. Inexplicável, inesquecível. Uma vitória pra afirmar que não era apenas por causa de meu pai ( com muito bom gosto) que eu era palmeirense. Foi a partir daquele jogo, que percebi que torcia para o melhor time do mundo, para o Campeão do Século.

  • Maycon Santos

    São tecnicos que fizeram história no Palmeiras , mas eu fico com o Felipão , pois ele nos deu o titulo mais importante da nossa gloriosa história , preparou um time que jogava com raça e amor a camisa , todos se lembram da familia scolari , ah Felipão , olhando hoje para o nosso alviverde , faltam a raça e o amor a camisa que voce demostrou naquela conquista histórica e eu tenho certeza que quando ganhar esse livro , capito que mais me alegrará será o de LUIZ FELIPE SCOLARI!!!!!!!!

    Parabéns Mauro Beting!!!!
    Um muito obrigado de todos nós PALMEIRENSES!!

  • Igor Evangelista

    Bom…
    quem ganhou mais titulos? Wanderley
    quem é foi um genio da area tecnica? Oswaldo
    mais quem realmente mora no coracão do Palmeirense? é o Felipão
    por seu carisma, coisa que o luxa nao tem.
    por ganhar o titulo mais importante dos tempos modernos do palmeiras
    concerteza eu fico com o felipão

  • Celso Roselli Junior

    MEU DEUS….. é claro que é FELIPÃO
    Somente alguns torcedores sabem “a dor e a delícia” que é torcer para um time treinado pelo Felipão.
    Como esquecer aquelas partidas épicas da Copa do Brasil de 1998…
    Como esquecer as partidas contra River, Corinthians e Deportivo Cáli, Boca na Libertadores….
    Como esquecer aquela partida com o Flamengo pela Copa do Brasil (o jogo do Euller)….
    É claro também que…. por tudo isso eu perdi preciosos anos da minha vida (porque quase infartei várias vezes e o meu coração até hj deve carregar alguma sequela daquele tempo), mas que eu tenho uma saudades desse tempo!!!! Como era bom sofrer….. mas no final ganhar!!!!
    Além do mais ele lembra meu avô, que no calor da emoção mandava “bananas” para a torcida adversária e “o Parmera ganhou!!!!” (com um sotaque italiano indescritível).
    Ah!!! Como era bom!!!!!!!!!!!!

  • Edgar Alboccino

    Jamais torci pela seleção brasileira, mas em 2002 ví o mio Palestra com a camisa amarela, ganhando o mundo, Felipão, você está no nosso coração.

  • Rodrigo Jesus da Silva

    Óbvio que como corintiano que sou, o ‘melhor’ para o Palmeiras é o pior pra mim. E nenhum outro técnico palestrino me fez sofrer tanto quanto o Felipão em 2000.

    Em 1993 também senti um nó na garganta, mas depois daquilo o Luxemburgo se redimiu quando treinou o Corinthians por duas oportunidades (o único que jamais se redimirá daquele episódio é o Sr. José Aparecido de Oliveira)

    Sendo assim, o melhor (do meu ponto de vista é o pior) técnico da história do Palmeiras foi o Felipão.

    Rodrigo Jesus da Silva, corintiano, maloqueiro e sofredor.

  • http://do-ouglinhas@hotmail.com Douglas Ap Bono Maranho

    Lancenet ultimas notícias” O MUNDO DE OLHO NELE…
    Assista ao gol de Ronaldo em outros idiomas!!!!!!!!!

    Eí PORCADA ELIMINADA da LIBERT MORRAM de INVEJA!!!!!!!

    KKKKKKKK9KKKKKKKKKK9KKKKKKK…

  • Leonardo Moretto

    Quando se discute sobre futebol, é sempre um assunto complicado, quando se fala sobre esses três grandes técnicos e suas importâncias no Palmeiras,o assunto consegue ficar mais complexo ainda.
    Creio que Vanderlei Luxemburgo foi o técnico que ”resgatou” o Palmeiras após muitos anos na fila sem títulos, Luiz Felipe Scolari conseguiu levar o time a ser campeão de uma Taça Libertadores da América e um vice do Mundial de Clubes e da Libertadores da América do ano seguinte.
    Oswaldo Brandão foi um grande técnico na época da academia, e com Ademir da Guia, Dudu, Leão e outros craques levou o Palmeiras a muitos títulos.
    Porém, a questão é: Qual desses três foi o melhor ?
    Há muito a se dizer sobre esses três grandíssimos ténicos que já comandaram grandes clubes em suas carreiras, mas pode-se dizer que apesar de Luiz Felipe Scolari ”Felipão” ter nos dado nosso segundo maior título (Contando que a Copa-Rio de 1951 tenha sido considerado como Mundial); e de Osvaldo Brandão ter nos dado inúmeras alegrias com a ”Academia”; eu afirmo que Vanderlei Luxemburgo é o melhor e mais importante técnico que o Palmeiras já teve, por tirar o time duas vezes da fila(1993 e 2008) e por sua competência frente a um time muito jovem como o elenco de 2009, já que o time é líder do Campeonato Paulista 2009 com um jogo a menos e a equipe conseguiu se classificar para a fase de grupos da Libertadores, por isso creio que seu trabalho no time do Palmeiras é muito importante e de muito agrado aos torcedores.
    Saudações Palestrinas;
    Abraços.

  • http://www.gilmars.com.br Gilmar Silva

    Eu não conheci Oswaldo Brandão, infelizmente.

    Assim como às vezes não REconheço Wanderley Luxemburgo, apesar de tantos títulos conosco, com seus números inacreditáveis no comando do Palmeiras, meu voto vai para outro:

    Eu voto no gaúcho Luiz Felipe Scolari, que eu conheci primeiro como adversário no Grêmio, e pra quem eu olhei com desconfiança quando chegou ao Palestra, mas que aos poucos soube ir conquistando à todos, mesmo quando batia “na trave”, como no BR´97.

    Planejou meticulosamente a conquista da América, disputando primeiro a Mercosul, por exemplo. Depois atropelou o campeão do torneio, depois o nosso maior rival, depois um tradicional time argentino, para afinal nos dar uma das maiores alegrias que um palmeirense pode sentir em toda sua gloriosa história: a Copa Libertadores de 1999.

    Há quem compare esse título em importância com o Paulistão de 93. Isso talvez apenas o Evair saiba responder, ou nem mesmo ele!

    Mas estamos falando de técnicos, humanos como nós, e nesse quesito, acho que ninguém bate o nosso querido Felipão!

    Ou você não se lembra dele, expulso num jogo, permanecer ainda em campo se escondendo da arbitragem, como uma criança travessa?

  • http://centralwhatever.blogspot.com Fellipe Santos de Oliveira

    Oswaldo Brandão e a Academia mostraram ao BRASIL o que era Futebol.

    Wanderley Luxemburgo aprendeu.

    Aprendeu e mostrou ao BRASIL o Futebol técnico, eficiente e vencedor.

    Mas Luiz Felipe Scolari foi diferente.

    Se não revelou, permitiu que um santo operasse seus primeiros milagres. Ensinou o gosto inigualável de uma vitória nos acréscimos.
    Felipão brigou, fez as pazes e brigou de novo com a torcida. Ensinou a sofrer. Mas também a vencer como nenhum outro o fez. A vencer com humildade e competência. A vencer e convencer.

    Felipão mostrou ao PALMEIRENSE o que é torcer.

  • Cardoso

    SEU LIVRO NÃO QUERO NEM DE GRAÇA SEU PALMEIRENSE IRRUSTIDO.

    CARDOSO, pena que você não poderá participar da promoção… E como posso ser “irrustido” se abertamente falo qual o meu time?
    Bom, enrustido sei que não sou.

  • Juliano Henrique Fizzon

    Boa noite! Primeiramente vim dar meus parabéns a Mauro Beting pelo lançamento do novo livro “Os Dez mais do Palmeiras” e pela imparcialidade nos comentários sobre futebol, mesmo sendo Palmeirense roxo.

    O melhor treinador da história do Palmeiras, no meu modo de avaliar, foi Luiz Felipe Scolari, famoso Felipão. Pois ele mostrou com seu trabalho e muita dedicação superar obstáculos insuperáveis, promover um futebol com alegria e, principalmente, mostrar confiança no seu elenco. Não votei no Felipão só pelas conquistas do século XX, mas como esse gênio motivava seus jogadores. Fico emocionado quando leio suas palavras no vestiário antes do jogo contra o Deportivo Cali, que diz mais ou menos assim: “Vão lá e dão o máximo de si, tem uma torcida enorme que acredita em vocês, vocês entrarão para a história do Palmeiras, eu sei que podem conquistar esse título”. E esse exemplo de amor e confiança nos seus jogadores que ocasionou uma explosão de alegria na massa palestrina em cada canto do mundo, uma vez que depois de tanto tempo, poderíamos enfim gritar: “Somos campeões da América!”

  • El Mago-RJ

    Mauro, diga ao seu colega Luciano do Vale para ele ser mais profissional, pois ouvir ele dizer que o gol do Ronalducho teve ajuda de Deus foi no mínimo hilário.
    Mauro, será que para a Band o Palmeiras é o time do diabo?
    Com relação aos treinadores, acho que o Felipão foi melhor, pois treinou equipes de nível técnico bom, mas não tão boas como as do Brandão e do Luxemburgo, mas mesmo assim consegui extrair o máximo daquelas equipes.

  • Filipe Lima

    Olá, Mauro.

    Parabéns pelo livro. Infelizmente, meu trabalho me impede de ir ao lançamento. Espero que haja alguma sessão de autógrafos aqui em Santos.

    Abraços

  • http://www.ciadossapos.com.br Tiago Rodrigues Alves

    Mauro, o Irrustido.

    Bendita hora que foram inventaram essa tal de inclusão digital…

    Ótimo livro.

  • http://discutindoofutebol.blogspot.com/ Marcos Rocha

    Opa, concorrer ao seu livro e discutir sobre futebol? Tô dentro:

    – Acompanhei um pouco do Oswaldo Brandão – importante para a classe e para o Brasil, evidentemente para o Palmeiras

    – Scolari – Consegue “agrupar o grupo” e obter resultados

    – Luxa – Marrento para alguns, mala para outros e estrategistas para a maioria

    Pelos resultados e pelo estilo de montar o time fico com Luxemburgo.

  • João Paulo Di Medeiros

    Ah como eu queria ver o Palmeiras de Brandão que meu pai também palestrino me contava. Mas ao longo dos meus 21 anos, vi a glória maior do Palmeiras nas mãos do Felipão, não foi o futebol mais vistoso que eu já vi, mas foi o de maior doação, de maior raça e de maior empenho. O Luxemburgo foi vencedor no Palmeiras. Mas o Scolari me deu a maior alegria como um torcedor do Palmeiras, um título da Libertadores que o nosso maior rival não tem, e que me faz encerrar qualquer discussão com os corinthianos na hora que eu quiser.

  • Pazinatto

    Maurão, sem dúvida foi o Felipão!!!!
    Ele soube incorporar a libertadores no Palmeiras ,fomos quase bi campeões (só não fomos pois nos roubaram em 2000), inventou o termo hilário ,até hoje difundido e muito comentado nas rodas futebolísticas, para a parte corneteira da nossa torcida: os famosos “turma do amendoim”.
    E principalmente, foi o mentor e lider fora do campo das maiores surras que demos no nosso grande rival, sendo que o nosso Santo Marcos foi beatificado na sua tragetória vencedora em nosso clube!!!
    Realmente foi um legítimo campeão Palestrino!!!!!!

  • Cardoso

    Estava navegando por ae, quando vi essa reportagem, o senhor viu ?
    http://blogdaclorofila.sopalmeiras.com/

    Mas de tudo o que li e ouvi, o mais espantoso e por que não dizer, de embrulhar o estômago, partiu de ninguém mais que Mauro Betting. Ele, que se diz palmeirense, teve a ousadia de dizer que o gol foi o menos doído, porque ele é Ronaldista. É mole? Ele pode ser simpatizante mas, torcedor? Jamais! Torcedor palestrino não deixa de ’sentir’ gol de time adversário contra o Palmeiras, porque é fã do jogador do outro time. NUNCA! Esse ‘palmeirense’, que em 2008, fez cálculos e mais cálculos (que nos prejudicaram), para provar que o Palmeiras era ajudado pela arbitragem; o mesmo que disse que o título de 51 não representa um Mundial, de palestrino não tem nada (pelo menos eu acho), a não ser o grande jornalista e pai Joelmir Betting. Será que Joelmir comemorou o gol dos gambás? Duvido muito. E duvido também que o livro que Mauro Betting vende agora, seja o preferido da coletividade palmeirense. Duvido mesmo…

    CARDOSO, meu caro ombudsman palestrino…
    Não celebrei o gol do Ronaldo…. Só não fiquei tão triste como torcedor por ser justamente um gol do Ronaldo…
    Não me sinto mais palmeirense que ninguém – nem menos.
    Essa coisa de comparar tamanhos não pega bem…
    Claro que o Joelmir não ficou alegre com o gol corintiano. Mas não ficou mais ou menos triste por ser do Ronaldo.
    Até porque cada um pode pensar do jeito que quiser, como você pode pensar, sentir e urrar do jeito que quiser.
    É UM DIREITO SEU.
    só lamento que você vai deixar de ler um livro bem bacana e bem feitinho de um cara que só pretende escrever uma história que nós dois sabemos que é muito rica.
    e quem diz que um livro precisa ser unanimidade? não é minha intenção, muito menos pretensão.
    até porque não faço livro para ganhar dinheiro. faço livro para contar a melhor versão que consegui de uma história brilhante. e, como todas, cheia de versões e cores.

  • Aline

    Não tive a oportunidade (infelizmente!) de ver os times comandados por Oswaldo Brandão. Mas de família palmeirense, ouvi muito sobre as Academias. Dispensa comentários…
    Felipão, além de nos dar nosso título mais importante (se é que existe um título mais importante que outro), dentre outros, conquistou a torcida com seu carisma seu jeito irreverente, o fato de não ter comandado nenhum de nossos rivais paulistas e a maneira de formar um time que jogava sobretudo com muita garra.
    Mas, não tem como esquecer os times de 1993, 1994, aquela máquina de 1996 e os inúmeros títulos que Vanderlei Luxemburgo nos deu, contribuindo para sermos os “Campeões do Século”. O fato de não ter carisma como Felipão e por isso não agradar gregos e troianos, não pode impedir que se reconheça a inteligência que ele possui para armar equipes técnicas e rápidas. Por isso meu voto é nele.
    Grande Mauro Beting, o ideal seria uma junção destes três grandes treinadores que sem dúvida já estão na nossa história.
    Em tempo, parabéns pelo lançamento do livro. Sem dúvida, o lerei.

  • http://arquivo.lucianocarlos.com Luciano Galvão Filho

    Não seria hipócrita de sustentar a tese de que o grande treinador do Palmeiras foi alguém que sequer ví trabalhar, como O. Brandão. Tampouco seria ingênuo de apontar o instável e “volúvel” W. Luxemburgo como o maior da história alviverde.

    Por tanto, Luíz F. Scolari é nome que melhor poderia ocupar a cadeira de Melhor Treinador do Palmeiras. Sua imagem, vestido à professor de educação física, na beira do gramado remete a um time aguerrido como jamais se viu, à vitórias heróicas, a exibições épicas de jogadores em partidas importantes e ao título mais importante que um treinador já ergueu no Palestra Itália: a Taça Libertadores da América, em 1999.

    Felipão é Palmeiras, e ponto.

  • Jonez

    Pena que você não dá o valor devido à Copa Rio que foi sim um mundial de clubes.

    JONEZ, eu dou o devido valor, sim.
    Só não acho devido dizer que é um título mundial. Internacional, espetacular, único pelo momento, concordo contigo.
    Mas Mundial equiparável aos de 1960 a 2005, e aos da Fifa, não.
    Questão de opinião. Que não é contra o Palmeiras. Apenas a favor da minha opinião a respeito.

  • Heitor Miotto Jr

    Bom , Mauro , perguntinha difícil essa , mas vou tentar responder em partes.
    Luxa nos tirou da fila , foi responsavel pelo ataque dos 100 gols , tem o melhor aproveitamento da história , mas ainda falta a ele um título inédito para entrar na história do Verdão.
    Felipão nos deu o tão sonhado título da Libertadores e Copa do Brasil ( 2 títulos inéditos na nossa história ! ). Também nos fez recuperar o orgulho de ser Palmeirense , ” peitando ” tanto as organizadas como ” a turma do amendoim” !
    Mas então temos Oswaldo Brandão!!!!!
    Montou a segunda Academia , o time que eu hoje com quase 47 anos ainda sei de cor e salteado a escalação!
    Era daqueles técnicos que tinha dentro de si a malandragem do futebol!
    Mas , principalmente , por causa daquele distante 1974! Passe de Leivinha , gol de Ronaldo!!!!
    Como eu adoraria ser um escritor no mínimo razoavel ( nem sonho em me equiparar a voce e seu pai , muito menos já me deixaria feliz ) , gostaria de escrever minha autobiografia.
    O título eu tenho ( falta ” só ” o resto…. )
    O título????
    ” Eu era um dos 10.000 ”
    Preciso responder qual meu técnico favorito???
    Bendito 1974!!!!!!
    Abraços!

  • Tiago Chandoha

    Primeiramente parabéns Mauro por mais esse trabalho brilhante que você fez, e quanto a pergunta, bom os 3 marcaram história no clube, mas pra mim ao contrario de muitos o melhor foi o Luxa, pois o que o torcedor quer é titulo, independente se é contra o time de pelé ou se é uma libertadores, o que o torcedor realmente quer é gritar é campeão e o Luxa melhor do que ninguém fez isso, pois é o técnico que mais vezes deu essa alegria ao palmeirense, portanto pra mim é o melhor dos 3, e garanto que esse ano vamos gritar mais vezes é campeão. Um grande abraço Mauro e mais uma vez parabéns.

  • Tiago Benatto

    Mauro, tudo bem ?

    Wanderlei Luxemburgo,(vírgula) “o estrategista” !! Assim diria Roberto Avalone. Faço das deles as minhas palavras para dizer que Wanderlei Luxemburgo da Silva é o melhor dentre os três indicados.

    Digo porque, Oswaldo Brandão, teve muitas glórias, mas não vi atuar, pois eu ainda não habitava esse mundo.

    Digo isso porque, Luis Felipe Scolari, foi sem dúvida, o maior vitorioso na década de 90 no Alvi-Verde, por ter levado o time a conquista das Américas.

    Mas, WL, foi o cara que resgatou a esperança verde, foi ele quem tirou o time da fila de dezoito Anos, tabu que incomodava até aquel palmeirense que não havia nem nascido. Ele pode ter brilhado em outros clubes, mas o Palmeiras é realmente a sua casa. Lá ele se sente a vontade.

  • Jônadas Pires de Souza

    Oswaldo Brandão conheci somente a fama, mas o suficiente para admirá-lo e reverenciá-lo em sua trajetória à frente do alviverde imponente. No entanto, acompanhei de perto, considero até que fiz parte, dos comandos do Mestre Luxa e do General Felipão, dois grandes estrategistas, dois grandes motivadores, que dentro de seus próprios estilos conseguiram fazer toda uma nação feliz e orgulhosa! O primeiro soube resgatar a principal característica que nos consagrou ao longo de nossa história, o futebol acadêmico, não eram partidas de futebol, eram aulas a nível superior de futebol! Mestre Luxa obrigado por me permitir participar deste momento! O outro trouxe à nossa camisa uma pitada gaúcha que nos permitiu conquistar a América, sem deixar de lado a postura acadêmica, pois com Alex como o camisa 10 do time seria impossível o contrário, mas ganhamos com o grande general uma austeridade que nos faltava para tal conquista! Difícil escolher, escolha a nível racional seria uma tarefa em que exigiria uma profunda disputa argumentativa, assim a escolha deve brotar da própria paixão de torcedor, e assim fico com o Felipão, pois foi com ele que pude gritar com mais adrenalina, com mais paixão, com mais orgulha, tanto no momento de conquista da América como nos momentos em que derrotávamos o nosso principal rival nas disputas das Libertas! Salve General Felipão!

  • Philipe Ramos Pedrosa

    Para mim acho que foi Felipão por ter conseguido o maior título da história do palmeirase por tão pouco tempo conseguir tudo que ele conseguiu em pouco tempo(menos que o luxa e o oswaldo)e ter uma identificação tão grande com a torcida coisa que o luxa não conseguiu e o oswaldo pouca gente lembra prova dessa aceitação do felipão é a enquete que voce fez em seu blog falando de quem queria o felipão e a maioria dos torcedores palestrinos queriam.Por esse motivo voto no felipão.

  • Paulo Takafuji

    Três monstros sagrados do banco palmeirense. No entanto, não há dúvidas, apesar da grandiosidade de Osvaldo Brandão e dos muitos títulos de Luxemburgo, apenas um se identificou tanto, sofreu junto com a torcida, comemorou como se tivesse nascido em São Paulo e fosse palmeirense desde sempre, comprou brigas pelo time, virou técnico da Seleção e bancou um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, mesmo sob a desconfiança de muitos. Sim, é ele, na Europa, Scolari, no Brasil e no Palestra Itália, Felipão.

  • http://www.chiqueiroverde.blogspot.com hermes serigati

    (dáblio)(dáblio)(dáblio)(ponto)chiqueiroverde.blogspot.com/2009/03/compre-camisas-sem-numero(ponto)htmlESTOU LANÇANDO ESSA CAMPANHA E ADORARIA SE VOCÊ DESSE UMA OLHADA E DEIXASSE SUA OPINIÃO.MUITO OBRIGADO.ABRAÇOS.

  • Ludi

    “”””””COMO É QUE É”””””””””???????????

    LUXEMBURRO DISSE, EM ENTREVISTA COM O BENJA DO LANCENET, QUE ZIDANE FOI MELHOR QUE “”””ADEMIR DA GUIA”””””!!!

    MAURO, ME DIGA: ATÉ QUANDO ESSE SR. VAI CONTINUAR A DESPEJAR SOBRE NÓS ESSAS ALTAS DOSES DE IMBECILIDADES??????????

  • Edenilson

    Mauro,

    Felipão, nem tanto pelas conquistas mas principalmente pela forma como agregava time e torcida. E parabéns pelo livro.

  • Raylson Costa Silva

    Luiz Felipe Scolari

    Foi onde nenhum outro treinador do Palmeiras mesmo tendo um time mais “fragil técnicamente” (considerando os outros) além dele ser a cara do torcedor palmeirense pois ganhou todos os titulos com raça e emoção as quais transmitiu para todos os jogadores e torcedores.
    Scolari reuniu todas as qualidade de um treinador “perfeito” (ou foi o que chegou mais próximo dela “

  • NELSON KALINOVSKI FILHO

    Caro Mauro, pergunta capsiosa e difícil de ser respondida, tratando-se de 03 treinadores que têm muito em comum.
    Os 03 dirigiram o Palmeiras e a Seleção Brasileira, dirigiram também grandes equipes do exterior, fizeram os corintianos sofrerem, Brandão em 1974, Luxemburgo em 1993 e Scolari nas libertadores em 1999 e 2000. Porém dos 03 somente Scolari não esteve “do lado de lá” e portanto até o momento não deu nenhuma alegria p/ “eles”. Então ficou óbvio que o melhor técnico que o Palmeiras já teve foi Luís Felipe Scolari.

  • Leonardo Francisco Paladino Romeo

    LUIS FELIPE SCOLARI, POIS GANHOU O PRINCIPAL TÍTULO DO CLUBE (LIBERTADORES DA AMÉRICA 1999) E NUNCA COMANDOU O CORINTHIANS.

  • Andre luis Maltempi

    OSWALDO BRANDÃO
    montar um time que entrou para historia do futebol brasileiro conhecido como a 2° academia do Palmeiras nao é para qualquer um e por incrivel que pareca ele consegui fazer historia do nosso maior rival em campo que é o corinthians…por isso que em 2009 esses 2 times que depois de decadas brigando resolveram fazer alguma coisa pelo futebol criando a taça Oswaldo Brandão…um feito historico que nenhum tecnico vai conseguir em sua carreira,juntar 2 rivais e fazer um taça com seu nome…
    obs: ainda ganhou o paulista de 71 pelo São Paulo se tornado o primeiro tecnico a ganhar pelos tres times grandes de SP “trio de ferro”

  • Alex

    PQP! Ainda tenho que ver no LANCE o Luxemburgo dizer a bobagem que o Zidane foi melhor que o ADEMIR…
    Fale do porque o Ademir não ganhou uma copa??? graças a outra “mente iluminada” como técnico chamado Zagallo
    Agora com futebol no pé vc falar que zidane foi melhor que ADEMIR é não conhecer a história do futebol brasileiro e mundial…
    Técnico ridículo=Luxa!!!

  • Joaquim Lo Prete Porciuncula

    Fala Mauro! Sou fã do seu blog, entro todos os dias.
    Para mim, o melhor treinador dentre eles foi o Felipão (Luiz Felipe Scolari), que foi quem venceu o principal título da história do Palmeiras (você, eu e a torcida do Flamengo sabemos que aquela Taça Rio de 1951 não é mundial), a Libertadores de 1999. Se não fosse ele, chutaria Luxemburgo, que é realmente um técnico excepcional e fora de série, mas que tem como grandes títulos apenas dois brasileiros e como as principais marcas os títulos paulistas de 1993, 1994, 1996 e em 2008.
    Gostaria muito de ganhar seu livro porque sou seu fã e já tenho livros de outros jornalistas mas nenhum seu. Sou são-paulino, conheço a história do meu time de cabo a rabo, mas, como legítimo fã de futebol, tenho muita curiosidade de descobrir mais sobre o Palmeiras, e tenho certeza de que com o seu livro conseguirei realizar esse desejo.
    Muitos abraços,
    Joaquim Porciuncula

  • Paulo

    Luiz Felipe Scolari é a resposta.
    Em síntese, o que Felipão teve quando chegou e a contraprestação que deu.
    Felipão recebeu: comportamento hostil da torcida, comportamento hostil da diretoria (com direito a Serras e Mustafas fazendo pressão); ridicularizado pela imprensa.
    Felipão retribuiu: ao ganhar o título da Libertadores; tornar Marcos titular e transformar sob seu comando, o homem em Santo; ao impedir o Corinthians de ganhar a Libertadores; ao fazer Aguinaldo, Junior Tuchê e Junior Baiano jogarem bola; ao tornar Junior Baiano artilheiro; ao batizar a turma do amendoim; ao fazer Oséas ídolo; fez Ferrugem jogar uma partida de Beckenbauer contra o Penarol; sob seu comando fez o Palmeiras virar o jogo mais incrível da história contra o Flamengo; fez o Palmeiras temido; fez o estádio Palestra Itália temido; enfim, é um dos muitos personagens que engrandeceram o Palmeiras com dignidade, amor pelo clube, respeito pela torcida, suor, lágrimas e se preciso fosse não tenho dúvida, até com sangue.
    Em resumo, todos tiveram feitos, Brandão foi uma lenda, Luxa uma máquina de ganhar títulos, mas Felipão contabilizou em sua passagem pelo Palmeiras milagres e até uma canonização.

  • Amanda Teixeira

    Grande Mauro..
    Eu acredito que esses 3 são muito importantes para o Palmeiras, cada um no seu tempo, mas acredito que o Oswaldo tenha sido mais técnico.Ele como o comandante da Segunda academia, derrotando o Santos de Pelé, isso é emocionante para qualquer palestrino que tenha vivenciado esse momento lembrar, vejo pelas histórias contadas pelo meu pai e meus tios. Isso é motivo de orgulho para todos, mesmo para os que como eu não tiveram a chance de acompanhar essa época maravilhosa da nossa gloriosa Sociedade Esportiva Palmeiras. Mas acredito que o Luxa também foi muito importante para o Palmeiras, por ganhar o Paulista de 93 em cima do nosso maior rival, nos tirando da fila. E o Felipão, ah o Felipão, esse que conquistou a América em 99 e nos fez sonhar com o tão disputado Mundial, e que todos os Palmeirenses pedem a sua volta, mesmo tendo o Luxa no Palmeiras hoje. É difícil a escolha, mas fico o Oswaldo Brandão, por ter passado por 3 clubes rivais e sendo respeitado em todos e mesmo depois de tanto tempo, todo verdadeiro Palmeirense sabe muito bem as alegrias que ele nos trouxe. E como diria aquela música: “Salve essa história de glórias, da eterna academia”.
    Abraços..

  • Rafael Silvestrin

    Opaa Mauro , sou seu fã !
    Falando no assunto , prefiro Scolari
    porque pela época que eu vi ele treinar , tinha aquele jeito aguerrido e vencedor , bem do estilo dos gauchos , futebol marcador , rápido e encantante !
    mas claro que esses ae que vc citou na pergunta tb tem muitas histórias e respeito no comando do Verdão
    Abraços , bom sucesso no seu projeto !

  • carlos sabadini

    para mim foi o felipão não soh ganhou o titulo mais importante do verdão com tambem aguentou muita pressão no começo e não desistiu como muitos torcedores cornetas queriam ele ganhou titulos fez o time jogar com raça todos os jogos sempre acreditando tanto q teve muito jogos historicos sobre o comando dele o melhor de tudo foi q sobre o comando dele o palmeiras acabou com um certo gamba na libertadores

  • Anna

    O melhor treinador do Palmeiras foi Luiz Felipe Scolari porque ajudou o Verdao na conquista da Libertadores em 1999 contra tudo e contra todos.Gostaria de ganhar o livro. Nao vejo mal algum em dizer seu clube. Todo mundo tem,porque o jornalista nao pode ter. Basta ser isento como você é. Abraço,Anna

  • Ludi

    SABEM A RAZÃO PARA ESSA DECADÊNCIA TÁTICA E TÉCNICADO PALMEIRAS??? ELA SE CHAMA “”””LUXEMBURGO””””!!! ISSO MESMO, E EU EXPLICO….

    EU ASSISTO A QUASE TODOS OS JOGOS DO PALMEIRAS, SEJA NO CAMPO, OU PELA TELEVISÃO E SABE O QUE MAIS O SR LUXEMBURGO FAZ?? “”””XINGA”””” OS JOGADORES O TEMPO TODO!!! O FELIPÃO TAMBÉM XINGAVA, MAS ERA DIFERENTE, ERA DE PAI PRA FILHO E OS JOGADORES ENTENDIAM ISSO, TINHAM UM AFETO DIFERENTE PELO FELIPÃO. O LUXA NÃO…. ELE É UM CARA FRIO QUE NÃO DEMONSTRA AFETO PELOS JOGADORES.

    SABE COMO ELE “””ESTIMULOU”” O TIME ONTEM?? FOI ASSSIM:

    “VAMOS, lENNY, CARALHO, FILHO-DA-PUTA!!! PORRA, CARALHO, WENDELL…. VOLTA, KEIRRRISON, CARALHO, PORRA. PUTA-QUE-PARIU, PIERRE, CARALHO, FILHO-DA-PUTA””””.

    SINCERAMENTE, O LUXA GANHA MUITO PRA DIRIGIR O TIME SÓ FALANDO PALAVRÃO. OS JOGADORES CANSAM COMO CANSARAM NO FIM DO BRASILEIRO DO ANO PASSADO!

    E QUER SABER MAIS…. COM ESSA FALTA DE EMPOLGAÇÃO, A LIBERTADORES JÁ ERA!!!!

  • Alexandre Rodrigues

    O melhor treinador na minha opinião, dos três citados, foi o Felipão. Conseguiu tirar leite de pedra.

  • SERGIO EDO

    Na minha opinião o maior técnico do Palmeiras de todos os tempos foi sem dúvida nenhuma Oswaldo Brandão.Primeiro porque foi o que mais vezes dirigiu o Palmeiras, quem montou a Academia II e ganhou muitos títulos importantes.Além de tudo isso ele incorporava em si a liderança e companherismo do Scolari aliado ao estrategismo e perspicácia do Luxembugo.Também acho que ele tinha um pouco do Telê Santana no que tange a aconselhamento de decisões pessoais dos jogadores.

  • Leonardo Trolegi

    Luiz Felipe Scolari na minha visao.Pois foi dele que talvez tenha nascido o nosso titulo mais importante!Tao importante,que nao nos cansamos de ver replays,documentarios,ou ate alguma narracao da epoca,e nos emocionarmos,arrepiarmos,de um jeito que nos faz gritar:EU SOU PALMEIRAS!

  • Marcio R. Castro

    Felipão, por pontos.

    Quem mandou os outros dois gigantes terem sentado no “corner” de um outro parque também…

  • David

    Palmeiras da ibope…comprarei com maior prazer um livro com tamanha história…e motivos de orgulhos…já os gambas…bambis..quanta tristeza…

  • Daniel Mantuan

    Quão maravilhoso é ser Palmeirense, ter em sua história nomes como Oswaldo Brandão, Wanderley Luxemburgo e Felipão. Nada agradável é escolher o melhor “professor”. Oswaldão carrega a glória da academia, como poucos, foi capaz de reescrever a história do futebol, mostrando que um time não pode ser só time. Wanderley Luxemburgo nos tirou de uma longa fila, ele é a cara Verde, foi o primeiro clube grande que treinou e foi campeão. Substituiu o Otacílio e fez a torcida rir novamente. Pouco também que teve tantas passagens vitoriosas com o time, sem contar que é um estrategista nato. Agora Felipão, superou todos, ganhou menos títulos, é verdade, mas ostenta a LIBERTADORES 1999, sem contar que o torcedor Palmeirense se identificou sempre com Felipão. Ele sabia tirar o máximo dos jogadores, estrelas e estreantes. Considero Felipão o Rei dos “professores” verdes…

  • http://blip.fm/Flimamiller Fernando de Lima Miller

    Osvaldo Brandão ajudou a burilar uma alma palmeirense que já existia, a da Academia.Luxemburgo soube ressuscitar essa alma no começo dos anos 90.Moldar e fazer renascer algo é para poucos.Mudar uma alma,por sua vez, é para menos pessoas ainda.E assim foi feito em 99.Garra era um elemento que se fazia presente muito mais em nossa história fora de campo do que dentro.Não precisavamos disso dentro de campo.Nossa qualidade historicamente prescindia de qualquer coisa que não fosse apenas futebol.Felipão mudou isso.Hoje não exigimos que nossos jogadores sejam todos Ademir da Guia,mas exigimos que pelo menos se esforcem em campo como Pierres…

  • Elaine Cristina de Paiva

    Os três técnicos são excepcionais, têm um curriculo invejável que inclui até campeonato mundial de seleções, entretanto como o melhor técnico do Palmeiras escolho Oswaldo Brandão.
    Comandou um time brihante do Palmeiras e o transformou em mágico.
    Conseguia tirar de cada jogador qualidades fundamentais que nem eles próprios conheciam.
    Somente um mestre consegue ser amado e idolatrado por duas torcidas rivais, corinthianos e palmeirenses e ainda ser lembrado com carinho respeito e admiração pelos são paulinos.
    Brandão é ídolo, mito assim como Telê.

  • Henrique “Véio”

    Big Phill…apesar do respeito para com os outros excelentes treineiros, pra mim Felipão fez mais suco com menos laranjas..

  • Henrique “Véio”

    teste

  • Custódio Dias

    Oswaldo Brandão comandou a Academia que impediu o Santos de Pelé ser soberano. Deu-nos títulos históricos e em abundância.
    Wanderlei Luxemburgo nos lembrou quem éramos, quando nos tirou da fila e permitiu voltas olímpicas conquistadas com enorme categoria; como o time de números incomparáveis de 1996.
    Mas, coube a Luiz Felipe Scolari, moldar nossa personalidade com a inclusão da raça, ao clube que simplesmente, se sustentava na categoria refinada.
    E foi assim, transpirando sangue, que conquistamos a América.
    Os três técnicos marcaram nossa história, mas só Felipão possui certas peculiaridades de carinho e respeito. Seja na Seleção ou em outro time, a sensação de saudade é sempre parecida com a de um parente próximo e querido.
    Felipão é o cara!

  • Vinicius Brandão

    São de fato os 3 melhores técnicos do Verdão, Oswaldo Brandão e Wanderley Luxemburgo poderiam ser chamados de traíras por terem treinado o Corinthians, mas são respeitados pelos torcedores palmeirenses.
    Realmente a Academia montada por Oswaldo Brandão é digna de respeito, ter Ademir da Guia e Dudu no time, além de Émerson Leão, Jorge Mendonça posteriormente entre outros não é para qualquer um, e Wanderley Luxemburgo que na chamada época da Parmalat tirou nós de um jejum interminável de títulos, e além disso em cima de nosso maior rival, o Corinthians, com um 4 a 0 histórico naquela final do Paulista de 1993, além de ganhar mais 3 títulos paulistas fora esse de 93,dois Campeonatos Brasileiros e um Torneio Rio-SP. É aí então que é feita a pergunta: ‘Mas como dois técnicos como esses podem não ser nenhum nem outro o melhor treinador da história do Palmeiras?’
    Eu lhe explico, é que fora esses houve também Luis Felipe Scolari,ou Felipão como é conhecido, vindo do Grêmio e trazendo junto Paulo Nunes e o paraguaio Arce, chegou ao Palmeiras e logo em 98 nos deu dois títulos,são eles a Copa do Brasil e a Copa Mercosul, mas o mais importante ainda estava por vir, foi em 1999,no mês de junho que depois daquele 2×1 sofrido no tempo normal contra o Deportivo Cali, levamos a decisão da Libertadores para os penaltis, e então na última cobrança, o batedor oficial de penaltis do time colombiano,Zapata, partiu para a bola e chutou para fora,dando a nós o lendário 1ºTítulo Palmeirense ou Parmerista para os mais antigos da Taça Libertadores da América, foi nesse dia que a nação palestrina teve certeza, é Felipão o nosso melhor técnico e que junto com outros, mas de uma forma diferenciada nunca será esquecido por nenhum de nós!!

    Vinicius Brandão

  • http://www.sinalverdelivros.com.br Mário Suriani

    Mauro, eu até iria votar no Luxa que pra mim foi o que montou o melhor Palmeiras e também o melhor time que eu vi jogar – NOsso time de 96.
    Mas como estive bisbilhotando os comentários já feitos e li que o Luxa disse que o ZIDANE FOI MELHOR QUE O ADEMIR!!!!, baseado nisso perdeu meu voto. Isso é uma heresia, e quem disser um absurdo desses não merece entrar no Paraíso Antártica.
    Perdeu o voto em cima da hora e meu voto vai para………

    LUIZ FELIPE SCOLARI.

  • http://palmeirasumapaixaoverde.blogspot.com/ Edson Pedro Mendes

    Tenho absoluta certeza que esta obra do Mauro já é vitoriosa, estaremos presentes apenas para ratificar o que JÁ SABEMOS:

    SUCESSO ABSOLUTO.

    PARABÉNS MAURÃO, és um grande profissional e um maior ainda PALMEIRENSE; como nós!

    Edson

  • Alexandra Suriani

    Mauro – como diria meu pai: “Você tem topete hein?” Não é fácil se propor a escolher os 10 mais de um Clube de Muuuuuuuitas Glórias em praticamente um século de existência: Meu pai, por exemplo, achou imperdoável não ter o nome do ídolo maior dos anos 70: CÉSAR.

    Quanto ao técnico é exatamente o inverso essa escolha: Muito fácil:

    LUIZ FELIPE SCOLARI

    ALEXANDRA, quem escolheu os 10 nao fui eu, foram queridos colegas por mim escalados.

    e toda lista terá desfalques. coisa de Maluco deixar um César de fora. mas acontece

  • Daniel Mantuan

    Mauro, fiz a frase, me escolhe para ganhar o livro, por favor…..

  • Eduardo da Silva Nascimento

    Parabéns por mais livro sobre o Palmeiras…

    Eu vou escrever oque a Vó Albertina te ensinou: “Jamais perder a fé no time…” e quem mais representou isso para mim, fui sem dúvida Luiz Felipe Scolari, com sua personalidade marcante, seu trabalho sério, levou o Palmeiras a conquistar o seu mais importante título… Ele mudou a filosofia do clube, ele “vestia a camisa do clube”, defendia a rivalidade sadia que não existe mais hoje em dia, por causa da violência. Não que os outros treinadores sejam menos importantes, até por outras conquistas, mas sem dúvida o Felipão é inesquecível… E não é qualquer treinador que consegue ser campeão por duas seleções diferentes(Brasil e Palmeiras).
    Abraços e parabéns por mais essa obra.

  • Larissa

    Na minha opnião,o melhor técnico foi o Felipão,pelo fato dele ter ficado mais tempo,eu não conheci o modo como o Oswaldo treinava pois tenho só 12 anos,mais entre Felipão e Luxemburgo,sou mais o Felipão,eu acho que o problema do Luxa,é que ele fala de mais e faz pouco,sim ele já deu varios titulos ao palestra,mais é por esses e por outros motivos,não gosto muito dele!

  • Edmundo Salgado

    Oswaldo Brandão. Ele comandou a Academia 2, ganhando o que podia em termos nacionais e enfrentando equipes adversárias excelentes. Não ganhou a Libertadores, mas lembro que naquela época (fim dos anos 60 e início dos 70) o Brasil dava pouca importância a esse torneio. Vamos lembrar que foi campeão invicto em 1972 (paulista) e nesse ano ganhou tudo o que disputou. E culmina com uma maiores vitórias do Palmeiras que foi sobre o Corinthians em 1974, com gol de Ronaldo. E se a seleção brasileira não tivesse tirado 06 jogadores para disputar a Copa na Alemanha, seríamos com certeza tricampeão brasileiro em 1974.

  • Felipe Loro

    DESCULPE POR NÃO COMENTAR SOBRE OSWALDO BRANDÃO…POR NÃO TER ACOMPANHADO ELE E TAL…POIS SÓ TENHO 22 ANOS…

    MAS SEM DUVIDA NENHUMA É O FELIPÃO!!

    NUNCA VI UM TREINADOR COMO ELE……LUIZ FELIPE SCOLARI FOI SIMPLISMENTE O CARA QUE NOS DEU O TITULO MAIS IMPORTANTE DO CLUBE…E DA MANEIRA QUE FOI…FOI ESPETACULAR…FELIPÃO NÃO SUPORTAVA MÁ VONTADE…INDISCIPLINA…TIMES COM MUITA RAÇA…DEDICAÇÃO..OBJETIVIDADE…UNIÃO…RESPEITAVEL…TEMIDO
    ALEM DISSO….AQUELA VELHA FRASE QUANDO DEU BRONCA NOS SEUS JOGADORES… NO CT…”VCS TEM QUE TER RAIVA DESSA PORRA DE CORINTHIANS”….” TEM QUE BATER MAIS”….E OUTRAS…
    A FAMOSA ”TURMA DO AMENDOIM” FOI ELE QUE APELIDOU…

    UM CARA HONESTO E INTEGRO….NÃO ERA ORGULHOSO E METIDO…NÃO ERA ARROGANTE…NÃO ERA PREPOTENTE…NÃO ERA MASCARADO…NÃO ERA TRAIDOR….NÃO ERA FALSO….

    SEMPRE UNIA O TORCEDOR COM O TIME….RESPEITAVA OS TORCEDORES….AMAVA OS TORCEDORES….MESMO NAS PIORES CRITICAS A SEU TRABALHO….

    NÃO FICAVA DESCONTROLADINHO NAS ENTREVISTAS COLETIVAS…
    NUNCA SE JULGAVA O ”MELHOR”….

    NUNCA BOTOU A CULPA DE DERROTAS EM ARBITRAGENS….

    ESTILO GUERREIRO E VENCEDOR….NUNCA SE ABATEVE….

    NUNCA QUIS SAIR DO CLUBE NUMA MÁ FASE….

    E O MAIS IMPORTANTE……

    NÃO ERA VENDIDO…..

    E PRA TERMINAR…..CAMPEÃO LIBERTADORES PELO GREMIO….
    CAMPEÃO LIBERTADORES PELO PALMEIRAS….MERCOSUL…TITULO INÉDITO PRO PAÍS…ALEM DO MAIS CHEGOU NA FINAL DAS 3 QUE TEVE….COPA DO BRASIL….UNICA COPA DOS CAMPEÕES….FOI ELE QUE GANHOU…
    CAMPEÃO DE COPA DO MUNDO….

    FALAR MAIS O QUE…?

    SOBRE LUXEMBURGO…. TEVE SIM A SUA IMPORTANCIA NO CLUBE…TEVE SEUS MÉRITOS….FEZ O PALMEIRAS SAIR DE FILA….2 VEZES É VERDADE…93 E 2008…

    SÓ QUE SEUS MAIORES TITULOS FORAM PAULISTINHAS….E TEVE ALGUNS BRASILEIROS É VERDADE….MAS SEMPRE NA HORA DO VAMO VER….AI PERDE TUDO….FOI ASSIM COM O PRÓPRIO PALMEIRAS E SANTOS….LÓGICAMENTE TO FALANDO DE LIBERTADORES…E NÃO FOI 1 OU 2 VEZES….FORAM VARIAS…AS CAHNCES…

    SIMPLISMENTE CHUTOU UMA SULAMERICANA….FELIPÃO JAMAIS FARIA ISSO….E NUNCA FEZ…

    SIMPLISMENTE LARGOU O PRÓPRIO TIME E FOI PRA UMA CABINE DE TV….FELIPÃO JAMAIS ABANDONOU O TIME….

    SIMPLISMENTE FEZ VENDER SEU PRINCIPAL JOGADOR…..VALDIVIA…

    TEM CIUMES DE SEUS JOGADORES….TEM UM ORGULHO MAIOR QUE ELE…É ARROGANTE

    METIDO….FALSO…TRAIDOR..MERCENARIO….NOJENTO…ANTI-PATICO….

    TOTALMENTE SE DESCONTROLA QUANDO É CONTRARIADO…

    CULPA SEUS FRACASSOS NOS TORCEDORES E ARBITRAGENS…

    ACHA QUE É DEUS….

    ACHA QUE ESTA ACIMA DE TUDO E TODOS…

    NÃO TEM RESPEITO POR NINGUEM…

    TUDO ISSO TEM QUE SE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO TAMBEM…

  • Jose Roberto Agatão

    Pra mim o melhor tecnico que o Palmeiras ja teve foi o Osvaldo Brandão pois conseguiu armar um padrão de jogo mesclando tecnica ,tatica , tecnica..e…mandinga,..e principalmente amor a camisa…Felipão com certeza ajudou demais na principal conquista nossa que foi a Libertadores de 99 e tambem resgatar o amor da torcida para com o clube onde o nosso hino era cantado e incentivado pelo Felipão como uma demonstração de amor ao clube , passando essa energia aos atletas.. Mauro Betting..quero ganhar um livro seu autografado para exaltar aos amigos e “inimigos” o seu trabalho magnifico ( eu ja tenho o “O Dia que me tornei Palmeirense”)..se for possivel avise me pelo e mails como eu poderia pegar o livro..tudo de bom e boa sorte ..voce é um grande e promissor profissional…
    Agatão

  • vincios 00456

    o adriano ta me ouvino