Santos 1 x 0 São Paulo

por Mauro Beting em 01.mar.2009 às 18:22h

[[[[[escalado pela Rádio Bandeirantes e pelo LANCE!, estou na cabine da histórica Vila Belmiro, na tórrida e querida Santos]]]]]

Operação subida

Santos vence o São Paulo por 1 a 0 e retoma o lugar no G-4. Nem a ausência de Kleber Pereira impediu o time de vencer um Tricolor desligado e sem ideias

No empate com o Bragantino, Mancini demorou meio tempo para reequilibrar o ataque carente de Kleber Pereira. Só na segunda etapa adiantou Robson para atuar com Roni, que não sabe jogar isolado no ataque. Foi o melhor modo de armar um time que perdeu o artilheiro de 8 dos (até então) 19 gols santistas em 2009. E que não tem um reserva à altura. Por isso Mancini manteve a estrutura para o clássico: três na zaga, dois alas ofensivos, dois volantes, um meia para tentar pensar o jogo (Molina), com Madson adiantado para fazer dupla com Roni, no contragolpe em velocidade [[[[[veja na prancheta ao lado o esquema adotado no primeiro tempo santista]]]]]. A estratégia foi dar no início um abafa no São Paulo na não menos abafada Vila. Sem o poupado Miranda e o suspenso Borges, era um Tricolor com mais recursos. Mas menos atento na marcação.

A estratégia de Mancini deu certo nos 10 minutos iniciais, quando o São Paulo não soube se fechar, e a velocidade garantiu luz ao ataque santista. Mas os passes errados foram minando o espetáculo que foi quente pelas entradas feias mais que belas jogadas, e por algumas polêmicas como o discutível pênalti em Washington, aos 23, que rendeu ao artilheiro um cartão por simulação. Aos poucos, tocando a bola, o São Paulo se achou, e foi empurrando o Santos. Muricy adiantou Hugo para tentar acabar com a sobra alvinegra e foi ganhando o campo. Estava dando certo até, num lateral, Roni arrumar um belo cruzamento para o voleio indefensável de Molina, aos 40.

A vantagem fez o jogo a caráter para o Santos. Era ficar um pouco atrás e explorar a velocidade no contra-ataque. Muricy tentou retomar a bola e atacar com o dileto Zé Luís na ala direita, no lugar do ainda desambientado (até quando?) Wágner Diniz. Mas o Santos voltou melhor, sabendo segurar o jogo e criar com Madson (o melhor em campo) e Molina. Souto e Brum fecharam bem o meio, Luizinho e Pará (que entrou no lugar de Léo ainda no primeiro tempo) fizeram bom jogo, e até Domingos se superou. Aos 11, Júnior César substituiu Hugo. Jorge Wágner foi armar com Hernanes. Cresceu o Tricolor, perdendo as poucas chances criadas em jornada técnica abaixo do normal. Aos 24, Germano entrou no lugar de Molina para colar em Hernanes. Tirou ainda mais o Santos do ataque. Mas congestionou o meio. Aos 32, nem a saída por contusão de Domingos tirou o time do sério. Sem zagueiros no banco, Mancini recompôs a equipe no 4-3-1-2, com Robson para ligar o cansado ataque. Muricy também tirou o terceiro zagueiro (Rodrigo) para colocar mais um volante ofensivo (Arouca). Mas continuaram faltando ideias e um pé na forma para manter o tabu que desde 2006 permanecia. Depois de quatro vitórias e três empates, o São Paulo perde para o Santos.

Tags:

  • Mario

    Na prancheta ao lado está o esquema tático do Manchester United, não vi o Santos….

  • Roberto

    É curioso como ninguém questiona o trabalho de Muricy. Já torci pro São Paulo com Nelsinho, Rojas, Oswalvo de Oliveira… e vou te dizer que meu ânimo em ver O.O. no banco, Jean e Emerson na zaga ou mesmo Gustavo Nery na lateral era MUITO maior em ver o time tri campeão brasileiro jogar.

    Sim, Muricy ganhou três titulos seguidos. Tem méritos, sim! Mas quando foi a última atuação ‘boa’ de seu time? Os primeiro 45 minutos contra o Santos em 2008?
    Vivemos de bolas alçadas do meio do campo à area por JW, ZL e ás vezes Hernanes.. O time não tem outra jogada!!! É irritante ver 90 minutos de bolas jogadas na area. Nenhum – eu disse: NENHUM – time ganha a libertadores assim. Nem Grêmio com Jardel, nem Once caldas com o mecânico no ataque. Por isso não ganhamos ano passado com o Adriano. (vale lembrar: posteriormente, Muricy disse que o São Paulo só jogava pelo alto por causa do Adriano! Grande justificativa… coloque a culpa no responsavel por levar o time até a semi final. Adriano nos salvou em TODAS as partidas da primeira fase)
    Nesse ano, a coisa toda se repete. O time não joga nada no primeiro semestre, a culpa das bolas aereas deve ser do Washington e lá vamos nós pra mais uma libertadores perdida.

  • Fabio Santos

    Indefensável???? Foi um frangaço! Do seu amigo Rogério Ceni cara palida.

  • Fabio Santos

    Apartir de março, este Lance voltará a ter um Komentárista de verdade.

    ÉÉE! ele voltou!

    Indefensável????? KKKKKKKKKKKKKKKKKK só rindo.

  • Luciano

    A vitória do Santos, que ainda é um time que está em formação pelo (bom) técnico Mancini, mostra que o time do São Paulo não é aquilo tudo que a imprensa fala. E esse time do Santos, irá, no mínimo, beliscar uma vaga na Libertadores no Brasileirão. Agora é esperar aonde o Santos poderá chegar no Paulista e na Copa do Brasil. Quem sabe o título de um dos dois campeonatos.

  • ERIK

    A VERDADE É QUE O SÃO PAULO DEVERIA, NA PRÁTICA E SEM RODEIOS, ABRIR MÃO DE VEZ DO PAULISTÃO. JÁ ESTÁ CLARO P/ TODOS QUE O TIME Ñ QUER JOGAR ESSE CAMPEONATO. ALIÁS, POSTURA VERGONHOSA P/ 1 TIME C/ HISTÓRIA VENCEDORA. ENQUANTO ISSO, INTER E BOTAFOGO COMEMORAM CONQUISTAS DE 1º TURNO, GARANTINDO SUAS RESPECTIVAS VAGAS P/ AS FINAIS DE SEUS ESTADUAIS. SÃO GRANDES TB. Ñ ESTÃO NA LIBERTADORES, MAS QUEREM TAÇAS.

  • thiago

    VOCE NUNCA COMENTA OS JOGOS DO PALMEIRAS PORQUE?

  • Simony Silva Campello

    tá Mauro o São Paulo se mostrou melhor em certos momentos no jogo. Mas (sou Palmerense ) se Kleber Pereira estivesse lá na frente e não o Roni o Santos abriria o placar já no começo do jogo e assim sendo não teria sido tão afobado e até poderia ampliar o placar. Sempre achei que o São Paulo tem sido vitorioso nesses ultimos anos mais pela incompetencia dos outros do que por sua propria competencia, a grande força do São Paulo sempre foi ter uma defesa bem postada e um ataque que fazia um gol chorado no ultimo minuto(competencia dá parte deles), mas nesse começo de temporada o São Paulo tem uma defesa irregular veja pelo jogo contra o Independente( não sei se é assim que escreve) os caras tinham só um atacante fizeram um gol e em outro lance fariam outro se o bandeirinha não tivesse anulado erradamente o lance e o São Paulo jogando com três zagueiro, elogiam tanto o Muriçoca( que com relação a ser grosseiro com a imprensa está correto reporteres se acham no direito de pergutarem o que querem da forma que querem e se fazem dodoi quando a resposta vem chumbada)mas mesmo nos dois jogos tanto o da libertadores quanto o de hoje mesmo perdendo insistiu com três zagueiro, Dagoberto bom jogador mais se acha craque, Washington bom jogador nem se acha craque é humilde mas o individualismo do outro o atrapalha, Jean tem futuro mas falaram que ele joga bem ai já acho que era Falcão. O capitulo a parte do São Paulo, sou anti são paulina não gosto desse clube. Mas Hernanes joga muito ele é o unico que sabe o que joga e joga, e como joga, imagina na copa de 2014 o time que teremos Mauro? Breno, Hernanes ,Charles, Lucas,os dois meninos do Manchester, Pato e Kerrison. Dá gosto só de pensar e até onde se vê todos esses meninos parecem ser muito bem preparados o que é melhor ainda. Acho que o São Paulo vem decaindo , por que os outros clubes estão se estruturando melhor e muito mais por sua arrogancia, é preciso que eles revejam como vem agindo, não é por divisão de ingressos mas sim pela forma como eles acham que podem fazer o que querem pois são maiores do que tudo e todos. Tremendo erro. Gostei do Santos hoje Mancini é um otimo trienador tem futuro para mim ele e o Dorival são os melhores dá nova geração. Santos jogu com raça mas tambem deu campo para o São Paulo,foi um bom jogo. Falaram que o Palmeiras tinha cntratado mal no começo dá temporada. Agora me falem qual dos contratados do competente São Paulo(tirando washington que está abaixo do que sabe fazer mais é goleador) que vem jogando bem??? Essa imprensa é sempre manca para o lado do SPFC e do Corinthians. Isso é triste.

  • http://VIOLNCIANOSESTDIOS-QUAISCULPADOS? JESSÉ DAVID PUDO

    MAURO. MAIS UMA VEZ SAUDAÇÕES A VOCE E JOELMIR. O SÃO PAULO FEZ UM PLANEJAMENTO MUITO RUIM ESTE ANO. TENTARAM ACERTAR NO CAMPEONATO PAULISTA, MAS, ERRARAM TOTALMENTE. O VERDÃO HOJE É O MELHOR TIME DO BRASIL. O LUXA SÓ NÃO PODE INVENTAR NO JOGO DE AMANHÃ. ESTÁ LIBERTADORES TÁ MOLE. QUANTO A VIOLÊNCIA NOS ESTÁDIOS ISTO É UMA QUESTÃO CULTURAL E SÓCIOECONOMICA. TEM QUE SE ACABAR DE VEZ COM TODAS AS ORGANIZADAS E TODO MUNDO SENTAR, COMO ERA NO PASSADO, LADO A LADO. A VIOLÊNCIA ACONTECE PORQUE ESTANDO EM NUMERO MAIOR SE SENTEM FORTES PARA ESSA PRATICA QUE O MP DEVERIA ENTRAR DE SOLA. OS LEGISLADORES DEVERIAM AGIR COMO FOI NO CASO DA INGLATERRA. COM FIRMEZA. CADEIA PESADA PARA QUEM PRATICA VIOLÊNCIA NOS ESTÁDIOS. BOM DIA GRANDE MAURO. COMENTÁRISTA QUE EXERGA TUDO.

  • Pedro Gil

    Concordo com o comentário de Roberto. Como são paulino (tricolor, pq roxo é coisa de gambá sem história) é desanimador assistir a qualquer jogo do São Paulo desde o início do ano passado. O Muricy é um grande técnico, mas já está mais que provado que ele só vence brasileirão, quando jogamos fora e vencemos por 1×0, gol aos 44 minutos de cabeça de algum atacante.
    Agora, Libertadores é outra história! Temos que vencer dentro de casa por mais de 1 gol, e da maneira que as coisas estão acontecendo, vamos até perder jogos dentro do morumba. O “teimoso” do técnico insiste em jogar com 3 zagueiros contra times adversário que até mesmo o técnico, massagista, presidente estão dentro da área para defender. Além da teimosia dos zagueiros, agora vejo o mesmo filme que aconteceu em 2007, quando o São Paulo acabara de contratar o Dagol. Foram 6 milhoes e o cara era banco na Libertadores, entrava sempre quando o São Paulo tava na pior. E agora em 2009, temos o Junior César, melhor lateral esquerdo do Brasil em 2008, e o cara é banco! Como assim??? E ele insiste em jogar com o “dorminhoco” do Hugo, que não joga nada…
    Pelo que já vi desse filme em anos anteriores, o meu Tricolor vai ser o melhor só no papel mesmo, pq na prática ou mesmo escalação desses melhores é um time fácil a ser batido….

  • http://rumoatokyo.wordpress.com Alan Bezerra

    Essa foi a melhor apresentação do Santos na temporada de longe. Gostei da postura do time durante toda a partida. Não teve medo de atacar e deixou ser atacado pelo São Paulo (confiar na zaga também é importante). Molina merece mais oportunidades e um pouco mais de paciência por parte de todos. Futebol e vontade para jogar no Santos ele demostrou que tem, e isso é muito importante.

    Quanto ao São Paulo, não é demérito nenhum perder do Santos na Vila Belmiro. Ainda mais quando o time deu sinais de melhora em relação as outras atuações.

  • Paulo Eduardo

    O São Paulo esta muito mascarado ta achando que de uma hora para outra o time vai jogar um bom futebol coisa que não acontece faz um bom tempo desde do ano passado, a diretoria é responsavel, por contratar um monte de jogadores mediano, o unico que é bom jogador è o Hernanes esse sim caberia em qualquer time do mundo, tem o Borges que é matador, quem mais, é so markenting no time do morumbi, como não to nem ai para o São Paulo, to ate achando bão.

  • ERIK

    ESSE SÃO PAULO Ñ ESTÁ PREPARADO NEM P/ A LIBERTADORES, NEM P/ BUSCAR O TETRA CONSECUTIVO DO BRASILEIRÃO, INFELIZMENTE.

  • Braulio Murilo

    Vagner Mancine aos poucos vai arrumando a boa equipe santista. O Santos tem um ótimo ataque e vai dar muito trabalho no brasileirão, agora acertando a defesa e a saída de bola o Santos está ficando forte.
    O grande Muricy nunca pode ser questiondado, campeão mundial, campeão da Libertadores, tetra-campeão brasileiro( um com o Inter). Pode ser arrogante mas é competente, e o que move torcedor é título e ele sabe ganhar.
    Andam criticando Muricy e Luxemburgo pelos seus estilos, os são paulinos e palmeirenses insatisfeitos(os da minoria) vão torcer pro Flamento com Cuca que é bem educado, tão educado que sempre deixa o campeonato para as equipes adversárias.