São Paulo 1 x 1 Medellín

por Mauro Beting em 19.fev.2009 às 0:00h

[[[[ESTOU NO MORUMBI, ESCALADO PELA RÁDIO BANDEIRANTES]]]]

PLACAR VIRTUAL SÃO PAULO 15 X 3 INDEPENDIENTE MEDELLÍN

O JOGO Quinze foram as chances tricolores. Apenas três as colombianas. Futebol também é isso. Mesmo uma equipe pragmática e afortunada tem a sua má noite no placar. Ainda que não tenha atuado mal. E, como Clube da Fé que é, ainda acha o empate na última bola, com um golaço de Borges.

1º. TEMPO O Medellín começou aceso e em cima. Pelos 10min usuais. O São Paulo foi empurrando o rival, mas parando no erro do passe afobado, e na marcação de passo dos pesados Zé Luís e Hugo. O meio criou pouco, e o ataque não se mexeu. PLACAR VIRTUAL – 5 X 2 SÃO PAULO

2º. TEMPO São Paulo começou como se fosse o último jogo da Libertadores. Todo na área colombiana, com qualidade e intensidade. Hugo resolveu jogar e foi a ponta de toque tricolor. Com 12min, o São Paulo já havia equiparado as chances do primeiro tempo. A torcida pediu Dagoberto. A lógica também. Mas era ilógico perder tantos gols. Só na metade do segundo tempo já eram 16 escanteios. E Bobadilla fazendo ao menos dois milagres. A zaga paulista exposta em pelo menos três lances de mano a mano. Mas o jogo ainda era tricolor quando o Medellín fez um golaço, com Arías, aos 34. O suficiente para calar o Morumbi, e produzir a primeira das tantas surpresas da Libertadores. Mas o São Paulo é São Paulo. E Borges é artilheiro dos gols precisos. E lindos.

O CRAQUE Bobadilla. O experiente goleiro paraguaio fez pelo menos três grandes defesas. Se o São Paulo não merecia perder, Bobadilla não merecia nem mesmo empatar.

O LANCE O golaço de Borges. Aos 47min23s. Quando tudo parecia perdido, o São Paulo achou o gol que tanto merecia. Os rivais vão dizer que é um time sortudo. Os são-paulinos podem dizer que quem procura acha.

OS ESQUEMAS Muricy mandou a campo o São Paulo que considera ideal – menos Ceni, menos Eduardo Costa. É o 3-1-4-2 que deu no tri-hexa; o Medellín usou o 3-4-1-2 com que deletou o Peñarol, com boa chegada do meia Candia, e boa movimentação do perigoso Martinez. Com Dagoberto, o São Paulo terminou o jogo no 3-1-3-3. Para não dizer no 1-1-9, com André Lima dando cabeçadas e cotoveladas no final.

A DEFESA Bosco fez belíssima defesa no fim do primeiro tempo. Mas é claro que Ceni faz muita falta na ascendência e na bola parada. Renato Silva melhora a cada jogo, e André Dias mantém o ótimo nível de 2008. Apenas Miranda não tem sido o de sempre. O que significa que ele ainda é muito melhor que todos que atuam no Brasil.

O MEIO Hugo, mesmo disperso, ainda fez os melhores lances do 1º. tempo. Mas foi pouco. Hernanes segue marcando, criando e concluindo. Isolado. Porque Zé Luís não funciona como ala, e Jorge Wagner só apareceu na bola parada. Jean teve problemas com o meia paraguaio Candia, que jogava entre ele e Zé Luís.

O ATAQUE Sem a criação e a chegada da linha de quatro, Washington sofreu, e Borges ficou devendo movimentação. Bom de bola Martinez, o 9, de 22 anos. Chato e bom cabeceador. E Dagoberto, mais uma vez, entrou bem.

Tags:

  • El Mago-RJ

    Parece que sem a ajuda da arbitragem o SPFC não ganha nem do Íbis. Com esse timeco e essa torcida fraquinha, vão tomar de 4 do Verdão outra vez.
    Saudações Palmeirenses!

  • Jorge

    Alguém pode me responder:
    1) Se o SPFC joga com três zagueiros, porque colocar dois jogadores de meio campo nas laterais?
    2) Jogar com três zagueiros não serve para liberar os alas?
    3) Por que contratamos Junior Cesar e Wagner Diniz, se seguimos improvisando?
    4) Um meio campo com Zé Luis- Hernanes-Arouca-Jorge Wagner não seria melhor?
    5) Por que os times do Murici tem sempre uma dificuldade enorme para atacar?
    6) Não será por que ele sempre afunila seus times com suas opções?

    Este time não jogaria melhor?

    Bosco
    W. Diniz
    Miranda
    André Dias
    J. Cesar
    Zé Luis
    Arouca
    Hernanes
    Jorge Wagner
    Dagoberto
    Borges

  • FJC

    O São Paulo é um time ultrapassado, manjado. Teve posse de bola, girou de um lado para o outro e não teve eficiência na finalização. Dagoberto fez a diferença e estava no banco. Waschinton é um grandalhão-lerdão. Se for bem marcado não incomoda porque não tem qualidade técnica. Borgers, esse, sim, é muito bom, mas atuaria melhor com outro atacante que não o ex-centroavante do Flu. Que mais? Poderíamos dizer que o meio de campo tem qualidade, mas está cheio de medalhões, e é um pouco lento na criação. A defesa, por sua vez, é composta de jogadores violentos, mas a imprensa e os apaixonados pelo tricolor paulista nunca irá admitir, que talvez sejam os jogadores mais violentos, entre os grandes do futebol brasileiro. Tem mais: o juizão deu quatro minutos! O gol foi aos 47. Tudo bem, mas um minutinho estaria de bom tamanho, se considerássemos que todo jogo da Libertadores é por si mesmo “marrento”. Eternamente beneficiado pela arbitragem!
    De modo que esse São Paulo não impressiona e não assusta mais ninguém. Muricy sonhava com a seleção. Já estava ficando velho e cansado. Venceu mais um brasileiro, porque tínhamos um Grêmio amarelo e vacilão na liderança; a Libertadores será a prova real de sua decadência.

  • Luiz

    Mauro, me diga, nós temos visto o Zé Luís sem o mesmo aproveitamento do ano passado na ala-direita. Wagner Diniz ainda não se achou. Será que não é hora de teste um Arouca como falso ala direito? Um 4-3-1-2 Com Zé Luís, André Dias, Miranda e Jorge Wagner, com Eduardo Costa preso, Hernanes na esquerda e Arouca pela direita. Só que o Zé Luís fica mais fixo, como terceiro zagueiro, solta o Jorge Wagner, Arouca joga mais como ala, e o Zé Luís aparece mais como um elemento supresa pelo lado direito, algo que ele faz melhor do que atuando como ala… De resto, Hugo no meio, Borges e Washington no ataque, e no segundo tempo, entram Dagoberto e Júnior César no lugar de Arouca (ou Eduardo Costa dependendo da situação) e de um dos atacantes, vira um 4-2-3-1 com Hugo, Jorge Wagner e Dagoberto fazendo a linha dos 3 meias… Teorias…

  • AFONSO HOLANDA

    Caro Mauro Beting, a máscara de um certo time q se acha o q ñ é, parece q está aos poucos indo ao chão. Futebol ñ combina com empáfia e máscara. Futebol é jogo jogado como diriam os antigos. Quem morre de véspera é peru, diriam outros. Poderia aqui citar mais um centena dessas máximas do futebol e q o spfc insiste em desprezar. Esse clube me lembra muito aquela história de quem nunca comeu doce qd come se lambuza. Esses caras falam de Libertadores com uma autoridade q faz inveja ao Boca Juniors. Meu Deus, qt petulância. Mas isso é típico de clube terceiro- mundista, afinal vc vê o Real Madrid, o Manchester United ou o Milan, se vangloriando toda hora de suas conquistas? Essa postura do spfc é coisa de pobre. Necessidade de autoafirmação, pergunte a qq profissional da psicologia. Isso é o chamado caso clássico. Quer dizer q domingo foi o aperitivo? Hahahahahaha!!!! Como é um clubinho de fases, como existem tantos por aí, eu acho q a fase boa é coisa do passado. Vão ter q esperar mais uma década pra novas conquistas. Quem sabe eles ganhem algum Paulista, mas isso é lixo pra eles, q eu acho q ñ vai contar. Hahahahaha!!!

  • Davi Laranjeira

    Olá Mauro. No São Paulo do Muricy Ramalho, não tenho confiança nenhuma quanto à conquista da Libertadores.

    É um time sem padrão de jogo, sem ofensividade, sem intimidar os adversários e vulnerável jogando em casa.

    Já o vi colocar 4 atacantes contra o Chivas em casa e o Lugano chutando bolas pra área pra ver no que dava.

    Ontem não foi diferente, novamente um show de horrores. Jogar em casa contra o Independiente Medélin, com três zagueiros? Com medo do adversário, tenho vergonha desse São Paulo que disputa a Libertadores, assim como o dos últimos anos.

    Por que não o Dagoberto desde o começo no lugar do Hugo? O time não tem movimentação no meio-campo. Jogar com três zagueiros presos, um batendo cabeça com o outro, por que não o Richarlyson, que está jogando um ótimo futebol este ano novamente?

    Assim o Dagoberto podia se movimentar no meio-campo, por ambos os lados e a esquerda como sempre fizeram o Jorge Wagner revezando com o Richarlyson, deixando o Jean mais recuado.

    Bom, não adianta eu também falar muito, não sou o treinador do time.

    Mas pelos últimos anos e por essa estréia lamentável, você vê o São Paulo com força suficiente para conquistar a Libertadores? Mais que isso, vontade dos jogadores em ganhar essa competição? Vejo um São Paulo muito apático, sem gana, sem dar medo aos adversários, desde 2006.

    E o Muricy, posso ser a minoria, mas não tenho a menor confiança no trabalho dele quanto a torneios de mata-mata, principalmente Libertadores. Você acha ele capaz de levar o São Paulo a este título? Ou ele é fadado a torneios nacionais?

    Todo dia estou com você e o Patrick todo dia no Esporte em Notícia, espero que comentem sobre isso, por que vejo o Muricy muito intocável, sendo que os resultados não o ajudam.

    Deixei a mesma mensagem no blog do Patrick.

    Abraço!!!

    Davi Laranjeira
    22 anos
    Guarujá – SP

  • Davi Laranjeira

    Olá Mauro.

    No São Paulo do Muricy Ramalho, não tenho confiança nenhuma quanto à conquista da Libertadores.

    É um time sem padrão de jogo, sem ofensividade, sem intimidar os adversários e vulnerável jogando em casa.

    Já o vi colocar 4 atacantes contra o Chivas em casa e o Lugano chutando bolas pra área pra ver no que dava.

    Ontem não foi diferente, novamente um show de horrores. Jogar em casa contra o Independiente Medélin, com três zagueiros? Com medo do adversário, tenho vergonha desse São Paulo que disputa a Libertadores, assim como o dos últimos anos.

    Por que não o Dagoberto desde o começo no lugar do Hugo? O time não tem movimentação no meio-campo. Jogar com três zagueiros presos, um batendo cabeça com o outro, por que não o Richarlyson, que está jogando um ótimo futebol este ano novamente?

    Assim o Dagoberto podia se movimentar no meio-campo, por ambos os lados e a esquerda como sempre fizeram o Jorge Wagner revezando com o Richarlyson, deixando o Jean mais recuado.

    Bom, não adianta eu também falar muito, não sou o treinador do time.

    Mas pelos últimos anos e por essa estréia lamentável, você vê o São Paulo com força suficiente para conquistar a Libertadores? Mais que isso, vontade dos jogadores em ganhar essa competição? Vejo um São Paulo muito apático, sem gana, sem dar medo aos adversários, desde 2006.

    E o Muricy, posso ser a minoria, mas não tenho a menor confiança no trabalho dele quanto a torneios de mata-mata, principalmente Libertadores. Você acha ele capaz de levar o São Paulo a este título? Ou ele é fadado a torneios nacionais?

    Todo dia estou com você e o Patrick todo dia no Esporte em Notícia, espero que comentem sobre isso, por que vejo o Muricy muito intocável, sendo que os resultados não o ajudam.

    Deixei a mesma mensagem no blog do Patrick.

    Abraço!!!

    Davi Laranjeira
    22 anos
    Guarujá – SP

  • Beraldo

    Foi só a primeira partida de muitas…
    O time cercou de tudo quanto é jeito o I. Medellin, mas o goleiro deles estava muito inspirado. De certo também que o time mostrou mais objetividade após a entrada de Dagoberto, que colocou a bola mais no chão (tudo bem q o Washington é grandalhão, mas só bola pelo alto é dose!) e colocou o Tricolor em condições de tirar o zero do placar por diversas vezes…
    No fim, alívio de uma torcida que foi em bom número ao estádio (já que a partida foi transmitida inclusive pra capital) e tensão para o que vem por aí nos próximos jogos deste que é considerado por muitos, um dos grupos mais difíceis da Libertadores-09.

  • Paulo H.

    Zé Luis é horrível. Se de primeiro volante, sua posição de origem, ele seria meu terceiro reserva, quiçá na lateral direita! O teimoso Muricy Ramalho tem que dar mais oportunidades e sequência a Wagner Diniz.
    *
    Borges e Washington não dá certo e ontem foi a prova disso. O São Paulo alçou bolas para a área o tempo todo e raras foram as jogadas de perigo finalizadas pelos dois. Como Washington é mais artilheiro que Borges, sai este último e entra Dagoberto.
    *
    Como o Hernanes já praticamente deixou de ser volante pra ser meia (e, como meia, não está jogando bem), seria interessante colocar Jorge Wagner também no meio e Junior Cesar na lateral direita sacando o ineficiente Hugo. Jorge, como único armador, deixa muito a desejar, mas tendo outra pessoa para dividir a atenção da marcação, pode colaborar melhor com o ataque, além de auxiliar na marcação.

  • Daniel

    Afonso, já que você é tão esperto então me diga, qual o time do Brasil que possue um perfil tão vencedor que possa desprezar o São Paulo? Lembre: este clube ganhou três vezes seguidas o campeonato brasileiro de forma inquestionável. Será quem, hoje no Brasil, tem time melhor que o São Paulo? Então prove!!!

    AFONSO HOLANDA disse:

    19.fev.2009 às 10:30

    Caro Mauro Beting, a máscara de um certo time q se acha o q ñ é, parece q está aos poucos indo ao chão. Futebol ñ combina com empáfia e máscara. Futebol é jogo jogado como diriam os antigos. Quem morre de véspera é peru, diriam outros. Poderia aqui citar mais um centena dessas máximas do futebol e q o spfc insiste em desprezar. Esse clube me lembra muito aquela história de quem nunca comeu doce qd come se lambuza. Esses caras falam de Libertadores com uma autoridade q faz inveja ao Boca Juniors. Meu Deus, qt petulância. Mas isso é típico de clube terceiro- mundista, afinal vc vê o Real Madrid, o Manchester United ou o Milan, se vangloriando toda hora de suas conquistas? Essa postura do spfc é coisa de pobre. Necessidade de autoafirmação, pergunte a qq profissional da psicologia. Isso é o chamado caso clássico. Quer dizer q domingo foi o aperitivo? Hahahahahaha!!!! Como é um clubinho de fases, como existem tantos por aí, eu acho q a fase boa é coisa do passado. Vão ter q esperar mais uma década pra novas conquistas. Quem sabe eles ganhem algum Paulista, mas isso é lixo pra eles, q eu acho q ñ vai contar. Hahahahaha!!!

  • FERNANDO HENRIQUE

    OLA, BETTING,
    MURICY e libertadores nw combinam,
    Ele e teimoso demais, porque pede reforços para as laterais ou alas e meio se nw usa?
    Porque insiste n os mesmos erros passados?? jogadores que nw tem perfil de libertadores são de confiança do MURICY!
    PORQUE O TIME NW TEM PADRÃO TATICO EM 9 RODADAS DO ANO? NW twm loutro esquema , que não seja o 3 5 2! sera que a defesa ainda e o melhor ataque??
    JUVENAL, acorda, pois se depender do MURICY o sampa não passa das oitavas esse ano na libertadores!
    VOLTA PAULO AUTUORI!

  • fabio fusco

    sao paulo f.c só perde quando entra em campo mal, quando entra bem em campo não tem pra ninguém´porcada gambazada etc.

    dica para os palmeirenses: libertadores não se joga como paulista ou brasileiro, libertadores é para poucos muito poucos, então o melhor que o palmeiras tem a fazer é abandonar este campeonato.

    dica para os corinthianos: não tem pois não tem potencial algum para sequer estar nesta competição fique então com o paulistinha.

    abraço a todos