Os cinco brasileiros passam

por Mauro Beting em 17.fev.2009 às 12:57h

No Século 21, a Libertadores da América é um torneio eliminatório disputado pelas principais equipes do continente cujo campeão é o Boca Juniors. Tá bom… Sempre tem um São Paulo (e como sempre tem o São Paulo!) e um Internacional para evitar o predomínio absoluto xeneize. Mas quando os co-hermanos estão na área, é mais do que dever respeitá-los.

Mas, na boa, na ótima, os cinco brasileiros têm chances este ano. Mesmo o Sport. Faz excelente campanha no PE-09, e, por conta dele, pelo turno conquistado, irá focar a Libertadores. Se o clube não a disputa desde 1988, o elenco é rodado e qualificado. E tem um histórico recente muito bom contra o Palmeiras. O problema rubro-negro é que o Verdão começa 2009 muito além da encomenda, com um desempenho impressionante, e com ótimo potencial. Fora a própria história no torneio: além do título de 1999, é a equipe que mais participou da competição – ao lado do São Paulo. O problema para os dois brasileiros é terem caído no chamado “Grupo da Morte”! BUHHH!. O Colo Colo também tem história na competição, e um time de bom nível. Para piorar, o atual campeão também está na chave. A vantagem é que dificilmente a LDU repetirá 2008. Até porque o elenco está enfraquecido com as saídas de Guerrón e Bolaños. Mas todo cuidado é nada. Palpite? O Palmeiras passa. E o Sport ultrapassa a LDU na raça.

O 6-3-3 São Paulo tem elenco, treinador, história, e vontade de virar 6-4-3. O grupo é ainda melhor que o de 2008, com bons reforços que ainda não renderam o que podem. Mas não se pode duvidar do Tricolor. Muito menos do trabalhador Muricy. O foco são-paulino é total na Libertadores, torneio que joga melhor que qualquer outro brasileiro. Para facilitar, os rivais não são tão complicados. O América de Cali parece ser o mais chato adversário. Mas nada de tirar o sono. Independiente Medellín é equipe que cresce, e o Defensor ganhou no Uruguai também pelo momento pavoroso de Peñarol e Nacional. Não é um grupo fácil. Mas o São Paulo deverá torná-lo menos espinhoso.

No Grupo 5, assim como no 4, o favoritismo é brasileiro. O Cruzeiro de Ramires (e não só do ótimo todocampista celestete) entra como senhor absoluto. O Estudiantes não começou tão bem a temporada, mas tem história, e um time com alguns bons jogadores. Deportivo Quito e Universitário de Sucre não são páreo.

No papel, a tarefa menos complicada é a do Grêmio. Também pela qualificação do grupo, melhor tecnicamente que aquele que se superou em 2008. E muito pela inexperiência dos rivais. Se o colombiano Boyacá Chicó pode surpreender, e a Universidad de Chile superou o favorito Pachuca na primeira fase da competição, o Aurora boliviano é só motivo para piadas prontas. Se Celso Roth soltar um pouco mais o time, o Grêmio tem chances de fazer uma ótima segunda fase, e conseguir chaveamentos melhores nas próximas etapas da Libertadores.

Palpite, digo, chute? Todos os brasileiros passam. E, depois que passarem, e quando soubermos onde estará o Boca, você pode me perguntar o que pode acontecer.

Tags:

  • Felipe

    Muito bom seu texto, porém quero corrigir um pequeno detalhe. Ao falar do Boca Juniors, você disse que sempre pode haver um São Paulo ou internacional para quebrar o predomínio xeneize. São Paulo tudo bem, mas inter não. Na única Libertadores que esse clube ganhou, em 100 anos de história, o Boca Juniors não disputou a competição. No mais, estou confiante que o Grêmio tem condições de brigar em igualdade com qualquer um dos participantes.

  • Olívio

    Olá Mauro,

    quero fazer algumas considerações. Como você pode esquecer do Independiente (ARG), grande campeão da Libertadores? “Tudo bem”, o Boca Juniors é osso (e cá pra nós, admitir que argentino também joga é dose), mas não podemos esquecer também do Peñarol, que infelizmente não está competitivo como antes. Sou SãoPaulino e creio que sim, o São Paulo Gosta da Libertadores e Aprendeu a jogar a Libertadores, por isso o Boca também tem que temer. Internacional e Grêmio são os “companheiros” brasileiros do São Paulo pela ‘guerra’ latino-americana, apesar do Palmeiras ter o maior número de participações junto com o tricolor paulista. Por outro lado: Mauro, você não acha que deveria retornar o regulamento que times de mesmo país pudessem disputar a final da Libertadores? Deixar de repente os dois melhores clubes, mesmo que de mesmo país, de fora da afinal é meio injusto não? Um forte abraço, gosto muito de seus comentários. t+

  • crazydrake

    “O 6-3-3 São Paulo tem elenco, treinador, história, e vontade de virar 6-4-3.”

    pô, que vacilo… a vontade é de virar 6.4.4!!!!
    hehehehe

  • Mauricio Todeschini

    No meu palpite, um dos brasileiros do grupo da morte fica fora. Mais chances para o Sport, mas com a derrota do Palmeiras ontem, liga um alerta.

    Eu considero o grupo do São Paulo forte, ao contrário do blogueiro. Aliás o 2o mais forte, depois do grupo da morte. Mas acho que o São Paulo passa, mas apertado.

    Grêmio e Cruzeiro devem passar fácil pelos seus grupos, em 1o lugar.

    Palpite para o título: tirando o Sport, o título ficará na mão de algum dos 4 brasileiros.

  • http://rumoatokyo.wordpress.com Alan Bezerra

    Sinceramente, eu só torço para o Palmeiras não cruzar com o São Paulo nas oitavas de novo.
    Bater o Sport na Ilha do Retiro vai ser dureza para qualquer um.
    Grêmio e Cruzeiro passarão com tranquilidade na primeira fase. O mesmo vale para o São Paulo.
    Depois, bem, dependendo da altitude e do Boca, poderemos tentar ver onde cada brasileiro chegará nessa Libertadores.

  • http://BLOGDOMAUROBETING BEN HUR

    OS 5 NÃO PASAM , POR QUE O SPORT VAI FICAR NO MEIO DO CAMINHO, SE VOCÊ TIVER OPORTUNIDADE DE ASSISTIR OU ASSISTIU ALGUM JOGO DO TIME PERNAMBUCANO VAI VER QUE O TIME BATE DEMAIS É QUE AQUI OS JUÍZES SÃO CASEIROS E TEM MEDO DE APLICAR CARTOES AO TIME DO PRESIDENTE DA F. P. F. BASTA PERGUNTAR AOS CLUBES DO INTERIOR…DEPOIS VEJA O RESULTADO.

  • Daniel Gonçalves

    Sou torcedor do Sport e com a vitória de ontem sobre o Colo-Colo no Chile temos grandes chances de passar para as oitavas já que na Ilha do Retiro somos imbatíveis e temos 9 pontos garantidos em casa. Nesse grupo da morte o time mais difícil vai ser a LDU, pois o Palmeiras como muitos sabem é frêgues do Sport. Eis os resultados dos últimos 6 confrontos entre SPORT x PALMEIRAS:

    Palmeiras 0x2 Sport (Palestra Itália), Brasileiro de 2007;
    Sport 3×1 Palmeiras (Ilha do Retiro), Brasileiro de 2007;
    Palmeiras 0x0 Sport (Palestra Itália), Copa do Brasil 2008;
    Sport 4×1 Palmeiras (Ilha do Retiro), Copa do Brasil 2008;
    *Sport 2×0 Palmeiras (Ilha do Retiro), Brasileiro 2008;
    Palmeiras 0x3 Sport (Palestra Itália), Brasileiro 2008.

    *neste jogo o Sport alinhou com 10 reservas, poupando jogadores pra final da Copa do Brasil, ou seja, o sport economizou jogadores e o PALMEIRAS ECONOMIZOU FUTEBOL, resultado> LEAO 2×0 PORCADA.

    Raio X: SPORT X PALMEIRAS:
    – 6 jogos;
    – 5 Vitórias do SPORT;
    – 1 EMPATE.

    Parabéns para a torcida do Sport que foi para o Chile porque foi a maior torcida já vista de um time visitante na casa do Colo-Colo.