logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Sua Saúde

por Fabiano de Abreu

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

São Paulo 2 x 1 Bragantino | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo e Pedro Scapin

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Pereira e Vinícius Perazzini

Sua Saúde

por Fabiano de Abreu

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


São Paulo 2 x 1 Bragantino

por Mauro Beting em 04.fev.2009 às 22:53h

[ESCALADO PELA RÁDIO BANDEIRANTES, ESTOU NO MORUMBI]

Rogério tomou um gol que ele não toma numa bola marota de Marcelo Grodi, aos 12. O São Paulo parecia apático como no domingo. Jogando no 4-2-2-2 pouco usual, com Jean e Richarlyson como volantes, Zé Luís e Jorge Wágner nas alas, Hernanes e Hugo nas meias, e Borges e Washington no ataque.

O time seguiu travado, sem movimentação, sem vontade. Até uma bola longa ser preparada por Borges para o golaço de Washington, aos 25. Pronto. Mudou tudo. Ou o São Paulo voltou a ser o que é. Imprensou o Braga e foi fazendo seu jogo, com a aproximação de volantes e meias, até Rogério sentir a mesma contusão da outr semana, e deixar a meta, aos 33.

Mas tudo seguiu igual. Ou melhor. O São Paulo enfim jogou com espírito e bola da Libertadores que tão bem conhece, no segundo tempo. André Dias virou aos 12, numa série de seis chances, e mesmo com o Braga querendo atacar, o placar foi de um São Paulo que acordou. Com fome.

Só não sei se a formação com a zaga a dois é a melhor opção para Muricy paz e amor. Mas eu sei que, por ora, Borges e Washington compõem uma senhora dupla de ataque.

Pelo que jogam, e pela preferência do treinador, formam a melhor opção para o Tricolor.

Tags:

  • http://rumoatokyo.wordpress.com Alan Bezerra

    Ainda sou mais a favor de colocar o time da Copinha para disputar o Paulistão…
    enquanto isso não acontece, vai levar um tempinho para o São Paulo entrar nos eixos do Tri-Hexa.
    Esse tempinho será no dia 18, pela Libertadores.
    Onde todos sabem que o São Paulo irá com todas as forças.

    Não que o time de Muricy esteja fazendo corpo mole, longe disso.
    Mas a Libertadores é o que conta para o São Paulo. O Paulistão é um treino de luxo.

  • http://tubaesportiva.zip.net/ Carlos Alberto Durães

    Prezado Mauro, segue um desabafo lusitano.

    O Gatilho não funcionou no velho Oeste (mas pode funcionar…)

    Se a Portuguesa tivesse aproveitado metade das chances criadas ontem à noite contra o Oeste, a vitória seria tranquila e o Mário Sérgio seria bestial.

    Como sofremos o empate, virou um besta.

    E o Canindé, em uníssono no final do jogo: “Burro, Burro”.

    Parecia que nos xingávamos a nós mesmos, por continuar acreditando, apesar de todos os reveses.

    É duro ser técnico de futebol.

    E mais duro ainda ser técnico da Lusa.

    E mais duro ainda, ser técnico da Lusa neste momento.

    O ocupante deste cargo toma para si uma frustração coletiva de muitos anos sem conquistas, sequer, de boas campanhas.

    Frustração essa que se ampliou de maneira abissal após sucessivos anos disputando a série B do Brasileiro, e até uma série B do Paulista.

    Como se não bastasse, o martírio se dramatiza com novo rebaixamento, no primeiro ano da volta à série A.

    Outro duríssimo golpe para quem teima em amar esse time.

    Sejamos justos, não se trata de teimosia, mas de amor mesmo.

    Podemos trocar muitas coisas na nossa vida, mas de time, é impossível.

    Amamos a Lusa, não há cura para isso, e nem a queremos.

    Mas todo esse sofrimento acumulado está gerando uma intolerância terrível, com jogadores e técnicos.

    O sofrimento engole a razão e faz com que alucinemos com uma utópica redenção vitoriosa a cada mudança de técnico, de time, de ano…

    Friamente, pelo jogo de ontem contra o Oeste, o time é bom, pode dar “liga”.

    Mário Sérgio completou 12 dias como nosso treinador.

    Neste período, 4 partidas.

    Teve tempo para trabalhar?

    Isso é tempo para já o condenarmos a Professor Pardal ?

    Ele ainda vai conhecer melhor os jogadores, ainda vai exercitar melhor suas possibilidades táticas.

    Aliás, uma ótima “invenção” dele ontem: César Prates na lateral esquerda, foi por lá que ele fez o gol e que este lado da nossa defesa ficou menos vulnerável (O camisa 11 do Oeste no primeiro tempo criou muito perigo nas costas do Athirson).

    Podemos fazer um bom papel no Paulista (chegar entre os quatro).

    Podemos fazer um bom papel na Copa do Brasil (porque não o título? Esse torneio já trouxe muitas surpresas).

    Podemos principalmente, estruturar um time forte para voltar a série A, que é o mias importante este ano.

    Com esse técnico.

    Com esse time (vá lá…talvez uns 2 ou 3 reforços).

    Sem ilusões.

    Se viesse o Felipão neste momento e empatasse com o Oeste, sua cabeça também já estaria a prêmio.

    Não há mágicas.

    A diretoria pode melhorar? Yes.

    O time pode melhorar? Yes.

    A torcida pode melhorar? Yes também!

    O Edno e o Erick, só para citar exemplos, não teem culpa de anos e anos de falta de títulos e de campanhas dignas.

    Ele e todos os jogadores e comissão técnica precisam de apoio, como tentamos fazer ontem até o fatídico empate do oeste.

    O Mário Sérgio errou na substituição?

    Talvez, mas todos erram. Muricy, Luxemburgo, Felipão, eu, você.

    Ficamos bravos e agressivos contra a imprensa por não valorizar nosso time, mas nós, torcedores, também não o valorizamos…

    Nenhum técnico presta, nenhum jogador presta.

    Claro que existem limites e deficiências, mas qual time não tem?

    Mias do que reforços, precisamos de confiança.

    Será que nós torcedores não podemos ajudar o time a conquistar essa confiança, confiando?

  • Felipe

    Pq vc nao esta mais comentando sobre os jogos do Palmeiras e so comenta os jogos do sao paulo. Gostava de suas analises imparciais mais agora parece q vc só ve o jardim leonor

  • http://do-ouglinhas@hotmail.com Douglas Ap Bono Maranho

    Eí Mauro Beting, VOCÊ VIU o MURIÇOCA ONTEM!?
    ELE FEZ oq ELE SEMPRE FAZ, na hora do sufoco,
    PEDE P/ OS JOGADORES LEVANTAREM à BOLA
    na ÁREA E seja oque Deus Quizer!!!!!!!! rsrsrsrs…

    COM ESSA FALTA de RECURSO, quem sabe não tá aí
    a RESPOSTA p/ OS FRACASSOS do MURIÇOCA nos
    “MATA MATAS”
    A Inglaterra levanta BOLA na ÁREA ASSIM TBEM!!!!!
    Mas, NÃO GANHA UMA COPA à 43Anos!!! rsrsrsrsrsrsrsrsrs…

  • http://do-ouglinhas@hotmail.com Douglas Ap Bono Maranho

    Eí Mauro você viu ontem o MURIÇOCA!?
    NA HORA do APERTO, ele manda os jogadores à
    LEVATAREM BOLA na AREÁ “E Seja oque Deus QUISEEEER”
    Quem sabe não tá aí A RESPOSTA p/ OS FRACASSOS do
    MURIÇOCA nas 3 LIBERTADORES (mata matas)!?!?!?!?

    A INGLATERRA LEVANTA BOLA NA ÁREA ASSIM!!!
    E NÃO GANHOU + NADA JÁ FAZEM 43ANOS…

    rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs…

  • PACO

    Mauro, por que vc não escreve mais nada sobre o Palmeiras? Para não dar azar ou resolveu assumir seu lado São Paulino?

  • Rodrigo Lepera

    Querido Mauro, deixe eu te fazer uma pergunta. Sabe o Benja? Conhece neh? Ele, eh corintiano… mais mesmo assim, comenta sobre o corinthians, sempre de forma imparcial. Como voce ano passado, amigo palmeirense fazia com o nosso Palmeiras.

    Que diabo aconteceu com voce? Qual o problema de comentar os jogos do seu time de cora;ao como sempre fez?

    Reclamaram muito de voce? Muitos comentarios falando que voce eh parcial etc?

    Espero estar errado, e que voce apenas ande se “esquecendo” ultimamente de comentar sobre o palmeiras…

    nao precisa publicar meu comentario, apenas leia e reflita ok?

    abra;oss do seu amigo palestrino

    Rodrigo Lepera

  • Braulio Murilo

    O São Paulo segue com seu futebol simples e eficiente. Vai ser mais outro ano díficil de bater o tricolor paulista. Espero que equipes como Cruzeiro e Internacional mantenha suas equipes até o fim do brasileirão, vai ser uma exelente briga, o melhor brasileirão dos ultimos tempos.
    O tricolor está voltando de férias, daqui um mês a equipe ja estará bem montada pelo mau humorado Muricy.