logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes

Cruzeiro 2008-09 | Blog Mauro Beting
logo lance
undo
Nacionais
Internacionais

BlogsL!

Colunistas

2 Pontos

por Rodrigo Borges e Fabio Chiorino

Blog da L!TV

Vídeos

Blog do Baldini

por Wilson Baldini

Blog do Bechler

por Marcelo Bechler

Blog do Kfouri

por André Kfouri

Blog do Garone

por André Schmidt

Blog do Gui Gomes

por Guilherme Gomes

Blog do Guilherme de Paula

por Guilherme de Paula

Blog do Janca

por João Carlos Assumpção

Blog do Mansell

por Eduardo Mansell

Blog do Marra

por Mário Marra

Blog do Salata

por Thiago Salata

Blog do Tironi

por Eduardo Tironi

Bulla na Rede

por Rafael Bullara

Crônicas do Morumbi

por Ricardo Flaitt

De Prima

por Fábio Suzuki e Igor Siqueira

Em Cima do Lance

por Bernardo Cruz e Igor Siqueira

Fora de Campo

O dia-a-dia dos atletas

Futebol & Ficção

por Valdomiro Neto

Futebol na Terrinha

por Thiago Correia

Gol de Canela FC

por Jonathan Oliveira

Humor Esportivo

Trollagem e zoação

Laguna Olímpico

por Marcelo Laguna

Lance! Livre

por Lucas Pastore

Made in USA

por Thiago Perdigão

Marketing & Economia da Bola

por Amir Somoggi

Números da Bola

por André Schmidt

O Mundo é Uma Bola

por Leonardo Pereira e Luiza Sá

Papo com Boleiro

por Luiz Otávio Abrantes

Planeta Fut

por Luiz Augusto Veloso

Press Start

por Lazlo Dalfovo, Pedro Scapin e Thiago Bicego

Quem Não Sonhou?

por Gabriel Carneiro

Saque

por Daniel Bortoletto

Segunda Pele

por Leonardo Martins, Rafael Bullara e Vinícius Perazzini

Super-Raio X

por Alexandre Guariglia

Tênis

por Fabrizio Gallas

Clubes

Doentes


Cruzeiro 2008-09

por Mauro Beting em 23.dez.2008 às 16:31h

O Cruzeiro vende. Não segura. Isso sabe Adilson Baptista (que fez muito bem o Perrella da vez ao segurá-lo). Por isso a qualquer momento o clube pode perder Guilherme. Pode perder Ramires. Pode (re)perder Wágner. Pode fazer o que sabe como ninguém no Brasil, desde Ronaldo, em 1994. Todos vendem. O Cruzeiro, um pouco mais. E melhor que todos. Também por isso se mantém tão bem. Como favorito em 2009 para o estadual. Como um dos tantos favoritos ao título brasileiro. Mas precisando de algo mais para tentar o tri sul-americano.

O MG-08 valeu pela retumbante goleada no centenário rival, devolvendo o vexame do MG-07. Na Libertadores, perder para o Boca, neste século, não é demérito. No BR-08, o time mais “irregular” (ao menos para a própria torcida) foi o Cruzeiro. Justamente o mais regular. Só na 14ª. rodada a boa equipe de Adilson não esteve no G-4. Para treinadores como Muricy e Mário Sérgio, foi o time mais técnico do campeonato. Mas, uma vez mais, pecou pelas falhas na marcação. Mesmo com Adilson tentando reforçar o sistema defensivo, ele deu para trás. E o bom elenco ficou pelo caminho. Ou melhor: dele não saiu, e voltou à Libertadores, como terceiro colocado do BR-08. Foi o melhor mandante do campeonato. Mas, fora, só ganhou 35% dos pontos. Um dos três times que mais venceram. O time que menos empatou – apenas 4 jogos. Terceiro melhor ataque, terceira melhor defesa. Teve o quarto goleiro menos exigido do BR-08 – apesar da defesa usualmente indefensável. Foi a segunda equipe com menos cartões amarelos. A quarta que mais desarmou e a quarta que menos faltas cometeu – o que seria prova de excelência defensiva… Teve o segundo melhor passe do BR-08. Foi a segunda equipe que menos apanhou.

APROVEITAMENTO: 58%
BASE: Fábio; Jonathan, Thiago Heleno, Espinoza e Jadilson; Fabrício e Marquinhos Paraná; Ramires e Wágner; Thiago Ribeiro e Guilherme

OS 34 DO CRUZEIRO NO BR-08:
GOLEIROS: Fábio (38)
LATERAIS-ALAS-DIREITOS: Jonathan (25), Apodi, Maurinho
LATERAIS-ALAS-ESQUERDO: Jadilson, Fernandinho, Carlinhos
ZAGUEIROS: Thiago Heleno (32), Espinoza (25), Léo Fortunato, Thiago Martinelli
VOLANTES: Marquinhos Paraná (34), Ramires (25), Henrique (26), Fabrício (26), Charles, Elicarlos, Zé Eduardo
MEIAS: Wágner (28), Bruno Ferraz, Gérson Magrão, Camilo, Maicossuel, Marcinho
ATACANTES: Guilherme (32), Thiago Ribeiro, Marcelo Moreno, Jajá, Rômulo, Wanderley, Weldon, Reinaldo Alagoano, Fabinho, Jonathas


(levando em conta os que jogaram ao menos 20 jogos, pelas contas do Footstats)
O ASSISTENTE – Fabrício (6, em 26 jogos)
DESARMES – Thiago Heleno (3,9 em média)
DRIBLADOR – Jadílson (4,4 por jogo)
O FALTOSO – Guilherme (2,0 por jogo)
A VÍTIMA – Wágner sofreu 2,6 faltas por partida.
O FINALIZADOR – Guilherme acertou 66,0% das conclusões.
PASSE CERTO – Thiago Heleno acertou 94,0% dos passes.
DONO DA BOLA – Jadílson a dominou por 1min51s em média, a cada jogo.

MELHOR DO TIME NO BR-08– Ramires
REVELAÇÃO – Marquinhos Paraná (apesar da idade)
DECEPÇÃO – Espinoza
GOLEADORES PRINCIPAIS –

Guilherme (18 gols; média 0,5);

Ramires (6 gols, média 0,2);

Wágner (5, média 0,1).

Tags:

  • Guilherme Aguiar

    Esse é meu cruzeirão!!!

    Rumo ao título da libertadores 2009!! Basta umas boas contratações…

  • Maurício

    O Cruzeiro fez bem seu papel este ano. O Adilson inventa as vezes mas é bom técnico. Precisa ser menos retranqueiro quando joga fora, ter um pouco mais de coragem. O problema está na diretoria que promete e não cumpre. Prometeu jogadores experiemtes para a Libertadores e até agora só trouxe Soares e Wellington Paulista que são piores que Guilherme e Thiago Ribeiro que aqui estão. A boa nova é o Sorin que se estiver em boa forma é um grande reforço apesar da perda do Jadilson que foi bom jogador nesta temporada. Espero que venha um bons zagueiro e lateral direito pois ninguém aguenta mais Jonathan, Espinoza, Thiago Heleno e Léo Fortunato.

  • Rheubert neri

    Mauro, a cada dia a imprensa paulista ” você ” se torna mais imparcial, realmente o cruzeiro 2008 tinha tudo pra ser o campeao brasileiro, nao fosse a saida de algumas peças importantes e a caida de rendimento de alguns jogadores importantes, vagner por exemplo, o time que começou o ano dava mostras de força, conjunto e harmonia, o meio campo com o melhor toque de bola do Brasil, o quarteto charles, fabricio , ramires e vagner fizeram grandes jogos, mas ta bom, 2009 promete, esse time vai amadurecer e no mineirão nao vai ter pra ninguem, abraços e feliz natal!!!!!!

  • http://www.cox.net Mauricio Lizardo (USA)

    Penso que o Cruzeiro poderia ter ido mais longe neste campeonato 2008, se o Sr Adilson nao respeitasse em demasia as equipes em jogos fora do mineirao.Cruzeiro jogou seus jogos fora de casa sempre com o freio de mao puxado(com medo), respeitando demais os adversarios. Que isso sirva de licao p proxima temporada. Jogar pra ganhar sempre, e nao para nao perder. Creio q o Sr. Adilson aprendeu com os erros. Saudacoes Celestes!!!

  • http://rumoatokyo.wordpress.com Alan de Almeida

    O Cruzeiro tem tudo para repetir em 2009 o bom ano de 2008.
    È amplo favorito ao título estadual e, se mantiver a base, vai dar trabalho novamente no Brasilerão.
    A Libertadores é um caso a parte, mas a Raposa pode conquistar o tri, com um pouco de sorte e alguns reforços.

  • Lets

    Apesar de tudo, o Jadilson foi escorraçado e o Thiago Heleno é criticado. o Cruzeiro teve um excelente time, mas quando perdia um titular, que tinha que entrar um Henrique ou Camilo da vida, que se via que faltou elenco.

  • Marcelo

    Pelos números vê-se que o time tem muito a crescer em 2009, pois aparentemente a base será mantida. A Libertadores e o BR-2008 serviram para encorpar a experiência da jovem equipe e mesmo do seu treinador, que na minha opinião cometeu equívocos em momentos cruciais em ambas competições, em que pese o seu bom aproveitamento final.
    O Cruzeiro é isso, monta boas equipes com investimentos relativamente baixos em comparação com os times que estão em seu nível no futebol brasileiro ( SPFC, Palmeiras, Grêmio, Inter, Fla, etc). A aquisição de jogadores importantes para o elenco, como o Fabrício, a contratação de jogadores como Wellinton Paulista, Soares e Alessandro e a manutenção dos jovens talentos promete um bom ano e uma melhor sorte na Libertadores 2009. E melhor, mantendo um equilíbrio econômico -finaceiro; sem fazer loucuras que quebrem a instituição.
    Seremos campeões!

  • http://udig.refractions.net/confluence/display/~valiumonline Valium Online

    modified therefrom rhondda jordanian idun experimented catalogin imports biochemistry byte beets