Vasco 2008-09

por Mauro Beting em 16.dez.2008 às 12:37h

Dorival Júnior é ótimo nome da nova safra. Montou bons times ofensivos como o São Caetano-07 e o Cruzeiro-07. Fez ótimo trabalho no Coritiba-08, mostrando que também sabe armar defensivamente uma equipe. Se derem tranqüilidade e um elenco mais qualificado, fará uma Série B melhor que a encomenda. Duro será superar ausências sensíveis como Madson e Wágner Diniz. E Edmundo, que merece post à parte.

2008

Antepenúltimo da série A em 2008, o Vasco flertou com o rebaixamento desde o início da competição, e mereceu a queda. Quando Eurico Miranda deixou o clube, a equipe era nona colocada, se encaminhando para a 11ª. colocação. Antonio Lopes foi o treinador até a 18ª. rodada, quando deixou o barco na 16ª. posição. Tita assumiu e pediu demissão depois da 25ª. rodada. O Vasco era o 17º. Renato Gaúcho pegou a bucha na 26ª. Caiu uma posição, e foi derrubado como 18º. colocado.

O Vasco ganhou apenas 11 dos 38 jogos. Empatou sete (um dos três que menos empataram). Perdeu 20 (só o Ipatinga foi mais derrotado: 21 vezes).

O sexto melhor ataque, mas a segunda pior defesa (um gol a menos que o Figueirense). Com aproveitamento bisonho de 35%, caiu horroroso.

O Vasco foi o time que menos cruzou bolas no campeonato. Teve o segundo goleiro mais acionado. O sexto pior desarme. O quinto que menos faltas cometeu. O oitavo melhor passe (e o quinto que menos bolas perdeu). Teve a sétima pior posse de bola. O segundo que menos driblou. O segundo que menos escanteios conquistou. O segundo que menos finalizou (porém, por ter tido o sexto melhor ataque, acabou com o melhor desempenho do campeonato nas finalizações). Foi o time que mais pênaltis cometeu – 16. Sofreu apenas 6.

APROVEITAMENTO: 35%

A BASE: Rafael; Eduardo Luiz, Odvan e Jorge Luiz; Wágner Diniz, Jonílson, Matheus e Rodrigo Antonio; Madson e Alex Teixeira; Leandro Amaral

OS 45 REBAIXADOS:
GOLEIROS: Rafael, Tiago, Roberto
LATERAIS-ALAS-DIREITOS: Wágner Diniz (30), Baiano, Eduardo, Marcos Vinícius
LATERAIS-ALAS-ESQUERDOS: Rodrigo Antonio (27), Pablo, Edu Pina, Valmir
ZAGUEIROS: Eduardo Luiz (33), Jorge Luiz, Odvan, Luizão, Anderson, Vilson, Fernando, Victor, André
VOLANTES: Jonilson (27), Matheus, Byro, Johnny, Serginho, Vinícius
MEIAS: Madson (30), Alex Teixeira (29), Leandro BonfIm, Beto, Marquinhos, Morais, Pedrinho, Bruno Gallo, Éder
ATACANTES: Leandro Amaral (28), Edmundo (26), Alan Kardec, Jean Carlos, Villanueva, Souza, Pinilla, Faioli, Abu, Landu(levando em conta os que jogaram ao menos 20 jogos, pelas contas do Footstats)
O ASSISTENTE – Wágner Diniz (6 passes para gols)
DESARMES – Jonilson (4 em média)
DRIBLADOR – Madson (2,5 por jogo)
O FALTOSO – Jonilson (2,7 por jogo)
A VÍTIMA – Wágner Diniz sofreu 2,8 faltas por partida.
O FINALIZADOR – Leandro Amaral acertou 50% das conclusões.
PASSE CERTO – Jonilson acertou 92,6% dos passes.
DONO DA BOLA – Madson a dominou por 1min38s em média, a cada jogo.

MELHOR DO TIME – Madson
REVELAÇÃO – Alex Teixeira
DECEPÇÃO – Todos. Dentro e fora de campo.

EXPECTATIVA PARA O BR-08 do B – Lutar para não cair. Confirmou.

GOLEADORES PRINCIPAIS – Edmundo (13 gols; média 0,5); Leandro Amaral (11 gols; média 0,3); Madson (7, média 0,2).

Tags:

  • Alex vinicius luiz nascimento

    vasco da gama teve de reflexo vários grandes times que cairam para a segundona não soube tirar exemplo e merecidamente caiu no brasileiro,
    o vasco não mostra poder de reação não está contratando para 2009 ,
    e se num tomar cuidado pode fica por lá mesmo como aconteceu com o coxa do PR