Venezuela 0 x 4 Brasil

por Mauro Beting em 12.out.2008 às 19:36h



Existem gols que fazem mal ao espetáculo. Mesmo quando espetaculares como os marcados por Kaká, Robinho e Adriano, com apenas 18 minutos e 25 segundos de jogo no “templo sagrado do futebol venezuelano”…
Nunca o time de Dunga havia começado tão bem e tão forte um jogo. Com a vantagem mais ampla que a diferença futebolística entre a seleção canarinho e a vino tinto, o Brasil ensaiou tirar o time de campo nos 70 restantes. Fez isso até o intervalo. Mas voltou do vestiário com o ânimo e a bola que faltaram no Engenhão contra a Bolívia. A longa viagem, o jogo contra a Colômbia no Rio, o retorno à labuta na Europa, tudo poderia ter tirado o pé do acelerador. Mas o Brasil do segundo tempo quis jogo e tentou a goleada de antologia e de anedota.

Mas se Júlio César não tivesse sido enorme na rara desatenção da zaga, aos 3 minutos, salvando duas finalizações cara a cara de Maldonado e Vargas, os não pouco econômicos encômios ao time de Dunga poderiam ser outros. A Venezuela não estava tão mal assim. Mas foi inocente ao dar espaço no primeiro contragolpe armado por Robinho para o belo gol de Kaká; foi infeliz na bomba inesperada de Robinho no segundo; e tomou um golaço de Adriano criado pelo talento brasileiro, facilitado pela pavorosa marcação venezuelana, que assistiu à chegada de dois brasileiros livres pela ponta.

A abertura do placar pela Venezuela talvez mudasse o ritmo e a história do jogo. Mas o talento de um time com Kaká querendo jogo, Adriano querendo gols, e Robinho mais uma vez mostrando que tem de jogar sempre no time de Dunga, faria o serviço fora de casa. Um motivo a mais para o treinador repetir a escalação contra a Colômbia que sabe tocar a bola, tem uma defesa boa, mas um ataque inoperante.

É jogo para o Brasil repetir um jeito de jogar.
E para testar mais uma vez a polifuncionalidade de Elano. Ele pode não ser o titular dos sonhos de qualquer torcedor. Mas é um jogador utilíssimo para qualquer treinador. Sem a bola, marca como um terceiro volante. Com ela, pode ser um terceiro meia, com boa técnica, mobilidade e chegada na área.

É jogador que ajuda qualquer treinador. Mas o que ajuda mesmo uma Seleção Brasileiro não é jogador tático como ele. É o técnico. É um Kaká. É um Robinho.

É gente desse nível se nivelando sem a bola aos demais mortais. Aplicados e atentos os nossos craques, o resultado é o que se viu na Venezuela. Que todos suem como Elano e faça os seus serviços.

  • Rodrigo

    Boa noite Mauro, na minha opinião a seleção não fez nada alem da obrigação.Quando pega seleções ruis tem que golear mesmo, também não vejo a muita evolução no trabalho do Dunga, com o material humano que o brasil tem até eu ecalaria a seleção contra a fraca venezuela. um abraço valeu?

  • João Aníbal Lemos

    Mauro Beting , com todo o respeito que o senhor merece gostaria de saber qual é a sua opinião em relação a seleção brasileira, mudar o esquema tático e partir prá cima dos adversários, resgatando o futebol arte. Afinal de contas, mudanças existem para serem feitas. Que o diga um tal de Rinus Michels na década de 70. Seleção Brasileira Tradicional: Júlio César, Maicon, Breno (Thiago Silva), Juan e Marcelo: Lucas (Hernandes ou Ânderson), Diego e Kaká: Robinho, Pato e Ronaldinho Gaúcho. Tomaríamos gols, mas faríamos muito mais.

  • herbertty simões

    Mauro Beting, hoje quero falar com você a respeito do programa pelo qual faz parte: TerceiroTempo…hoje ficou clara a tendência desse programa pró-corinthians e a favor do são paulo quando foi ao ar uma matéria falando de possibilidades de titulo do Palmeiras e Grêmio…até em matérias editadas nós, palmeirenses, temos que sofrer com essa imprensa. Absurdo sem tamanho a matéria que foi ao ar agora há pouco no Terceiro Tempo falando que o são paulo futebol clube é carrasco do Palmeiras, falando que eles gostam de jogar no Palestra e até lembrando lá de 2002 do nosso rebaixamento..1º: o spfc é nosso tremendo freguês no campeonato brasileiro, e porquê nao falam isso?? 2º: que a matéria poderia falar, já que mensionou que eles se dão bem no Palestra, o nº de vitórias deles e as nossas, tanto do brasileiro, como no geral,ou os dois, era só escolher…e porquê nao falaram?? Sabe porquê Mauro?!: porque essa imprensa, cada vez mais ridicula e anti-palmeiras, faz questão de levantar e publicar qualquer fato que nos prejudique, que nos denigre e difame, até mesmo mentiras…fatos a nosso favor?!: nunca publicam..é um absurdo isso, e eu só queria saber até quando nós, palmeirenses, teremos que aguentar e aturar essa mídia esportiva curintiana e comprada pelo spfc??

  • Alan de Almeida

    Kaká tem que ser titular do Brasil. E qualquer seleção, equipe, time de vársea, jogo de condomínio do mundo. O Brasil foi outro com o camisa 22 milanista.
    Robinho novamente fez por merecer a vaga de titular absoluto e Elano, definitivamente, garantiu sua vaga no meio campo da Seleção. Pelo menos espero e torço para que isso ocorra.

  • Neemias Ceolin

    Olá Mauro Beting, sou Palmeirense e gostaria de dizer que não tem mais graça assistir a seleção brasileira jogar, eu prefiro um milhão de vezes assistir o campeonato brasileiro que por sinal tá muito bom de ver, porque o meu verdão tá disputando bem o brasileirão tá um show. Ai vem a senhora CBF e GLOBO, tirar o melhor pra colocar o pior. Eu gostaria de ter nascido bem antes pra poder ver as Seleções de 70e 82, pois naquele tempo os caras jogava com amor a seleção, hoje não, os jogadores só quer saber da conta bancária deles. Um exemplo é os ídolos do futebol, os únicos que ainda existem são o melhor goleiro do Brasil, o grande Marcos e o segundo melhor é o Rogerio Ceni, tem outros idolos????não tem.
    Seleção Brasileira não tem mais graça.

  • Neemias Ceolin

    Mauro, concordo plenamente com o que o companheiro herbertty simões está escrevendo. Porque a imprensa paulista dá tanta enfase ao corinthians e são paulo?????
    será que dinheiro??? ou só porque o corinthians tem mais torcida??? não aguentamos mais, são todos os programas esportivos sem excessão de nenhum. é um saco na hora do almoço a renata fan falar: ohhhh o corinthians já subiu, o corinthians é o melhor time do Brasil… Como o Corinthians é o melhor time de Brasil se ele está na serie B???? Como o se Neto e Renata Fan fala que o Dunga tem que chamar o Andre Santos lateral do Corinthians pra seleção Brasileira se o time que ele joga tá na serie B???? é porque é do corinthians???Tá na hora ter tratamento igual para todos os times não só o corinthians e o são paulo… Mauro vc é Palmeirense como eu a de concordar comigo.. to esperando sua resposta .
    Um abraço

  • Canudo

    O Robinho é jogador que joga contra timinho! Fora que é um jogador individualista, que só pensa nele! Tem como meta ser o melhor do mundo, e não ser campeão por onde joga! Chega de jogador mascarado (Robinho, Pato, Ronaldinho) na seleção! O ataque tem que ter o Adriano e o Luís Fabiano! E o Jô? Convocado pq o Manchester City injeta dinheiro na CBF, assim como todos seus colegas (Elano e Robinho). Convoquem os melhores, chega de maracutaia, fora Teixeira!!!!!!!!!

  • George Roberto da Silva

    Mauro Beting,
    Não entendo certas colocações de comentaristas esportivos. Vi o jogo atentamente e não entendo como alguém pode achar que o Brasil jogou bem! Jogamos mal, sim. Goleamos pq enfrentamos um goleiro de futebol de botão e uma seleção frágil que pensou que poderia atacar. Analisando friamente vimos que Júlio Cesar jogou bem. Os laterais foram tímidos como sempre, apesar de o (atualmente ) péssimo Kléber ter acertado um lançamento na medida pro Robinho fazer o quanrto. A zaga este mal toda vida,o ótimo Juan esteve muito abaixo do que costuma jogar, ficamos toda hora desprotegidos e sendo pressionados pelos chutões do goleiro venezuelano. Os dois cabeças de área do Brasil são um arremedo, sinceramente. O meio de campo venezuelano é uma piada e vemos os dois hiper mal. Não acertam um passe. O Josué erra sempre que tenta sair jogando. O Gilberto Silva não protege ninguém. É lento e fraco. Pq não usar o Lucas. Temos que encorpar o garoto. Elano foi razoável como sempre. Fez por merecer a escalação e a atuação, memso sem ser brilhante. Kaká enquanto quis jogo jogou relativamente bem ,memo sem ser brilhante. O Robinho acertou um pombo sem asas e fez um golaço, mas depois errou td o q tentou. Se acha marcação minha com o pseudo-craque, reveja a partida. Eu desafio qualquer um a levantar um scout produtiva do ex-santista. Ele dribla quando tem q tocar, chuta quando tem q tocar e toca quando tem driblar ou chutar. O Adriano não está bem, apesar do gol. Parece que ainda está em busca de voltar a ser o Imperador, mas no jogo de ontem eu pro gasto.
    Continuo vendo o Brasil como um time nada compacto, só ver o buraco que há entre os cabeças de área e o trio de frente (e viver de passes de josué não é solução pra ninguém). É um time longo e que terá dificuldades contra um time bem fechado pois não tem apoio dos laterais. Como são tímidos estes laterais do Dunga. A zaga ontem esteve muit desprotegida e temos de aturar elogios do coach aos cabeças de área!!?!?!?! Só pode ser implicância com a imprensa ou então um caso claro e irremediável de esquizofrênia.
    Posso parecer crítico, mas não posso querer me iludir com um futebol tão medíocre ser mascarado por resultados. Atuações pífias não podem ser clasificadas como excelentes devido a um gol ou assistência num jogo de tão baixo nível.
    Sou crítico sim. E espero da imprensa esportiva um tom crítico da mesma forma (crítica nada tem a ver com perseguição e sim co vontade de corrigir o q se apresenta falho).
    Saudações e uma grande tarde.