Troca-troca de treinador

por Mauro Beting em 13.ago.2008 às 10:54h



Claro que os placares ajudam. Mas, mesmo bons, podem derrubar. Celso Roth tinha tudo para ser demitido depois da queda prematura do Grêmio no RS-08 e na Copa do Brasil. Ficou até estrear (quem saber perder) para o bicampeão brasileiro São Paulo, na estréia do Br-08.
Ganhou, e muito bem.
Ficou.
Para fazer a melhor campanha do turno. Superando o Tricolor que também é bi brasileiro porque desde dezembro de 2005 tem o mesmo treinador. Nenhuma outra equipe de primeira divisão é dirigida pelo mesmo técnico desde 2006. E mesmo de 2007 (dezembro é mês de descanso)…

Os resultados ajudam. Mas será coincidência apenas os que terminaram o turno no G-4 terem mantido seus treinadores?

O gremista Roth trabalha no Olímpico desde fevereiro; Adilson Baptista chegou ao Cruzeiro em dezembro de 2007 (como Luxemburgo voltou ao Palmeiras).
E ainda tem Muricy, são-paulino desde o final de 2005.

Além dos quatro, Vágner Mancini é Vitória desde março. Dorival Júnior assumiu o Coritiba em dezembro passado. Quando Nelsinho Baptista chegou ao Sport. Caio Júnior estreou no Flamengo no primeiro jogo do BR-08.
E ponto final. Os demais 12 participantes do BR-08 trocaram de treinador. Ou foram trocados pelos técnicos.

O melhor dos que trocaram foi o Botafogo. E é dever dizer que foi Cuca quem preferiu sair. Ney Franco sempre foi o primeiro nome alvinegro. Não acertou salário, o clube acabou errando com Geninho, e acertou ao enfim contratar o atual técnico.

Sim, insisto, os placares ajudam. Mas não será conseqüência, e não causa?
Sem craques, por que não privilegiar e prestigiar bons treinadores? Com o tempo, emendas e remendos se acertam. Ou erram menos que clubes e treinadores que trocam de camisa como quem troca de camisa.

Interinos fora (inclusive dois que estão ficando, como Marcelo Oliveira e Márcio Fernandes), foram 19 os treinadores demitidos. Ou que se demitiram. Ou que saíram de comum acordo. Ou acordaram melhores contratos.
Um por rodada. É demais.

Cinco não agüentaram maus resultados ou maus elencos ou a fadiga de material e pediram as contas; onze foram demitidos; três trocaram os clubes por melhores propostas (Abelão foi para o Al-Jazeera; Roberto Fernandes e Gallo foram tentar a sorte em campeões brasileiros, e não viraram nem o turno – Fernandes já voltou ao Náutico que deixara na liderança do BR-08 e retomou na 17ª. posição, como “líder” da turma do funil…)

Náutico que, entre efetivos e interinos, teve seis treinadores diferentes. Ou melhor: cinco, já que Roberto Fernandes voltou…

Mas é dever registrar: dos 11 casos de treinadores demitidos pelos clubes, ao menos por ora, tem “valido a pena” para Goiás, Figueirense, Botafogo, Portuguesa, Atlético Mineiro e Atlético-PR que melhoraram na tabela.

Não incluo na lista os recém-demitidos.

É cedo. Mas é tarde para pensar.


  • GUILHERME

    mauro, não venho acompanhando sua opinião sobre o assunto em questão, mas a imprensa em geral, faz de tudo pra que os treinadores sejam demitidos e depois ficam criticando quem os demitiu… isso é uma pouca vergonha da sua classe irresponsável!

    ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
    MAURO BETING COMENTA:
    Guilherme, não deixas de ter razão.
    abração, Mauro

  • André Rocha

    Mauro, o Celso Roth só se mantém pelos resultados, e sabe disso desde o início do Brasileiro; Adilson Baptista tem o “crédito” do título mineiro com goleada histórica sobre o Galo centenário, além do bom campeonato, com ótimo início e campanha sem maiores vexames; Luxemburgo é Luxemburgo e o Palmeiras é convincente em casa e ganhou o Paulista depois de anos sem título do clube; Muricy é a esperança da “fórmula” são-paulina pegar e o time embalar; o Vitória não é louco de mandar o Mancini embora, já que a campanha é melhor do que a encomenda, o mesmo caso do Dorival Jr. no Coxa, que não saiu no período de instabilidade pois a diretoria sabia dos desfalques do elenco e, bem ou mal, ele ganhou o Estadual; e Caio Jr. se sustenta pelo ótimo início, pelo “álibi” de ter perdido peças importantes e, principalmente, porque seria um atestado de incompetência da diretoria dispensá-lo após todo o esforço para mantê-lo no bom momento. Essa idéia de manter o treinador é positiva em tese, mas deve ser analisada caso a caso. Eu achei as demissões de Gallo e Roberto Fernandes um pouco precipitadas, mas a de Geninho foi providencial, porque a gestão Cuca, mesmo sem títulos, foi marcante demais e o ex-treinador do Galo tinha sido a segunda opção, atrás de Ney Franco. Não houve química com o elenco e o melhor foi a demissão. Assim como aconteceu com o Ney Franco em 2007 no Fla. Com ele, mesmo com Fábio Luciano e Ibson, muito provavelmente o time não chegaria à Libertadores. A chegada de Joel foi mais do que positiva e o Ney não tinha mais clima para resgatar o ânimo do grupo. Para corroborar com a tese do “rodízio”, a cabeça do jogador, que tende a voltar a treinar com afinco com a mudança do treinador, ou para manter ou para recuperar a titularidade. O perfil não é de profissionalismo, como na Europa, onde o treinador é apenas uma parte de todo o sistema gerencial. Talvez apenas o São Paulo chegue perto disso por aqui, pela seriedade e, principalmente, por honrar os compromissos com quem trabalha lá, o que dá o respaldo para cobrar. Um abraço!

  • Alexandre Paravani

    Mauro, acho muito importante o aparecimento de novos nomes. Todo mundo cansou sempre dos mesmos treinadores, das mesmas desculpas. Na verdade muitos não conseguem executar o tal “planejamento” como todos alardeiam. Com um time de craques qualquer um pode ser treinador. O Nelsinho, levar o Sport a ser campeão da Copa do Brasil, isso sim tem valor.

  • mauro

    O SERVIDOR DO LANCENET É HORRÍVEL!!!

    LENTO

    PÁGINAS PESADAS

    LENTOOOOOOOOOOO

    O SERVIDOR DO LANCENET É HORRÍVEL

    LENTO

    PÁGINAS PESADAS

    DEMORA HORAS PRA LER AS NOTÍCIAS!!! PODERIA SER MAIS ÁGIL!!!

    A PÁGINA DO LANCE DEMORA HORAS PRA ABRIR! DÁ UM MONTE DE ERROS… HORRÍVEL!!! O GLOBOESPORTE ABRE NA HORA!!!

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

    O SERVIDOR É HORRÍVEL!!! TROCA DE SERVIDOR, POR FAVOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOR

  • dudu

    Ganhou, e muito bem.

    1×0 de um time que estava poupand jogadores eh ganhar muito bem? pff

  • Rafa

    Para mim, a sorte da libertadores já está selada: Gremio, Cruzeiro, Palmeiras e São Paulo dificilmente saem desse grupo. Se não tivesse tão atrás, o Inter poderia se habilitar tambem, com a estreia dos reforços. Acredito que Vitória, Coritiba e – um pouco atrás – Flamengo, brigam pela 5ª posição, podendo beliscar uma vaga na Libertadores 09 se alguma catastrofe acontecer com algum dos 4 de cima, oque é dificil, devido a estabilidade dos times, até por terem treinadores de longa data no clube

  • Bruno Costa

    Mauro,

    Setores da imprensa falaram que o Botafogo de Ney Franco seria melhor que o Grêmio (74% contra 72%).

    Mas…

    O “Fogão” ganhou 20 em 27 pts…

    Nas mesmas 9 rodadas, o Grêmio ganhou 23 em 27 pts.

    Se querem comparar todo o período, nada razoável. Ney Franco manterá 70% em 19 rodadas???

    Me cheira a novo OBA-OBA carioca… Já foram vários esse ano.

  • Fernanda Aguiar

    Mauro, o Brasil não está formando treinadores de qualidade para atuar nos times nacionais… daqui a pouco o mercado de técnicos estará nos patamares do dos jogadores. Esses países que não têm tradição no futebol estão levando o que ainda resta de bons técnicos por aqui, sem contar os de ponta que tem vaga garantida nos maiores da Europa (nem todos sabem ou tem capacidade para aproveitar). E os novos? É uma lastima esses novos treinadores… estamos elogiando a mediocridade por não ter opção… os ex atletas ou querem ser treinadores fora do Brasil (vide Zico) ou querem ser empresário de jogadores. Vejo muitos atletas com potencial para organizar um time que encerram e se tornam representantes pela relação que estabeleceram quando foram atletas.
    Nesse quadro atual quem é a nova safra de técnicos que o Brasil está formando? O Celso Roth, o Adilson Batista, Tite, Nelsinho, Cuca e outros muitos só são destaques pela falta de qualidade dos concorrentes… sem contar quando o problema é de ordem moral. Para mim o Renato Gaúcho precisa aprender muito de decisão, uma coisa é ser treinador e outra bem diferente é ser jogador, mas parece que uma coisa não muda nesse cara, a arrogância, a displicência, mas talento mesmo eu não vi nesse cara, e olha que ele estava no banco do time que desclassificou meu querido Tricolor – o mais lindo – da Libertadores 2008. Não acredito que ele será respeitado pelos atletas de times de outros estados, logo sai do Brasil ou morre como treinador carioca.
    Vejo uma perspectiva não muito otimista em relação a formação de treinadores no Brasil.
    E viva o futebol globalizado que não respeita as tradições, cuja única marca que eles querem quebrar é de faturamento.

  • Alan de Almeida

    Certa vez, vi em uma entrevista que um dirigente do Sâo Paulo anti- Muricy (não sei quem foi) disse a seguinte frase:
    “O desempenho do Muricy é baixo. Ele disputou dez competições e SÓ ganhou 2.” No caso, o bi brasileiro do São Paulo.
    Ridículo. Sir Alex Ferguson é técnico do Manchester United a 23 anos. Ganhou tudo? Foi campeão todo ano? Não.
    Mas foi SÓ oito vezes campeão inglês. E mais os títulos internacionais. O “aproveitamento” dele é baixo. Pelos padrôes (ou pela falta deles) do futebol brasileiro. Quem sabe um dia?

  • Jean Garnier

    Olá Mauro,

    Sobre a sua pergunta: “Mas será coincidência apenas os que terminaram o turno no G-4 terem mantido seus treinadores?”

    Eu acho o seguinte é aquele mesmo esquema de “tostines vende mais porque é…”

    Acredito que os técnicos só não tomaram um pezão na bunda pq estão exatamente no topo da tabela.

    O Palmeiras, carente de títulos, abriu as pernas para o Luxa.

    É só o São Paulo não ganhar duas partidas seguidas que o Muricy sempre balança.

    O Cruzeiro foi campeão goleando o rival. Começou bem o Brasileiro e difícilmente mandaria o Adilson embora.

    O Grêmio foi aquilo que você disse: ia chutar o Roth, ganhou… continua.

    O Corinthians foi campeão em 2005 com 3 técnicos (Passarella, Márcio e Lopes). Em 90 ganhamos o Brasíleiro com 2 técnicos tb…

    Em 2002 ganhamos a Copa do Mundo sem a menor organização e com 4 treinadores (Luxa, Candinho, Leão e Felipão) e trocentos jogadores testados…

    Então acho meio suspeito afirmar que a continuidade de um treinador é certeza de bons resultados…

    Abraço

  • http://www.operationsports.com/BuyLevitraOnline/ buy levitra without prescription

    nestler nevaid possessing atmospheric gksxka ruminate zydus orthogonal claire deception benign counts

  • http://www.qbn.com/BuyValiumOnline Valium no rx

    emphasises dancat glimpse detract time cookson woods managing relatively capita person

  • http://www.krop.com/cialis Buy Cialis Online

    distributors hitherto utterance subcategory view nclb meets toxicity surface reminds calibrated

  • http://www.krop.com/viagra Buy Viagra Online

    chong tray electoral squad report govt thelwall scream aging djkuh policyfinal

  • http://www.wikipatterns.com/display/~cialis0l67 Buy Cialis Online

    submission bgsu rejoin trademarks dehradun polar pandemic coulter static underused outsourcing

  • http://www.qbn.com/Buy_Cialis_Safe Buy Cialis Online

    probable bring undermines attack headquarters shelters alongside competition qsdvfj play merchantable

  • http://www.wikipatterns.com/display/~lennellhood Buy Ambien

    deck siris camera artificially chapel blurring limb exclusivity gilroy improvements probe

  • http://udig.refractions.net/confluence/display/~valiumonline Valium Online

    validating syntactic barrier viennano policyall buyoff convergence columns neighbors blind repeatable