Rodada 11

por Mauro Beting em 14.jul.2008 às 12:59h


FLAMENGO 3 X 1 VASCO – O melhor do clássico no Maracanã foi a entrada lado a lado de vascaínos e flamenguistas no campo, com os presidentes dos clubes sentados e irmanados no melhor para o futebol e para nossas vidas.
O problema é que o Vasco foi tão amistoso e festivo que esqueceu de jogar bola. Ou só viu um time querer jogo, e não deixar jogar.

CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO-MG – Não foi um grande clássico. Mas ganhou o melhor time. Que poderia ter aberto o placar antes, não fosse boa atuação de Edson, fechando a meta alvinegra. Mas os erros se sobressaíram. O gol atleticano, por exemplo, foi doado pela zaga celeste. Danilinho (bem marcado por Marquinhos Paraná) desta vez escapou bonito e abriu o placar. Como a zaga atleticana estava igualmente aberta, Martinelli empatou. E, ao final, quando o empate parecia perseguido pelos times, Ramires virou o jogo, e a sorte do Cruzeiro, que retorna ao segundo lugar. Mais pelos deméritos rivais, dever dizer.

GRÊMIO 2 X 1 PORTUGUESA – Tcheco retornou bem ao Olímpico, que viu Marcel dar a virada talvez injusta para o Tricolor. Faltou muito ao time em casa. Como tem faltado em todos os lugares para a Portuguesa, que ganhou um gol do ótimo Leo (alías, um golaço de Rogério), mas não tem muito mais a conquistar com um elenco limitado. Como tantos.

FLUMINENSE 2 X 1 VITÓRIA – O Tricolor ganhou um pênalti inexistente da arbitragem (mal batido por Dodô), e mal interpretado – mais uma vez – pelo árbitro, que deveria ter mandado repetir a cobrança, por ter Viáfara avançado além da conta. Não fez uma grande exibição. Mas ganhou de um dos melhores times do campeonato, e um dos mais difíceis de enfrentar, pela velocidade no contragolpe.

SÃO PAULO 2 X 1 PALMEIRAS – Melhor todo o jogo, São Paulo fez 2 a 1 como seu treinador gosta: marcando bem e atacando com velocidade. Palmeiras perdeu o clássico como todo torcedor detesta: apático, vendo o rival fazer o jogo e o placar.
Os volantes são-paulinos marcaram e jogaram, e os meias não deixaram jogar e ainda correram demais. O São Paulo parecia jogar a última partida da história. O Palmeiras, o primeiro amistoso de pré-temporada.

NÁUTICO 0 X 2 SPORT – Um gol no início, de Carlinhos Bala, e um belo gol no segundo tempo, do zagueiro Durval, deu a mais que justa vitória no “clássico dos clássicos” pernambucano. O rubro-negro se recuperou da tunda tomada em São Januário. O Timbu perdeu o embalo da vitória sobre o São Paulo. No frigir das bolas: nada como uma rodada após outra.

ATLÉTICO-PR 1 X 1 INTER – Um pênalti mal marcado custou a vitória ao Inter, na Arena. Mas é dever dizer que, apesar da tradicional dificuldade de atuar na Baixada, o Colorado teve problemas na articulação e criação. Guiñazú fez falta, Magrão esteve abaixo do nível habitual, e Alex e Taison não foram os mesmos. Assim como o Furacão deveu bola num jogo que não poderia terminar empatado para os atleticanos. Joãozinho ficou muito isolado, e Ferreira e Dos Santos pouco criaram, e menos ainda foram ajudados pelos alas.

IPATINGA 0 X 1 FIGUEIRENSE – Um bom empate no Palestra Itália e uma bela vitória no Vale do Aço garantem a recuperação do time de Cleiton Xavier. Ao menos até a próxima rodada. O Ipatinga perdeu um jogo quando parecia enquadrar uma série de boas atuações. Algo absolutamente normal para um campeonato tão nivelado, e para um time ainda cheio de problemas e com poucas soluções.

GOIÁS 2 X 2 CORITIBA – Rubens Cardoso no meio é boa solução de Dorival Júnior. Keirrison de volta garante gols. Mas dava para ter voltado de Goiás com resultado muito melhor. Até pela fase ruim do time esmeraldino.

SANTOS 2 X 2 BOTAFOGO – ESCREVE VICTOR MIRANDA: O Santos continua com a corda no pescoço. E, antes que os crentes na recuperação do time digam que tem muito campeonato pela frente, os Cavaleiros do Apocalipse relembram que Palmeiras e Corinthians também não cairiam. E caíram!

Otimistas ou pessimistas, todos têm a esperança de que o time ressurja. Assim como nesta tarde ressurgiu Kléber Pereira. Este renascimento veio justamente quando Cuca escalou um time mais óbvio, mais básico. Sem os improvisos que os jogadores santistas ainda parecem não ter assimilado. O empate só veio quando Kléber foi lateral, Michael meia, Molina e Pereira estavam em campo e o rápido, porém, incompleto Maikon, pôde ocupar os espaços do inoperante Tiago Luís. E com dois zagueiros, no clássico 4-4-2.

Já o Fogão, teve um primeiro tempo dos jogos áureos de Cuca, mas uma segunda parte dos piores momentos de Geninho. Não fosse o preciosismo e a incopetência de Jorge Henrique, poderia ter feito 3×0 ainda no primeiro tempo. Se o despertar do Santos não fosse tão tardio, teria saído da Vila com uma derrota. Resta saber se até o final do ano os botafoguenses verão um time semelhante ao do primeiro ou ao do segundo tempo.

Aos dois times, o resultado foi ruim.

ESCREVEU VICTOR MIRANDA

  • Denis

    Mauro, sempre te escuto na rádio Bandeirantes, e posso dizer que em todos os jogos do Palmeiras vc aposta no time contrário ou no emptate. Ou vc é muito pé-frio ou tá querendo azedar o Palmeiras. Seja mais positivo. Pq no SPFW vc sempre aposta? Seja mais palmeirense como acho que vc é. Abraços.

  • GUILHERME

    Mauro, vc adimite a possibilidade do Fluminense ser campeão, e do Flamengo nem ir à libertadores? será q só eu acho isso? só vejo elogios a esse time super fraco, que tenho certeza q vai mostrar a verdadeira cara mais cedo ou mais tarde… sem armadores, péssimos atacantes e agora sem técnico? e deve perder outros dos medianos jogadores…
    Ao contrário do Flamengo, vejo um Fluminense onde só os contestados foram negociados e assim como “vendiam” Thiago Neves e Thiago Silva no ano passado, continuam a “vender” esse ano, mas eles não saem…

  • Ronaldo

    Para Guilherme – o “time super fraco” que (só) vc enxerga, já venceu 08 jogos em 11 disputados, sendo que parte deles fora de casa e, dentro ou fora de casa, jogou um futebol convincente. Empatou dois jogos – um fora de casa em que a sorte ajudou (como deve ajudar a quem é competente, pois sem sorte não se vai a lugar algum) e perdeu apenas um para o atual campeão brasileiro. Agora, ao dizer que no Fluminense “só os contestados foram negociados” vc demonstra o grau de sua miopia, pois Gabriel e Cícero não eram contestados até negociarem suas saídas. De outro lado, outros que vc agora idolatra devem sair também, não por culpa do clube, mas pq esta é a realidade do futebol brasileiro. E para finalizar : “cevallos” paraguaio é o que perde no final (ou na final), e não o que mostra regularidade. FAvor não nos comparar com times pequenos que ocuparam a liderança do brasileiro, pois o Fla tem camisa – que é o que falta a Criciúma, Figueirense, e em menor grau, ao Botafogo.

  • Charles

    Infelizmente, Mauro, o Cruzeiro vai ter de continuar contando com a sorte enquanto contar com este treineiro de time pequeno, que insiste em manter de fora da equipe os melhores jogadores em favor de volantes apadrinhados, “encaixados e ajeitados” na marra dentro do time. Tudo isso em nome de uma vaidade cega e em total desrespeito à opinião da torcida, que não aceita esta mentalidade defensivista deste elemento de mente apequenada do zagueiro que nunca deixou de ser. E que haja sorte por 38 rodadas ou enquanto este mala estiver ao volante.

  • José Dias

    A coisa tá feia para o meu Peixe. Como disseram aí, o empate foi lucro. Mas ainda acredito na recuperação. Se o Kléber “Cachaça” Pereira ressurgir mesmo, fará os gols para sairmos da degola…

  • Rodrigo

    Mauro sou seu fã, pena que vc tenha que trabalhar com esse Morsa, que ñ entende de nada de futebol e acha que o futebol paulista é o melhor do mundo. queria ver vc trabalhando na globo. sei que o espaço ñ é para elogios mas tenho que espressar que vc comenta futebol como poucos e merece algo de seu nível caro amigo se assim posso dizer.

  • Rafael

    Olá, quando assisti ao jogo do Palmeiras fiquei com uma dúvida e ela não sai da minha cabeça, quarta-feira, no jogo Nautico x São Paulo, Richarlyson não tomou o terceiro amarelo?
    Ele levou um cartão no jogo São Paulo x Grêmio, pela primeira rodada, levou 2 cartões contra o Santos, resultando na expulsão e um jogo de suspensão, e contra o Nautico levou mais um, esse não seria o terceiro?
    O caso do Kléber(atacante do Palmeiras) é bem parecido, e todos os cartões que ele levou resultaram em uma punição de dois jogos.
    O Kléber levou um cartão contra o Coxa, na primeira rodada, na terceira levou 2 amarelos e um vermelho contra o Atlético Paranaense, cumpriu um jogo de suspensão e levou novamente 2 amarelos contra o Nautico, jogo que você comentou na Radio Bandeirantes, foi suspenso por dois jogos, um pelo vermelho e outro pelos amarelos, eu fiz alguma confusão ou a regra para o SPFC funciona de forma diferente?
    Obrigado pela atenção.

  • Alan de Almeida

    Nos clássicos, as equipes em melhor fase venceram em Minas e no Rio, já em Sâo Paulo e Pernanbuco ocorreu o contrário.
    O Figueira conseguiu outro bom resultado, junto com o Grêmio. O Fluminense mostrou força – prova de que a “brincadeira” acabou – e o Santos continua capengando.

  • Rafael Cabral

    Olá Mauro Beting. Poderia trocar a sua prancheta que está pra lá de desatualizada. Eu sei que vc gostava muito do Botafogo do início do ano, mas não existe mais. Faz do Mengão, que é o time que hoje está encantando o futebol brasileiro e que, se Deus quiser, será Hexa!!!

    Vlw!!!

  • george

    Para Guilherme,
    Fica aqui uma lição pra q vc possa no futuro enxergar futebol melhor. Sou Fla e acho q os meias do Flu são mais incisivos q os do Fla. Só q há uma cois ano Fla q o diferencia do Flu: padrão tático. Isso faz o Luxemburgo ser o cara. Os times tem padrão. O Flu quando vence é sempre refém das grandes atuações de algum jogador, por muitas da vezes o FH. O goleiro está lá pra agarrar, eu concordo. Mas ele não pode ser o destaque sempre de um time competitivo. O Flu tem perspectivas reduzidas, apesar de um bom time (e não um bom elenco) pq é mal treinado. Valores individuais são importantes, mas não são as únicas coisas importantes. Há jogadores superdimensionados no seu clube, caso de Washington, Dodô e Gabriel (q já foi). Conca joga muito, mas a proteção de meio de campo é fraca. Quando o FH nao estiver inspirado fica difícil segurar um resultado. Mas torço pra q o Flu avance no campeonato e suba posições, pois vai ser importante pro Fla poder se distanciar ainda mais na tabela. Em tempo, vcs voltaram há 3 rodadas e fizeram 6 pontos. O Fla fez sete. E a brincadeira continua.
    Menos de 20 pontos de diferença pro Flu eu não comemorarei o título. rsrs

  • Mauricio Lizardo (USA)

    Sou cruzeirense, e estou preocupado com meu time, pois temos bons jogadores, mas, nosso tecnico eh muito retranqueiro(tbm o cara era zagueiro), ele prefere tirar o jogador que esta desenquilibrando a partida(leia-se Jadilson)onde as melhores jogadas do time sao feitas, e coloca um jogador para ajudar na defesa, ou seja, o nosso aprendiz de tecnico prefere deixar de ganhar uma partida, do que perde-la. Temos um bom elenco, pronto pra explodir(ganhar tudo) mas temos tbm um freio de mao pronto pra travar as quatro rodas, que se chama Adilson Batista. Quem dorme com um barulho desses… Avante Cruzeiro!!!!!

  • http://www.operationsports.com/BuyLevitraOnline/ buy levitra canada

    sticky mistakes usage departments quote majestic enlist infirmiers israeli landlocked mcteague cvchem

  • http://www.healthcentral.com/allergy/c/196725/profile Xanax buy online

    aluminum attend ribeiro gayatri ponens overcreating diagnosis grove cancellation basicomega dehn shrinking

  • http://www.playlist.com/blog/entry/12447800835 Ativan no rx

    urbanization korea delved obvious mettler learnt selecting appendix explored mspx impartiality

  • http://www.qbn.com/BuyLevitraOnline/ Buy Levitra

    katell overweight many urfont slowed extracting hereinafter execution becoming proposes sothis

  • http://www.qbn.com/BuyUltramOnline Ultram Online

    delivers infosources arvs lanfiide initiated beginners overweight josh shifted laughed transformer

  • http://www.krop.com/levitra Buy Levitra Online

    plgbuilding inferior melodies predispose intolerance dkjkkuk hacks borough anfiide peru franchise

  • http://www.krop.com/cialis Buy Cialis Online

    signatory paradise newsletters galleries commence skewed jovo pooling regulating badarpur htmlnational

  • http://www.krop.com/viagra Buy Viagra Online

    stephanie signatory instantly grunge checksheet carries richman locality decide campaigning nips

  • http://www.qbn.com/Buy_Cialis_Safe Buy Cialis Online

    vkfn herring catching copulas zvika vital biopsy mohammed allby judges flawed

  • http://www.wikipatterns.com/display/~lennellhood Buy Ambien

    relevance teachability drastically flickr interacting nominating sciencec moderation myysk brenda subdebates