Dois jogos e duas vitórias



É cedo, muito cedo, mas o Brasileiro começou e o Corinthians é, em apenas duas rodadas, o único time a vencer suas partidas. Vale até lembrar que ano passado – temporada que rendeu título ao Corinthians – o time de Fábio Carille foi ganhando corpo durante a competição e estreou com um empate em casa diante da Chapecoense.

Hoje, ainda no fim de abril, é impossível e pouco recomendável que alguém sério crave o campeão que será conhecido em novembro ou dezembro. Entretanto, os indícios mostram um Corinthians forte para a temporada.

Carille tem um ano a mais de amadurecimento profissional e contato com o grupo de jogadores. Mesmo com problemas de elenco, ele tem achado soluções pouco imaginadas por outros companheiros de profissão.

Sabedor das limitações de orçamento e de elenco, o treinador tem começado a alternar as escalações e com isso estimulado a competição interna além de obviamente conseguir dar um descanso ao grupo.

O que pode atrapalhar os planos do Corinthians? É óbvio que os adversários podem. Especialmente os adversários que podem ser mais fortes e competitivos no mercado. Outro previsível problema é a valorização dos atletas e a próxima abertura de janela de transferências. No que depender da percepção e conhecimento das limitações e potências do grupo, Carille tem chances reais de encarar mais uma vez com sucesso a temporada, mas os desafios de mercado representam um adversário que até mesmo ele pode não conseguir derrotar.



MaisRecentes

São Paulo volta a vencer e obriga o Santos a repensar



Continue Lendo

Palmeiras vence e confirma ótima campanha



Continue Lendo

Ganhou a coerência e perdeu Arthur



Continue Lendo