Derrota do Porto esquenta o campeonato



O campeonato parecia ganho. O Porto de Sérgio Conceição mantinha a invencibilidade e, mesmo percebendo o crescimento do Benfica, os bons resultados pareciam dar a tranquilidade de que o título viria na hora certa. Até que…

Nas três últimas rodadas, já bem perto do fim, o Porto saiu de casa duas vezes para enfrentar um time da zona de rebaixamento e outro de meio de tabela. Duas derrotas! Sim, duas derrotas. A queda da invencibilidade coincidiu com o melhor momentos dos encarnados. Foram oito vitórias nas últimas oito rodadas. Com 26 gols marcados e apenas três sofridos.

Até onde pode pesar a pressão pela conquista que já não vem desde a temporada 12/13? Ainda falta campeonato e os dois primeiros colocados se enfrentarão na casa do Benfica no dia em duas rodadas, mas como explicar a queda de rendimento justamente na hora da decisão?

O Benfica, novo líder, tem repetido o gesto de erguer taças desde 2013 e parece estar preparado para outra. Resta saber se agora a pressão mudará de lado.

Ainda faltam dois jogos grandes – os maiores – para o Benfica. O clássico, em casa, contra o Porto e o clássico de Lisboa, contra o Sporting, fora de casa.

O título segue longe de estar definido, mas o crescimento – na hora certa – dos encarnados pode sugerir alguma coisa.

 



MaisRecentes

A primeira rodada da Premier League



Continue Lendo

A noite de Copa do Brasil foi também a noite dos passes errados



Continue Lendo

VAR do VAR



Continue Lendo