Atlético nem ouve oferta de técnico sueco



Algumas situações no futebol parecem muito aleatórias. Lembram até os absurdos pitorescos de um bom jogo de computador. Que tal ver Sven-Goran Eriksson dirigindo o Clube Atlético Mineiro? Não parece loucura?

Uma coisa é certa: o sueco, ex-treinador da seleção da Inglaterra, Costa do Marfim, México e também de clubes como Leicester, Roma, Benfica e Manchester City de fato não será treinador do Galo, mas bem que ele tentou.

Através de seu agente, Daniel de Paiva, credenciado pela CBF, Eriksson foi oferecido ao Atlético e teve o seu nome prontamente rejeitado pelo diretor Alexandre Gallo, que disse que técnico estrangeiro não daria certo no Galo e nem sequer ouviu as bases da proposta feita por Eriksson, via Daniel de Paiva.

É certo que a história de sucesso de treinadores estrangeiros no Galo quase se resume ao uruguaio Ricardo Díez, campeão em 1949 e 1954, mas um técnico com o nome que tem o sueco deveria ser tratado com um pouco mais de atenção. Alexandre Gallo, nas atribuições de diretor de futebol do Atlético, tem todo o direito de negar qualquer tipo de oferta, mas, na qualidade de alguém que responde por uma instituição centenária, deveria zelar pela imagem de respeito que o clube tem.

Uma proposta já foi negada. Um empresário já não obteve sucesso na oferta, mas outros virão e outros, é certo, que Gallo vai ouvir.



  • Dr. Clarimerdes Filho

    Não importa quem seja o técnico, esse clube sempre será monotítulo.

  • Lexotril Uno

    mas qual o problema em não abrir negociações com um técnico europeu?? muitas vezes é muito melhor deixar claro desde o início, que o time prefere alguém já acostumado com os times e artimanhas do futebol brasileiro.

    • Deivison Oliveira

      “…Eriksson foi oferecido ao Atlético e teve o seu nome prontamente rejeitado pelo diretor Alexandre Gallo, que disse que técnico estrangeiro não daria certo no Galo e nem sequer ouviu as bases da proposta feita por Eriksson, via Daniel de Paiva.” Não sei qual a sua dificuldade na interpretação mas a questão não é abrir ou deixar de abrir negociação, e sim ao menos ouvir quais seriam as propostas de um técnico muito experiente. Sou são-paulino e sim, dependendo da proposta, seria interessante tê-lo treinando o SP. Um clube que nega ouvir propostas de um técnico como o Sven, no minimo abre maus precedentes para o futuro acerca de sondagens estrangeiras.

      • Lexotril Uno

        dá pra resumir o que voce quis dizer??

  • Ramde

    Esse Marra assim como a mídia marrom gosta de inventar coisas…

    Kkkkkkk

    A vdd é q ninguém quer treinar essa barca furada…nem o Cuca…kkkkkkk tomou um pé no traseiro bem dado…

    PNCF

    Pau no (.) das frangas

    Borradeiras boqueteiras

    • DUROCK

      Enfia o dedo no seu c u

      • Ramde

        Trás a mamãe Rameira…

  • Ramde

    PNCF

    Pau no (.) das frangas

    Borradeiras boqueteiras

  • Ramde

    Do mesmo criador do Anelka, do borderô de casa cheia…

    Só enrolação para enganar as trouxas das frangas…

  • Wellington Moreira

    Mário você acompanha o galo de perto e pode falar por nós. Mário o galo tem um bom elenco sim. O que nos falta é aplicação tática. De tão mal-treinados, chegamos a ser ingênuos. Temos uma oportunidade de ouro de receber o Erikson em nosso grandioso galo, com um CT lindo. Mário, a filosofia de Erikson é passar ao time, ao plantel que defender é no futebol tão importante quanto atacar. Como no basquete, Mário, ataca-se em bloco, defende-se em bloco. Erikson pode ser um marco na mentalidade do galo. Além de falar português, poderia nos ensinar que passes curtos e rápidos somados á alma guerreira que só nós temos, poderia nos levar a um nível alto de futebol.
    Saudações

  • Bruno Moreira Brêttas

    Impressionante. pra mim é uma das maiores besteiras que já vi no futebol. Alexandre Gallo não deve conhecer o Sven Goran Erikson, tenho que me apegar a esse pensamento para tentar compreender essa negativa do galo, algo que vejo como uma das maiores burrices dos últimos tempos. Alexandre Gallo deve ter bola de cristal para achar que Erikson não daria certo no galo. Nem negociar o cara negociou. Depois os torcedores adversários sugerem que o Atlético – MG é time pequeno e o pessoal fica bravo, mas há que se reconhecer que foi um vacilo danado. E pensar que outro dia mesmo o técnico da Galo era o Micale…

MaisRecentes

Arbitragem tumultua, mas Galo vence e ganha uns dias de paz



Continue Lendo

Jogadores querem chance para Thiago Larghi



Continue Lendo

Liverpool passeia em Portugal



Continue Lendo