Um alívio para Guerrero



Foi com a mão! Sim, Jô usou o braço e a bola entrou. O Vasco sai derrotado e a CBF esbraveja e determina o uso imediato do árbitro de vídeo.

Especialistas trataram de dar mil entrevistas. Falaram sobre os problemas na instalação. Ouvimos teóricos portugueses, mas a CBF, como de costume, recuou e o assunto caiu no esquecimento e no ridículo para aquele momento.

Fora da Copa! Sim, caiu no doping e não vai disputar a Copa. Não pode nem treinar. Ouvimos médicos, químicos, farmacêuticos. Jornalistas peruanos repercutiram a seleção sem Guerrero e críticos decretaram como gravíssimo o comportamento do atacante.

E não é que a pena foi revista?! E não é que Guerrero vai poder jogar a Copa?!

É incrível como mexem com a vida das pessoas. Como será que a família do jogador passa as noites desde que saiu a primeira condenação?

Como deve ter sido difícil ler a condenação pública de alguém que sempre alegou inocência?



MaisRecentes

Aprendendo com os erros dos outros



Continue Lendo

A Copa e seus ensinamentos



Continue Lendo

Empate que serve como puxão de orelha



Continue Lendo