O que representaria uma possível ida de Fred para o Flamengo



Talvez um dos nomes mais citados do dia no futebol brasileiro tenha sido o nome do atacante Fred. Ele fica no Galo? Ele vai para o Flamengo?

Fred tem peso e história para abalar o mercado. Na temporada atual, mesmo claramente tendo apresentado uma queda técnica, ninguém no cenário nacional apresentou participação direta em 40 gols na temporada. O camisa 9 do Galo marcou 30 vezes e deu mais dez assistências.

Aos 34 anos, Fred mostrou que continua sabendo e muito bem o que fazer na área. O interesse do Flamengo é natural. O próprio técnico Reinaldo Rueda declarou que o time precisa de um artilheiro.

O Atlético, ao que parece, quer continuar com Fred. O time já não conta mais com Rafael Moura e não tem outro jogador para a função no elenco principal. Mas tudo tem um outro lado: qual seria a chance de o Galo recuperar o investimento ou parte do investimento feito no atacante? Logo agora que o clube anunciou que precisa colocar o pé no freio para se manter equilibrado financeiramente.

Uma provável venda de Fred não cairia bem para a imagem do novo presidente e nem para o novo diretor alvinegro, mas as finanças agradeceriam. Entretanto, nem só de cifrões deve viver a direção. Quem substituiria Fred? Valeria a pena gastar muito em um novo titular?

Jogar no Flamengo, inegavelmente, representa um desafio para o atacante mineiro. Fred fez história e é ídolo no Fluminense. Jogar para tentar conquistar uma nova torcida traz motivação, sem falar, claro, que ele tende a ser o jogador procurado em campo por um elenco que já feito.

O movimento do Flamengo não chega a ser uma ousadia. É claro que Fred representa bem a figura de um artilheiro. A tendência óbvia é de que ele repita os mesmos bons números que ele sempre manteve.

Resta saber como será o movimento do Galo. Aceitar é ter a certeza de que um novo jogador terá que ser contratado e de que o torcedor já vai olhar a nova direção com um ar de insegurança.



MaisRecentes

Aprendendo com os erros dos outros



Continue Lendo

A Copa e seus ensinamentos



Continue Lendo

Empate que serve como puxão de orelha



Continue Lendo