Corinthians volta a vencer e a falar alto em título



Ganhar um clássico costuma oferecer aos jogadores uma dose de confiança extra. Acreditando na ideia de voltar a jogar bem com mais frequência, o Corinthians encarou o Atlético Paranaense em Curitiba.

O Furacão, que precisava vencer para se manter perto do grupo dos que sonham com a Libertadores, encontrou alguma tranquilidade para colocar em campo as suas ideias para o jogo.

Gedoz, Nikão e Lucho González tinham espaço e qualidade para fazerem inversões para os laterais. Jonathan, pela direita, levava muito perigo quando recebia e partia para cima da defesa do Corinthians.

O lance de maior perigo se deu com Fagner levando a mão à bola dentro da área e Walter fazendo a defesa do pênalti batido por Nikão.

O espaço que os armadores do Atlético tinham não era o mesmo que Rodriguinho achava. O jogo tinha a cara dos donos da casa.

O panorama do jogo no segundo tempo continuava desfavorável para o time líder do campeonato. Nos primeiros 30 minutos, o Atlético tinha quatro finalizações e o Corinthians ainda não tinha acertado o alvo.

Aos 31, Giovanni Augusto, que não fazia um gol há uma ano, corta da esquerda para a direita e vence o goleiro Weverton. É incrível. O jogo não tinha a cara do Corinthians. Giovanni Augusto, muito menos, tinha a cara de um herói.

Os três pontos vieram ainda carregados de um drama pessoal do goleiro Walter, que jogou os primeiros minutos de Brasileirão 2017. Ele pegou pênalti no primeiro tempo e saiu chorando contundido já aos 40 do segundo tempo.

Caíque, a opção para o gol, não chegou a fazer defesas na partida, mas, pelo andar da carruagem, vai ter outras oportunidades de ser testado, avaliado por Carille.

O bom futebol visto especialmente no primeiro tempo diante do Palmeiras se perdeu durante a semana, mas ao menos o Corinthians conseguiu recuperar algo da sua característica vista no primeiro turno. O time, mesmo quando não jogava bem, conseguia vencer e errava pouco.



  • Fiel Sempre

    Jogar com a porcada reanima o Coringão, já que a vitória é certa! Seguimos Rumo ao Hepta, sem fax! Se tudo correr bem, podemos nos tornar o MAIOR VENCEDOR DE CAMPEONATOS BRASILEIROS DE TODOS OS TEMPOS! Sem robetinhos ou outros titulos validados via fax! VAI CORINTHIANS! #RumoAOHeptaSemFax

MaisRecentes

Roger Machado no Palmeiras



Continue Lendo

O ano do Botafogo só merece aplausos



Continue Lendo

Empate bom para avaliação



Continue Lendo