A pior notícia para os galeses



Segundo lugar do Grupo D das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo, a seleção do País de Gales obteve duas vitórias nos dois últimos jogos e luta para permanecer pelo menos no segundo lugar, que dá direito a disputar a repescagem.

A situação do grupo é a seguinte:

1- Sérvia – 18 pontos

2- País de Gales – 14 pontos

3- Irlanda – 13 pontos

4- Áustria – 9 pontos

5- Geórgia – 5 pontos

6- Moldávia – 2 pontos

Faltam duas rodadas e Gales enfrentará a Geórgia, fora de casa, e receberá a Irlanda. Nos dois jogos de ida, os galeses empataram duas vezes. Contra Geórgia, Gareth Bale foi o autor do único gol galês. Contra a Irlanda, sem Bale, machucado, o empate sem gols foi considerado um bom resultado.

E aí está todo o problema, toda a aflição. Gales não disputa uma Copa do Mundo desde 1958 e tem uma geração de relativa qualidade, mas uma geração que sente muito a ausência de seu principal jogador e Bale, astro mundial do Real Madri, foi cortado e novamente não estará em campo.

Sem Bale, a invicta seleção galesa não conseguiu vencer. Foram três empates que atrapalharam bastante o planejamento do treinador Chris Coleman.

É bem verdade que o menino Woodburn marcou o gol da vitória sobre a Áustria, mas jogar a responsabilidade da decisão nos ombros de alguém que nem completou 18 anos ainda é arriscado.

O sonho de disputar uma Copa do Mundo após 60 anos continua vivo, mas os galeses sabem que sem Bale tudo é mais complicado.

 



MaisRecentes

Robinho é o nome do clássico mineiro



Continue Lendo

São Paulo vence e respira melhor



Continue Lendo

Levir e a indecisa direção santista



Continue Lendo