Santos vence e ameaça colocar mais emoção no campeonato



A derrota do Grêmio no sábado deixou o Corinthians ainda mais tranquilo para encarar o clássico contra o Santos. Sem Arana, mas com o retorno de todos os outros titulares, o time de Fábio Carille teve muitas dificuldades no primeiro tempo.

Os donos da casa também custaram a achar espaço para jogar. Já perto do fim do primeiro tempo, Cássio foi obrigado a fazer intervenções importantes.

O início do segundo tempo já mostrou um Corinthians mais ligado e agressivo. Sem Copete, Levir Culpi foi obrigado a colocar Thiago Ribeiro aberto pela direita.

Nos primeiros 11 minutos, foram três chances para o Corinthians. O Santos se defendia bem e esperava uma bola em contra-ataque.

Aos 12, Bruno Henrique carregou a bola em alta velocidade pela esquerda e, após rebatida da zaga, Lucas Lima bateu para o gol.

Carille buscou alternativas. Camacho entrou no lugar Gabriel. A mexida poderia oferecer a opção do passe, com menos poder de desarme.

O Santos se mostrava bastante confortável sem a bola. Vanderlei fez novamente várias defesas importantes e o time buscava uma roubada de bola ou um erro do Corinthians para ampliar.

Já perto do fim do jogo, aos 47, após erro na troca de passes, Bruno Henrique, de novo, puxou contra-ataque e fez a bola chegar em Ricardo Oliveira e dele para o gol.

O Santos viu a diferença para o líder diminuir e se encheu de moral para o jogo da Libertadores. Do outro lado, foi a terceira derrota do Corinthians em quatro jogos. A confiança, ponto alto do início do campeonato, começa a cair.

A diferença para o segundo colocado ainda é grande. São sete pontos para o Grêmio e agora nove para o terceiro. O campeonato, que parecia estar muito bem encaminhado, ainda esta muito forte nas mãos do Corinthians, no entanto, me parece que o torcedor vai ter mais doses de emoção.



MaisRecentes

Agora foi com a Júlia Guimarães



Continue Lendo

Aprendendo com os erros dos outros



Continue Lendo

A Copa e seus ensinamentos



Continue Lendo