E lá se vão 40 anos para um novo Ponte Preta x Corinthians



A Ponte esperava o adversário da final e é verdade que o Corinthians tinha uma grande vantagem. O jogo entre dois gigantes do futebol brasileiro confirmou. A final do Paulista, 40 anos depois da histórica decisão de 77, será novamente entre Ponte Preta e Corinthians.

O São Paulo, armado com Pratto e Gilberto juntos, finalizou mais e teve mais a bola, mas jogou contra um time perfeitamente adaptado ao jogo defensivo. O Corinthians até mesmo gosta de jogar se defendendo e aposta nos erros dos adversários para se dar bem.

O primeiro gol do jogo saiu aos 46 do segundo tempo. Jadson bateu falta e Jô desviou para o gol. Rogério Ceni, que já tinha um débito a ser tirado, viu a vantagem dos donos da casa ficar ainda maior.

O São Paulo se mandou ainda mais no segundo tempo. Luiz Araújo e Chávez entraram aos 12 do segundo nos lugares de Júnior Tavares e Gilberto. Cícero se tornou um terceiro zagueiro pela esquerda e Chávez foi jogar perto de Lucas Pratto.

Defensivamente o São Paulo se resolveu e não permitiu finalizações ao Corinthians no segundo tempo. Faltava acertar o gol. Aos 38, Thiago Mendes acertou ótimo lançamento para Pratto e dele para o gol.

O jogo foi pegado. Muito. Foram oito amarelos e um vermelho.

Carille comemora a classificação, mas sabe que não dá para abrir mão totalmente das finalizações. Rogério sabe que o time perdeu a classificação no primeiro jogo e viu o amadurecimento de muitos de seus conceitos.

Agora é história. Muita história. Lembranças de um tempo em que os estaduais eram diferentes. Valia tudo para erguer a taça, que foi muito mais importante.

40 anos depois. A Ponte continua tentando conquistar o seu título e luta muito por isso. O time que já eliminou Santos e Palmeiras sabe o tamanho do fantasma que é ganhar também do Corinthians.



MaisRecentes

São Paulo volta a vencer e obriga o Santos a repensar



Continue Lendo

Palmeiras vence e confirma ótima campanha



Continue Lendo

Ganhou a coerência e perdeu Arthur



Continue Lendo