Econômico e seguro, Corinthians vence mais uma



Corinthians e Botafogo se destacaram por terem boas defesas que sofrem poucos gols. Os dois times estavam no mesmo grupo e perderam muito pouco.

O placar do primeiro jogo colocava uma pulga atrás da orelha do torcedor corintiano. Um novo 0 a 0 daria ao Botafogo a chance de definir tudo nos pênaltis.

Os primeiros minutos foram bons para o time dono da casa. O Botafogo cedeu espaços pela esquerda de defesa. Jô e Rodriguinho tiveram duas chances claras, mas não conseguiram fazer.

Aos poucos o Botafogo acertou o posicionamento e equilibrou a partida. Francis, rápido pela direita, não permitia os bons e constantes avanços de Arana e o Corinthians passou a ter muita dificuldade.

Aos 37, em uma jogada que saiu da esquerda para a direita para achar Jadson e dele, com precisão, para Rodriguinho abrir o placar.

O gol não tirava o Botafogo do teoricamente confortável jogo defensivo. O time de Ribeirão Preto sairia mais para o jogo. E saiu.

Foram 7 finalizações do Botafogo contra 4 do Corinthians no segundo tempo. Mas é difícil fazer gol no Corinthians. O time não sofreu nada e mostrava que se sente bem sendo atacado.

O placar final foi mais um 1 a 0 para o Corinthians. É econômico nos gols o time de Carille. Foram quinze gols marcados no Paulista. Linense, Novorizontino, Mirassol e até mesmo o rebaixado  Audax marcaram mais gols, mas é o Corinthians, seguro na defesa, que comemora a chegada em mais uma semifinal.



MaisRecentes

A Copa e seus ensinamentos



Continue Lendo

Empate que serve como puxão de orelha



Continue Lendo

Bélgica sobra contra uma frágil Costa Rica



Continue Lendo